História O meu colega de estante (JB) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, G-Dragon, Got7
Personagens BamBam, G-Dragon, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, G. Dragon, Got7
Visualizações 7
Palavras 858
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Concerto final


Fanfic / Fanfiction O meu colega de estante (JB) - Capítulo 6 - Concerto final

JB on

Claro que fiquei magoado com o que aconteceu. Quem não ficaria? Se me esfaqueacem naquele momento, possivelmente não sairia uma gota de sangue. Felizmente tenho os melhores amigos que Deus pode dar. Eles apoiaram-me sempre.

Lá estava eu, de joelhos no chão e a chorar, enquanto a Maju e o professor Jungkook se afastavam. Tida a gente olhava para mim. Uns tinham pena, outros riam-se por eu ter levado uma tampa. Cheguei ao dormitório ainda a chorar.

- JB, isto é tudo minha culpa! Eu sinto-me tão mal! Porque fiz a aposta? Porque te chamei virgem?- o Youngjae também chorava. Não era normal vê-lo a chorar, principalmente por causa de outra pessoa.

Por fim, para me alegrar, os rapazes levaram-me ao cinema. Fomos ver o filme Valerian. O filme, apesar de espetacular, não me alegrou. Tudo me lembrava a Maju. "Ela teria gostado de ver o filme" pensava eu. Logo a seguir a estes pensamentos comecei a chorar novamente. "Um homem não chora!" Repetia para mim mesmo. Mas isso não fazia a diferença.

Maju on

Estava completamente desolada. Ver o JB a chorar por minha causa deixava-me muito triste. Aquilo não era nenhum conto de fadas. O príncipe não salvava a princesa e eram felizes para sempre. Não. Isso não é vida. A vida não é nenhum conto de fadas. É mais como Tokyo Ghoul, quando eles lutam pela sua área para arranjarem alimento.

O Jungkook reparou que eu estava a chorar.

- Porque choras, minha linda?- disse ele, afastando uma madeixa de cabelo da minha cara.

- São as alergias. Também vieste-me trazer a um parque sabendo que eu sou alérgica a pólen. 

- Desculpa.- disse ele coçando a nuca. Ele parou e olhou para mim- Eu amo-te, Maria Júlia.- ficamos uns bons 2 minutos aos beijos.

- Sabes porque te trouxe aqui?

- Não faço a mínima ideia, Jungkook.

- Bem, aqui vai.- ele ajoelhou-se e pegou num anel- Dás-me a honra de ser o homem mais sortudo do mundo e namoras comigo?

- Dois pedidos no mesmo dia?! Vocês...- comecei-me a rir- Não sei, vou pensar- era visivel a desilusão na cara dele- Ó estúpido, é claro que sim!

Ele pulou de alegria. Estava feliz. De repente veio à minha cabeça o primeiro pedido daquela tarde e fiquei extremamente triste. Como iria dizer ao JB que estava a namorar com o Jungkook?

*Quebra de tempo*

O concerto final finalmente chegou. Sentei-me na minha cadeira no ensaio geral. O JB chegou e sentou-se também. Reinava um silêncio constrangedor entre nós. 

- Então, concerto final, não é? Nem acredito que depois deste concerto já vamos ser licenciados.

- É verdade. O professor Jungkook disse que tive 19 no recital final. Nem acreditei naquilo que ouvi!

Voltamo-nos a calar.

- E agora, JB? Como vai ser entre nós?

- Eu sei que estás com o professor Jungkook. Com certeza fiquei bastante chateado mas cada um segue com a sua vida. Vai ter que ser.

- Meninos, queria fazer um comunicado.- anunciou o vice-reitor, Kim Namjoon, Rap Monster para os amigos. Outro dos amigos íntimos do meu irmão.

Praticamente lá estava o grupinho do meu irmão. RM, vice-reitor, Suga, prof de piano, Tae, prof de saxofone, Jimin, professor de dança, Hobi, assistente do maestro e por fim Jungkook. Não percebia como a nossa universidade tinha professores tão novos, todos com as hormonas ainda à flor da pele.

Antes do concerto, apanhei a Lisa e o Suga aos beijos. Eu estava com o BamBam e notei que ele ficou um bocado incomodado.

- Olha os pombinhos!- disse eu bastante alto.

- Cala-te, Maju.- a Lisa voltou aos beijos com o Suga.

- Eu vou-me embora. Tenho que ir ter com o Jackson, o Yugyeom e o Jaejae.- desculpou-se o BamBam.

- Muita merda para o concerto, Yoongi.

- Obrigado, Maju.- ele virou-se para a Lisa- Onde estavamos nós- e eles retomaram os beijos.

Já estavam todos a afinar. O Jinyoung a dar o lá de afinação no oboé. Quando terminamos de afinar fui ter com os rapazes.

- Vocês estão muito bonitinhos.

- Tu também, Maju.- disse o Mark.

- Bora tirar uma foto!- sugeriu o Jinyoung.

Pedimos ao meu irmão para tirar a tal foto. O Jinyoung passou-a por bluetooth para o telemóvel dos outros 3.

- Eu vou ter muitas saudades vossas.- confessou o Mark.

- Eu também- acrescentou o JB.

- Meninos, já está na hora! Muita merda para todos!- disse o RM.

O concerto correu lindamente. A Lisa foi entregar um ramo de flores ao solista. O Suga não se apercebeu que estava em público e agarrou a Lisa pela cintura. Ela deu-lhe uma cotovelada.

- Bem, pessoal, foi possivelmente um dos melhores concertos que dirigi. Muitos parabéns aos se que vão formar e muito sucesso.- disse o maestro Jin. Foi a primeira vez que ele disse algo simpático.

No final, eu, o Mark, o Jinyoung, o JB, o BamBam, o Yugyeom, o Jackson e o Youngjae abraçámo-nos e choramos. Parecíamos criancinhas pequeninas. O JB conduziu-me à entrada, onde me esperava o meu irmão.

- Até sempre, Maria Júlia. Foi ótimo este ano contigo. Mais uma vez, desculpa o que fiz. Vou ter saudades.

- Eu também.- abracei-o. Ficamos parados a olhar um para o outro durante algum tempo. Ele ainda se aproximou para me beijar mas eu dei-lhe um selinho na bochecha.

- Adeus, JB.



Notas Finais


O que acham que acontecerá? Hoje vai sair novo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...