História O meu professor de química - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chloë Grace Moretz, One Direction
Personagens Chloë Grace Moretz, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Visualizações 359
Palavras 5.591
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores, quanto tempo rs
Não me batam
Estava viajando a estudos e quando cheguei estava na semana de provas (acaba quinta agora, amém)
Acho que ficou grande, a minha intenção era fazer grande, mas não sei se ficou (não sei quantas palavras tem). Mas espero que gostem!


Boa leitura!

Capítulo 24 - A garota do Louis


Acordei e me mexi, trombando com Louis dormindo. Me ajeitei em meus braços para observar a feição angelical que Louis tinha. Me curvei para observar ainda melhor seu rosto.

- Para de me olhar - ele murmurou, sonolento.

- Bom dia para você também - saudei. - Dormi muito bem, Louis, obrigada por perguntar. Se eu quero café da manhã? Já que você insiste eu quero, sim - eu disse, dramática.

Louis gargalhou, estendendo o braço e me agarrando, colocando o rosto na curvatura do meu pescoço.

Senti ele afrouxar o braço e a respiração ficar mais pesada. Louis estava quase dormindo outra vez.

Fiz careta.

Eu não consigo acordar e não comer.

- Já volto - sussurrei, saindo de seus braços e indo até a cozinha.

Parei no banheiro antes para lavar o rosto, fazer xixi e escovar os dentes. Segui para cozinha e abri a geladeira, pegando pão e requeijão. Enquanto fazia meu café ouvi o celular apitar. Fui até a mesa da sala e peguei, achando que fosse o meu, já que Louis e eu temos o mesmo modelo de celular.

Mas não era o meu, e sim o de Louis. Dei de ombros e deixei lá, voltando a fazer minha comida. Enquanto comia o celular continuou apitando. Me rendi e peguei, fuçando as notificações que aparecem na tela de bloqueio. Não sei a senha de Louis, assim como ele não sabe a minha. Não pretendo saber ou dar.

Tinha várias mensagens em um grupo chamado "só os manos"

Joey: Acordem filhos da puta

Joey: Vamos sair hoje?

Brian: Já é

Joey: Cadê o Louis?

Brian: A Malia ia dormir lá, o viado deu um cano na gente

Joey: Tu daria também 

Brian: isso a gente deixa quieto, vamos cair em cima do Tomlinson para ele pagar a bebida

Eu soltei um risinho. Os amigos de Louis são tão legais.

No meio das notificações de WhatsApp tinham algumas do Instagram. 

Ashley_01 gostou da sua foto.

Ashley_01 comentou sua foto: o professor mais gato que tem na escola (carinha de coração)

Olhei para aquilo, sem acreditar. 

Ela segue Louis no Instagram? 

Peguei meu celular e entrei no Instagram dele, vendo que ela o seguia e ele a seguia. Vi as fotos dele e descobri que ela curtia e comentava todas, sempre elogiando ele. Entrei no perfil dela e vi que Louis curtia algumas fotos. 

Será que ele está pegando ela também? 

Meu coração deu um aperto com o pensamento de eu ser apenas mais uma para ele. De ele estar me usando. 

Sei lá. Louis não seria capaz de usar alguém. Tenho certeza que não.

Mas e se ele pega ela também? Nós não temos nada sério. Eu não pego outra pessoa porque não quero, mas isso não faz com que Louis fique preso a mim.

Deixei os celulares de lado e fui até o quarto de Louis, me deitando ao lado dele. Louis virou para mim e se deitou em meu coração, passando o braço e a perna por cima de mim.

Abri um sorriso involuntário, acariciando os cabelos macios dele e pegando no sono. Acordei com barulhos de notificações. Estranhei. Os celulares não estavam na sala?

Abri os olhos rapidamente, assustada, vendo Louis mexendo no celular.

- Eita! O que aconteceu? - Ele perguntou, querendo rir.

Eu voltei a deitar, fechando os olhos.

- Me assustei com o barulho.

- Desculpe - ele pediu e então o celular vibrou, indicando que ele havia posto no silencioso. - Quer almoçar na rua?

- Tem que ser em um lugar distante - lembrei.

- Conheço um shopping longe daqui - ele deu de ombros. 

- Vou me arrumar, então - falei, sem me mover.

- Tá - ele disse, digitando algo no celular.

