História O meu primeiro amor - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Exibições 21
Palavras 2.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


OI GENTE

OLHA EU TÔ FERRADAAA
ESSE PODE SER UM CAPÍTULO QUE VAI SER PROLONGADO
TIA MIKIUU DEVE TER FICADO DE RECUPERAÇÃO ;-----;
mas n tem problema
esse capítulo valeu pela semana toda
sério eu gritei muito escrevendo ele
Tenho CERTEZA que vcs vão amar

Não tive tempo de revisar ele então me desculpem qualquer erro

Boa leitura <3

Capítulo 18 - Capítulo 18


Fanfic / Fanfiction O meu primeiro amor - Capítulo 18 - Capítulo 18

This girl-Kungs (PS: ela gruda no cérebro e não sai mais) 

Dinheiro chove do céu acima Mas fica com o troco que eu tenho bastante Um pouco de tempo e um pouco de ternura Você nunca vai comprar o meu amor
Nenhuma outra coisa que é tão preciosa quanto Nenhuma outra! Não há nenhuma outra! E um coração que é real e um coração que é verdadeiro Algo que você tem que amar nesta menina
Woh! Eles vão por eles Ou sobre eles Eles vão por eles, você Ou sobre eles Eles vão por eles, você Ou sobre eles Eles vão por eles, você Ou sobre eles
Estes tesouros realmente não vem de graça Seus cheques de pagamento não significam aquilo tudo pra mim Apenas pegue minha mão e me abrace forte Você nunca vai comprar o meu amor!

 

[Thomas-Capítulo 18]

Acordei com uma brecha de luz no rosto
Pisquei os olhos repetidamente até me acostumar com a luz ambiente e levantei
—Bom dia mundo...—Me espreguicei na cama ainda sentado
encarei meu celular e como de costume,chequei as mensagens

Quando desci (ainda de pijama) fui ao encontro da minha irmã na cozinha,ela estava bebendo uma xícara de café
—Bom dia—Falei sorridente enquanto pegava um copo de água 
—Bom dia Tomi—Falou Hazel
Abri minha caixa de remédios
—Hmm...Hazel,qual é o de nove horas da manhã?—Falei
—É o citalopram—Falou
Coloquei uns quatro comprimidos na mão (6o mg) e tomei de uma vez ,depois bebi água para descer mais rápido 
—Ah,ok,agora eu estou morrendo de fome—Falei
—Tem iogurte—Falou
Abri a geladeira e vi uma fatia de pizza
—Para quê iogurte quando temos pizza?—Falei rindo enquanto colocava no prato
—Não acredito que você vai comer esse treco gelado—Falou Hazel rindo—,credo Thomas
—Nah,minha pizza minhas regras—Falei comendo a pizza

Depois de escovar os dentes,sentei no sofá na posição de tédio supremo e fiquei encarando a televisão desligada esperando um milagre 
E bem,foi isso que aconteceu,Darcy me ligou
Atendi:
—Bom dia ameba—falou Darcy 
—Bom dia floco de neve—Falei—,tudo bem?
—Tirando pelo fato que agora temos um amigo em coma e uma amiga depressiva,tudo ótimo—Falou
—Depressiva? o que a Liza tem?—Falei
—Nah,ela está triste com esse negócio do Diego...eu até chamei ela para sair mas ela falou que não estava em clima para isso—Falou
—Oh....depois eu vou falar com ela,então floco de neve,quer fazer o que? a Hazel vai ir na casa das amigas delas fazer aquelas reuniões de garotas e o meu pai está viajando,somos só nós dois baby—Falei 
—Pensa bem,o que podemos fazer em Londres?—Falou
—Muita coisa..você já foi no Big Ben?—Falei
—Não,ótima ideia,já temos um passeio..mais ideias?—Falei
Conversamos bastante até decidirmos fazer um tour pelos lugares que ela ou eu nunca tínhamos ido
—Hazel eu vou sair com a Darcy e vou demorar,então não me espere para o jantar—Falei subindo as escadas 
—Ok—gritou Hazel da sala

