História O mistério de Park Daniel (Jikook, Namjin, Taeyoonseok) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bts, Jikook, Namjin, Taeyoonseok, Vhope
Exibições 10
Palavras 788
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Achooo, que ficou um pouquinho melhor kkkk

Capítulo 2 - Estrangulamento


    (Park Jimin Pov's) 


Nunca pensei que teria que passar por uma situação dessas, sentado na poltrona da sala com meu marido e os pais dele ao lado esperando a polícia chegar 


Já estou mais calmo desde o incidente na praia, mas só de pensar que nunca mais vou ver meu Danny, meu filho.. meu coração se aprta e tudo em mim.. dói 


Batidas na porta, foi tudo que eu ouvi até Jeon se levantar e ir abrir, deixando entrar então, Seokjin, meu cunhado e um cara que eu nunca vi


Eles se sentaram de frente pra nós e o cara começou a falar 


-Muito prazer, meu nome é Kim namjoon eu sou o novo chefe de investigação criminal e esse ao meu lado é Kim Seokjin, que vocês já conhecem... 


-Olá - minha sogra tentou parecer simpática 


-Estamos aqui por que hoje pela manhã foi encontrado as margens da água, na praia o corpo de um garoto.. 


-É o Daniel não é? -o corto- É meu filho 


-Amor, se acalme -Jeon fazia de tudo pra me acalantar e nada- Deixe ele falar Jimin 


Eu me calei e apenas escutei o que eu mais temia 


-Pressentimos que o corpo, Seja de Park Daniel 


Eu apenas me permiti chorar, nos braços de Jeon... meu filho.. meu único filho 


-Mesmo com Seokjin na equipe, gostaríamos de saber.. Se algum familiar gostaria de ir identificar o corpo 


-Eu Vou - Jungkook se manifestou- 


-Seokjin vai te acompanhar até o local, voltaremos mais tarde para a interrogação 


-Vamos irmaozinho - Eu vi Jeon se levantar e sair com seu irmão, aquilo não podia ser real.. Não mesmo 


(Jeon Jungkook Pov's) 

Ao entrar naquele local.. tudo que eu queria era que fosse tudo uma mentira, meu filho ali, estirado naquela maca.. me faz querer desistir totalmente da vida 


-Sabe Jin, antes da gente chegar aqui.. eu queria mesmo que isso fosse um engano...um sonho, não sei -falo com lágrimas nos olhos, meu irmão apenas me observava de longe- Eu posso toca-lo? 


-Infelizmente não.  


-Tudo bem... posso falar com ele. Né? 


-Va em frente.. -ele diz com um tom de tristeza na voz- 


Eu entrei naquela sala.. e observei meu filho ali, queria que ele levantasse e me dissesse que está tudo bem 


-Oi garoto, meu garoto.. o que aconteceu hein Daniel? -suspiro- Eu não estava lá né? Não pude te ajudar.. de novo, está tudo tão confuso querido.. foi tudo tão derrepente, meu menino prodígio, meu único filho -lágrimas já escorriam dos meus olhos- Poxa Danny, Me desculpa mesmo.. por não ser o pai que você sempre quis, desde que eu e Jiminnie te pegamos no orfanato eu deveria ter ficado mais com vocês. Eu nunca is saber né? Que isso ia acontecer, mas por que? Por que você? Por que agora, eu te amo tanto filho... tanto, tanto -A essa altura eu já chorava rios de lágrimas, as palavras nem saiam mais- 


-Jungkook, precisamis ir... o perícia veio ver o corpo- Jin disse eu apenas balancei a cabeça saindo dali em seguida- Quer dar uma volta na praça? Tomar um ar antes de falar com o Jiminnie? 


-Pode ser... -falo sem interesse e ele passo o braço pelo meu pescoço, caminhamos assim.. um pouco 

(Kim Seokjin Pov's) 


-Enquanto esteve fora a perícia ligou - Namjoon disse me entregando um copo de café, que eu aceitei em silêncio 


-Já? - o olho confuso, geralmente demoravam horas- 


-Sim Sim, pelo visto ele não se matou, mas sim foi estrangulado e depois jogado lá, entre as 04:00 e as 06:00 -ele diz calmamente- 


-Assassinato 


-Estrangulamento* -ele me corrige terminando seu café


- Da pra ser menos grosseiro? Era me sobrinho sabia? 


-Estou apenas entregando os fatos Seokjin! 


-Aigoo cara tanto faz, por que não some da minha vida? Volta pro mar oferenda 

-Vamos trabalhar muito tempo Juntos, Seokjin.. tem que parar de me odiar 


-Seokjin, Seokjin por que me chama desse jeito? Me chame apenas de Jin, inferno 


-Jin? 


-Sim!? 


-uhmm, Não não 


(Min Yoongi Pov's) 


- Eu enviei a matéria pra eles e mesmo assim não fui aceito TaeTae 


-Não fique assim, Suga -ele pousa as mãos sobre meus ombros simulando uma massagem- Você é um jornalista de respeito, vão te aceitar em alguma... E olha só, fiquei sabendo que seu tio Jin ta trabalhando no caso que teve na praia, vá fundo, faça ele soltar algo 


- Que história é essa de ir fundo e soltar algo? -Hoseok diz entrando na sala rindo- 


-hahaha engraçadinho, e mesmo assim taehyung, Jinnie é um cara sério, não vai querer dizer nada pra imprensa 


-Pelo menos tenta... Você é sobrinho dele cara - Tae ri- e ele ta no caso, descubra pelo menos o que aconteceu e com quem! 






Notas Finais


Se ficou um bosta xinguem minha amiga Jullya.. ela que escreveu esse :v kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...