História O Mistério da Caixa de Música/ Imagine Sobrenatural Jungkook - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 73
Palavras 789
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiin gente, espero que gostem do capítulo novo e que tenham uma ótima leitura.

Capítulo 15 - Enfim voltamos


Fanfic / Fanfiction O Mistério da Caixa de Música/ Imagine Sobrenatural Jungkook - Capítulo 15 - Enfim voltamos

Kookie permaneceu quieto não respondeu nada ficou só observando se aquela pessoa estava mesmo falando com ele, não demorou muito para a tal pessoa perguntar de novo.

- O que você faz aqui? Porque abriu a caixa?

Agora sim ele tinha certeza que estavam falando com ele, então ele respirou fundo e respondeu:

Kookie- Porque eu quero encontrar a minha irmã, mas quem é você?

- Não tenha medo, não sou nenhum demônio ou coisa do tipo sou o anjo da guarda da sua irmã, me chamo Jin, mas não estou aqui sozinho e sim com mais dois, tudo bem para você?

Kookie- Tudo bem sim, vocês vão me ajudar?

Jin- Sim, eu vou te ajudar a chegar até a sua irmã.

Kookie- Mas e os outros?

Jin- Vão distrair os demônios que cuidam dela aqui.

Kookie- Tudo bem então vamos!

Eles então esperaram até que os outros tirassem Namjoon e Yoongi de perto da cela, não demorou muito para que aqueles dois anjos e os dois demônios começassem uma guerra ali mesmo, tudo para ver quem iria ficar com (s/n), percebendo a confusão Kookie e Jin entraram na tal cela, (s/n) estava amarrada em sua cama, mas com um sorriso imenso na cara e então foi questionada.

Kookie- Por que você está rindo?

(s/n)- Porque eu consegui o que eu queria, trouxe você até aqui.

Kookie- Eu não tenho tempo para isso, se vista e vamos embora.

(s/n)- Eu não posso, eu agora sou deles.

Jin- Menina não fale besteira, faça o que o seu irmão esta pedindo.

Ela então começou a se vestir, pegou as coisas dela segurou no braço de Kookie e Jin os acompanhou para que nada de ruim acontecesse com eles no meio do caminho, levou eles até o ponto de inicio de tudo aquilo e pediu para que eles voltassem para casa e então ele disse:

Jin- Quero que vocês façam o seguinte, segurem um na mão do outro e pensem no último lugar que vocês estavam Jimin vai leva-los para casa.

E assim eles fizeram seguraram um na mão do outro e pensaram na casa da senhora, onde eles passaram esses últimos dias de sofrimento, não demorou muito para que eles vissem apenas um clarão e acordassem, Kookie olhou para todos os lados mas não via (s/n) foi ai que ele ouviu.

(s/n)- KOOKIE? ONDE VOCÊ ESTÁ? AJUDA-ME, ME TIRA DAQUI.

Kookie então saiu correndo pela casa para poder achar de onde vinham os gritos de sua irmã, foi quando percebeu que vinha do porão da casa daquela senhora, tentou abrir a porta mas era em vão estava trancada, começou a chutar e a chutar mas nada fazia aquela maldita porta se abrir, voltou para a sala e começou a procurar algo que fizesse aquela porta abrir, foi quando lembrou do machado que cortar lenha, foi até o jardim o pegou e voltou correndo e então disse:

Kookie- (S/N) SE AFASTA EU VOU TENTAR QUEBRAR A PORTA!

Começou a dar machadadas e mais machadadas até que viu que a porta se partia, ele conseguia ver sua irmã ali dentro e outro corpo desacordado, foi com toda a força que tinha até que conseguiu destruir aquela porta inteira, retirou os pedaços de sua frente e (s/n) pode vim correndo e o abraçar com força e falou:

(s/n)- Eu estava com tanta saudade de você.

Kookie- Eu também estava.

Ficaram ali por uns cinco minutos se abraçando e se beijando que esqueceram completamente daquele outro corpo, foi quando Kookie olhou e disse:

Kookie- Dona Lúcia!

Soltou (S/n) rapidamente e chamou a irmã dela gritando:

Kookie- CARMEN, CARMEN, SUA IRMÃ ESTÁ AQUI!

Não demorou muito para que sua irmã viesse correndo, desceu as escadas daquele porão, pegou sua irmã pelos braços e chorando disse:

Carmen- Acorde minha irmã, não vá embora eu te peço...

Nada adiantava, nem o doutor que ali estava conseguia fazer a senhora acordar, (S/n) assustada com tudo aquilo perguntou o que tinha acontecido enquanto ela dormia e Kookie respondeu:

Kookie- Ela foi levada por Taehyung... É uma história longa te conto depois...

Todos ali estavam aflitos, queriam que Lúcia acordasse o mais rápido possível, foi ai que (S/n) começou a chamar seus anjos...

(S/n)- JIN? JIMIN? HOBI? ONDE VOCÊS ESTÃO PRECISO DE AJUDA.

Do nada eis que uma luz forte e uma paz imensa apareceram naquele lugar, todos ficaram boquiabertos com aquela cena, então um falou.

Hobi- Porque nos chamou minha criança?

(S/n)- Eu preciso da ajuda de vocês, estão vendo essa senhora, ela me ajudou, mas foi levada por Taehyung e a gente não sabe o que fazer.

Jimin- Taehyung aquele maldito, ele está andando pela terra?

(S/n)- Sim, ele foi julgado e condenado a isso.

Jin- Mas nem o inferno quis aquele verme, o que ele fez para ser condenado?

(S/n)- Tentou fazer sexo comigo.

Jimin- Mas que maldito!

Hobi- Resolveremos isso.

(S/n)- Por favor, achem a alma dessa senhora e tragam de volta.

Jin- Pode deixar com a gente criança...


Notas Finais


Oiin gente, espero que tenham gostado, me desculpem os erros e até o próximo capítulo. Beijos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...