Coloquei uma roupa básica,camisa preta,uma calça e tênis (com um moletom amarrado na cintura e mochila cheia de coisas)
Desci as escadas penteando o cabelo e abri a porta,me despedi da minha irmã e fui andando até a casa da Darcy
o dia está ótimo,ensolarado (o que é bem raro em Londres),claro tem algumas nuvens mas são bem poucas
Cheguei na casa dela e bati na porta
Carl,o irmão dela,atendeu:
—Oi Thomas—Falou
—O-oi Carl,seu cabelo não está mais azul...—Falei
—É,vamos dizer que eu enjoei e deixei a tinta sair,você veio buscar minha irmã certo?—Falou calmo
—Sim,nós vamos sair,ela..ela já está pronta?—Falei um pouco tímido
—Já estou pronta ameba—Falou Darcy descendo as escadas
Trajava uma camiseta branca,shorts jeans,um tênis preto com os cabelos presos em um rabo de cavalo médio (Darcy: com o cabelo curto não podemos fazer muita coisa) 
Sorriu ao me ver 
—Vamos logo,vampiro—Falou
—V-vamos—Falei
Carl se despediu de nós

Darcy andou ao meu lado
—Eu estou preocupado com a Liza—Falei
—Eu também,e com o Diego também...sabe,eu não quero que nada aconteça com ele nem com a Liza.Já temos problemas de mais e ela também,isso seria pior—Falou Darcy enquanto atravessava a rua
Atravessei e voltei a andar ao lado dela
—Eu me sinto culpado...—Falei
—Culpado? pelo o que?—Falou
—A gente escondeu dela—suspirei—nós escondemos a doença do Diego,e ele é namorado dela,isso não é certo
—Somos amigos péssimos—Falou
—An?—Falei
—É,a gente basicamente mentiu para ela,e amigos não mentem—Falou
(Thomas: arrasou viada! Darcy: eu sei) 
—V-você está certa...fomos péssimos amigos,quando voltarmos do Big Ben podemos ir na casa dela—Falei
—Ótima ideia,agora deixando de lado os problemas..—Pegou o protetor solar—Que diabos de sol é esse? tá um calor do inferno aqui,Thomas eu não quero a Hazel falando no meu ouvido que você voltou um camarão,ainda mais quando se trata de VOCÊ! então pôde passando protetor—Falou enquanto colocava no dedo
Darcy fez questão de passar protetor solar em mim (o que sinceramente eu gostei),voltamos a andar em direção ao Big Ben 
(Autora: THOMAS SAFADÃO! Thomas: P-PARA!!!) 

Quando chegamos naquela torre velha com um relógio,Darcy parecia uma fotógrafa,tirava várias fotos (inclusive eu tive que tirar algumas dela,mereço)
Depois da seção enjoativa de fotos nos debruçamos na ponte e encaramos aquela lagoa verde escura 
—O que acha de irmos ali?—Falou Darcy apontando para a roda gigante 
Revirei os olhos
—Deve estar de palhaçada com a minha cara né Mansfield?—Falei 
Darcy gargalhou
—Só queria te zoar,agora o que a gente faz?—Falou
—Bem,já vimos a torre velha com o relógio,aquele arco de arame e essa lagoa verde ou sejá lá o que isso for,lagoa,lago,mar tudo a mesma merda—Falei
—Você é um retardado Thomas—Falou—,enfim,temos duas opções: continuar andando e comprar sorvete na esquina OU ir para a casa da Liza e comprar sorvete na esquina
—Eu voto em irmos direto para a casa da Liza e comprarmos sorvete no caminho—Falei
—Tudo bem Sr.raio de sol,vamos comprar sorvete—Falou

