História O Meu Melhor Amigo - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel
Tags Alexy, Ambre, Amor Doce, Armin, Castiel, Dakota, Debrah, Drama, Iris, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Peggy, Rosalya
Exibições 194
Palavras 1.478
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


espero que gostem :3

Capítulo 13 - Capitulo 11


Fanfic / Fanfiction O Meu Melhor Amigo - Capítulo 13 - Capitulo 11

*Kaira Narrando*

Estava deitada de pernas para cima ouvindo meu maravilhoso sonzinho quando o telefone toca, que estranho numero restrito, decidi deixar para la e desliguei a tela do celular, mas o mesmo insistia em ligar, sem paciência já decidir atender e ver quem inferno estava me ligando

*Ligação On*

Kaira: alo?

Xxx: Kaira Collins? – que estranho, era uma voz de homem.

Kaira: sim, pois não?

Xxx: ela voltou!

Kaira: como?

Xxx: tu tu tu tu

Kaira: alo? Alo? MERDA!

*Ligação Off*

Como assim? Como ousa? Ela voltou? Affs, fui correndo direto para o computador e reservei o mais rápido possível uma passagem para França, arrumei minhas malas e fui ate o site da escola onde meu irmão estuda.

Estava tudo dando certo até que, droga, preciso da assinatura dos meus pais, respirei fundo imprimir o papel, amanha cedo eu concluiria tudo isso, olhei ao relógio era exatamente 02:30 da madrugada, fui ate a sala e fiquei olhando da cobertura para baixo apreciando a noite agitada e silenciosa de Seattle, irei sentir falta daqui, mas eu preciso ir.

Suspirei tomei mais um gole de whisky e subir as escadas e me joguei na cama esperando assim que eu tenha uma boa noite sono..

Ola, nem me apresentei, meu nome é Kaira Marie Collins, sim isso mesmo que você pensou, sou irmã do Castiel Anthony Collins na verdade irmã mais nova, tenho 16 anos, sou morena do cabelo castanho e olhos cinzas, porem uso lentes de contato verdes, não por não gostar da cor dos meus olhos naturais, mas, eles ficam melhores em Castiel do que me mim, os olhos de Castiel são de um cinza intenso, já os meus são de um cinza meio claro, bom voltando tenho 1.60 de altura, sim sou baixinha, moro com meus pais não sou emancipada porem quando fizer 17 serei, gosto de quase as mesma coisa do Castiel, so que sou um pouco mais doce e violenta que ele kkkkk é brincadeira, bom a parte do doce kkkkk bom é isso.

Acordei por volta das 09 horas da manhã ouvindo risos dos meus pais, fui ao banheiro e tomei banho e vestir uma calça de couro preta, um salto alto, uma blusa cinza com uma caveira e uma jaqueta do Castiel, sim antes dele ir embora ele me deu uma das jaquetas de couro dele, peguei minhas malas e desci as colocando ao lado da escada, subi novamente e arrumei o meu cabelo deixando ele em um rabo de cavalo volumoso e passei apenas um rímel e um batom vermelho, desci novamente com os papeis e meu passaporte e entrei na cozinha e encontrei minha mãe sentada no colo de meu pai enquanto ele fazia cosquinha nela, sorrir com a imagem e percebi que sentiria falta deles, porem, eu precisava novamente ajudar eles entrei na cozinha sorrindo com a cena.

Kaira: BOM DIA CASAL – disse sorrindo, eles olharam para mim com cara de “aonde ela vai?”.

Meus Pais: Bom dia querida

Kaira: então, preciso que assinem esses papeis.

Minha Mãe: que papeis são esse querida?

Meu Pai: combinamos que sua emancipação seria aos 17 anos Kai.

Kaira: oque? Não, eu estou indo para França papai, vou estudar mais o Castiel

Minha Mãe: mas assim? Tão de repente? Oque houve Kaira?

Suspirei e me sentei, olhei o relógio da cozinha que marcava 10 horas da manhã e o meu voo saia as 11:30. Olhei para meus pais e decidi lhes contar a verdade, pois eu sabia que eles iam perguntar ao Castiel caso eu mentisse.

Kaira: ela voltou!

Vi os olhos dos meus pais se arregalarem de medo e pavor, eles estavam no dia da tragédia, vi eles se olharem e suspirarem.

Meu Pai: como você sabe Kaira?

Kaira: mim ligaram ontem a noite, era uma voz de homem, mas uma voz conhecida sabe? Ele disse “Kaira Collins?” eu respondi e logo depois ele falou “Ela voltou!” e desligou a chamada.

Minha Mãe: se ela voltou é bom você ir, ela pode influenciar seu irmão novamente – disse minha mãe com um olhar preocupado – sabe se ela mexeu novamente com xxx?

Kaira: não, mamãe, eu não sei – disse suspirando e pegando a caneta, coloquei em cima da mesa e olhei o relógio que marcava 10:15 da manhã eu iria perde o voo – por favor assinem.