- Vou tomar meu banho - anunciei, ainda no mesmo local.

- Ok - ele respondeu.

Louis riu de algo que viu e digitou em resposta.

- Tô indo me arrumar - falei outra vez, parada.

Louis desviou o olhar do celular e me encarou.

- Já é a terceira vez que você fala isso. Pode ir, eu dou permissão - ele disse, me olhando.

- Mas eu estou com preguiça! - Revidei, me agarrando no braço dele.

- Então eu vou tomar banho primeiro.

- Tá - respondi.

Louis se levantou e saiu do quarto, ouvi o barulho da porta do banheiro batendo e o chuveiro sendo ligado.

Aproveitei e dormi mais um pouco enquanto ele tomava banho.

 

 

- Mas a gente acabou de almoçar! Nem fomos ao cinema ainda! - Louis reclamou.

- Mas eu já quero ir para casa - eu falei. Estou afim de fazer o número dois e não quero abrir o jogo para Louis ou usar o banheiro do shopping.

- Ah, não, Malia! Me diz uma vez em que a gente foi ao cinema - ele pediu, irritado.

- Para que você quer ir ao cinema? A gente nem iria assistir, só iria ficar dando amasso - eu resmunguei.

- Ah, então você não quer mais me beijar? É isso? - Louis perguntou, sem acreditar. - Você quer acabar com o que a gente tem?

Eu arregalei os olhos.

- Não! - Falei alto.

- Louis? - Uma garota loira platinada se aproximou.

Ela me analisou de cima para baixo e então sorriu para Louis.

Ela tinha olhos claros e um corpo bem mais bonito que o meu; eu não tenho peito e nem bunda. Só não sou magrela porque a minha fome não permite. 

Louis sorriu para ela.

- Charlotte! - Eles se abraçaram e ela se posicionou ao lado dele, agarrando o braço de Louis.

- Eu sou a garota do Louis - ela disse, sorrindo para mim.

Louis arregalou os olhos.

- O QUE? - Berrei, olhando furiosa para Louis. - Você tem namorada? - Perguntei com raiva.

- Não, não, não - Louis disse desesperado, avançando em mim e segurando meu braço. - Lottie é minha irmã - ele explicou, abrindo um sorriso de que estava tudo bem.

Olhei para ele e depois para ela, com nojo dos dois. Como Louis pode ser tão nojento?

- Você tem relações com a sua irmã? - Só de pensar nisso uma vontade de vomitar apareceu em mim.

- NÃO! - Os dois gritaram juntos, fazendo cara de nojo.

- Eca - ela disse, fechando os olhos.

- Me escuta - Louis pediu, respirando fundo. - A minha relação com Lottie é relação de irmão. Como a sua e do Niall - ele explicou, ainda com o rosto chocado pela minha imaginação.

- Eu pensei que você pegava a sua irmã - eu murmurei, me sentindo cansada pelo o que acabou de acontecer.

Lottie pigarreou.

- Desculpa - ela pediu, olhando para Louis. - Vi vocês discutindo e pensei que você precisava de ajuda, como nos velhos tempos - ela disse sem graça.

- Eu e a Malia estamos bem, mas obrigado pela preocupação - Louis riu fraco.

- Então você é a Malia? - Lottie perguntou, me analisando melhor.

Eu assenti.

- Que velhos tempos? - Perguntei, curiosa.

Lottie abriu um sorriso, provocando Louis, que deu de ombros.

- Nós dois tínhamos um trato na nossa época de faculdade.

Os dois ficaram em silêncio até que eu não aguentei. Revirei os olhos.

- E qual é o trato? - Perguntei, curiosa.

- É coisa boba - Louis respondeu.

- Falaaaa - pedi, agarrando o braço dele e sacudindo.

Louis coçou a cabeça com a mão livre e olhou para a irmã, que estava provocando ele a falar do trato.

- Quando eu estava ficando com alguma garota que não aceitava o fora Lottie se passava por minha namorada e me ajudava a me livrar da garota. Elas ficavam com raiva, mas pelo menos era longe de mim - ele disse, dando de ombros, um pouco envergonhado de me falar isso.

Eu soltei um risinho.

- Mas mudando de assunto... - Ela deu um sorriso malicioso para Louis, que a repreendeu com o olhar. - Finalmente eu estou conhecendo você. Ouvi ele falar de você milhares de vezes. 

