História O meu Chefe ( Repostagem) - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~kagome_kido

Postado
Categorias Inuyasha
Exibições 130
Palavras 3.094
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Lindooooooooooooooooooooooooooooos perrdão não encerramos essa fic...
Não sei bem o porquê, mas vamos reescrever e esperamos que gostem :)

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction O meu Chefe ( Repostagem) - Capítulo 1 - Capítulo 1

Kagome on


         Oi, meu nome é kagome Higurashi tenho 25 anos sou formada em informática, inglês, design gráfico e moda. Fui uma modelo muito famosa, só que esta profissão não servia para mim, meu forte é empresas, sim ficar confinada em uma sala trabalhando, sendo reconhecida pelas minhas habilidades e não por ter uma beleza escultura. Sim, antes que me perguntem tive um namorando muito famoso, é eu sei vocês devem estar achando muito doido ter um namorado lindo e rico e terminar com ele não é? Mas posso dizer que tive ótimos motivos para terminar esse relacionamento, mas voltando a realidade nesse exato momento estou me formando, nossa agora que eu percebi essa é a minha quinta formatura, é eu adoro estudar, só que não é que eu ainda não tenha achado a minha profissão, eu apenas não decidi ainda o que eu quero fazer com a minha vida, mas não e por isso que irei ficar voltando o assunto de novo. 
                    Nossa está chegando minha vez, vou me formar em administração agora, só falta uma garota. 


Kagome off 

--Boa noite, nós estamos aqui para, mas uma formatura da faculdade West Tóquio. 

                                          --- Aplausos---(com uma quebra de tempo) 


-- Então formandos de 2014, desejam muito boa sorte a todos vocês novamente e também para parabenizar uma aluna muito especial pela as suas notas, Higurashi Kagome, por favor. 

                          Kagome subiu ao palco para pegar seu diploma, ela estava muito feliz, pois ela estava se formando e logo entraria numa grande empresa, pois ela já estava terminando a 5 faculdade. Quando ela sai do palco sua melhor amiga Sango veio parabenizá-la pela formatura: 

--Parabéns amiga, você vai ser contratada muito rápido, Já fez cinco faculdades, tem um currículo impecável e um grande futuro!!!
-- Obrigada Sango, mas será que eu vou ser contratada rapidamente mesmo? Acho injusto você arcar com todas as despesas. 
-- Claro que vai, quem não contrataria uma mulher como você?Você já fez cinco faculdades, como já disse anteriormente e ainda é uma ex-modelo, que está em ótima forma ainda, você sabe que eu conseguiria fazer você voltar rapidamente ao ramo das passarelas né? 
           Sango e Kagome, vão para o salão onde estava a ocorrer a festa dos formandos, depois de muitas horas dançando e bebendo.

Neste momento, ambas se afastam um pouco Kagome encontra seu ex-namorado com outra garota ela gira os olhos em desaprovação e procura um local em silêncio onde ela possa ficar sozinha com seus pensamentos. Andando pelo salão de festas, encontra um balcão que tem a linda visão de um jardim de flores com grandes árvores de cerejeiras:

-- Sakuras...( com um ar nostálgico no olhar), queria tanto que vocês estivessem aqui ainda...

-------------------------------------------Lembranças-------------------------------------------

9 anos antes

-- Manhê! Vou dar uma saidinha com a Sango tudo bem?

-- Hoje não vai dar Kagome, eu e seu pai vamos ao mercado e preciso que você fique cuidando do seu irmão.

Lembro-me, tão claramente daquele dia, após estas palavras eu liguei para minha amiga e desmarquei nosso compromisso. Haviam poucos dias que meus pais tinham me emancipado por causa da faculdade de moda, nessa época era meu maior desejo, ser uma modelo internacional... Como eu era uma menina fútil... mesmo assim eu tinha uma boa cabeça, não me deixava levar tão facilmente.

