História O meu anjo da guarda -- madasaku - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Madara Uchiha, Pain, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Madasaku
Visualizações 135
Palavras 2.211
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Incesto, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


erros de portugues logo estarei arrumando



boa leitura kisses

Capítulo 1 - Meu anjo da guarda



madara uchiha um grande empresário em tokyo, esta em seu escritório acabou de se recuperar de um grave acidente que não tem muitas lembranças apenas de uma moça que estava passando e parou para prestar socorro a unica coisa de que ele se recordava era o rosto dessa moça, e depois acordar no hospital, com seu sobrinho ao lado.


madara desde que acordou so pensava em como encontrar aquela garota para agradecer o que ela fez, se ela não tivesse parado provavelmente nem vivo ele estaria, para falar a verdade  nem os médicos sabiam explicar como ele conseguiu sobreviver, pelo estado em que chegou, muitos outros ja teriam morrido na hora.


foi uma batida muito feia, um caminhão desgovernado bateu em cheio na sua ferrari que ficou irreconhecivel.


mais agora ja estava bem mesmo seus sobrinhos pedindo que repousasse mais ele queria cuidar da empresa ele mesmo. 


terminou de ler e assinar alguns documentos e foi leva-los para sasuke que cuidaria do resto.


SALA DO SASUKE


sasuke: olha seu currículo é bom, mais meu tiu presa muito as aparencias aqui provavelmente ele te demitiria apenas pela cor do seu cabelo.


sakura: ja escutei muito isso mais não posso fazer nada ele é natural - diz triste - é uma pena pois preciso muito de um ...


madara: sasuke você podia.. desculpe não sabia que estava acompanhado.


na hora em que madara ponhou os olhos na moça a sua frente teve certeza que ela ela quem havia o salvado da da quase morte.


madara : sasuke venha aqui um minuto- e assim o fez acompanhando o tiu ate o corredor fechando a porta- quem é essa moça?


sasuke: uma das entrevistadas para vaga de minha secretária, porque?


madara: apenas mande para minha sala assim que terminar.


sasuke: mais uma que vai mandar pra fora- bufou - ate depois então- disse voltando a sala sem nem mesmo esperar uma resposta.


sasuke: não falei nem terminamos a entrevista e ele ja me pediu para te mandar para sala dele.


sakura: obrigado mesmo assim - disse ela com um sorriso meigo e se levantou- qual é a sala dele ?


sasuke: a ultima no final do corredor da porta vermelha, boa sorte se fosse por mim voce ja estaria contratada.


ela saiu da sala de sasuke e foi rumo a sala no fim do corredor, quando chegou a porta estava aberta a vil  que era apenas a sala de secretária e no canto da sala outra porta presumiu ser o seu escritorio, adentrou o comodo e bateu na porta apenas escutou um entre, e assim o fez.


sakura: com licença


madara : claro pode se sentar.


sakura: seu sobrinho ja me explicou sobre a formalidade da empresa me desculpe mais meu cabelo é natural, ja sei que aqui é um local que posso excluir da minha lista- disse em meio a um sorriso triste.


madara: não foi por isso que pedi para vir aqui.


sakura: então?


madara: voce não se lembra mesmo de mim?


sakura: desculpe mais ja nos vimos antes senhor?


madara: claro foi voce que me salvou quando sofri um acidente dois meses atrás - disse sorrindo para ela.


sakura: desculpe não o reconheci, mais que bom, vejo que esta bem - disse sorrindo ele apenas a seguia com os olhos cada movimento que ela fazia.


ninguem sabia que ele havia tido  ajuda naquele dia, mais assim que acordou todos os dias sonhava com a moça, para ele o anjo que o ajudou.


madara: sim graças a você disse a fazendo corar - faz tempo que queria lhe encontrar, e saber como posso te agradecer.


sakura : não precisa nada esta tudo bem, mais se é so isso vou indo senhor e melhoras- disse em um sorriso ja se levantando da cadeira.


mais assim que levantou sua blusa desceu um pouco no ombro deixando a mostra um machucado meio feio que não passou despercebido por madara.


madara: o que aconteceu com seu ombro- madara sabia muito bem reconhcer um machucado por tombo ou briga ja que quando mais novo praticava luta e sabia diferenciar as marcas dos tombos para as marcas de golpes.


sakura: haa nada eu apenas cai e me machuquei - disse nervosa ele tinha certeza que não era isso mais também não podia obriga-la a falar. 


