História O Motivo Que Me Faz Sorrir...... ~Jikook~ - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~Didiyaoi

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 49
Palavras 1.373
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção Científica, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mas um capítulo pra Voceis

Sem enrolaçao

boa leitura

Capítulo 5 - Some da minha vida JeonKook


Fanfic / Fanfiction O Motivo Que Me Faz Sorrir...... ~Jikook~ - Capítulo 5 - Some da minha vida JeonKook

CAP 5:

 P.O.V Jimin 

 Acordei com o meu celular tocando o despertador, e com um pouco de dor devido a noite passada, olhei para o kook que ainda estava dormindo era incrível ele era tão fofinho parecia até um coelhinho, desci as escadas com a intenção de preparar um café da manhã para nos dois. Desci as escadas e vi um bilhete da minha Omma na mesa, o peguei e comecei a ler

 - " Filho, eu vou ter que ir viajar por conta do trabalho, e seu Appa só chega mês que vem em casa, enquanto eu estiver fora traga quem quiser para casa, ok?? Mas juízo. Espero que a noite com aquele menino tenha sido boa, eu não conseguir dormir direito com os gemidos, imagino como você deve estar, hihihihihi... 

 Beijos da Omma"

 Não vou mentir, quando li aquilo o meu rosto ficou rosado. Eu estava quase terminando o café quando o kook apareceu nas escadas 

 - Oi amorzinho

 Jk - Amorzinho? - Ele disse com uma cara de desentendido. 

 - Sim algum problema de eu te chamar assim?

 Jk -prefiro que me chame de no máximo kookie, não temos tanta intimidade assim

- Nossa, tu só pode estar brincando com a minha cara, como assim depois de ontem não é intimidade suficiente? - Falei já perdendo a cabeça

 Jk - AFF Jimin. Foi só uma noite nada de mais... - Falou ele se vira do ao prato cheio de panquecas que EU fiz.

 - NADA DE MAIS?! SERIO?! TÔ ESPERANDO APARECER O SÍLVIO SANTOS FALANDO QUE É PEGADINHA. 

 Jk- Cara, não tenta deixar engraçado, tá ficando chato, e só foi uma noite e ponto. Dá para aceitar isso? 

 - VAI SE FUDER (não literalmente) VOCÊ ME USA E DEPOIS TACA O FODA-SE PARA MIM?! 

 JK- MANO PARA DE RECLAMAR. NÃO É MINHA CULPA QUE TU DECIDIU DAR A RABA PRA MIM.

 - O problema não é esse. Você poderia ter sido menos grosso que eu até entenderia... - Parei de gritar e deixei uma lágrima escapar.

 Jk- Ai gente a princesinha vai chorar, que dó. Eu nao caio nessa Jimin. 

 - FALOU O QUE IA SE MATAR PORQUE O PAPAI NÃO QUIS PAGAR A FACULDADE, E EU QUE SOU O DRAMÁTICO? - Voltei a gritar com ele. 

 Jk- Você sabe que são assunto diferentes Jimin. - Voltou a comer as panquecas 

 - NÃO ME CHAMA DE JIMIN PARA VOCÊ É PARK JIMIN, E DIGO MAIS EU DEVIA TER DESCONFIADO TAVA TUDO MUITO BOM DE MAIS PARA SER VERDADE. NÃO PODIA SER BONITO E CAVALHEIRO AO MESMO TEMPO. 

 JK - MANO TU RECLAMA DE MIM MAIS VOCÊ NÃO PASSOU PELO O QUE EU PASSEI SENHOR PARK JIMIN. 

 - SE VOCÊ PODE MANDAR O FODA-SE EU TAMBÉM FAÇO ISSO. ME ARREPENDO DE TER DEIXADO VOCÊ ENTRAR NA MINHA CASA. 

 Jk -Me expulsa então... Ou melhor deixa que eu vou embora sozinho. 

 - Boa ideia. Vou te expulsar e te pagar um táxi que vai direto pra PUTA QUE PARIU, anda até lá pega todo o seu orgulho enfia no meio do seu orifício anal e roda. 

 Jk - Desculpa aí, se quem enfia coisa alheia no cú é você. 

 - VAI EMBORA JEON JUNGKOOK. PEGA AS SUAS COISAS E SOME DAQUI. SAI POR ESSA PORTA E SOME DA MINHA VIDA

 P.O.V Jeon Jungkook 

 Peguei minha mochila e sai pela porta a batendo bem forte onde até eu mesmo me assustei com a força da batida, eu simplesmente sai andando sem rumo algum, lágrimas escorriam, eu nao sabia o que estava acontecendo, eu não sabia o que eu estava sentindo eu só não estava feliz com aquilo, ao mesmo tempo que eu queria voltar e abraçar o Jimin, eu queria soca-lo e isso me deixava confuso e com algum sentimento que eu não sei identificar... 