Não gosto de lembrar isto, meu pai era um grande policial daqueles que defendiam a lei corretamente, não aceitava subornos, era justo o melhor da cidade, infelizmente existiam muitas pessoas que não gostavam disto. Naquele dia eles nem se quer chegaram ao mercado, meu pai sofreu uma emboscada, ele e minha mãe foram alvejados por tiros e para piorar colocaram fogo no carro.

Dei-me conta da demora quando percebi o horário da janta chegar e eles ainda não terem voltado, quando ouvi batidas na porta, me aproximei e abri, era o chefe do meu pai, ele parecia aterrorizado e estava bastante nervoso, parecia confuso, inquieto, com um semblante bastante triste. Ele olhou para mim, com os olhos cheios de lágrimas, aquilo me atingiu em cheio, no fundo eu já sabia o que era só cai de joelhos no chão chorando e meu irmão veio me acudir. Foi um velório triste, não sabíamos o que fazer.

Eu respirei, naquela noite conversei com o advogado da família, queria ficar com a guarda do meu irmão, tudo em vão, jamais conseguiria ficar com ele o advogado me explicou e mostrou e mesmo assim disse que iria tentar, meu irmão de 10 anos foi para um abrigo. A partir daquele momento me dediquei mais e mais fiz a faculdade de moda e comecei a trabalhar como modelo na shikon. Eu ganhava razoavelmente bem e foi assim que  fiz meu segundo curso inglês, eu realmente amava estudar entre uma campanha e outra fiz informática e depois design gráfico. Dai então decidi parar de trabalhar na Shikon. Por incrível que pareça eu trabalhava ia para festas super badaladas e tinha as melhores notas da turma sempre. E agora preciso ajudar Souta a pagar a faculdade dele de pedagogia, que diria que esse menino arteiro iria vir a ser professor...

------------------------------------------------------------------------------------

-- No que está tão concentrada? ( indaga Sango)

--- Em tudo que passei até aqui, obrigada por sempre estar comigo....

-- Para isso são as amigas, que diria que aquela menininha tímida que estava adiantada na escola seria uma amiga tão boa e de longa data.

-- Vamos, isto aqui já está tão chato.(fazendo uma carinha pidona)

-- Tá, Tá viemos no seu carro mesmo...

 

Elas foram embora da festa de formatura, já estava muito tarde, Kagome estava entediada como sempre ficava em festas e ela ainda teria que procurar emprego, mas antes de procurar um emprego ela precisaria comprar roupas e se adequar a uma postura completamente executiva, não que ela já não estivesse tendo, apenas não queria ir trabalhar usando as suas roupas, tendo em vista seu passado.

De manhã Kagome acorda ás seis horas como fazia de costume, toma um banho e se arruma para mais um novo dia, Kagome sai do apartamento que por sinal é bem luxuoso ( por que será hein ? ) ela pega seu Hyundai I30 e parte em direção ao Shopping para comprar algumas roupas para procurar um local de trabalho . 
                       Após, algumas horas Kagome volta ao seu carro passando em frente a principal empresa da cidade e resolve deixar um de seus currículos para ver no que dava e passa também numa banca de jornal, para depois retornar ao seu apartamento. Ao chegar lá percebe que Sango, já havia voltado da sessão de fotos, e que ela estava fazendo seu prato de almoço: 


-- Como foi sua sessão de fotos? 

-- Na verdade não foi... Suspenderam... 

-- Por que? 

-- Oras— enfiando um punhado de arroz na boca—Não sei. 

-- Tudo bem.... 


No final da tarde, o telefone toca: 


--Alô ? 

-- Senhorita Higurashi , sou eu.

-- Amanhã ás 9h, estarei lá.


                   

Kagome desliga o telefone corre e conta a Sango que ela tem uma entrevista marcada para ás 9h do dia seguinte na empresa Taisho. Logo a noite chegou e Kagome queria estar bem descansada não podia perder a oportunidade na empresa Taisho. 