Meu coração palpitou.

- Mentira, foram só algumas poucas vezes - Louis disse, revirando os olhos. - E eu disse que tinha um compromisso com ela e que precisava ir.

- Deixou todo mundo curioso - ela revirou os olhos.

- Ei, você já comprou o sabão? - Ele perguntou.

Ela franziu a sobrancelha.

- Que sabão?

- Aquele que você veio aqui comprar.

Ela sorriu.

- Já entendi, irmão. Tchau, Malia. Foi um prazer conhecer você, espero ver você outra vez - ela sorriu amigável. 

Eu sorri também. Se eu ver ela outra vez a chance de eu estar com Louis é maior.

- Eu também - respondi, acenando para ela enquanto ela se distanciava. - Quer dizer que você fica falando de mim para a sua família?

Louis ficou sem graça, mas logo ele deu um sorriso sacana e brincalhão.

- Só falo que você tem cheiro de verão e rosas e todas as coisas boas - ele disse, poético. 

Gargalhei alto, empurrando ele. Louis gargalhou também. 

- Palhaço - eu disse, tentando recuperar a respiração.

- Vamos ao cinema?

Eu olhei para ele, vermelha de tanto rir. Pensei um pouco. Minha vontade de fazer o número dois passou? Não.

 - Eu preciso mesmo ir para casa.

Louis fechou a cara.

- Por que? A gente estava tão bem ainda a pouco.

- Louis...

- Me dá pelo menos um bom motivo.

Ele pediu, olhando para mim, provavelmente achando que eu não tinha um. 

Abri o jogo.

- Eu quero fazer cocô!

Louis arregalou os olhos, gargalhando.

- Sério isso?

- É sério. Louis, não ri de mim! 

- Teu cu é caseiro, então.

- Mas tu tá cheio da graça, né Louis? - Olhei para ele cruzando os braços.

Ele gargalhou, abanando a cabeça e segurou minha mão.

- Vamos, então.

- Obrigada.

- Cagona - ele provocou.

Puxei minha mão para mim e saí andando na frente. 

Ouvi a risada de Louis e me irritei ainda mais. Quando dei por mim ele estava ao meu lado, agarrando a minha cintura e me guiando para pagarmos o estacionamento.

O caminho para casa foi Louis me zoando de vez em quando e eu ficando com cara de bunda. Vamos combinar, né? Ele queria um motivo para não irmos ao cinema e eu dei um.

- Está entregue - ele disse ao parar em frente à minha casa.

Me curvei para beija-lo.

- Obrigada - sorri e desci do carro, entrando em casa na maior calma. 

Assim que fechei a porta atrás de mim corri para o banheiro do meu quarto, mas ao chegar lá dei de cara com Rose, a secretaria doméstica, limpando o mesmo.

- Oi, Rose- falei, me contorcendo. - Falta muito para acabar?

- Oi, Malia. Quer fazer cocô é? - Ela perguntou, rindo.

- Quero sim.

- Acabei de começar, filha. Vai ter que usar outro - ela disse. Rose trabalha com a gente desde de que eu me entendo por gente.

- Tá.

Fui até o da mamãe e ao abrir dei de cara com ela fazendo o que eu queria fazer.

- Malia! - Ela berrou, assustada.

- Desculpa, quero fazer cocô!

 

Saí correndo do quarto dela, soltando uns puns. Entrei no quarto de Niall e ele estava jogado na cama mexendo no celular. Corri para o banheiro dele e fechei a porta, abrindo a calça e sentando no vaso.

- Ufa - falei, aliviada.

- Ah, não, Malia. Não me diga que você está cagando no meu banheiro! Que saco, cara! - Niall berrou do outro lado da porta.

- Mas Nini eu estava muito apertada. Rose está limpando o meu e mamãe está usando o dela.

- Mas Malia você vai infestar o meu banheiro, Rose já limpou ele!

- Mas Nini eu não tinha para onde ir.

- Para de me chamar de Nini.

- Desculpa.

- Se ficar fedendo eu vou dormir no seu quarto e você dorme no meu.

- Tá bom.

- Tô indo para o seu quarto - ele avisou, saindo do dele.

Eu suspirei, pegando o meu celular e mexendo.

 

No dia seguinte eu dormi os três primeiros tempos de aula - física, gramática e química. Acordei na metade do terceiro tempo com Louis me cutucando.

