História O Mistério de Anastasia - Capítulo 79


Escrita por: ~

Postado
Categorias Anastasia, Harry Potter
Personagens Aberforth Dumbledore, Abraxas Malfoy, Alastor Moody, Alecto Carrow, Alice Longbottom, Alvo Dumbledore, Amycus Carrow, Anastasia, Andromeda Tonks, Angelina Johnson, Antonin Dolohov, Argo Filch, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Augustus Rookwood, Bartok, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cedrico Diggory, Cho Chang, Colin Creevey, Córmaco Mclaggen, Cornélio Fudge, Daphne Greengrass, Dimitri, Dino Thomas, Dobby, Dolores Umbridge, Draco Malfoy, Duda Dursley, Fenrir Greyback, Fílio Flitwick, Fleur Delacour, Fred Weasley, Gellert Grindelwald, Gilderoy Lockhart, Gina Weasley, Gregory Goyle, Grigori Rasputin, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Jorge Weasley, Katie Bell, Kingsley Shacklebolt, Lilá Brown, Lílian Evans, Lino Jordan, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Maria Feodorovna, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Mulciber, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Nymphadora Tonks, Padma Patil, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Pedro Pettigrew, Percy Weasley, Personagens Originais, Petunia Dursley, Pomona Sprout, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Quirinus Quirrell, Rabastan Lestrange, Remo Lupin, Rita Skeeter, Rodolfo Lestrange, Rolanda Hooch, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Severo Snape, Sibila Trelawney, Simas Finnigan, Sirius Black, Theodore Nott, Thorfinn Rowle, Tom Riddle Jr., Valter Dursley, Viktor Krum, Vincent Crabbe, Walburga Black, Walden Macnair, Yaxley
Tags Anastásia, Anastom, Czar, Czarina, Harry Potter, Maldição, Princesa, Romanov, Rússia
Exibições 87
Palavras 2.689
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 79 - Aos cuidados do Lord


    Espantados,incredulos,chocados,abismados.....

    Os presentes naquele Salao estavam tudo e mais um pouco do que foi citado e nao era para menos na porta do salao ali estava ela....

    Ela usava apenas a blusa que um dia fora branca mas agora estava encharcada de sangue,a saia que estava com rasgos e tinha sangue seco,e seus sapatos que tambem tinham sangue,seu rosto tinha alguns arranhaoes uns tres ou quatro nao muitos,ela tinha o labio inchado e um filete de sangue escorrendo por ele,seu olho esquerdo estava roxo,mas mesmo assim ele estava aberto e nao muito inchado,em seu cabelo que incrivelmente estava solto tinha sangue de cima a baixo,mas oque mais espantava em sua cabeleira loira nao era o sangue e sim oque estava pedaços de vidro ! isso mesmo haviam pedaços de vidro em seu cabelo,eles estavam cravados em sua cabeça ou soltos aquilo dava agonia nas pessoas mas em Anastasia,ela nem parecia sentir dor,havia alguns rasgos nas mangas da blusa que podiam possibilitar a visao de seus braços com arranhoes e cortes profundos,os pedaços de vidro tambem estavam cravados em seus braços pequenos,medios e grandes de todos os tamanhos,oque se podia ver de suas pernas era que estava com hematomas roxos e uns que podiam mostrar a força dos golpes estavam pretos,tamanha a violencia da luta, tinha nelas sangue e sangue seco mas e claro que haviam os pedaços de vidro nas pernas da garota e la apenas piorava a situaçao parecia que tinha mais os cacos estavam em toda a extensao de suas pernas grandes e pequenos,os hematomas nas pernas eram piores era incrivel ver como ela estava de pe ! o que intrigava ainda mais era que o sangue que estava nela parecia estar duas vezes maior na quantidade para tantos machucados,ela estava enxarcada de sangue.