Na manhã seguinte Kagome levanta ás 6 como de costume, coloca um terno social, mesmo que ela tentasse não conseguia chamar atenção para seu corpo, já que este, era bem desenvolvido, então ela termina de se maquiar, pega as chaves do carro e seus documentos e parte em direção à empresa Taisho. Para o carro num estacionamento meio distante da empresa, e segue para ela à pé passando por uma cafeteria local, logo ela chega na portaria, fala sobre a entrevista e a mandam para o último andar.


-- Bom dia meu nome é Higurashi Kagome eu tenho uma entrevista com o Senhor Inu no Taisho marcada para ás 9h. 

 A secretária abaixou os óculos, olhou para cima, fitou-a de cima a baixo, estranhando a aparência da jovem, por fim respondeu:


-- Sim Senhorita, ele esta a sua espera, é por aqui.( abrindo a porta do escritório)

-- Bom dia senhora Kagome!

         Inu  no Taisho era um homem com não mais do que 50 anos, todavia aparentava ter no máximo 40, era um homem alto, pele clara, cabelos longos e brancos, com uma postura exemplar, corpo estilo atlético, vestia um terno azul escuro.

-- Bom dia Senhor! E é senhorita, mas pode me chamar apenas de Kagome.

--  Senhorita é? (com um olhar meio malicioso, após fitar toda a jovem) Tudo bem então. Bom eu estava olhando seu currículo, e nossa (com uma certa surpresa), você realmente trabalhou de modelo na Shikon?

-- Sim, trabalhei um tempo lá para juntar dinheiro para fazer minha faculdade, após a morte de meus pais.

-- A empresa Shikon é uma de nossas parceiras, quando lançamos uma linha de roupas ou jóias, sempre usamos as modelos de lá. Você participou de alguns desfiles utilizando nossos produtos não é? Eu me lembro de você só não sei em qual campanha foi...

-- Sim eles me colocavam em quase todos os desfiles, mas percebi que uma carreira ligada ao mundo artístico não serve para mim, gosto de ser discreta passar despercebida sempre que possível.

-- Bem, senhorita Kagome.... -Inu no Taisho foi atrapalhado por Inuyasha-

-- Hey, velho o Sesshoumaru me ligou e disse que você... Oi princesa? Como se chama?

-- Inuyasha, quando você vai aprender a bater na porta?(olhando de cara fechada para o jovem) Não responda senhorita.(Voltado-se para Kagome com um olhar protetor)

         Inuyasha, era um rapaz de 25 anos com cabelos logos, brancos arrumados de forma bagunçada, e assim como Inu no Taisho, também era alto e tinha um corpo bem definido, braços musculosos,entretanto se vestia de maneira muito informal, com uma camisa, um blazer e uma calça jeans. Usava um sapato esporte preto.

-- Qual é pai?( com um jeito moleque travesso)

-- Saia da minha sala agora Inuyasha!(ordena o homem já enfurecido)

 Inuyasha sai reclamando meia dúzia de palavras e Inu no Taisho volta à entrevista:

-- Onde foi que paramos antes do meu filho nos atrapalhar?( parecendo um pouco irritado com a situação)

-- O senhor estava me perguntando sobre meu emprego na Shikon..(dando um sorriso totalmente sereno).

Kagome tinha um sorriso encantador, ela sempre conseguia passar paz e tranquilidade, seu olhar era expressivo, todas as suas reações eram extremamente verdadeiras, tudo transparecia. Seus olhos eram de um azul escuro e seu sorriso sereno, fez com que Inu no Taisho se acalma-se e se perde-se naqueles olhos.

-- Ah sim!(devolvendo o sorriso) No momento temos uma vaga de estagiária, tivemos uns problemas com a outra e mandei-a embora, ela atrasou a entrega de produtos para uma sessão de fotos, a senhorita aceita? Não vamos pagar muito no início.

-- Sim, aceito sim! Não tem problema não ser um salário tão alto.

-- Ótimo(surpreso com o entusiasmo da jovem), a senhorita começa amanhã ás 8h.

--- Tudo bem então! Estarei aqui!