- Bom dia, Malia. Teve poucas horas de sono ontem? 

Eu passei as mãos pelos cabelos, abrindo um sorriso e olhando a turma. Todos estavam me olhando.

- Niall dormiu na minha cama ontem - olhei para o meu irmão. - Ele passou a noite me chutando ou dando cotoveladas - eu resmunguei.

- Fala para o professor o motivo da gente ter dormidos juntos - meu irmão provocou.

Eu o olhei mortalmente.

Louis me olhou e eu olhei para ele. Ele ficou me olhando por um tempo até ligar os pontos.

Ele soltou um risinho, dizendo que não queria saber o motivo, mas no fundo ele sabia uma parte do porquê Niall dormiu no meu quarto.

Eu usei o banheiro do meu irmão.

Eu entupi o banheiro do meu irmão - essa era a parte que Louis não sabia. E não saberia.

Eu terminei de fazer minhas necessidades depois que Rose foi embora, então ela não pôde me ajudar. Claro que depois eu desentupi, mas o cheiro não estava um dos melhores e Niall queria fazer showzinho, então ele dormiu lá comigo.

O sinal bateu e eu passei uma desculpa esfarrapada para os meus amigos dizendo que iria resolver nota. 

Todos saíram e eu fui até Louis, dando um selinho nele.

- Ent...

- Malia! - A voz de Lily soou. Dei um pulo para longe de Louis e com dificuldade olhei para a minha amiga. Ela viu. Lilly com certeza viu. - Vem ao banheiro comigo? - Ela não viu.

Louis soltou o ar que eu nem tinha percebido que prendia.

- Claro - eu sorri, sem graça.

- Eu sei que você estava tratando de notas mas eu realmente preciso que você venha comigo - ela disse.

Agradeci aos céus por Lilly não ter percebido nada.

- Tchau, senhor Tomlinson - me despedi de Louis e virei em direção a Lily, indo até ela.

Lily entrelaçou nossas mãos - indicando que hoje ela estava afetuosa, o contrário dos últimos dias - e me guiou para o banheiro.

Entramos e ela olhou as cabines, verificando se tinha alguém lá. Quando viu que não, se virou para mim.

- O que houve? - Perguntei, curiosa. Deixei meu celular na pia de mármore e me aproximei dela.

- Travis me chamou para transar com ele - ela disse, me olhando nervosa.

Eu pisquei, várias vezes. 

- Como assim? 

- Ele disse que se eu quisesse continuar o nosso namoro a gente tinha que dar um passo à mais - ela explicou, roendo as unhas.

- Ele disse isso? - Perguntei, chocada.

- Disse.

Que garoto idiota!

- E o que você respondeu?

- Não respondi nada. Estava esperando para falar com você - ela disse, agarrando a minha mão.

- Você vai perder a sua virgindade só para não perder o Travis? - Perguntei, sem julgar, apenas tentando entender Lily.

- Você sabe que eu não me importo com isso - ela respondeu, dando de ombros.

- Se você gosta dele a ponto de fazer isso - eu dei de ombros, ainda achando ele nojento.

Lily ficou calada, sem dizer uma única coisa.

Meu celular apitou e uma mensagem brilhou na tela.

- Hmmmmmm! - Lily disse, agarrando o celular e lendo: - Me encontra no laboratório de química... - Pulei e arranquei o celular dela. Meu coração batia a mil e a adrenalina pulsava em minhas veias. Ferrou. - Quem é? Só vi que começa com L, não consegui ler tudo - ela revirou os olhos e então me olhou, animada e curiosa. 

Eu não iria conseguir me livrar dela.

- Conta logo! - Ela disse. - Quem é o arroba L? - Ela perguntou, sorrindo. E então ela arregalou os olhos, balançando as mãos, chocada. Lily sacou. Ela com certeza já sabe quem é. Lily é inteligente. - É o Zayn? - Ela perguntou, sem acreditar.

Tenho que aprender a não subestimar a inteligência de Lily. 

Olhei para ela incrédula.

- Se começa com L como pode ser o Zayn? - Perguntei e ela me olhou com uma cara de "faz sentido". 

- Fala logo quem é, Malia!

- É o... hm... é o - quem que começa com L que Lily vá acreditar que seja o meu ficante? - Liam! - Berrei, sorridente.