Depois da sorveteria,eu comprei um sorvete de menta com chocolate e a Darcy de creme com framboesa.O preferido dela,obviamente.
(Darcy: PERA,COMO VOCÊ SABE MEU SORVETE PREFERIDO? Thomas: Ann...ME AJUDA AQUI PRODUÇÃO!! Liza: DÁ PARA VOCÊS DOIS VIREM LOGO?)
Fomos andando até a casa da Liza conversando sobre coisas aleatórias,e eu passei mais protetor solar no rosto,sério esse sol está insuportável 
Quando chegamos na casa da Liza,uma garota de cabelos tingidos de loiro abriu a porta,o olhar dela me assustou de verdade
—Quem são vocês?—Falou a garota
—Digo o mesmo—Falei—,quem é você?
—Eu sou Jinna,a irmã da Liza,agora podem me responder?—Falou
—Desde quando a Liza tem irmã? ela não tava desaparecida porque matou os pais dela e...—Falou Darcy
Dei um pisão no pé da Darcy antes que continuasse
—Bem,estamos aqui para falar com a Liza,somos os amigos dela.Prazer,me chamo Thomas e essa aqui é a Darcy,a Liza está em casa?—Falei bem calmo
Talvez minha calmaria toda tranquilizou a garota,relaxou os ombros e até deu um sorrisinho
—Gostei de você Thomas,bem a Liza está em casa mas eu não sei se quer visitas,ela não sai do quarto desde ontem de tarde—Falou Jinna
—Tenho certeza que ela vai nos atender,podemos entrar?—Falou Darcy
Jinna assentiu
—Podem.Claro.O quarto dela fica no segundo andar,a última porta—Falou Jinna e voltou para a cozinha
Subimos as escadas e dei uma batidinha na porta da Liza
—Liza,somos nós,podemos entrar!?—Falou Darcy

Liza estava até bem,vestia calça de moletom,uma meia e uma regata,tinha prendido o cabelo em um coque mal feito mas o rosto estava bem inchado e com olheiras
—Liza—Falei abraçando a mesma—,como se sente?
—Não posso dizer que estou bem,mas é,razoável...—Falou Liza
—Sua irmã disse que você não sai do quarto desde ontem—Falou Darcy
—É,eu realmente não saio,só sai para comer e mesmo assim trouxe meu café para o quarto.Já não basta isso tudo do D-Diego e...—Sua voz falhou—ainda tenho que aturar a minha irmã que aparentemente voltou do inferno,aquilo que ela chama de corpo é só a carcaça do demônio mesmo
—Liza você é de mais—Falei rindo
Darcy riu em seguida
—Enfim,só viemos para saber como você estava,e que bom que está aparentemente bem...só que você precisa dormir—Falou Darcy
—É,eu sei,eu dormi pouco ontem de noite...acabei de perder meu namorado e tal—Falou com amargura 
—Ei,cale a boca,Diego está vivo ainda querida—Falou Darcy
—É—concordei—,Diego ainda está vivo 
—É bonitinho ver vocês acreditando nisso...mas seria melhor se parassem de se iludir tanto..—Falou Liza—eu já perdi minhas esperanças 
Darcy emburrou
—Vamos passar lá no hospital hoje...quer vir com a gente?—Falou Darcy 
—Não valeu...vou ficar dormindo aqui...se tiverem notícias do Diego por favor me falem—Falou 
Assenti 
—Prometo que te mando—Falei

Ao chegar no hospital,entramos e já senti o ar condicionado penetrar na minha alma
—Eu detesto hospitais—Falei
—Não é só você,agora anda,vamos visitar o Diego—Falou 
Fomos até a recepção,nela tinha uma mulher negra de olhos escuros e lábios pintados de vermelho,era simpática
—Boa tarde,no que posso ajudar?—Falou a mulher
—É q-que a gente queria visitar um amigo—Falei
—Ah,claro,podem me dizer o nome completo dele?—Falou a mulher
Darcy fez uma expressão séria 
—É...Diego Martinez de Sonas—Falou Darcy 
—Ah,sim ele chegou aqui ontem..hum...CTI quarto 23—Falou a mulher
Agradecemos e fomos em direção à sala