--  Tudo certo então Kagome! Te vejo amanhã!(estendendo a mão para apertar a da jovem)

-- Senhor, se não for muito incomodo...( diz meio envergonhada)

-- Diga Kagome, viu já me acostumei a não lhe chamar por senhorita.

--“entre alguns risos” eu queria saber se posso estacionar meu carro na garagem da empresa? Se não puder tudo bem irei compreender.

--Só isso?(questiona franzindo o cenho)

-- Sim.

-- Ahn... Claro que pode, apenas entre pela garagem e apresente isso( dando um crachá provisório) . Eles sabem que é provisório.

Neste crachá continha um chip, com o nome da empresa.

-- Obrigada senhor! (abrindo um sorriso novamente)

-- Inu, me chame assim Kagome. Te encontro amanhã.

   Kagome sai da sala de Inu no Taisho despede-secretaria que a atendeu e vai em direção à garagem da empresa, enquanto isso Inu no Taisho se perguntava:

‘’ incrível além de ser uma belíssima jovem, ela tem 5 faculdades, tantas jovens sonham em ser  modelo internacionais e esta simplesmente abandona uma carreira promissora para trabalhar em empresas. Sem contar que ela tem uma beleza única e é tão educada....’’

-- Senhor (diz uma mulher batendo na porta), Inuyasha seu filho quer saber se já pode entrar na sala?

-- Mande-o entrar...(revirando os olhos)

-- E ai coroa o que você queria comigo e quem é aquela gostosa?(com um sorriso cafajeste no rosto)

-- Mais respeito Inuyasha!( com o olhos em fúria, cuspindo as palavras por entre os dentes)

-- Tá bem desculpa aí!( virando os olhos com desdém).

-- Seu trabalho está se acumulando! Não vejo seus relatórios a 3 semanas!

-- Fica calmo te entrego tudo amanhã, e aquela gostosa é minha estagiária?

Finalmente vou ter uma!( com um tom de excitação na voz)

-- Não! Enquanto você não amadurecer ficará sem estagiárias!( virando de costas para o filho)

-- Ora então pra que você a contratou? Gerente? Nunca te vi dar cargos tão bons assim para novatos...( diz o rapaz com uma seriedade na voz)

-- Inuyasha!(repreendendo o filho) Eu a contratei para ser estagiária do Sesshoumaru! Ele sim faz os deveres dele!

-- Droga sempre tudo de bom vai para ele! ( Diz Inuyasha por entre os dentes... com um tom de decepção)

“ Mais eu vou tentar seduzir essa garota” pensa Inuyasha.

          Kagome chega ao estacionamento onde esta seu carro e quando o liga percebe que o mesmo não estava funcionando e logo pensa :

“ que droga, vou ter que mandar consertar esta merda justo agora?”

Ela tenta mais uma vez, quando o carro liga, ela suspira aliviada e começa a voltar para casa e resolve pegar um atalho passando por uma rua pequena, escura e pouco iluminada, assim que chega a metade do percurso o carro para de novo e ela liga para o reboque para levá-lo a oficina e assim que sai do carro um homem aparece para assaltá-la e ele percebe que Kagome é uma mulher muito bonita e resolve que quer algo mais, ele segura forte o braço dela e vai subido à saia dela a força apontando uma arma em sua cabeça, Kagome começa a chorar e pedir por ajuda, quando aparece um homem alto, com um corpo atlético, longos cabelos brancos, com um terno preto e uma gravata azul, que começa a lutar com o ladrão que foge sem levar nada de Kagome.

-- Obrigada!( diz a menina aliviada)

-- Te salvar me fez perder tempo agora vou me atrasar para o trabalho...( cospe as palavras por entre os dentes)

-- Desculpa te fazer perder tempo, seu baka!( com uma certa raiva)

-- Patricinha mimada...( bufou o rapaz)

     Logo o homem sai da rua e volta para sua Ferrari branca e Kagome volta para seu carro e tenta liga-lo mais uma vez como fez anteriormente e ele liga e ela retorna para seu apartamento e lá encontra Sango fazendo um tratamento para a pele:

-- Amiga!!! Advinha quem é a nova estagiaria da industria Taisho?(entra no apartamento gritando)

-- Não acredito Kah! Viu só, não disse que você ia conseguir rapidinho seu emprego! ( diz comemorando junto da amiga)

-- Eu começo amanha ás 8h.( ainda eufórica)

-- Que bom eu tenho que ir à Shikon ás 9h, eles marcaram pra amanhã a nova sessão de fotos que eles desmarcaram.