O sorriso de Lily foi murchando aos poucos, até a sua feição ficar em choque.

- O Liam? - Ela perguntou, num fio de voz. 

Olhei para ela sem entender e vi seus olhos lacrimejando. Lily caiu de joelhos no chão e eu corri para ficar em frente à ela. A tomei em meus braços.

- Lily... - sussurrei, confusa. - Você gosta do Liam? - Olhei sorrindo para ela.

Lily negou, limpando as lágrimas que insistiam em se formar.

- Claro que não - ela gargalhou, com a voz tremula.

- Lily - eu a repreendi, apertando ela forte em meu abraço.

Ela se afastou de mim e me olhou nos olhos.

- Eu não quero ficar entre vocês dois, sério. Me desculpa - ela pediu, limpando as lágrimas.

Eu ainda não estava entendendo. Lily gostava de Liam e nem demonstrava! Ela escondeu tão bem!

- Mas... Mas e o Travis? Você nunca demonstrou gostar do Liam! 

Ela engoliu o choro, fungando.

- Eu li no Google que eu tinha que fazer ciúmes, então eu aceitei namorar com o Travis.

- Lily... - Eu perdi a fala. 

- Eu não quero estragar o que vocês têm, me desculpa.

Eu balancei a cabeça, sorrindo.

- Eu não estou com o Liam, eu só falei o nome dele para enganar você - eu abri o jogo. 

Ela se afastou de mim e me olhou sem acreditar.

- Liam não é o seu peguete? - Vi o brilho em seus olhos e neguei, meu sorriso aumentando ainda mais.

- Não! 

Ela sorriu também, me abraçando.

- Eita! Espera aí - Lily disse, se desgrudando de mim e me olhando de forma acusadora. Ferrou. - Quem é o seu peguete, Malia Horan? E a verdade, dessa vez.

- Eu vou contar - prometi, nervosa. - Mas você tem que prometer não contar para ninguém - avisei.

Lily assentiu várias e várias vezes.

- Eu prometo - ela me mostrou o dedo. Embolados nossos dedinhos e eu suspirei.

Tomei coragem e contei para a minha melhor amiga.

- É o Louis.

- O NOSSO PROFESSOR DE QUÍMICA? - Lily berrou, arregalando tanto os olhos que pareciam que iriam saltar.

- LILY! - Gritei nervosa.

- Desculpa - ela sorriu amarelo. - Caralho, Malia! Você tá namorando o professor de química - ela disse rindo.

- Não estamos namorando.

- Mas vocês estão beijando!

- E fazendo outras coisas também.

- VOCÊS TRANSARAM?!

- MARIA LINDSEY! 

- Me desculpa! - Ela pediu, me abraçando. - Eu não acredito que você está pegando o gostoso do nosso professor - eu sorri, sem graça. - Ele beija bem? 

Eu assenti, soltando um risinho.

- Lily, você não pode contar isso para ninguém.

- Tá, não vou. Só eu sei?

Eu neguei.

- Zayn viu a gente se beijando. Vocês dois são os únicos que sabem.

Lily assentiu.

Ouvimos um coro gritando "briga, briga, briga" do outro lado da porta e nos olhamos rapidamente.

- Eita! Vamos ver a briga - Lily me puxou para cima e saímos do banheiro, vendo um aglomerado de alunos.

Nos metemos no meio deles e chegamos no início do círculo, vendo Liam e Travis.

Liam estava com as mãos na camisa de Travis e atrás deles estavam Niall e Zayn gritando briga e Harry e Cody sorrindo, aprovando a situação. 

- Bate nele, Liam! - Emma gritou.

Olhei para Lily, que estava sem entender o que estava acontecendo.

- Você não merece ela, seu idiota - Liam cuspiu, dando um soco nele. - Isso é para você aprender a não fazer isso com ela - Liam deu outro soco.

- Malia, o que está acontecendo? - Lily perguntou, assustada.

- Eu não sei - respondi, sem entender.

Me virei para o lado e perguntei o que estava acontecendo para Ashley.

- Liam viu o Travis beijando uma garota.

Olhei para Lily e vi que ela ouviu tudo. Ela abanou a cabeça, irritada.

- BATE MAIS, LIAM! - Emma gritou. Ela foi para perto do Harry e eles aumentaram ainda mais o coro. Os dois adoram uma briga.

