História O Mundo Às Avessas - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega, Once Upon a Time
Personagens David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Príncipe James, Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho)
Tags Aladdin, Alice, Branca De Neve, Capitão Gancho, Captaincharming, Chapeuzinho Vermelho, Conto De Fadas, Emma Swan, Frozen, Henry Mills, Malévola, Mitologia Grega, Mulan, Once Upon A Time, Ouat, Ouatiw, Rainha Má, Regina Mills, Robin Hood, Rumplestiltskin, Swanqueen, Wonderland, Zelena
Exibições 43
Palavras 1.069
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


Oiin queridos leitores! Mais uma vez peço desculpas pela demora, mas as férias estão aí então vai dar mais tempo de escrever. Bom é isso, boa leitura!!!!

Capítulo 25 - Escuridão


Fanfic / Fanfiction O Mundo Às Avessas - Capítulo 25 - Escuridão

Regina
 

Fazia meia hora que tentava retirar as pedras de frente da entrada da gruta. Já estava exausta e não tinha mais força pra fazer bolas de fogo. Até que ouço alguém me chamando, me viro em direção ao mar e vejo Ariel, junto de Mulan e Ruby. Não penso duas vezes e corro até elas, dou um grande abraço em Ruby (quase fazendo ela cair) e outro em Mulan e Ariel.

-Pensamos que vocês estavam mortas! O que aconteceu? Ariel o que faz aqui? Onde vocês estavam? Como vieram parar aqui? Venham, preciso da ajuda de vocês!- disse e as arrastei até a gruta- me ajudem a tirar essas pedras!

 

- Última camada, garotas!

- Se as bolas de fogo resolvessem...

- Me ajudem a empurrar essa grande!

Todas as pedras da frente estavam jogadas pro lado, menos as maiores que deixamos mais encostadas, daí tivemos que empurra-las para mover a principal. Empurramos com toda pouca força que nos restava e a pedra lentamente foi abrindo espaço.

- Mãe!

- Regina! - Daniel respondeu

- Daniel! - gritei e corri pra dentro desesperada deixando as meninas terminarem de tirar as pedras.

- Regina, estão todos...

- Desmaiados, estão desmaiados - o levantei pelo tronco e o abracei bem forte. A luz tinha entrado então pude ver como a situação tinha sido bem feia. Daniel estava todo cortado, com sangue correndo por sua camisa, e sua pele suja como se tivesse sido enterrado. O deixei sob os cuidados de Ariel e fui ver os outros. Todos iguais ao Daniel, sujos e sangrando. Mas Rumple era o pior de todos. Eu pensei em mandar uma daquelas cartas pra Zelena, então me lembrei que tinha um pedaço do papel em meu bolso, escrevi "socorro" e mandei para minha irmã. Voltei e vi que Emma chorou um pouco quando viu que Ruby e Mulan estavam vivas. Ela não havia demonstrado antes, mas eu sabia que estava preocupada.
 

- Regina, - Ariel chamou - estava pensando em leva-los ao mar para poder limpa-los e nada melhor que o mar pra recuperar as energias. Aproveito e lhe conto conto tudo.

- Boa ideia! Vamos fazer isso.

Eu pendurei Emma em mim. Mulan pegou minha mãe, Ruby pegou James e ela e eu pegamos Daniel juntas. Quase encostando na água, apoiei todos no chão e lá ponta da gruta Zelena, Robin, Hook e David apareceram correndo. David não sabia se chorava por Emma ou ter encontrado Ruby e Mulan. Com o bonde fechado cada um foi ajudando o outro a cuidar dos trevosos, Rumple foi quem deu mais trabalho. Ele ainda estava apagado, respirando beeeem fraco.
 

- É a escuridão dele - minha mãe disse

- Não entendi.

- Ele tem muita escuridão corroendo por todo corpo. Ele não vai aguentar.

- E não tem como tirar essa escuridão?