    A garota a passos lentos mas decididos segue por meio do Salao ela nao olhava ninguem apenas continuava de cabeça erguida com sua mascara de frieza,ela passa pelo diretor que a olhava espantado por ve-la naquele estado,a garota para de andar ao chegar a frente de Dolores Umbridge ela puxa a varinha e joga sobre a mesa e sem dizer sequer uma palavra ela da as costas e segue para fora do Salao sem olhar ninguem nem mesmo seus irmaos,depois que a garota sai passam-se minutos de choque e logo o Salao explode em perguntas 

Como ? e por que ela esta assim era oque eles se perguntavam...........

-Posso entrar ?-pergunta o garoto batendo com cautela na porta,ele estava muito abatido pelo que vira,nunca imaginou que a irma passaria por aquilo 

-Entre querido !-diz a garota amavelmente,podia estar cheia de odio naquele momento mas ela nao conseguia se irritar com o seu amado irmaozinho 

-Oque ele fez a voce !-pergunta o garoto entrando no quarto e indo de encontro a irma ele acariciava levemente o rosto de sua irma que tinha apenas dois pequenos cacos de vidro 

-Va por mim ! ele ficou pior !-diz ela divertida mas logo solta um suspiro e coloca a mao sobre o peito 

-Oque ouve ?-pergunta preocupado 

-Nada,e so a idade,parece que finalmente esta fazendo efeito !-diz com um sorriso torto tentando soar convincente 

-Vem eu vou cuidar de voce !

-Nao precisa eu.....-ele a interrompe 

-Voce cuidou de mim a vida inteira,deixe que agora eu retribua o favor !-diz carinhosamente e os olhos da garota ficam marejados pela emoçao e ele a abraça sem se importar com o sangue o abraço e parado quando a garota solta um gemido de dor e olha seu braço 

-Ele quer que eu va ate ele !-diz 

-Ele nao vai gostar de ver seu estado !-adverte 

-Nao tenho nada a esconder !-diz decidida.-volto logo !-ela dize dali como estava desaparata deixando um preocupado Alexei para tras......

Tom Riddle estava irritado ja fazia tres dias que nao falava com sua esposa e hoje ja ia completar o quarto ele precisava ve-la de qualquer jeito nem que tivesse de invadir Hogwarts e carregar a mulher nos ombros como um saco de batatas,pensar naquela cena causa diverçao no Lord.

-Oque sera que meu pequeno Raio de Sol esta fazendo ?-pergunta enquanto balançava o Whisky e era observado pela atenta Nagini

-O evitando,talvez !-diz a cobra sem mas nem menos fazendo o Lord bufar em frustaçao 

-Nao seja estupida.-diz rudemente.-por que acha isso ?-pergunta se ajeitando na poltrona 

-Os encontros de voces nunca sao agradaveis,ela deve estar querendo um tempo !

-Ela teve 47 anos longe de mim ! tempo o suficiente,agora nada mais justo do que EU ter esse tempo perdido recompesado !-diz dando de ombros e virando o Whisky de uma so vez,ele gostava daquela sensaçao ele descia queimando assim como as bochechas corando de Anastasia quando ele a elogiava.

-Se voce diz ! a essa hora nao esta tendo aula,se a chamar talvez ela nao se irrite !-diz a cobra

   Tom Riddle se levanta e logo esta chamando por sua esposa,ele encarava o teto fixamente mas ao ouvir um barulho de aparataçao ele abaixa a cabeça mas ao contemplar a mulher a sua frente seus olhos se tornam mais vermelhos do que nunca e o sangue dele esquenta.