Travis escapou de Liam e acertou em cheio o olho dele. Lily agarrou a minha mão, nervosa. Liam cambaleou e socou Travis outra vez.

Atrás dela Louis apareceu, olhando irritado para os dois. Ele deu uma olhada para mim e eu neguei, pedindo com o olhar para ele não atrapalhar a briga. Louis me olhou incrédulo e avançou. O olhei com raiva e ele me ignorou, indo até os garotos e separando a briga.

- JÁ CHEGA! - Louis gritou.

Harry e Emma vaiaram e quando Louis olhou para eles os dois fingiram que não eram eles que estavam vaiando.

- O que diabos aconteceu aqui? - Louis perguntou alto, irritado.

- Esse idiota estava beijando outra garota - Liam disse, olhando com nojo para Travis.

- Você só está assim porque Lily me escolheu - Travis sorriu, os dentes manchados de sangue. - Não importa o que você faça, ela não vai gostar de você do jeito que você gosta dela.

Liam foi para cima e Cody pulou nele, agarrando o peito de Liam e impedindo ele de bater em Travis.

- Isso é verdade? - Lily perguntou, alto. 

Todo mundo olhou para ela, que ao notar a atenção, apertou a minha mão.

Liam abaixou a cabeça, envergonhado.

Ela foi até Liam, sem soltar nossas mãos. Olhei para Zayn e vi ele rir da cena. Lily andava até Liam e eu ia atrás, de mãos dadas com ela.

- Liam - ela agarrou com as duas mãos o rosto de Liam, olhando nos olhos dele. Cody soltou Liam e me puxou com ele para perto de Harry. Louis estreitou os olhos para mim. - Você gosta de mim?

Liam riu, com desgosto.

- Do que adianta eu gostar de você se você prefere esse idiota?

Travis abriu um sorriso vitorioso.

- Mas eu tô com ele porque eu li no Google que isso deixaria você com ciúmes e apaixonado por mim! 

Liam a olhou, surpreso. Travis engasgou, sem acreditar.

- Eu não gosto dele - Lily apontou para Travis. - Eu gosto de você.

- Beijo, beijo, beijo - Emma e Harry gritaram, levando a galera toda a delírio.

Eu sorri, observando a cena.

- Você parece uma boba sorrindo - Cody zoou. Eu ri. 

- Estou feliz por eles - eu disse.

Lily apenas deu a mão para Liam e se virou para Travis.

- A gente não namora mais - ela disse, olhando sorridente para Liam e puxando ele para longe da multidão.

- A onde vocês estão indo? - Louis perguntou.

- Ambulatório - ela respondeu.

Louis saiu com Travis para a diretoria, não sem antes olhar para mim e depois para Cody.

Eu olhei feio para ele, estou chateada por ele ter interrompido a briga. Travis merecia várias porradas e se não fosse por Louis ele teria. Quem ele pensa que é para trair a Lily na frente de toda a escola e sair sem nem um olho roxo? 

A campa bateu e Zayn veio até nós. Peguei na mão dele e ele soltou rapidamente, fazendo cara de nojo.

Cody gargalhou de mim e Niall quando percebeu o que aconteceu gargalhou também.

Harry brigou com Zayn e veio até mim, me abraçando por trás e agarrando a minha mão.

- Por que ele pode fazer isso? Se eu fizesse ficaria suspeito - Cody reclamou.

- Não ficaria, não - eu falei.

- Ficaria sim, Malia - Emma disse.

- É verdade - eu concordei, olhando risonha para Cody. - Mas não deveria ficar - eu acrescentei. - Somos amigos, não é?

- Exatamente! - Ele disse, frustrado.

Me soltei de Harry e abri os braços para Cody.

 - Vem aqui - chamei.

Ele sorriu.

Veio até mim e me abraçou. 

- Namorem depois - Cameron, o professor de matemática disse. 

- Não estamos namorando - Cody disse. - Ambos estamos com outras pessoas - ele piscou para mim.

- Sério? - Perguntei, feliz.

- E você nem conta - Niall abanou a cabeça em negação.

- Começamos a ficar ontem - ele disse, dando de ombros.

- É daqui da escola? - Cameron perguntou, curioso.

- Não. É a sobrinha da vizinha - Emma respondeu por Cody.

