História O meu Destino - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Visualizações 17
Palavras 613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura😘

Capítulo 1 - Como tudo começou.


Fanfic / Fanfiction O meu Destino - Capítulo 1 - Como tudo começou.

Flashback ~ 18 anos atrás.

Estava tudo a correr bem no orfanato. Era 00:00 e todos os órfãos estão a dormir. Senhora Katie está acordada e ouve alguem bater no portão. Abrindo a porta não vê ninguem, a não ser um cesto lindo com um ser lá dentro. Era um bebé devia ter cerca de 1 semana. Tinha um pafeleto:

Peço desculpas por não me ver pessoalmente, fique com a bebé, cuidem bem dela, ela é muito especial...Chama-se Karol. Quando ela completar 18 anos por favor entreguem-lhe a outra carta ao lado do brinquedo preferido dela. Cumprimentos.

Ninguém sabia ao certo quem era a senhora, mas receberam Karol de braços abertos e trataram dela com muito carinho. Por muita coincidência no dia seguinte chegaram outros 3 bebés. Uma chamada Valentina Zenere, coitada disseram que seus pais morreram num acidente de carro. Os outros dois eram rapazes, Michael Ronda que seus pais morreram por uma doença e Ruggero Pasquarelli que seus pais vieram pessoalmente da-lo mas 2 anos depois morreram num acidente de avião.

Quem diria que estes 4 bebés se fossem dar tão bem...

De volta aos dias de hoje:

No orfanato:

Karol: Valuuuuu (sussura ao tentar acorda-la).

Valu: Vai dormir Karol (com voz de sono).

Karol: Não sabe que dia é hoje????

Valu: Sei sua chatinhaaaaa (fala ja com voz normal e toda animada) você completa 18 anos!! Muitos parabéns Karol (animada).

Karol: Obrigada (se abraçam) vamos acordar os rapazes?

Valu: A Senhora Katie vai reclamar por estar-mos a "invadir o quarto dos rapazes" como ela fala (imitandovoz da senhora katie).

Karol: Vamos de bicos de pés e ela nem ouve nossos passos por favor Valu (implorando).

Valu: Ta bom só porque é seu dia! (E riram as duas.)

No quarto dos rapazes:

Valu:ACORDEM!!!!! (sussurou alto).

Rugge: Que é isso Valu? (sonolento).

Mike: Deixa eu dormir!

Karol: Ai deixem de ser bebés e levantem de uma vez (rindo).

Rugge: Parabéns ja agora (fala abraçando ela) a gente tem muita sorte.

Valu: Porque?

Rugge: Porque todos nós ja temos 18 anos, ou seja já ninguem vai querer adotar a gente e podemos ficar juntos para sempre(rindo).

Festejaram mesmo ali e quando todo o mundo estava acordado as cozinheiras prepararam um bolo gostoso para a Karol.

   Entretanto a Diretora Josefa chama Karol ao seu gabinete, Karol pensa que vai levar bronca mas não.

Diretora: Antes de mais, muitos parabens Karol (com um ar seria).

Karol: Obrigada (estranhando).

Diretora: Tenho que dar algo para voce, sua mãe deixou isto quando te deixou aqui. É uma carta e ela falou num outro papel que vinha com você para a gente te dar quando completasse 18.

Karol: OH MEU DEUS MUITO OBRIGADA ASSERIO, POSSO SAIR?

A diretora deixou Karol sair e ela foi logo falar com seus melhores amigos.

Rugge: Uau você tem sorte em seus pais te deixarem algo, não vai ler?

Karol: Sim vou (entusiasmada)

Querida Karol, sei que ao ler isto você vai estar raivosa por te ter-mos adotado. Hoje é um dia especial para você pois completa 18 anos, você é uma menina muito especial e não digo isso por ser sua mãe. Espero que nunca se tenha culpado por a gente te ter dado para adoacao. A gente não teve escolha, você corria um grande perigo...gostava tanto de te poder ter visto crescer aolongo destes 18 anos passarem, você tinha 1 semana quando te colocamos aí. Tem toda a razão de a gente ter feito errado mas queriamos proteger voce duma pessoa horrível que queria fazerte muito mal. A gente te ama muito! Espero que cumprienda, beijinhos da sua mãe e de seu pai, Familia Sevilla.

Karol: Familia Sevilla? Quem é que me queria fazer mal? (Karol estava espantada com o que acabara de ler, parecia que estava em um filme).

Rugge:Parece que você agora é KarolSevilla! (Todos se riram mas karol ainda estava estupefacta).


Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...