-- Me dá uma carona? Meu carro ta dando uns defeitos liguei para o mecânico e ele vai pegar o carro mais tarde.

-- Claro, quem sabe não encontro um partidão lá pra mim!( Diz piscando o olho.)

-- Só você pra pensar tanto assim em homens San!

-- E você, não? Sei....

-- Éh né mais a pegadora de nós é você!

   E as duas caem na gargalhada, Paralelamente a isso na Taisho ocorria.....

-- O Sesshoumaru ainda não chegou?( diz o Homem com um pouco de confusão no olhar)

-- Não senhor Inu no Taisho.

-- Estranho... ele nunca é de se atrasar para nada.( com um semblante pensativo).

      Inu no Taisho ia saindo da sala do filho quando o mesmo chega e diz:

-- Perdão pelo atraso, nunca mais farei isso.( diz o jovem com um ar de arrependimento)

-- Fique tranquilo meu filho, nesses 8 anos que trabalha aqui, desde a época de estagio você nunca se atrasou.( melhorando o humor do jovem que parecia irritado)

-- Uma garota estava sendo atacada na rua e fui defendê-la...(diz o jovem justificando o atraso )

-- Sei... Filho amanhã sua nova estagiária começa, contratei-a esta manhã, deixei todos os papéis dela, documentos e boletins dos 5 cursos da faculdade dela.

-- 5 faculdades?( diz o jovem surpreso)

-- Sim e as notas dela são tão boas quanto as suas, acho que se analisar um pouco chegam a ser um pouco melhores.

Sesshoumaru arqueia a sobrancelha surpreso, e vai até a sala imaginar como deveria ser essa estagiaria....

“como será essa minha estagiária”

-- Hey Sesshoumaru!(chama inuyasha)

-- O que é idiota?( fala irritado)

--  Sua estagiária começa amanhã que horas em?( com o sorriso cafajeste novamente)

-- Por que se interessa?(com uma sobrancelha arqueada)

-- Ela é mo gostosa cara! Tem que ver que peitos e que bunda!(quase babando)

-- Inuyasha, você não tem trabalho pra fazer não? Se não, Eu tenho! Tenho que mandar entregar as roupas para a Shikon!  O pedido ta atrasado em 2 dias!

            Foi um longo dia para Sesshoumaru, ele estava exausto e extremamente irritado com os problemas da fábrica, além de ter que começar a criar um novo ponto para as fotos da Shikon, para exibição das roupas de inverno, ele olha para o relógio e percebe que já passa das 18h então ele sai da empresa e volta para sua casa para mais uma noite de trabalho duro e pouco descanso.

Enquanto isso Kagome havia passado o dia arrumando as coisas que iria precisar para seu primeiro dia de trabalho, pensando em que roupa ir, queria uma que não fosse vulgar e nem uma que a fizesse parecer muito velha, quando ela encontra uma roupa perfeita uma camisa cor pêssego de manga ¾, para usar uma calça social preta, e suas sapatilhas pêssego e um pequeno blazer preto, para combinar com a calça.

              Na manhã seguinte, Kagome faz sua rotina de sempre e Sango leva a amiga até a empresa, deixou avisado que iria passar ás 18h para levá-la para casa. Kagome entra na empresa e pega o elevador encontra a secretária de Inuno e ela avisa que ele está a esperando na sala, ela vai até a sala de inu no taisho novamente e ao chegar lá....


Notas Finais


Vamos manter um bom ritmo de postagens e levará no máximo 1 mês
beijinhos e até a proxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...