madara: bom antes de ir embora gostaria de fazer uma pergunta ainda quer ser secretária aqui?


sakura: mais o sasuke ja me explicou como são as coisas aqui não pretendo pintar meu cabelo


madara: não estou pedindo pra pintar voce é o meu anjo da guarda não precisa disso - disse sorrindo para a moça.


sakura : obrigado senhor isso vai me ajudar muito.


madara: então esteja aqui amanha as oito, vou deixar minha secretária com sasuke e você trabalhara para mim.


sakura: muito obrigada senhor estarei aqui sim- ela se despediu e foi para sua casa so não percebeu que havia deixado seu celular caido na cadeira, madara so  percebeu tempo depois e acabou pegando o celular que havia uma mensagem.


mensagem on


porquinha- amiga consegui aquele emprego no café pra você, você começa na proxima semana.


haa e toma mais cuidado se o pain chegar daquele jeito de novo se tranca não deixa ele te bate


bjsss mais a noite passa aqui.


mensagem off


madara: então realmente o meu anjo apanhou, esse cara deve ser um covarde bater em uma moça tão linda quanto ela, amanhã darei um jeito nisso não posso deixar o meu anjo assim.


No outro dia sakura acordou bem cedo e foi para o escritório e deixou tudo arrumado para quando madara chegasse.


MADARA ON 


cheguei no escritorio e sakura ja estava la me recepcionando com um lindo sorriso no rosto, sorriso que venho sonhando encontrar a dois meses e agora que finalmente consegui fiquei mais encantado ainda, mais ainda tenho que falar com ela sobre aquela mensagem preciso saber quem é esse tal de pain.


madara: bom dia sakura pode me acompanhar um momento - ela acenou e me seguiu ate minha sala ela entrou e eu tranquei a porta reparei que hoje ela vestia uma camisa social de manga comprida provavelmente para esconder os roxos.


sakura: precisa de algo senhor madara?


madara: você esqueceu isso aqui ontem - disse ele pegando o celular da gaveta- quem é pain?


ela se assustou com a pergunta e baixou a cabeça sem saber o que responder.


madara: fale meu anjo so quero te ajudar- ela começou a chorar eu logo fui em seu encontro e a abracei- ei não precisa ficar assim pode me contar.


sakura: perdi meu pai muito cedo e o irmão de minha mãe passou a morar com a gente juntamente de meu primo ele perdeu a mulher quando meu primo nasceu, quando eu tinha por volta dos quinze anos os perdi num acidente de carro, por isso não medi esforços para te ajudar quando vi aquela cena, meu primo cuidou de mim por um tempo mais depois...


madara: mais depois?


sakura: ele começou a beber eu comecei a trabalhar para por comida em casa sempre que não consigo dinhero pra ele, ele me bate esse no ombro foi de dias atras quando não consegui um emprego e não pudi bancar a bebida dele- isso realmente me chocou nunca imaginei que meu anjo passace por tudo isso e ainda caregasse um lindo sorriso no rosto, naquele momento minha vontade era de não larga-la mais.


madara: esta com seus documentos?- pergunto serio  ela apenas acena positivamente- então essa noite vai pra minha casa, voce não vai voltar pra casa nessas condições vamos comprar algumas coisas pra voce.


sakura : eu não posso aceitar senhor.


madara : não estou pedindo isso é uma ordem como seu chefe- eu levanto seu rosto e vejo que esta mais calma- vamos deixe o trabalho por hoje amanhã vemos isso- ela pegou sua bolsa e fomos para meu carro. 


comprei tudo que precisava roupas alguns acessorios e essas coisas de mulher que mandei a vendedora pegar ja que a mesma não aceitava que eu gastasse tanto com ela, realmente parece um anjo.


cheguei em minha mansão e vi que ela observava tudo atentamente acabei deixando um sorriso escapar com aquilo ela era muito bom pra ser verdade, me salva alem de tudo é linda simples e modesta, so posso estar sonhando.


entro e a guio ajudando com as sacolas, a levo ate o quarto de hospedes.


madara: esse sera seu quarto por enquanto, hoje é folga da empregada se quiser comer algo é so descer - eu ja estava virando as costas quando ela me abraça eu sinto meu corpo paralisar.