- Bom só se alguém pegar parte da escuridão dele. Alguém aqui quer a escuridão dele?

* * *

- Tudo pronto? - perguntei

- Ainda dá tempo de mudar de ideia- disse Emma.

- Ele não vai durar todo esse tempo- retrucou minha mãe.

- Se esses fios estourarem minha cabeça, eu volto do submundo pra estourar a de vocês.

- Calmaaa, você não vai morrer. Vamos controlar a quantidade.

- Estou ficando um tanto ansiosa. Liguem logo isso.

Eles deram espaço e Emma me deu um beijo. David ligou os aparelhos e eu senti um choque enorme invadindo minha cabeça e tomando meu corpo.
 

Abri os olhos e percebi que não estava mais com os trevosos. Estava deitada em uma barraca de palha. Aos poucos fui retomando minha consciência e me levantei.
 

- Regina! Você acordou! Como está?

- Uma dor de cabeça como se fosse uma resseca bem forte e formigamento por todo o corpo. Como foi?

- Bem...

- Killian, me diga a verdade!

Nesse momento Zelena, Robin, David, Emma, Henry, David e Cora chegaram

- Você está com metade da escuridão dele, querida. Por um momento achei que ia te perder, mas você é forte.

- Então está tudo bem?

- Fora toda escuridão, está sim.

As dores e uma pressão, talvez raiva estavam borbulhando dentro de mim.

- Eu preciso tomar um ar.

- Só não tente nenhuma magia por favor, querida. Não quero acordar nada aí.

Acenei com a cabeça mas antes de sair eu dei um beijo no meu filho. Deu pra sentir o receio deles, mas não olhei para trás. Fui direto para mar.

-Regina? Podemos conversar agora?- disse Ariel.

-Claro!- disse tentando controlar a minha respiração e me manter calma para que nada de ruim aconteça.

-Sei que você deve estar confusa e se perguntando o que está acontecendo... Bom, vou direto ao ponto. Encontrei Mulan e Ruby perto de um mar de Wonderland e pelo que as sereias tinham dito, vocês haviam aparecido por lá. Sendo assim pensei que rapta-las poderia chantagear o crocodilo a dizer onde está meu querido Éric. Então com a ajuda das sereias consegui achar vocês - abri a boca pra dizer alguma coisa mas ela continuou- sei que foi idiota da minha parte fazer isso, deixei todos vocês preocupados, mas vou fazer de tudo para recuperar meu amado! Só estou esperando Rumple acordar pra eu falar com ele. Agora suas amigas estão bem.

Eu estava confusa, não sabia o que dizer. Por um lado eu a entendia mas ela não deveria ter raptado nossas amigas! Tive vontade de ir lá e arrancar aqueles fios vermelhos. Vendo que estava ficando exaltada contei até dez e respirei fundo.

-Mas por que diabos Rumple saberia onde Éric está?

-Ele tem magia! Poderia muito bem agitar suas mãos e ver- ela olhou em direção onde os outros estavam- Parece que ele acordou, vou até lá. Até mais, Regina- disse e saiu com seus cabelos vermelhos balançando com o vento.
 

Fiquei observando as ondas mornas cobriam meus pés e se afastavam, cobriam e se afastavam... Eu não estava pensando em nada naquele momento. Só senti a areia nos pés e a água os cobrindo. Estava em pé de braços cruzados pra evitar qualquer acidente. De olhos fechados e respirando fundo, tentava me desligar de tudo.
 

- Ora se o mar não trouxe essa sereia maravilhosa, Regina! Como vai?

- Úrsula? É você?! -Corri para o mar em direção a ela e demos um abraço bem longo e demorado. Como era bom reencontrar minha velha amiga!


Notas Finais


E aí gente?? Gostaram? Saudades de quando vocês comentavam aqui.
Regina com a escuridão do Rumple... O que será que vai acontecer hein??
Ursuleta meu amooor!
Bom é isso. Comenteeem!
Beijinhos :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...