 - QUE COISA CONFUSA - Grito no meio da rua e alguns olhares são dirigidos a mim, mas eu simplesmente os ignoro e continuo indo a lugar nenhum. 

                           ~~ QUEBRA DE TEMPO~~ 

 Já era de noite e eu ainda estava andando sem rumo nenhum, quando vejo um bar barato, que cada bebida custava R$ 2,00, já que tinha R$ 20,00 e não tinha como alugar um quarto por vinte reais, resolvi beber... 

 Quando já estava no 8° copo, já estava fora de mim, já que não era muito acostumado a beber. Sinto alguém se aproximar e sentar do meu lado 

 xXx - E aí cara, parece que você não tá muito bem. Deixa que eu te ajudo. - Diz ele com malicia na voz, logo ele se levanta e pegando no meu braço, para "me ajudar" a levantar, mas tirei rápido o meu braço das mãos daquele homem 

- Quem você pensa que é para sair pegando nos outros assim?! - Falei um pouco alterado. 

 xXx - Eu queria que fosse do jeito fácil mas você complica as coisa como sempre Kook - Quando ele disse isso veio a minha cabeça uma imagem que eu queria ter esquecido para sempre 

 - Você é o... - Não consigo nem terminar a frase e já sinto o meu braço sendo puxado por aquele cara. Não acredito que era ele, uma assombração do meu passado tinha voltado. Quando sinto as minhas costas serem batidas contra a parede de um beco que ficava perto do bar, foi quando... 

P.O.V Jimin 

 *Essa é a visão do Jimin, quando o Kook tinha acabado de sair da casa dele* 

 Assim que o Kook saiu eu me desabei em lágrimas, os únicos pensamentos que vinham na minha cabeça eram "Eu fui usado...", "Como pude me deixar ser usado assim de novo?", com esses pensamentos ficou muito difícil parar de chorar, então liguei para o Jin, já que ele era como uma segunda Omma para mim.

 - Jin... Eu preciso... De ajuda - Falei com alguns soluços no meio, mas acho que Jin entendeu, porque assim que disse "ajuda" ele desligou o telefone. Tinham se passado uns 5 minutos e o Jin já estava na porta da minha casa, já que morávamos perto um do outro, quando ele viu o meu rosto e olhos inchados de tanto chorar, veio até mim e me abraçou, me confortando bastante, eu só me permitia chorar na frente do Jin porque, como eu já disse, ele é como uma segunda Omma para mim e para os outros meninos.

 - Calma Jimin. Conta para mim o que aconteceu. - Disse ele enquanto me afasta do seu abraço, e enxugando minhas lágrimas. 

 - Eu m-me deix-xei se-er u-usado d-e no-ovo. - Falei com alguns soluços e lágrimas no meio, Jin me olhou com uma cara triste e voltou a me abraçar.                                                 ~~QUEBRA DE TEMPO~~ 

 Já era de noite, e eu finalmente parai de chorar depois de um tempo, e Jin disse que ia fazer uma sopa para mim. Fiquei na sala esperando a sopa ficar pronta, quando ouço a campainha tocar, vou até a porta para ver quem é, e tenho uma surpresa... Era o meu ex-namorado! 

 - O que você quer aqui? Como conseguiu o meu endereço? 

xXx - Jimin, eu estou aqui para me desculpar com você. Eu sinto a sua falta, por favor volta para mim Jiminnie. 

- Ele diz dando um paço para dentro da minha casa. - VOCÊ NÃO TEM DIREITO DE ME CHAMAR ASSIM!! O ÚNICO QUE PODE ME CHAMAR ASSIM É O KOO... - Parei quando percebi o que ía dizer. 

 - O único que pode te chamar assim é aquele tal de Jungkook? Não se preocupe já cuidei dele para você. NADA vai atrapalhar o nosso amor Minn... - 

Antes que ele pudesse terminar a frase, eu peguei as chaves do meu carro e fui atrás do Kookei o mais rápido possível

 - O que ele fez com o MEU Kookei, ele pode até ter me usado mas não sei por que eu consegui perdoar ele, não consegui perdoar o meu ex, mas consigo perdoar alguém que eu acabo de conhecer? Acho que é isso que chamam de amor a primeira vista - Pensei já saindo com o carro, e vejo Jin empurrando o meu ex para fora da minha casa

 - Eu vou te salvar Kookei. Por favor me espere! - Falei para mim mesmo.


Notas Finais


Vão ficar na curiosidade lalalala

Bejin na nadega direita e xaaauuuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...