-Oque significa isso ?-pergunta mortalmente sem pensar

-Oque esta vendo !-diz dando de ombros e Tom parece cair na real e corre de encontro a mulher ele a olha de cima a baixo  a avaliando por completo que aquilo causa tedio a loira.-estou com o meu corpo inteiro apenas quebrei algumas costelas e torci o pe !-diz dando de ombro como se nao fosse nada 

-E VOCE ACHA ISSO POUCO ?-grita em furia,se perguntando como ela podia ser tao indiferente quando se tratava dela mesmo 

-NAO GRITE COMIGO !-rebate com raiva,como ele podia ser tao insuportavel 

-Anastasia,olhe o seu estado !-diz abaixando o tom 

-Magia Tom,magia ! se se esqueceu eu tambem sou uma bruxa !-diz estreitando os olhos 

-Quem fez isso ?-pergunta mortalmente frio,naquele momento ao ver o estado da esposa ele estava disposto a apresentar o inferno a pessoa responsavel por aquilo,sim ! ele apresentaria o inferno,e ele seria o proprio satanas !

-Eu ca..cai !-sim era uma desculpa pessima,nem mesmo uma criança de dois anos acreditaria naquilo

-De um penhasco ?-pergunta.-nao minta pra mim !-diz agarrando a mulher pelos braços.-quem fez isso ?-diz mortal 

-Me solte !-pede com cautela 

-Responda !-insiste

-Esta me machucando !-sim,ela mentiu,mas ao ouvir aquilo ele parece cair na real e solta a esposa 

-Voce nao deveria enfrentar ninguem !-diz apontando para ela.-pare com isso,nao faça isso nunca mais !-aquilo irritou a mulher

-VOCE NAO MANDA EM MIM !-grita em odio 

-EU SOU SEU MARIDO !-rebate com raiva 

-MESMO ASSIM ! OLHE O MEU ESTADO !-diz apontando para si mesma.-NAO ME FAÇA SENTIR-ME PIOR DO QUE JA ESTOU !-diz e começa a fungar enquanto piscava freneticamente tentando espantar as lagrimas,mas Tom nao era idiota ele podia ver os marejados olhos da mulher e ele sem pensar duas vezes a abraça e ela para a surpresa dele retribui.

Ela o fez por que o amava ? oh nao ! ela apenas precisava de conforto e tinha ele ali para dar 

-Me perdoe meu Raio de Sol !-diz ele apertando os olhos com força ao ver os cacos de vidro na cabeça da esposa,como ele era mais alto que ela podia ter uma boa visao do couro cabeludo coberto por feridas,sangue e vidro.

Ela podia ter machucados por seu corpo mas ele ao ve-la daquela maneira tinha feridas em seu coraçao 

    Ele da um delicado beijo na testa da esposa e a pega no colo como uma noiva a fazendo dar um gritinho de surpresa,ele entao abre a porta do banheiro revelando um belo banheiro em tons escuros muito bem decorado,tudo naquela casa tinha tons escuros e havia sido decorado por Anastasia.

       Tom coloca a mulher sentada sobre uma cadeira que ele conjura e com um movimento de varinha a banheira ja estava cheia com agua limpa e quente para relaxar,a garota cora ao perceber oque ia acontecer.

-Nao vai sair ?-pergunta 

-Eu vou lhe ajudar !-suspira 

-Eu posso me virar !-tenta a garota

-Nao a nada que eu nao tenha visto !-diz safado e a garota cora mais ainda causando um sorriso de canto no Lord.-e voce esta muito machucada !

   Anastasia suspira em nervosismo,Tom se aproxima calmamente dela e ela abaixa o olhar ele levanta as maos ate os botoes da blusa que um dia fora branca e de todos os dez botoes apenas seis estavam fechados ele vai abrindo lentamente ele tira a blusa e a deixa de lado e ele pode ver todos os cortes profundos e outros de raspoes a quantidade absurda de sangue que escorria deles e os cacos de vidros em alguns cortes os hematomas vermelhos,roxos,lilas,pretos por cima dos seios dela estavam cortes leves mas nao eram poucos,para Tom a unica coisa boa ali era ver que o espartilho havia protegido ela de algo maior.

