História O Mistério de Anastasia - Capítulo 81


Escrita por: ~

Postado
Categorias Anastasia, Harry Potter
Personagens Aberforth Dumbledore, Abraxas Malfoy, Alastor Moody, Alecto Carrow, Alice Longbottom, Alvo Dumbledore, Amycus Carrow, Anastasia, Andromeda Tonks, Angelina Johnson, Antonin Dolohov, Argo Filch, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Augustus Rookwood, Bartok, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cedrico Diggory, Cho Chang, Colin Creevey, Córmaco Mclaggen, Cornélio Fudge, Daphne Greengrass, Dimitri, Dino Thomas, Dobby, Dolores Umbridge, Draco Malfoy, Duda Dursley, Fenrir Greyback, Fílio Flitwick, Fleur Delacour, Fred Weasley, Gellert Grindelwald, Gilderoy Lockhart, Gina Weasley, Gregory Goyle, Grigori Rasputin, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Jorge Weasley, Katie Bell, Kingsley Shacklebolt, Lilá Brown, Lílian Evans, Lino Jordan, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Maria Feodorovna, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Mulciber, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Nymphadora Tonks, Padma Patil, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Pedro Pettigrew, Percy Weasley, Personagens Originais, Petunia Dursley, Pomona Sprout, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Quirinus Quirrell, Rabastan Lestrange, Remo Lupin, Rita Skeeter, Rodolfo Lestrange, Rolanda Hooch, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Severo Snape, Sibila Trelawney, Simas Finnigan, Sirius Black, Theodore Nott, Thorfinn Rowle, Tom Riddle Jr., Valter Dursley, Viktor Krum, Vincent Crabbe, Walburga Black, Walden Macnair, Yaxley
Tags Anastásia, Anastom, Czar, Czarina, Harry Potter, Maldição, Princesa, Romanov, Rússia
Exibições 72
Palavras 1.817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 81 - Oque nunca se tentou


    Os presentes ali podiam sentir o clima ficar ligeiramente frio,a tensao que havia pairado ali era incrivelmente desconfortante.

    Dolores Umbridge estava pasma mas ao mesmo tempo estava aterrorizada 

    Anastasia estava realmente furiosa,e aquilo nao era nada bom !

-Oque pensa que esta fazendo ?-a loira pergunta entre dentes apertando o braço da mulher e o torcendo,os presentes ali estavam temerosos com oque podia acontecer,sim ! ninguem gostava da sapa mas nao sabiam se Anastasia descontaria neles tambem.

-E..e..eu...-a mulher tentava inutilmente formular uma frase,mesmo que Anastasia nao a escutasse a mulher estava branca de medo

    Derrepente em meio a multidao sai Alvo Dumbledore,todos desviam atençao das duas para contemplar o diretor,menos a loira e a mulher que mantinha o olhar fixo uma na outra.

-Professora Minerva,poderia levar Sibila la para dentro ?-diz o diretor e para de andar,Minerva parece acordar do choque e vai ate Sibila,ao passar pelas duas,Anastasia solta Umbridge e olha para Minerva que a olhava confusa.

-O..obrigada Alvo !-agadeçe Sibila e logo e levada para fora dali,Anastasia vai para o lado para que o diretor falasse com a mulher

-Sera que devo lembrar-lhe que segundo o regularmento de educaçao numero vinte e tres promungado pelo ministro te.....-começa a mulher confiante,mas logo e cortada pelo diretor

-Tem o direito de despedir professores ! entretanto nao tem autoridade bani-los desse local ! e muito menos de agredi-los.-ele no começo dizia serio mas a ultima parte disse frio.-o poder de bani-los pertence ao diretor !-diz por fim,a mulher deu um falso sorriso mas estava se mordendo de raiva

-Por hora !-diz com raiva contida,e o diretor olha ao redor ele ia sair mas olha diretamente para Anastasia que fuzila-va a outra mulher com o olhar,Umbridge ao ver que o diretor olhava algo se vira e da de cara com Anastasia,a garota com sua mascara de frieza a passos lentos se aproxima da outra mulher e sussura em seu ouvido.

-Venha comigo !-diz e a mulher começa a andar lentamente a loira levanta o olhar e da de cara com o diretor mas ela ignora e vai atras de Umbridge.

   Pelos corredores Umbridge andava rapidamente mesmo Anastasia estando atras dela,ao chegarem na sala de Umbridge a mesma abre a porta com calma mas e empurrada com violencia para dentro e a porta e batida com força,a loira imprensa a sapa na parede segurando seu pescoço,mas ela logo solta por que mesmo com raiva precisava que a mulher falasse mesmo a causando ainda mais raiva.

