História O meu primeiro amor - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Exibições 16
Palavras 1.453
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


OI GENTE

TÔ AQUI DE FININHO ESCONDIDA NAS PROFUNDEZAS POSTANDO ISSO AQUI MAIS RÁPIDO QUE O FLASH
TIA MIKIUU TÁ SE ARRISCANDO MT

Boa leitura <3

Capítulo 23 - Capítulo 23


Fanfic / Fanfiction O meu primeiro amor - Capítulo 23 - Capítulo 23

*Não temos música hoje por culpa da falta de tempo pra buscar uma letra descente,então me mandem uma música para o próximo capítulo prfv* 

Já que nao temos músicas fiquem com esse trecho de Harry Potter:

"Não somos maus, somos inteligentes. Se é maldade pensar exclusivamente no nosso poder, então maldade é apenas uma dádiva necessária."—Sonserina (MINHA CASA CARAIO <3)

 

[Liza-Capítulo 23] 

—Não adianta Thomas,eu não vou para a escola hoje e não há nada que possa fazer—Falei 
Já eram 7:30 e eu ainda não tinha sequer levantado,Thomas resolveu então ir na minha casa e invadir meu quarto gritando feito uma gazela saltitante 
—Mas é claro que vai! nada de depressão! eu já fiquei assim por muito tempo e não quero que fique também,agora levanta daí e vá se arrumar!—Falou me puxando
—Não—Falei
—Elizabeth eu não vou desistir enquanto você não levantar daí—Falou
—Thomas—Falei—,você é o ser humano mais insuportável da galáxia inteira
—Eu sei,agora anda—Falou jogando a mochila em mim—se arrume e venha comigo! 

Cheguei na escola felizmente não atrasada,ainda tinham alguns minutos para entrar então resolvi ajeitar minha cara
Peguei um batom nude na mochila e passei olhando o reflexo na tela do celular,depois passei um rímel de leve e penteei o cabelo com os dedos
"Nossa Liza,você tem maquiagem na mochia?" sim eu tenho,nunca se sabe quando você está fazendo cosplay dos zumbis de The Walking Dead então é sempre bom ter ao menos um brilho labial 
Depois o sinal tocou e eu entrei na aula de biologia 

Cortar um sapo ao meio e depois examinar os órgãos internos dele é tão nojento
—Ai cara! que nojo—Resmunguei pegando o coração dele com uma pinça 
—É,eu sei é bem nojento—Falou Lydia—isso aqui é um estômago? 
Examinei o órgão que ela segurava com a pinça 
—Eu acho que é...não sei de verdade...tudo nesse troço é estranho—Falei
largou a pinça sob a bandeja e bufou frustrada
—Aconteceu alguma coisa com você e o Igor?—Falei enquanto examinava o sapo
—Ele..ele é muito inseguro,acha que as nossas "classes" diferentes podem acabar estragando o namoro—Falou
—Classes tipo.."o Nerd e a Popular?"—Falei
—É.Quase isso,ele não entende que eu gosto dele de qualquer forma e que ninguém tem que se meter no nosso relacionamento,mas é teimoso para um caralho e não me escuta...sabe Liza eu me apaixonei de verdade por ele,tenho medo que ele termine tudo ou duvide do que eu sinto...mais do que deve duvidar—Falou 
—Igor não duvida de você...vocês precisam conversar juntos—Falei costurando a barriga do animal
—Eu tenho medo de que ele interprete mal..do jeito que ele é,seria capaz de eu falar uma bobagem e ele levar a sério—Falou enquanto costurava
—Só tem um jeito de saber...falando com ele—Falei 
Suspirou
—É..você está certa..vou tentar conversar com ele—Falou 
Sinto pena da Lydia,ela é uma garota legal,praticamente um clone versão feminina do Igor (só que menos esquelética e bem mais alta)...eu acho que vou ver o Diego hoje,não sei..para quê ver alguém que já morreu? 
Afastei os meus devaneios e voltei a me concentrar em tirar os órgãos daquele sapo

Ao sair daquela aula nojenta e lavar as mãos umas seis vezes fui ao encontro da Darcy,que estava comendo um cupcake 
—Primeiro: me dá um pedaço,segundo: me ajuda—Falei 
Me deu o resto do cupcake e nos sentamos na mesinha 
—Ok, que ajuda seria?—Falou
—Sabe o que houve com o Diego? não sabe?—Fez que sim—ótimo,então é menos tempo pra te explicar,eu queria ir visitá-lo hoje mas tenho receio do que posso ver quando entrar ali..se é que ele ainda esteja dentro de um quarto de hospital 
—É claro que ele está,se fosse eu,eu iria visitar ele...não sei porque mas estou com uma impressão boa sobre esse assunto,então se quer saber o meu conselho é para você ir.—Falou
—Tá,me convenceu,eu vou—Falei 
Sorriu e se levantou
—Tem aula de que agora?—Falou
—Agora nada,agora é o clube de teatro que eu tenho que ir—Falei
—Teatro? junto com a Lydia e o Igor? achei que fossem só eles que fizessem isso—Falou curiosa
—É,eu também,mas tem muita gente inclusive eles também.Enfim,eu tenho que ir,tchau Darcy—Falei
—Tchau—Falou sorridente e entrou nos corredores 

