História O meu pecado... É te amar! - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Bianca, Brock, Cilan, Clemont, Dawn Hikari, Delia Ketchum, Diantha, Gary Carvalho, Iris, Korrina, May, Misty, Serena
Tags Amourshipping, Anime, Ash, Ashxserena, Brock, Brockxmisty, Clemont, Clemontxkorrina, Korrina, Misty, Pokémon, Romance, Satosere, Serena
Exibições 119
Palavras 1.366
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Alola fofuras de chantilly com Nutella, como vão?

Espero que bem ^-^

Gomen, estou demorando muito, Gomen!

Vou alterar os dias da semana em que postarei os capítulos por ora, até as férias!

Esse capítulo fala sobre muitas coisas, mas como podem ver, terá um jogo de basquete, cortando o clima romântico por ora!

Boa leitura e espero que gostem!

Capítulo 15 - O Jogo de Basquete...


O Meu Pecado... É Te Amar!

No dia seguinte...

-Bom dia mãe! - gritei descendo as escadas, já pronto para mais um dia de aula.

-Bom dia Ash, então, como foi ontem? Chegou e já foi dormir? - minha mãe de debruçou no balcão, curiosa para saber de cada detalhe.

-Foi muito legal! Segui todas as suas dicas! - respondi pegando o meu prato com cupckes.

-Doce logo de manhã? - ela perguntou rindo.

-É... Eu acho que mereço né? - falei com a boca cheia, faminto.

-Está vai passar! - ela sorriu, animada - Meu bebê está crescendo! - ela apertou minhas bochechas.

-E faz tempo hein? - brinquei.

-Infelizmente! - ela voltou ao normal e começou a caminhar normalmente - Vou para a cafeteria, okay? Depois me encontre lá antes de voltar para casa!

-Ok mãe! - respondi.

-Tchau querido! - ela acenou.

-Tchau mãe! - acenei de volta.

Ouvi o som do elevador.

-Ah, oi senhora Ketchum! - ouvi a voz de Korrina - O Ash já saiu?

-Não ainda não! - ela respondeu.

-Okay, obrigada! - ela respondeu. O elevador se fechou - Menino, arrasou ontem hein? Amei! - ela falou com um sotaque caipira, fazendo uma brincadeira.

-É amigão, mandou bem! - Brock comentou dando um tapinha nas minhas costas.

-Ah, eu quero um cupcake! - Korrina correu em meu prato e logo pegou o maiorzinho.

-Vocês estavam me espionando? - perguntei furioso - Eu falei que era só para que vocês pegassem o presente!

-É... - os dois ficaram pensativos, sem terem o que responder.

-Olha a hora, né? - Korrina disfarçou, pegando o celular e observando a hora.

-As aulas logo começam! Vamos Ash, pegue sua mochila! - Brock me apressou, também, tentando disfarçar.

-Tá bom... Só porque foi tudo certo! - respondi me levantando e dando um último gole na minha xícara de café. Lambi os lábios e sequei-os por final. Fui até a sala de estar e peguei minha mochila - Vamos!

-Infelizmente somos obrigados, né? - Korrina riu ao dizer isso.

Rimos e fomos andando. Tranquei tudo e partimos em direção a escola.

A nossa conversa foi baseada em jogar o Brock em um rio bem fundo cada vez que ele se apaixonasse por alguém. Ele não gostou da ideia, até porque tem razões para isso!

-Até que enfim chegamos, minhas pernas estavam me... - Korrina ficou perplexa e sem palavras para o que via - Ai caramba... Eu esqueci completamente do jogo de hoje!

-Que jogo? - milhares de cartazes pendurados pelos corredores sobre o grande jogo de basquete, marcado no mesmo dia de hoje, em menos de quatro horas - Olha, eu tenho a leve impressão de que não me avisam sobre os eventos dessa escola!

-É sua esquecidinha! - Brock fez um chamego na cabeça de Korrina, bagunçando todo seu cabelo.

-Só eu? - ela apontou para um pequenino cartaz, em um lugar isolado, sobre o Concurso Sakura, o concurso de robótica em menos de um mês. Porém, a apresentação seria hoje.

-Ah não! Não, não, não, não, não! - me desesperei.

-Vamos pedir para a diretora um lugar para adiantarmos nosso projeto! Ela tem que entender! - Brock sugeriu.

-Concordo! - concordei.

-E eu vou pedir para treinar com as meninas na quadra da escola! Pode estar meio em cima da hora, mas ela tem que entender! - Korrina comentou determinada, também.

-Olá crianças! - a diretora passou por nós, animada e feliz, como sempre - Bom dia!

-Diretora, diretora! Precisamos de um lugar para... - falamos em uníssono.

-Terminar nosso projeto!

-Treinar para o jogo daqui a pouco!

Falamos ao mesmo tempo também, porém com a terminação diferente.

-Tudo bem! - ela falou pegando o celular dela - Os únicos lugares que vocês têm que sejam aptos para isso... É... A quadra! Estão limpando, mas desde que tentem não fazer muita sujeira e me prometam que terminarão cedo eu acho que...

-Tá bom, e para os meninos? - Korrina perguntou, pensando em nós.

-É... Essa é o único lugar espaçoso para vocês trabalharem em paz! - ela falou meio insegura.

-Então... - virei-me para Korrina com tom caridoso - Ela é nossa!

Sai correndo em direção a ela.