-Milady eu po..posso.....-o dizer da mulher e interrompido por um violento tapa que acerta o seu rosto em cheio a fazendo perder o equilibrio e a levando ao chao,Anastasia a levanta a puxando pelos cabelos e a imprensa com ainda mais força na parede.

-Quantas vezes Dolores,quantas vezes eu lhe disse para nao me desobedecer,quantas !-aquilo nao era uma pergunta

-E..e..e..eu.....-a mulher apenas conseguia gaguejar estava em panico ate que sente uma forte dor no braço.-O Lord solicita a minha presença !-ela diz na esperança da garota a deixar em paz mas ela apenas se afasta e encara a outra com falsa tranquilidade 

-Otimo ! eu vou com voce !-diz e em menos de dois segundos a garota estava vestida como a Lady que era,o caracteristico vestido negro o cabelo bem arrumado,saltos e maquiada levemente,ela agarra o braço de Umbridge com força.

-Para onde ?-pergunta com a varinha passando perigosamente frente o rosto da outra

-Man...mansao Malfoy !-engole em seco e dali as duas aparatam 

    Os Comensais estavam reunidos o Lord e seus filhos tambem estavam ali,derrepente a porta e aberta e todos os olhares sao voltados para la,pela porta passam a cobra Iris causando medo e pavor as pessoas e atras a Lady das Trevas arrastando Dolores Umbridge pelos cabelos,a garota andava confiante e como se nada estivesse acontecendo ali,mas as pessoas olhavam espantados.

-Oque sera que ela fez ?-Alexandre murmura divertido a Ariana ao ver a mae arrastando Umbridge 

-Nao sei ! mas boa coisa nao deve ter sido !-murmura a mulher ao irmao 

-Desculpe pela minha demora !-diz largando Umbridge no chao,e se aproxima do marido.-espero nao ter perdido nada de importante !-diz ao marido que tinha um sorriso de canto ao contemplar a mulher

-O importante acaba de chegar ! e esta aqui na minha frente !-diz se referindo a esposa que ergue a sobrancelha 

   O Lord entao se vira para seus Comensais,que o olham atentamente menos Umbridge que encarava fixamente o chao

-Mas no diga ! oque Umbridge fez para chatea-la ?-pergunta o Lord 

-Hoje irei mostrar uma coisa aos seus lacaios !-diz a Lady e alguns grunhidos sao ouvidos,mas como eles eram covardes e nao suicidas nao iriao contradizer a Lady

-E oque seria ?-pergunta o Lord 

    Anastasia entao novamente se vira para os comensais que acompanhavam cada movimento da mulher atentamente 

-Mostrarei a voces oque acontece quando se contraria a sua Lady !-ela diz e em um segundo ela sem o uso da varinha conjura.-Crucio !

    A dor era angustiante,os gritos de Umbridge enchiam aquele Salao,Anastasia nao estava poupando força dessa vez,foram horas de tortura a base da maldiçao cruciatus,Anastasia parecia nao se cansar de torturar a mulher,logo a garota começa a usar outras maldiçoes de tortura ate que.......

-Destruccio !-diz com desdem e logo os gritos da mulher aumentao novamente Anastasia havia quebrado o nariz,um braço e uma perna da mulher e logo volta com a maldiçao cruciatus.

   Os comensais assistiam tudo atentamente,alguns se encolhiam mas todos tremiam de medo ate mesmo os mais sadicos e loucos como Bellatrix estavam com medo da sua Lady,com mais algum tempo de tortura finalmente parece que a sede de sangue de Anastasia se acaba e ela cessa a maldiçao.

-Isso e para que aprendam !-começa Anastasia.-eu apenas nao mato esse verme !-diz com desprezo.-por que ela e essencial para os planos tanto do Ministerio quanto de Hogwarts ! mas eu acabaria com ela e com qualquer um de voces ! voces sao mais do que substituiveis !-diz e dali ela desaparata deixando os comensais assustados e divertidos Tom,Alexandre,Ariana e Nagini.

   Ela ao entrar no Salao Principal pode escutar.............

-Sirius !-diz Potter e ele Hermione e Rony vao em direçao a lareira,depois de um tempo de conversa..........

-Oque ela pensa que vamos formar um exercito ?-pergunta Rony a Sirius

-Ela.....Anastasia !-diz Sirius na lareira e os outros se viram para ela 

-Ola Sirius !-diz Anastasia.-ja estou de saida !-diz a garota e sem se despedir sai dali em direçao o quarto das irmas 

-Anastasia !-diz Maria e os outros olham para a garota que acabara de chegar

-Ola !-diz se sentando em uma das camas

-Oque voce fez ?-pergunta Olga

-Em relaçao ?-pergunta a loira

-Umbridge !-diz a outra com tedio 

-Dei uma liçao nela,apenas isso !-diz dando de ombros 

-Voce a matou ?-pergunta Tatiana

-Tsc..e claro que nao ! pela audacia dela eu queria mas Tom precisa dela entao !-diz triste 

-Voce acha mesmo que fazer mal a ela e a soluçao ?-pergunta Alexei 

-Nao !-diz se levantando.-mas e um aviso para que ela nao cruse o meu caminho !-diz saindo daquele quarto em direçao a fora da Torre da Grifinoria.

