História O Mistério da Caixa de Música/ Imagine Sobrenatural Jungkook - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 71
Palavras 835
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiin gente, espero que gostem no capítulo novo e que tenham uma ótima leitura.

Capítulo 13 - Onde ela está?


Fanfic / Fanfiction O Mistério da Caixa de Música/ Imagine Sobrenatural Jungkook - Capítulo 13 - Onde ela está?

Kookie se arrastava pelo chão até encontrar algo onde pudesse se levantar, a senhora vendo a situação dele o ajudou, pegou ele pelo braço e o ergueu, ele estava completamente assustado que saiu correndo do quarto a senhora vendo o desespero dele foi atrás, o chamou e falou:

Lúcia- Você está bem meu jovem?

Kookie- Vou ficar... O que era ele? De onde ele surgiu?

Lúcia- Aquele é um demônio muito poderoso chamado Taehyung, tudo indica que ele estava no sonho de sua irmã.

Kookie- E o que diabos ele faz aqui? Porque ele me pegou?

Lúcia- Ele quer destruir a vida dela, começando por você, mas se depender de mim e da minha irmã não iremos deixar isso acontecer.

Kookie- Eu preciso tira-la daqui, eu sinto que isso só tende a piorar.

Lúcia- E vai meu jovem, mas você tem que ser muito forte.

A senhora então pegou um copo de água para ele, na intenção de acalma-lo, ele tremia muito não conseguia segurar o copo, ficou ali na cozinha por algumas horas e então subiu, queria saber o que estava acontecendo com (S/n), ele não iria sair do lado dela no momento que ela mais precisava, por mais que não pudesse enfrenta-lo, então ele falou:

Kookie- Como ela está?

Carmen- Ela está bem meu jovem não se preocupe.

Kookie- E aquele demônio? Ainda está aqui?

Carmen- Sim, ele vai continuar aqui até conseguir o que ele quer.

Kookie- E o que esse desgraçado está querendo de (s/n)?

Carmen- Ele quer a alma dela.

Kookie- Eu o ouvi falando que eu salvei ela do acidente que ele provocou.

Carmen- sim, aquele acidente onde os pais dela morreram e você a chamou para dormir em sua casa.

Kookie- Então foi esse desgraçado que provocou aquilo tudo...

Carmen- Sim, e agora ele quer conseguir a alma dela de qualquer jeito e você será um bom apoio para isso.

Ele não sabia o que fazer o que falar e muito menos o que pensar, então saiu para dar uma volta pela rua, precisava esfriar um pouco a cabeça, pegou seu carro e saiu pelas ruas, mas aquelas cenas começaram a passar repetidamente em sua mente, os pais dela mortos, ela chorando muito ao descobrir, o maldito dia que eles acharam essa caixa, ela queimando enquanto ele tentava queimar aquela caixa, ela pelada na cama daquela menina e ele sendo erguido por aquele demônio, acabou se distraindo e quando ia dar de frente com outro carro desviou e acabou capotando.

As senhoras, o doutor e muito menos (s/n) sabiam o que tinha acontecido com Kookie àquela noite, ele estava lá com o carro capotado no acostamento da rua, mas como notícia ruim sempre chega cedo foram bater na casa daquela senhora ela pensando que seria Kookie foi atender a porta já dando informações de sua irmã.

Lúcia- Então Kookie ainda bem que você chegou, sua irmã está bem melhor!

Policial- Bom dia minha senhora, mas com quem está falando?

Lúcia- Ah bom dia senhor policial, eu pensei que era o meu neto, ele saiu ontem a noite e até agora não voltou.

Policial- Seu neto saiu de carro?

Lúcia- Sim, por quê? Aconteceu algo?

Policial- Bom, ontem a noite teve um acidente de carro na avenida principal, a senhora poderia me dar algumas características do seu neto?

Lúcia- Claro! Ele tem mais ou menos um e setenta e cinco de altura, olhos castanhos, cabelos pretos é magrinho e bem branco.

Policial- Mas alguma coisa que a senhora se lembre? Roupas, alguma marca de nascença?

Lúcia- Bom que eu me lembre ele estava com uma blusa de frio cinza e sim ele tem um corte na bochecha devido a uma briga com a irmã dele.

Policial- Minha senhora sinto em te dizer, mas era o neto da senhora que estava no acidente.

Lúcia- Ai meu Deus! E como ele está?

Policial- Está no hospital se a senhora quiser me acompanhar.

Lúcia- Sim, espere um minuto.

Ela então entrou correndo, foi para o quarto e saiu falando com sua irmã.

Lúcia- Irmã cuide dela sim, eu vou buscar o Kookie.

Carmen- O que aconteceu?

Lúcia- Ele se envolveu em um acidente de carro, espero que ele esteja bem.

Ela então pegou uma blusa de frio e foi com o Policial até o hospital, chegando lá entrou no quarto onde Kookie estava então fingiu um choro e saiu perguntando:

Lúcia- Kookie, meu neto você está bem?

Kookie- Neto?

Lúcia- Sim, finja comigo senão estamos ferrados.

Kookie- Sim minha vó, estou bem, só o corpo que está doendo muito.

Lúcia- Porque diabos você saiu de carro àquela hora depois de tudo o que aconteceu?

Kookie- Eu queria esfriar um pouco a cabeça, sinto muito.

Lúcia- Tudo bem, vamos para casa vou cuidar de você.

E assim voltaram para casa, chegando perceberam que a casa estava muito silenciosa Kookie mancava muito e a senhora foi à frente para ver se via alguém, ao adentrar sua própria casa viu que existia símbolos e coisas escritas na parece, sua irmã estava desmaiada no chão e o corpo de (s/n) não estava mais na cama, ambos ficaram muito assustados.

Kookie- MAS O QUE FOI QUE ACONTECEU AQUI?

Lúcia- Eu também queria saber meu jovem.

Kookie- Cadê a minha irmã?

Lúcia- Calma, nós vamos acha-la.


Notas Finais


Oiin gente, espero que tenham gostado, me desculpem os erros e até o próximo capítulo. Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...