-Espartilhos ate hoje ?-ele perguntava com o coraçao apertado sabia que o unico motivo dela usar aquilo era do trauma que ela tinha da noite em que a familia dela fora executada 

-Uhum !-confirma constrangida sem olha-lo pela vergonha ela suspira e se levanta da cadeira e se vira de costas para Tom,aquilo era um pedido para que ele desfizesse os inumeros amarres do espartilho,ele podia fazer com magia mas podia ferir ainda mais a pele da garota,ele entao leva as maos ate o no e o desfaz e vai fazendo um por um ate que tira e Anastasia mesmo de costas leva as maos rapidamente para cobrir os seios,Tom podia ver que mesmo com o uso espartilho havia alguns cortes nas costas de Anastasia ele toca delicadamente as costas dela.

-Ai !-solta um gemido de dor por causa das costelas quebradas e Tom rapidamente afasta a mao 

-Desculpe !-pede

-Esta tudo bem !-diz com a voz falha 

    Ele entao vira a garota que estava corada como um pimentao com os braços sobre os seios medios,aquela cena fez Tom dar um sorriso de canto pelo constrangimento da garota,ele se abaixa lentamente com o olhar fixo com o da mulher ele entao fica de joelhos na  frente dela ele coloca as maos na saia com a intençao de abaixa-la mas Anastasia interrompe.

-Eu continuo sozinha daqui !-diz constrangida 

-Ja começamos ! vamos terminar !-diz seguro 

-Tom !-adverte nervosa

-Nao se preocupe eu nao tentaria nada contra voce !-diz calmamente 

   Finalmente entao ele puxa com lentidao a saia dela para baixo que logo coloca a saia com o espartilho e a blusa,ele entao tira a ultima peça de roupa e se levanta e olha a esposa ela era perfeita ! nao havia quem negasse ! seios medios,uma barriga lisa,baixa,sem um pelo sequer......hum perfeita ! se nao fossem pelos machucados ele nao se aguentaria.mas todo o desejo dele acabava ao ver os machucados dela,mas quando ele pegasse quem fez aquilo..................

   Ele entao novamente a pega no colo como uma noiva sem se importar com o sangue que manchava suas roupas.

-Por que ?-pergunta 

-Por que eu te amo ! e por que voce disse que torceu o pe !-ele diz e ela da um timido sorriso de canto 

    Nao demora muito e logo depois que ele a colocou delicadamente na banheira a agua cristalina ficou vernelha quase negra pela grande quantidade de sangue com um movimento de varinha a agua e trocada e volta a ficar cristalina,Anastasia começa a se esfregar tirando o sangue seco de seu corpo enquanto Tom a observava atentamente,ele observava preocupado o jeito que ela arrancava os vidros de sua pele sem o menor cuidado tirava como se fosse po,como um mero nada,nem parecia machuca-la.

-Esse sangue e a Hemofilia ?-pergunta ele sobre a doença que a esposa tinha 

-Sim !-diz sem olha-lo 

   Ela continuava se esfregando ate a agua voltar a ficar vermelha e Tom a trocar novamente apos acabar a parte da frente Anastasia encabulada pergunta.

-Esfrega minhas costas ?-diz estendendo a esponja a ele que sorri,Anastasia se vira e ele delicadamente começa a limapr as costas da mulher com cuidado para nao irritar ainda mais a pele sensivel.

   Quando Anastasia esta quase pronta,ela levanta da banheira e Tom pode ver perfeitamente seu corpo fazendo a garota corar.