Depois do clube de teatro,e de quase uma hora treinando uma maldita fala da Cinderela (só por que eu sou loira,obviamente eu ia fazer o papel) eu preferia "A Bela Adormecida" mas eu gostaria de ser é a Malévola,essa daí é foda
Encontrei o Thomas no pátio 
—Oi Thomi—Falei
—Oi,tá tudo bem contigo?—Falou 
—Mais ou menos...na base do possível na verdade,sabe a minha situação né..—Falei 
—Eu sei,vai no hospital ?—Falou
—Vou...—abaixei o olhar
Me abraçou 
—Boa sorte lá,te cuida ok?—falou
Não tinha mais nada para fazer na escola então fui embora indo em direção ao hospital

Ao chegar no hospital fui procurar as informações básicas,e aparentemente o Diego não tinha morrido..ou não tinha ido para o saco preto mas foi uma notícia boa
Entrei na sala acompanhada do médico,que me deixou meia hora sozinha com ele 
—Ah Diego...—Falei fazendo carinho no rosto dele—não sabe o quanto você está fazendo falta...
Segurei a mão dele acariciando com o polegar 
Eu sei que ele vai morrer,não tenho explicação para o que eu sinto essa hora mas não é bom,eu te garanto 
Dei lhe um beijo,talvez um último beijo 
Então continuei o fitando por muito tempo,ele estava tão mal...tão diferente do Diego de quatro meses atrás..ele já está assim faz uns dois meses e nada de acordar
Por uma fração de segundos aconteceu o milagre da minha vida,apertou minha mão 
Exato.Ele apertou minha mão com força e aquela máquina estranha disparou,eu não sabia se ele estava tendo uma convulsão ou acordando
Gritei chamando um médico,e quando eu digo "um médico" foram mais de seis de uma vez
E bem,me expulsaram da sala 

Fiquei uma hora na recepção,então resolvi ligar para o Thomas..que chegou poucos minutos depois 
—Cheguei—Falou ofegante—Darcy foi comprar uma água e já vêm também
Depois,entrou a avó do Diego junto com o avô
—Ah Elizabeth—Falou Yuki abrindo os braços—contenta de que estés aquí
Me deu um abraço apertado 
—Me conte,o que aconteceu?—Falou Thomas
—É melhor nos sentarmos para isso,tem muita coisa—Falei
Contei o que tinha acontecido a pouco tempo atrás,Yuki parecia chocada e feliz ao mesmo tempo
—Isso é maravilhoso—Falou Thomas—,Yuki se lembra? foi desse jeito! ele está vivo
—Sim,eu me acuerdo,espero que suas palavras sejam verdadero pequeno Thomas,mas tenho receio que..que não seja bem isso—Falou Yuki
—Não,ele vai viver,acredito nisso—Falei 
Me olharam
—Finalmente está esperançosa—Falou Thomas 
O médico veio até nós,estava sorridente 
—Vocês são os familiares de Diego Marinez,certo?—Falou o médico 
—S-sim claro—Falou Thomas 
—Já está aberto a visitas,um por vez—Falou o médico 
—Elizabeth—Falou Yuki—,vá
—E-eu?—Falei
Achei bem fofo da parte dela,eu sou apenas a namorada e ela é praticamente a mãe dele,mesmo assim não questionei e entrei na sala com um frio na barriga 
E quando eu entrei,chorei de mais 
—Eu não acredito! seu espanhol dos infernos! quase me matou de preocupação!—Falei com um sorriso enorme enxugando minhas lágrimas 
—O-oi para você também—Falou com a voz rouca 
—Diego me promete que não vai me dar mais esses sustos!—Sentei ao lado dele o abraçando com força 
—V-vou tentar docinho—Falou forçando uma risada—o que aconteceu...o-onde estamos? 
—Estamos no hospital,você está ai faz uns dois meses—Falei
—Isso explica a fome...e a náusea..e o resto todo—Falou 
O beijei 
—Porra você está vivo cara! confesso que achei que você tinha morrido..—Falei 
—N-nossa,fazia tempo que não sentia esse gosto..é,ainda é bom,e pelo amor de D-Deus Liza! eu não estava morto—Falou 
—Ah querido,se você se olhar vai ver por que eu achei que estava,agora..onde estávamos?—Falei
Voltamos a nos beijar,foi bem devagar e delicado 
—Eu...eu senti saudades—Falou me abraçando com algumas lágrimas nos olhos—escutei o que você falava..era lindo..eu queria acordar e te beijar mas não conseguia..p-prometo que não vou te deixar aqui d-de novo..prometo
eu não sentia aquilo fazia tempo,desde que aquilo tudo aconteceu eu não sentia aquilo..era..era felicidade

Diego ainda vai ficar no hospital essa noite e depois vai embora,ainda não deram alta para ele..na verdade sim,mas ainda precisa ficar em observação 
Thomas gritava muito na rua junto com a Darcy,Yuki tinha ficado no hospital e eu fui puxada para a casa do Thomas 
Sinceramente queria ter ficado lá conversando com ele,mas acho que é melhor fazer isso com mais calma,depois que a voz dele não pareça estar indo embora
Mas agora eu tenho uma certeza,o Diego voltou.

 

 

 


Notas Finais


Aceito sugestões de temas para capítulos nos comentários :P

Capítulo novo toda: Segunda,terça,quarta,quinta,sexta e sábado!
Comentários são sempre bem-vindos,obrigada por lerem até o final S2
Tia Mikiuu ama muito vocês <33

As imagens dos capítulos são feitas no covers do Wattpad :)
E eu escrevo nas notas do celular :B

Leia também minha outra Fanfic:
https://spiritfanfics.com/historia/sempre-foi-voce-6332925

E me segue no Twitter ;P
https://www.twitter.com/TiaMagnuus

Pode me chamar no chat à vontade,respondo sempre que posso :D

Nos vemos no próximo capítulo :D
Beijos de nutella da tia Mikiuu <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...