    Ela andava despreocupadamente pelos corredores,segura de si,como se nada pudesse derruba-la,bem...na verdade ela era assim a todo momento,chovia fortemente ao lado de fora e o barulho da chuva a acalmava,ate que escuta passos atras de si e morde o labio marotamente.

-Nao deveria estar fora da cama a essa hora !-diz a voz arrastada e a garota se vira mesmo no escuro e apenas com a voz ela sabia quem era

-Realmente gosta de ficar na espreita,nao e mesmo ? Severo !-diz a loira se aproximando dele.-posso lhe chamar assim nao e mesmo ?-pergunta "inocentemente"

-Como quiser Milady !-murmura o homem 

-Nao e bom que conversemos aqui !-diz a loira.-podemos ir ate seus aposentos ?-pergunta

-Nao acho que seu mari.........-ele ia começar mas a garota o interrompe 

-Por favor ! Tom nao esta aqui ! e eu nao direi absolutamente nada !-diz confiante e o outro suspira derrotado 

-Me acompanhe entao !-diz e a loira o segue com um vitorioso sorriso adornando seus belos labios 

   Ao chegarem nos aposentos de Snape 

-Servida ?-pergunta estendendo uma taça de vinho para a Lady 

-Obrigada !-ela diz e logo Snape se serve 

-Ao que brindaremos ?-pergunta Snape

-Huumm.-começa a pensar a loira,e ao ter sua resposta estalar os dedos.-ao sofrimento de Dolores Umbridge !-diz com um belo sorriso sadico 

-Se a senhora diz !-diz Snape com respeito e os dois batem levemente as taças

   O vinho descia queimando,e aquela sensaçao era simplesmente explendida,como se nada mais chegasse ao pes daquela sensaçao.

-Isso me traz certa nostalgia !-diz a loira

-Se refere ao ano passado a qual fomos a cozinha no meio da noite para bebermos ?-arqueia a sobrancelha

-Sim ! sabe sinto falta daquele tempo !-suspira 

-Estava em apuros !-diz Snape confuso nao entendendo o do por que a saudade da garota

-Mas eu nao tinha o grande problema que tenho agora !

-Refere-se ao Lord ?-pergunta e a garota o olha e ele se da conta do que disse.-desculpe,isso nao e problema meu !-se desculpa de cabeça baixa mas Anastasia ergue a cabeça dele levantando pelo queixo o obrigando a encara-la.

-Nao se preocupe ! voce esta certo !-diz 

-Eu fiquei muito preocupado no dia em que voce chegou aqui toda machucada !-ele diz e ela da um meio sorriso divertida.-foi ele que fez aquilo a voce ?-ele pergunta receoso mas muito curioso

-Nao Tom nunca me machucaria ! aquilo foi apenas um desencontro da vida !-diz dando de ombros 

-Claro !-diz mesmo que contrariado

-Ainda esta chateado comigo ?-ela pergunta cabisbaixa

-Nao !-ele diz e ela o olha confusa.-eu entendo que nao teve escolhas e que nao fez por mal !-diz sincero 

-Vo...voce sentia algo por mim ?-indaga a loira,e por um momento deixa o mestre de poçoes sem palavras 

-Eu tinha um grande afeto.....-diz em um fio de voz

-Nao tem mais ?-pergunta triste

-Agora a minha admiriçao apenas aumentou !-ele diz 

-Entendo......tenho que ir ate mais professor !-diz a garota mas antes de ir ela suspira e pensa

-Eu nao vou aguentar !

   Ela rapidamente se aproxima de Snape e na ponta dos pes da um beijo no canto dos labios do mestre de poçoes ela lentamente se afasta e das as costas a ele e antes de sair pela porta ela sem se virar diz a ele.

-Boa noite !-diz e sai dali batendo a porta delicadamente

-Boa noite Raio de Sol !-murmura ele tocando o canto dos labios 

O ultimo pensamento de Anastasia naquela noite foi 

-Ah Severo ! voce nao sabe quantos sorrisos eu ja dei so de pensar em voce !-murmurou para si mesma ate cair no sono.

Eles podiam considerar o amor deles impossivel !

Mas ja dizia o ditado.......

"O impossivel 

E quase sempre

O que nunca se tentou"

 

Continua......

 

Comentem...........

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...