-Vai ficar me admirando ou curar os ferimentos ?-pergunta sem graça e Tom parece acordar 

-Oh sim !-ele ergue a varinha e vai recitando feitiços para os machucados da mulher que vao se fechando.-eles.......-ela o interrompe 

-Apenas irao fechar temporariamente por causa da Hemofilia,eu sei.-suspira com pesar 

   Anastasia depois de ter os ferimentos fechados ela volta a banheira e vai retirando os cacos de vidro de sua cabeça os que estavam soltos em seus cabelos e os que estavam firmemente ´presos em seu coro cabeludo,Tom assistia aquilo com o coraçao em frangalhos,ela puxava sem a minima cautela apenas os puxava e coloca-va de lado deixando mais sangue manchar seu cabelo loiro,apos tirar todos os pedaços de vidro,Tom lança o feitiço para que os cortes na cabeça da garota fechassem e logo depois ela lava seus cabelos tirando dali o sangue que saia aos montes.

Finalmente depois de horas de banho finalmente estava limpa. 

-Mas eu nao trouxe roupas !-diz enrolada na toalha fazendo Tom sorrir 

-Venha comigo !-ele diz e a mulher mesmo desconfiada o segue 

   Ele a leva ate o quarto que estavam as coisas dela,que ao ver olha tudo maravilhada,o quarto era em tons de branco e azul,as cores preferidas dela ! la estava muitas coisas dela,roupas,livros,joias e etc....ela optou por uma camisola branca com um robe ela com magia seca os cabelos e de frente para a penteadeira começa a pentear os cabelos sob o atento olhar de seu dedicado marido,antigamente ele adorava vela fazer as coisas,tudo que ela fazia sempre conseguia a total atençao dele,ela entao esbarra a mao em um frasco e o olha a escrita atentamente.

-Violette de Coty !-ela le a escrita do perfume com um pequeno sorriso adornando seus labios ela entao olha para Tom.-ate meu perfume voce tem !

-Seu cheiro e maravilhoso !-ele diz galante e ela cora 

(esse perfume existe de verdade e era o preferido da verdadeira Anastasia)

-E nossos filhos ?-pergunta sentando na cama do casal do quarto de Tom 

-Estao em casa  quer ve-los ?-pergunta Tom e Anastasia abaixa o olhar 

-E melhor nao !-suspira tristemente 

-Vamos dormir !-ele diz e se aconchega ao seu lugar na cama 

-Boa noite Tom !-diz Anastasia 

-Boa noite Meu Raio de Sol !-diz Tom 

    Logo os dois caem no sono,Tom Riddle dormia tranquilamente sonhando com o seu Raio de Sol mas acorda no meio da noite com gritos.

-AHHHHH ! AHHHH !-Tom acorda em um sobressalto com os gritos e com um movimento de varinha as luzes do quarto se acendem,ele via Anastasia gritando nao entendia o por que,mas ao olhar para baixo ve que a mulher estava em uma poça de sangue,as feridas haviam se abrido a magia nao era forte o suficiente para parar a Hemofilia e os cortes se abriram,ele so nao achava que aconteceria tao cedo ele volta a realidade e abraça a esposa que chorava espantada pelo susto.

-Shiiiiii ! shiiii,calma,calma meu amor !-dizia balançando ela de um lado para outro.-eu estou aqui e sempre estarei ! calma !-ele diz e a pega no colo e a leva ate o banheiro a coloca sobre a borda da banheira e com calma tira a camisola da mulher que tremia ele enche a banheira e começa a banhar a esposa apos terminar ele pergunta.

-Precisa fazer um encantamento ! onde esta sua varinha ?-ele pergunta 

-Umbridge a pegou !-ela diz

-Como......-pergunta em odio 

-Depois eu explico !-diz e suspira.-me empreste sua varinha !-ela pede em um sussuro e ele a estende para ela que começa a dizer o encantamento em Latim,dessa vez pelo menos os cortes iam cicatrizar por mais tempo,ele busca para ela uma camisola mas dessa vez preta e ela a coloca,logo depois dele trocar os lençois de cama eles voltam a dormir,mas dessa vez sem frustaçoes.

Ele dormiu bem por estar com o amor de sua vida 

Ela dormiu bem por estar sob os cuidados do Lord 

 

Continua.....................



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...