- Dá-lhe! - Zayn disse, dando um tapa na bunda de Cody.

Fui até o meu irmão e o abracei. 

- Vamos indo para a sala? - Cameron disse, empurrando Harry levemente para a frente.

No fim das aulas eu fui até o quadro de aulas que tinha no corredor e verifiquei qual seria a última aula de Louis. Pedi para meus amigos me esperarem rapidinho e fui até a sala em que Louis era para estar. Ao chegar lá vi ele é Ashley conversando.

- Poxa, professor - ela choramingou, sentando na mesa com as pernas um pouco abertas, fazendo a saia do nosso uniforme subir e mostrar parte das coxas dela. - Eu realmente preciso de ajuda com o conteúdo. Aulas extras, quem sabe - ela mordeu os lábios. - E nós poderíamos fazer alguma coisa depois. Poderíamos sair - ela sorriu, sedutora.

Dei uns passos para trás e voltei para lá - em passos altos - e bati na porta.

- Opa, desculpa. Não sabia que vocês estavam conversando - fingi um sorriso amarelo. - Senhor Tomlinson será que eu posso falar com você? - Perguntei, tentando não parecer grossa. 

Louis me olhou irritado, mas disse que sim.

- Ashley, vou falar com o diretor a seu respeito para ver o que eu posso fazer.

Ela assentiu e se retirou.

Bufei e fui até ele.

- Está dando em cima de outras alunas agora? Você foi bem certinho quando foi comigo - eu disse, ríspida.

- Tá maluca? Não tô dando em cima de ninguém. 

- Eu acabei de ver, Louis! E eu sei que você curte todas as fotos dela e agora mesmo não negou as provocações de Ashley.

- Pensei que nós dois fossemos livres, afinal, você continua bem próxima do Cody, não é mesmo? Com direito a mãos dadas e a abraço.

- Eu não tenho nada com o Cody e você sabe disso.

- Será mesmo, Malia? Por que não parece.

- Você é quem estava gostando das provocações da Ashley! Gostou, Louis, de pegar uma aluna? Por que comigo era um drama de "é errado", mas com ela foi "vou ver o que posso fazer por você". Ah, fala sério!

- Ela é minha aluna, Malia! Não estou pegando ela. E mesmo se estivesse, isso não diz direito a você! Eu não falo nada sobre você e o Cody.

- Por que não tem nada a ser dito e você sabe, Louis!

- E a ceninha da hora do lanche? Ele agarrando a sua mão e abraçando você?! Qual é, Malia! Eu não sou cego!

- Por falar nisso, eu lhe pedi uma coisa, Louis. Apenas uma coisa. Lhe pedi para não interromper a briga e você foi lá e fez exatamente o que eu não pedi - eu disse, irritada.

Louis me olhou incrédulo.

- Você achou que eu iria deixar uma briga rolar? Eu sou o professor, Malia! Não posso deixar uma coisa dessas acontecer.

- Mas Travis merecia! Ele traiu Lily na frente da escola inteira e Liam só quis defendê-la, e você atrapalhou! 

- Me desculpe, Malia, por não atrapalhar a briga só por que você pediu - ele disse irônico. - Tenho certeza de que se fosse Cody, o amor da sua vida, no meu lugar ele até se juntaria com Liam para bater no Travis.

Eu grunhi de ódio.

- Seu porco! - Gritei, irritada. - Quantas vezes eu preciso dizer que eu estou apaixonada por você? Eu me meti em confusão por você, eu mantenho a minha vida amorosa em segredo por você...

- EU NÃO PEDI POR NADA DISSO! - Ele gritou ainda mais alto, me fazendo calar. - Você quis tanto quanto eu esse relacionamento. Eu não obriguei você a fazer nada.

- Qual é o seu problema, Louis? - Perguntei, cansada.

- Você é quem está fazendo drama, Malia! 

- Mas você fica dando em cima de outras na minha frente!

- Eu nunca dei em cima dela, eu não quero ela, pelo amor de Deus entenda isso - Louis disse, passando as mãos pelos cabelos. - Eu nunca fiz esse drama todo que você está fazendo comigo e com a Ashley, que não passa de uma aluna, com você e o Cody.

Eu suspirei, não aguentando mais essa tecla que Louis insiste em bater.

- Cody é meu amigo, Louis. Como você e a Hayden. Nunca fiz drama por vocês dois.