Meu Pai: assinamos, se você me dizer oque é esses papeis.

Kaira: isso é para vocês me deixarem viajar, já que sou de menos e o outro é a conclusão da matricula do colégio onde o Cast estuda.

Minha Mãe: okay, me da aqui – logo ela assinou e passou para meu pai que a olhou – querido, a gente não pode ir, mau paramos em casa, assina, assim saberemos que ambos estarão bem.

Meu Pai: okay.

Ele assinou e logo se levantou indo pegar a chaves do carro e pegando as minhas malas e disse “Vamos você ira perde seu voo!” sorrir e o abracei fomos nós três no carro conversando sobre assuntos aleatórios chegamos no aeroporto por volta das 11:10 da manhã e meus pais agilizaram a minha passagem por eles serem piloto e aeromoça logo me levaram ate a sala de embarque e ficaram comigo ate a hora, meu voo foi chamado e eu os abracei “EU AMO VOCES!” eu disse sussurrando para eles que disseram juntos “NÓS QUE AMAMOS VOCE!” e se despediram de mim. Entrei no avião e tomei dois comprimidos e logo sentir o sono me invadindo e acabei adormecendo.

Acordei com uma aeromoça me fazendo carinho no cabelo, abrir os olhos e sorrir.

Kaira: oi tia Beth.

Beth: oi meu anjo, levanta, falta uma hora para nós pousarmos e você não comeu nada.

Kaira: desculpa tia Beth, eu tomei dois comprimidos.

Beth: menina, você esta doida? Ai ai ai, irei nem contar para a Val, se não é capaz dela ter um treco – disse olhando para mim com uma expressão seria – mas ao menos coma isto, esta uma delicia, preparei para você, agora preciso ir, cuide-se pequena.

Kaira: desculpa tia Beth, - olhei para o prato e era lasanha de queijo e presunto com um copo de coca cola, eu amo essa mulher – obrigada tia.

Ela sorriu, piscou para mim e saio me deixando comendo ali perto da cabine do piloto, logo sentir a nave abaixando e sabia que íamos aterrissar, sair do meu lugar me despedir dos pilotos e das aeromoças e logo desci peguei um taxi e pedi para que me levasse ao endereço do Castiel, passou vinte minutos e logo cheguei era um apartamento de lugar luxuoso, entrei e logo peguei o elevador, ele morava em vima cobertura então precisava de um código e seria esse mesmo tentei e de primeira foi eitaaaa menino apaixonado kkkk

Entrei e logo fui atrás do meu quarto, bom vai ser esse mesmo.

Olhei o relógio era 09hrs da manha uau, eles devem esta em aula, desci ate a garagem e vi uma livraria perto, comprei um caderno, lápis, borracha, caneta e estojo e joguei tudo na mochila que eu tinha visto, tudo isso em 5 minutos, olhei e peguei um taxi que me levou a escola, cheguei la era 09:15 fui ate o grêmio, porem antes passei na diretora onde ela mandou eu ir ver o Nathaniel, revirei os olhos e voltei ao grêmio onde entrei e logo ele olhou assustado

Nathaniel: Kaira?

Revirei os olhos e entreguei a minha ficha ele me deu meus horários e sair de la o mais rápido possível.

Ao sair reconheci alguém de cabelos vermelhos entrar no banheiro era ela, ao me ver tudo ficou engraçado pois um tomate entrou no banheiro e começou ater uma crise de ciúmes e claro depois a escandalosa da Rosalya gritou ao me ver.

Ao sairmos do banheiro sou abraçada por traz ao olhar, meus olhos se enchem de lagrimas, ele esta e continuava lindo.

Kaira: Lys – disse pulando em seu colo e o abraçando sentir suas mãos em minhas costas e me abraçar mais forte, ele me pois no chão segurou o meu queixo e me beijou – estava com saudades, achei que não queria mais esta ao meu lado

Lys: Kai, eu amo você sabe disso, sentir tanto a sua falta meu amor.

Neste instante me toquei que a voz que me ligou foi ele

Kaira: foi você – ele sorriu e entendir que era para fazer silencio sobre isso.

Castiel: ta chega de agarrar a minha irmã e quem te deu permissão para beijar minha irmã?

Mari: amor, para, ela voltou, vamos curti

Xxx: cunhadinha você esta de volta.

Kaira: affs, ela voltou mesmo? Serio que inferno!

Debrah: ei, calma já estou saindo, cunhadinha

Kaira: VAZA SUA PUTA, MINHA CUNHADA É A MARIANA NÃO VOCE SUA ARROMBADA!

Lys: sentir falta da sua boca suja <3

Sorrir e sair dali com a galera indo filar aula para claro, bebermos ui.

*Kaira OFF*


Notas Finais


tchauzinho meus amores :3 ate amanha <3
bjinhos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...