História O meu professor de química - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chloë Grace Moretz, One Direction
Personagens Chloë Grace Moretz, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Exibições 98
Palavras 1.398
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - O caroço da pipoca


Hoje é o primeiro dia de aulas extras. Louis vai chegar a qualquer momento. Estou ansiosa, tenho fé que essas aulas vão me ajudar a passar direto. Fé em Deus, irmãos. Eu vou passar sem ir para a recuperação se Deus quiser.

Meu celular começou a tocar, alcancei o mesmo e atendi.

- Malia Horan na linha.

- Olá, aqui é do McDonalds. Você ganhou a promoção XBurguer todo dia - a voz disse tentando soar séria. Desgrudei o celular da orelha e vi que o número estava no privado. Mas eu já ouvi várias vezes aquela voz para reconhecer de longe.

- Oi, Zayn - respondi sem humor.

- Não é o Zayn, é o gerente do McDonalds - a voz masculina tentava não rir.

- Hum, tudo bem. Se fosse o Zayn eu ia dizer que ele está atrapalhando meu pornô - Eu respondi indiferente. Ouvi um arfado em surpresa e então sorri satisfeita.

- É o Zayn. Você está mesmo assistindo pornô? - A voz dele estava animada. - A gente pode transar pelo telefone? Nunca fiz isso.

- Ha ha, tchau Zayn - eu respondi, rindo.

- Você não está assistindo pornô, não é?

- Não. Estou esperando o senhor Tomlinson para minhas aulas extras.

- Eu ia te chamar para ver filme. O pessoal vai vir para cá daqui a pouco.

- O Niall tá aí? - Me ajeitei no sofá.

- Dermelivre - ele disse. - Ele ia acabar a comida - a gente riu. - Ele tá lá no Liam. Que horas acabam as aulas? A gente marcou o filme para daqui a meia hora.

- Louis ainda nem chegou. É uma hora de aula - eu disse.

- Tá, eu guardo o caroço da pipoca para você - Zayn disse debochado.

- Zayn, toma no toba - eu respondi e ele gargalhou.

- Tchau, piroto.

- Para de graça, menino - eu gargalhei. - Tchau.

Desliguei o telefone e no mesmo momento a campainha tocou. Me levantei para abrir e quase perdi o ar ao ver meu professor ali. Ele está muito lindo. A camisa branca deixando as tatuagens expostas, a calça que deixava seu bumbum ainda maior. Eu preciso fazer ele no The Sims para a gente se beijar por lá.

- Boa tarde, Malia - ele abriu o sorriso galanteador.

- Boa tarde, senhor Tomlinson - retribui com um sorriso tímido e dei passagem à ele. - Niall tá na casa do Liam e minha mãe no trabalho, vamos ter a casa silenciosa.

- Tudo bem.

- Está ansioso para me ensinar? - Eu sorri animada para ele. - Vai ser um desafio.

- Adoro desafios.

- Esse é difícil.

- Os difíceis são os melhores - ele piscou, se sentando no sofá, alheio à reação que provocou em mim.

Meus pelos se arrepiaram. Isso não foi a melhor ideia. Louis na minha casa? Sozinhos? O cara que eu estou tendo um crush está na minha casa? O cara que é meu professor e que torna isso extremamente proibido? Deus me ajude.

- Vamos começar? - Peguei meu livro e me sentei no chão. Louis se sentou ao meu lado. O material que iríamos usar estava na mesinha de centro.

- Meias legais - ele observou. Meus dedinhos dos pés se mexeram debaixo da meia de bolo com velas.

- Obrigada.

Louis abriu o livro e começou a me explicar. Ele ensinava o conteúdo e volta e meia escrevia em meu caderno. Seus olhos estavam o tempo todo olhando diretamente nos meus e eu só conseguia prestar atenção no azul de suas íris. Queria saber mais sobre ele, queria saber se ele gostava mais de preto ou de branco, queria saber se ele já viajou para fora da Inglaterra. Queria saber tudo sobre ele. Queria saber tudo sobre tudo, menos sobre química. 

- Entendeu? - Ele me perguntou e eu assenti, logo negando.

- Não - desviei o olhar.

- Você precisa de concentrar, Malia. Isso é sério, são as suas notas - ele me brigou.

- Desculpe - eu suspirei.

- Quer fazer uma pausa? - Ele perguntou compreensivo.

- Por favor.

Nessa pausa nós bebemos água e tentamos imitar o sotaque americano. Perguntei a Louis se ele já conheceu os Estados Unidos e ele disse que não. 

