História O Meu Gêmeo, Mas Pode Chamá-lo de Dor [Minseok] - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chen, Xiumin
Tags Chen, Dor, Exo, Gêmeo, Lágrimas, Sofrimento, Xiuchen, Xiumin
Visualizações 7
Palavras 502
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Survival
Avisos: Suicídio, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - O meu gêmeo tem um nome, e chama-se Dor.


Chorar sempre foi a solução, e sempre continuará sendo até que um dia eu não me importe mais. Se esse dia chegar lembre-se de que eu tentei, tentei muito não chorar, eu fui forte, mas não foi o suficiente.

 Em meio a tanto sofrimento eu acabei guardando tudo dentro de mim, acumulando a dor a cada vez em que engolia o choro, a cada vez que sentia o nó forma-se em minha garganta me sufocando e tirando o resto de ar que o mundo me dava, porque em meio a tanta podridão me sufocando, o ar que um dia fora puro estava acabando, restando apenas o ar cheio de dor, o ar em que a cada suspiro dado o peito ardia.

 Ou talvez isso seja apenas coisa da minha cabeça que esta apodrecendo aos poucos.

 Não me leve a mal, eu nutri sim um amor por você. Mas seus conselhos não serviam mais, não tiravam o peso que continha no meu peito.

 Me perdoe, eu não fui forte o suficiente. Eu não consegui engolir mais o choro, eu já fiz isso por tanto tempo que o meus coração não aguentou mais. Cada gota de lágrima era tão pesada que eu não pude mais segurar.

 Pela primeira vez em anos tenho o meu rosto aquecido pelas lágrimas que ousam escorrer de meus olhos, o peito arde de dor e amargura.

 Eu estou sofrendo.

 Mas quem poderia me tirar desse sofrimento? Quem escavaria ainda mais o buraco em meu coração atras da minha salvação? Alguém que queira ser corrompido pela minha dor e sofrimento, alguém que queira sujar-se com a podridão que está dentro de mim. Assim como você quis, mas não adiantou muita coisa, não é?

 Você tentou, eu admito isso. Admito também que eu estava tão desesperado para sair desse mundo que acabei aceitando a ajuda de um estranho, a sua ajuda. Mesmo que eu soubesse que os seus conselhos não adiantariam de nada e que eu ia acabar completamente drogado no chão de algum banheiro desconhecido.

 Fui corrompido, fui desgastado e contaminado, antes mesmo de saber oque esse aperto no meu peito significasse, antes de conhecer pessoalmente a Dor. Não a que todos estão acostumados, mas sim a mais suja e vazia.

 Todos temos um gêmeo, mesmo que isso seja impossível de se acreditar, mas todos nascemos ao lado da Dor. Não a que vem primeiro, que é a passageira.

 Mas a que vem logo depois que respiramos pela primeira vez, ela sempre esteve ali, do seu lado, esperando o momento certo para apresentar-se, para mostrar a você que ela sempre foi o seu companheiro fiel.

 Quer um conselho de quem já conheceu o seu gêmeo?

 Não espere por ela, vocês não serão melhores amigos, ela não irá te consolar, mas não ache que é pura hipocrisia da parte dela, como que algo que sempre esteve com você seria tão imunda assim.

 Ela será a mais sincera, entre todas as mentiras que são ditas, ela te dará a mais podre verdade.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...