-Nem vem! - Korrina correu em minha direção, chegando a meu lado em pouco tempo. Olhei para ela e vice-versa - Nunca subestime uma pessoa que corre duas horas por dia!

-Pelo menos eu olho por onde ando!

-Que? - Korrina foi surpreendida por uma parede a sua frente. Virei de costas e comecei a rir da cara dela enquanto corria de costas, com dificuldade.

Ela sorriu.

-Sabe andar de skate? - ela perguntou gritando.

Acho que ela está...

-Aaaaah! - gritei pisando no skate e descendo os poucos degraus, caindo de costas no final da escada.

Ela desceu correndo e me levantei rapidamente, abrimos as portas juntos e…

-Eu ganhei! - gritamos em uníssono, iguais a loucos.

-Parece que empatou! - a diretora falou descendo as escadas - Toda essa bagunça por nada!

-É! E devolve meu skate! - a garota reclamou, pegando o skate, com raiva.

-Ash, como o seu caso é mais simples, será que você não poderia ficar com o laboratório? Está vazio, mas pode ser que haja barulho, já que exibiremos um filme para…

-Tudo bem! - interrompi Diantha, meio desanimado, mas pelo menos não deixarei de fazer.

-Vamos Brock! - chamei-o.

-Beleza! - ele se animou - Obrigado Diantha!

-Por nada!

-Ei Ash… - Korrina me chamou. Olhei para ela. Ela estava quase me dizendo algo importante, mas parecia que ela não queria - Boa sorte! - ela sorriu gentilmente.

-Igualmente! - sorri de volta, embora não estivesse feliz.

Fomos até a sala, chamamos N e Sese-chan e continuamos nosso projeto normalmente, com muita dificuldade diante do barulho da sala ao lado. Eles gritam muito!

Não falei muito com a Sese-chan. Quis dar o direito dela escolher seu próprio tempo, não sei se estou… Sabe? Indo rápido de mais!

~~~ [ … ] ~~~

-E o jogo de hoje será entre - o narrador começou a falar enquanto pegavamos nossos lugares na arquibancada - Os garotos de Kalos! - os meninos entraram aplaudidos por todos, com muitos assovios.

-Parece que será emocionante! - Sese-chan apoiou a cabeça em meu ombro.

-Não sei não… Acho que você só quer uma desculpa para ficar perto de mim! - brinquei.

-Tudo para ficar perto de você!

-E As poderosas do Japão! - o narrador terminou, enquanto Korrina e as outras entravam, ainda mais aplaudidas.

-ISSO AÍ! ARRASA KORRINA! - Sese-chan gritou para Korrina, quase me deixando surdo.

-Então agora vocês estão se dando bem? - perguntei curioso.

-Claro! Eu sei que você nunca me trairia! - ela sorriu - E além do mais, você sabe todos os defeitos dela, jamais ficaria com ela, tenho certeza!

Sorri, mesmo sem entender.

-Entendi! - comecei a gargalhar enquanto o jogo começava.

-Ei, cadê o mascote da escola? - Sese-chan perguntou.

-Não sei! Então, tá torcendo pra quem?

~~~ [ … ] ~~~

Ficamos conversando sobre pra quem eu deveria torcer, já que meus melhores amigos estavam em cada time, sendo eles Brock e Korrina.

-E a bola está com Korrina, que hoje converteu 10 de 14 arremessos e agora ela vai arremessar o sétimo e oitavo lance livre desse quarto! Elas tem que encontrar um jeito de marcá-lo sem fazer falta! - o narrador continuou.

-Que emoção! - Korrina comentou.

Korrina se preparou, respirou e jogou...

-E empata! - todos comemoramos.

-Isso aí! - levantei animado.

-E o jogo continua! 50 segundos! Cruza o passe para Whitney! De três… E erra! - o narrador continuou, se desanimando quando Whitney errou.

Pude ver Korrina tentando animá-las.

-10 segundos! E Korrina pega a bola, cruza e joga…

A bola rodou o arco uma… Duas… Três vezes, até que…

[ … ]

-CESTAAA! - o narrador gritou de emoção, super feliz e animado enquanto nós nos levantamos e aplaudimos.

Todos estavam se abraçando e se cumprimentando lá embaixo. Descemos rapidamente e Korrina logo me pegou pelo pescoço, me amarrando em um abraço.

-Parabéns! - ergui-a, já que ela não é tão pesada assim.

-Parabéns Korrina! - Sese-chan a cumprimentou sorrindo quando a coloquei no chão.

-Obrigada! - Korrina agradeceu abraçando-a também. Sese-chan retribuiu o abraço.

-Serena! Já acabou? - o pai de Sese-chan chegou, intimidando todos que davam espaço para que ele passasse.

-Já! Ah, Ai! Vem cá! - Sese-chan pegou o presente que dei para ela e o abraçou - E sim papai, já acabou!

-Que pena! Parabéns Korrina! Creio que foi seu time que ganhou!

-Foi sim… O-o-obrigado! - ela agradeceu com medo - E… Esse qu-quem é?

-Esse é o Ai! - ela apresentou o gatinho preto que presentei-a na noite anterior.


Notas Finais


Quem viu o beijo do Ash e da Serena no anime? O(≧∇≦)O

( ele não fez nada, porque é BAKA! )

Bem, gostaram? E o jogo, o que acharam? O que esperam do próximo capítulo? Vai ter treta com o papai da Serena e outro personagem? Espero seu comentário!

Arigatō pela atenção e Sayonara! ^-^

:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...