Ao entrarmos,senti uma dor no peito quando vi o Diego ali,foi como se eu tivesse ainda meus sete anos
—D-Deus..—Falei sentando ao lado dele 
Darcy evitava olhar 
—Isso é deprimente—Falou
Eu não pude acreditar quando vi os batimentos,ele literalmente estava quase morto,tinha uma máscara de oxigênio e o soro grudado na mão,os cabelos tinham voltado ao ruivo e as sardas apareceram pelo corpo todo de novo,os lábios tinham um tom avermelhado.Se ele não estivesse com o coração quase parando eu diria que ele estava vivo.
Ainda estava bem magro,talvez quando ele acordar vá comer um cheeseburguer com fritas (Thomas: que diabos de pensamentos são esses? Darcy: eu tô dizendo...) 
—Ah cara...eu me sinto mal..—Falei
—Não é só você—Darcy estava segurando a mão do Diego—,ele está gelado e ainda muito pálido
Passamos horas ali,depois fomos embora

Sentei ao lado da Darcy
Depois que saimos do hospital já era de noite,então decidimos ir para a praça e observar a lua (estava realmente linda),na praça tem uma grande fonte bem no meio.Eu e Darcy nos sentamos nela
—A lua está muito bonita..—Falou olhando a lua
—Sim..muito—Falei
O cabelo dela já tinha soltado,e ela provavelmente tinha perdido o elástico,a Lua refletia em seus olhos verdes e também nas cicatrizes dos lábios (algumas ainda eram recentes)
Encarei a mão dela,estava próxima a minha e eu fiquei com muita vontade de segura-lá 
(Darcy: Sério isso Thomas? Liza: que viadagem! Thomas: MINHA NARRAÇÃO,MINHAS AÇÕES!) 
Darcy colocou a cabeça no meu ombro
—Gosto quando podemos ficar um tempo juntos—Falou e sorriu
—É,eu também gosto—Falei
E aí ela pegou minha mão,suas unhas estavam pintadas de um azul quase preto 
Continuamos observando a Lua,estava grande e dourada.O céu,rodeado de estrelas,quase se destacava mais que a lua
—Eu te amo Thomas—Falou Darcy se aconchegando ainda mais no meu ombro
pude sentir minha respiração ofegar e meu rosto arder 
—V-v-você...v-você—Falei envergonhado 
Darcy deu uma risada e me encarou
Eu voltei a encarar ela 
(Liza: É AGORA QUE OS DOIS SE BEIJAM CARALHO! Darcy: LIZA!)
Estávamos próximos um do outro,ela me encarava fixamente olhando nos meus olhos e eu fazia o mesmo,Darcy fez um gesto do início de um beijo
(Thomas: O BV aqui não é tão lerdo para não notar,Darcy sua safada Darcy: CALADO THOMAS!) 
E ai umonte de sentimentos embrulharam na minha mente e mil pensamentos voaram
—Você...—Falei
Me deixei levar por tudo aquilo,ela estava esperando se eu ia ou não dar continuidade à aquele beijo
Coloquei a mão por dentro dos cabelos dela e então,meu rosto queimava tanto que eu achei que ia ter uma combustão espontânea,mas ignorei meu ataque de vergonha e lhe dei um beijo prolongado.

 


Notas Finais


This Girl-http://vevo.ly/QnlJ7g

Aceito sugestões de temas para capítulos nos comentários :P

Capítulo novo toda: Segunda,terça,quarta,quinta,sexta e sábado!
Comentários são sempre bem-vindos,obrigada por lerem até o final S2
Tia Mikiuu ama muito vocês <33

As imagens dos capítulos são feitas no covers do Wattpad :)
E eu escrevo nas notas do celular :B

Leia também minha outra Fanfic:
https://spiritfanfics.com/historia/sempre-foi-voce-6332925

E me segue no Twitter ;P
https://www.twitter.com/TiaMagnuus

Pode me chamar no chat à vontade,respondo sempre que posso :D

Nos vemos no próximo capítulo :D
Beijos de nutella da tia Mikiuu <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...