sakura: obrigado senhor madara nem sei como agradecer tudo isso- disse ela me olhando com aquelas lindas esmeraldas, não consegui me controlar simplesmente, ergui seu queixo e a beijei um beijo calmo ela parecia assustada no começo mais acabou retribuindo depois, mais ela de repente para e me empura - desculpe não sei o que deu em mim - dise ela com as mãos na cabeça.


madara : não fique mal meu anjo apenas deixe seu coração te guiar, você me salvou naquele dia e com certeza não foi atoa foi o destino- ela me olhava atentamente - sei que pode não fazer nenhum sentido mais sonhei com você todas essas noites querendo reencontrar o anjo que me salvou- não pude mais me conter a agarrei.


a peguei no colo  a carreguei para cama a coloquei suavemente la, comecei a descer os beijos para seu pescoço ela parecia nervosa, fiz um carinho em seu rosto e ela pareceu se acalmar, então abri os botões de sua blusa calmamente. 


apesar de conhece-la a tão pouco tempo ela me transmitia uma paz muito grande.


assim que retirei sua blusa por completo pude ver os roxos pelo seu ombro e parte das costas socos provavelmente, mataria esse desgraçado que ousou machucar o meu anjo, mais não agora, agora prefiro aproveitar o momento com ela .


me sentei e puxei sua saia para baixo a deixando agora somente de langeri, e ela era linda, como era. voltou para cima retirando seu sutiã o que a deixou um pouco corada e ele gostou disso.


começou a chupar um de seus seios enquanto massageava o outro arrancando gemidos da moça. 
desceu devagar fazendo uma trilha de beijos pela sua barriga, parando na beira de sua calcinha.


madara: se quiser que eu pare fale agora- a olhei e ela me deu permição para continuar.


puxei sua calcinha de renda para baixo a deixando totalmente exposta a mim, fiquei entre suas pernas, e comecei um oral nela hora chupava hora mordiscava, percebi que ela estava gostando e sori com aquilo, penetrei um dedo bem devagar o que a fez  gemer um pouco mais alto, ele aumentou a velocidade dos movimentos ate que ela alcançou seu orgasmo e ele se por a beber tudo sem deixa nenhuma gota escapar.


sua exitação ja era notavel ele rapidamente retirou sua camisa deixando seu músculos expostos, ela percebeu a excitação dele e resolveu tomar uma iniciativa o que o surpreendeu muito.

 

 


ela puxou a calça dele para baixo e começou a masturbalo por cima da boxe, ele ja gemia alto aproveitando os toques da moça, ele abriu os olhos e a olhou.


madara: me chupa meu anjo?- ela nada respondeu apenas o fez.


começou a lamber somente a cabecinha e logo começou a descer mais almentanto o ritmo dos movimentos, ele segurava nos cabelos dela ate que chegou ao seu ápice se derramando na boca dela, não aguentava mais precisava estar dentro dela.


ficou por cima dela e se poscionou  no meio de suas pernas, e a penetrou devagar ja que era bem apertadinha, eles gemerão juntos ate que ele começou a aumentar a velocidade dos movimentos e ela arranhava as costas dele o que o deixa com mais tesão ainda, o fazendo ir mais rapido.


logo ele a mudou de posição a deixando de ladinho levantando uma das pernas dela a penetrando.


ela ja dava sinais que estava chegando ao climax ele então aumento seus movimentos os fazendo gozar juntos. 
ele logo caiu ao seu lado cansado,e passou a admirar sua beleza ela era realmente linda.


madara: você acharia loucura se eu te chamasse para morar aqui, comigo quero você sempre do meu lado meu anjo- disse enquanto sua respiração se normalizava, e ele a encarava com um lindo sorriso que a tempos não dava.


sakura: sim acharia muita loucura voce chamar uma desconhecida para morar com você - disse sorrindo para ele enquanto se cobria.


madara: então me chame de louco e venha viver essa loucura comigo, estara livre de seu primo prometo sempre lhe proteguer e nunca te abandonar.


sakura: tem certeza senhor uchiah? - disse meio receosa


madara: sem o senhor ainda sou muito novo pra isso- digo alisando seus cabelos.


sakura: então eu aceito madara- disse sorrindo acarriciando o rosto dele- mais o que vão pensar de mim que sou uma interesseira que estou com voce so por causa do dinheiro - disse voltando a ficar triste.


madara: esqueça todos seremos so eu e você.


voce foi meu anjo minha salvação 


agora eu irei protege-la com a minha vida 


agora eu serei o seu anjo da guarda


fim 



Notas Finais


para todos que leram ate aqui espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...