- Acho que já podemos retomar os estudos - ele pigarreou e eu concordei, contrariada.

Ele começou a explicar novamente o conteúdo e eu me forcei a prestar atenção. Louis mudou a dinâmica, agora ele aderiu à um novo método. Ele me explicava como se isso se tratasse de um assunto comum, e não algo escolar. Foi mais fácil e até mais interessante. Eu agora me sentia interessada no que ele falava, ao invés de apenas ficar interessada nele. Louis sorriu quando eu fiz a minha primeira pergunta. Saiu mais como uma afirmação. No fim ele me parabenizou e disse que foi um grande avanço.

- Você está orgulhoso? - Eu sorri malandra para ele.

- Sim - ele riu. - Tenho uma pergunta de prova. Se você acertar eu te pago um sorvete.

Eu arregalei meus olhos gulosos e assenti freneticamente.

Louis fez a pergunta e eu respondi rapidamente, me arrependendo de imediato. Sempre que parece estar fácil demais, está errado. Com certeza eu não vou ganhar sorvete.

- Você conseguiu! - Ele falou alto, sorrindo para mim e batendo palmas. Ele parecia surpreso.

- Sério? Ai, meu Deus! Eu consegui! EU CONSEGUI! - Gritei animada, gargalhando. Eu entendi o assunto e ainda acertei uma pergunta de prova. É muita conquista para uma Malia só. - Obrigada! - Eu sorri, me jogando em cima de Louis e o abraçando. Senti ele ficar travado por ter sido pego de surpresa, mas logo ele passou os braços ao redor de mim. 

Observei seus olhos azuis. Seu rosto estava a poucos centímetros do meu. Louis umedeceu seus lábios rosados e eu fitei os mesmos. Parecia que tinha um convite nos beiços de Louis dizendo "Malia Horan, você está convidada a me beijar". E eu estava tão destraída que eu não sabia mais dizer se tinha um convite ou não. Louis me apertou um pouco mais, encarando meus lábios e logo depois meus olhos.

- Senhor Tomlinson... - Eu arfei dengosa, levando as mãos para seus ombros. Louis mordeu os lábios enquanto fechava os olhos. Uma expressão de torturava passou por seu rosto antes dele abrir novamente os olhos e me fitar ainda mais intensamente. Meu coração agora estava a mil.

Louis se aproximou um pouco mais e eu fechei os olhos, pronta para o seu beijo. Mas não foi isso que aconteceu.

- MALIAAAAAAAA! MALIA, EU VIM TE BUSCAR! - Ouvi uma voz masculina gritar. 

Arregalei meus olhos, assustada e pulei do abraço de Louis, me levantando e puxando os fios loiros para baixo. Olhei para Louis assustada e vi que ele me dirigia o mesmo olhar. O que se passou em minha cabeça quando eu praticamente me entreguei para o meu professor?

A imagem de Niall apareceu na porta e logo atrás dele, Liam.

- Oi - Liam disse vindo até mim e me abraçando. - Senhor Tomlinson? - Ele olhou para Louis atrás de mim. Me virei e vi Louis acenar timidamente.

- Ah, esqueci das suas aulas... - Niall estalou a boca. - Nesse caso sobra mais comida para a gente. Vamos, Liam? - Meu irmão sorriu irritante para mim.

- Eu guardo para você, seja lá o que tenha - Liam prometeu.

- Não precisa. Zayn disse que guarda o caroço da pipoca para mim - eu revirei os olhos e Niall gargalhou.

- Falta muito para terminar as aulas? Podemos esperar - Liam propôs.

- Não podemos, não - Niall retrucou rapidamente e eu dei cotoco para ele.

- Na verdade nós já acabamos - Louis disse, pela primeira vez desde a chegada dos meninos. - Já vou indo. Tchau, Malia - Ele mal me encarou antes de me dar as costas e se despedir dos meninos, indo embora da minha casa.

- Vamos? - Liam disse, olhando o horário no celular.

- Vamos - suspirei, seguindo eles até o carro.

Procurei Louis na rua e vi o seu carro no final dela, seguindo para seu apartamento.

Na minha mente só tinha um pensamento. E eu tenho certeza de que não iria conseguir dormir essa noite.

 

 

 


Notas Finais


Kakakakaka inimigo pra quê quando o seu irmão e seu amigo estragam o seu clima com o boy?

Comentem o que acharam!!!!! Beijos da Clara que AMA AMA AMA vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...