- Acontece, Malia, que você é cheia de amigos. Você tem Liam, Harry, Zayn e Cody. E vive agarrada com todos!

- O que você sente pela Hayden?

- Pelo amor de Deus! Você está com ciúmes da Hayden agora? - Ele perguntou, sem acreditar.

- O que você sente pela Hayden? - Perguntei outra vez.

- Ela é como se fosse a minha irmã - Louis respondeu, suspirando.

- É como eu me sinto com meus amigos - eu disse, calma. Eu respirei fundo, dando um passo para perto dele. - Eu exagerei com a Ashley - admiti. - Eu sei que nós não temos nada - Louis me olhou rapidamente -, sei que não somos exclusivos. Você tem o direito de fazer o que quiser com a sua vida. O que me irritou foi na hora da briga. 

- Mas eu não podia deixar eles continuarem brigando...

- Eu sei - eu sorri fraco para ele. - Mas Liam bateu tão pouco nele depois do que ele fez com Lily. Só achei que ele merecia mais - eu disse, suspirando.

Louis veio até mim e me abraçou.

- Desculpe, se eu pudesse ter feito diferente, eu teria feito - ele beijou meus cabelos. Passei a mão ao redor de Louis e descansei a cabeça em seu peito.

- Malia? Professor? O que é isso?! - Ouvi a voz de Lily soar incrédula. - Vou agora mesmo contar para o diretor! 

Louis ficou tenso e me afastou para longe. 

- Lily, espera - ele a chamou, mas ela já tinha ido embora. Louis me olhou desesperado. - E agora, Malia? Temos que conversar com ela! Se Lily contar nós estamos ferrados e...

- TROLLEI VOCÊ! - Lily pulou para dentro da sala apontando o dedo para Louis.

- O que? - Ele perguntou, sem entender.

- Lily sabe, Louis - eu falei, rindo. - Contei para ela hoje.

Louis olhou com cara de cu para Lily, que estava com um sorriso super alegre.

- Tchau, Louis - fui até ele, dando um selinho em seus lábios e saindo de lá.

- Eu tô namorando o Liam - Lily disse assim que nós começamos a caminhar para o estacionamento.

- Meu Deus! Sério? - Perguntei, feliz.

- Sim! Sim! Sim! - Ela disse, apaixonada.

- Até que enfim - eu falei, rindo.

Chegamos até os nossos amigos e decidimos ir para a minha casa. Acabou que a tarde inteira nós ficamos conversando e tentando escolher um filme para assistir.

- Quem é esse cara? - Niall perguntou, me mostrando o meu celular. Ele e todos os meus amigos sabem a minha senha.

Olhei para a foto e era o Instagram de Joey, amigo do Louis.

Liam pegou o celular da mão dele e viu o perfil em si, vendo que Louis o seguia.

- É amigo do professor Tomlinson. Ele estava com a gente no jogo de vocês contra a Pendrik. É um gatinho - Emma disse, olhando fixamente para a foto.

- Por que o amigo do Louis segue você? - Cody perguntou confuso. 

Zayn me olhou nervoso.

- Por que a gente se esbarrou algumas vezes e acabamos trocando Instagram. Ele é gente boa - eu disse, dando de ombros.

- Vocês já ficaram? - Liam perguntou, curioso.

Eu neguei, rindo.

- Somos só conhecidos. Como você achou o Instagram dele?

- Ele comentou na sua foto - Niall respondeu.

- O que ele comentou? - Emma perguntou.

- "Ouvindo o viado falar de você" e emojis de sono - Niall disse, sem entender.

- Ele deve estar bêbado - menti dando de ombros, achando graça. - Ele comentou agora?

- Sim.

Quer dizer que Louis estava falando de mim para os amigos? Abri um sorriso mas fechei rapidamente. Será que ele está falando da nossa discussão? Oh, Deus... os amigos dele vão bem pensar que eu sou dramática.

- Ele é bonito mesmo - Lily disse, olhando o celular.

- É, mas você tem namorado né? - Liam disse, me entregando o celular e abraçando Lily.

- É - ela disse, sorrindo.

 

 


Notas Finais


O que acharam?
Louis estava dando corda pra Ashley? Malia estava dando corda pro Cody? Qual dos dois vcs acham q exagerou no drama?

Hahahahaha beijos da Clara que AMA vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...