História O mundo dos meus sonhos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Exibições 17
Palavras 1.196
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoas que vão ler está fanfic, é a primeira vez que escrevo uma e eu pensei muitoooo antes de escrever. Espero que vcs gostem.

Capítulo 1 - O Início


[ Himawari ]

Estou no avião já faz algumas horas, e aproveitei este tempo para treinar meu francês (ainda bem que aprendo rápido)*faço uma cara de aliviada*

Finalmente cheguei no aeroporto. Algumas pessoas ficaram me olhando, deve ser por causa dos meus olhos que são roxos com rosa e quem prestasse atenção neles poderia ver que eu tenho uma marca de nascença que se parece com um coração contornado por pedrinhas amarelas.
Finalmente sai do aeroporto e fui de encontro com um imobiliário com quem tinha alugado uma casa. A casa era enorme, quando passava pela porta tinha o piso elevado onde se via a sala de estar, a cozinha, a sala de jantar e uma escada que dava para o segundo andar onde tinha um quarto, ou seja, onde eu dormiria.
Depois de conversamos sobre o aluguel e outras coisas da casa, ele foi embora e eu fui arrumar minhas coisas, como não tenho muita coisa foi bem rápida a arrumação. Como tenho muita curiosidade sobre os países que vou, amanhã irei procurar um colégio para estudar e algum lugar para trabalhar (não posso ficar sem trabalho, pois estou sozinha, e tenho minhas obrigações).

{ No dia seguinte }

Andando por Paris encontrei o colégio Françoise Dupont que era onde estudaria e parece que as aulas já iam começar quando vi um garoto de cabelos loiros correndo até a escola, quando ele foi atravessar a rua um carro veio na direção dele e com certeza iria acerta-lo, sem pensar duas vezes, sai correndo na direção dele e o empurrei para a calçada. O carro passou direto sem se importar com o garoto ou comigo.

[ Adrien ]

Acordei com Nathalie batendo na porta com certa violência e gritando.
   -ADRIEN, ESTA ATRASADO, O  CARRO QUEBROU E O GORILA NÃO VAI PODER TE LEVAR, ADRIEN.

Meu Deus, quando ouvi que estava atrasado, eu pulei da cama, tomei uma ducha rápida e sai em disparada. Quando estava atravessando a rua senti um empurrão, assim que abri os olhos vi uma garota deitada em cima de mim, ela se levantou e estendeu a mão para me ajudar a levantar.

    - Você deveria ter mais cuidado- ela disse com um sorriso gentil e verdadeiro.
    - Desculpa eu estava tão preocupado de chegar atrasado que.. - eu parei no mesmo momento- EU AINDA ESTOU ATRASADO, DESCULPA TENHO QUE IR.
E sai correndo e ouvi ela disser.
     - Tchau

Quando entrei na sala e a Senhorita Bustiê não estava. Disse oi para Alya e Marinette e sentei do lado de Nino e contei para ele o que tinha acontecido
     - Cara você tá bem mesmo? - ele me olha com um olhar de preocupado.
    - Sim, se não fosse aquela garota eu poderia não estar. - quando eu disse isso eu me lembrei que não tinha agradecido, será que eu terei a oportunidade de agradecer ela algum dia?

Fui tirado de meus pensamentos quando a Senhorita Bustiê entrou na sala e começou a falar.
      - Alunos hoje teremos uma aluna nova aqui na sala. Pode entrar.

Quando olho para a porta vejo ninguém menos que a garota que tinha me salvado. Assim que ela entrou pude perceber que ela tinha castanhos e longos cabelos que ia até a sua cintura, seus olhos eram roxos com rosa e tinha o que parecia ser uma marca de coração dentro do olho.
Sai de meus pensamentos quando ela começou a falar
       - Muito prazer em conhecer vocês. Meu nome é Himawari, eu vim de uma pequena vila no interior do Japão e vou estudar aqui por alguns meses.

[ Himawari ]

Depois de ajudar o loiro, eu fui até a diretoria para falar com o diretor e ver se eu poderia começar hoje. Eu conversei com ele e Senhorita Bustiê, que seria minha professora. Ele aprovou e pediu para Senhorita Bustiê me levar até a sala de aula.
Fiquei do lado de fora esperando ela me chamar. Quando entrei vi o loiro que eu tinha salvado, me apresentei para a classe e Senhorita Bustiê disse.
     - Você pode se sentar lá atrás do lado do Nathanaël. - apontou para um ruivo que estava na última carteira e começou a dar aula.

Quando me sentei do lado dele vi que ele estava desenhando.
     - Nossa você desenha muito bem.- disse.
Ele quase pulou da cadeira de tanto susto.
     - Qu..quem é você?- ele perguntou ainda com cara de susto.
     - Acho que você não estava prestando muita atenção, não é?- dei um sorriso gentil e continuei - Bem, eu só Himawari e sou a aluna nova.
     - Eu sou Nathanaël.- diz ele um pouco envergonhado.
     - O que você esta desenhando?
     - Uma fênix, como a professora estava demorando decidi desenhar.
     - Nossa ficou muito linda.

A aula passou normal. Na hora do intervalo várias pessoas da sala vieram me conhecer. E uma delas era uma garota morena com cabelos castanhos e encaracolados, ela me fez várias perguntas.
      - Você veio mesmo do Japão? Como você consegue falar tão bem o  francês? Seus olhos são bem diferentes, você usa lentes de contato? O que é isso no olho esquerdo?  - foi aí que uma garota de cabelos azuis que estava do lado dela deu um beliscão no braço da morena. E a morena olhou pra ela - Ai, que foi? Perguntar não ofende.

Dei uma risadinha com isso e respondi.
      - Vamos ver se consigo responder na ordem. Sim eu sou do Japão, eu treinei bastante o francês enquanto estava no avião, não é lente de contato é meu olho mesmo e "isso" no meu olhos esquerdo é uma marca de nascença. Mas alguma pergunta?- sorri.
       -Só mais uma. Você já ouviu falar de Lady Bug e Chat Noir?
       - Pra falar a verdade não.
       - O QUE? ISSO É UM CRIME. QUEM NÃO CONHECE OS HERÓIS DE PÁRIS?
       - Bem, eu cheguei ontem. Então ainda não sei muito da cidade.- disse um pouco tímida.

Ela então me contou que eram os heróis de Páris,  disse que seu nome era Alya e me apresentou para seus amigos.
       - Esta aqui que me beliscou e que ainda esta doendo, é a Marinette. Este de boné e fone é o Nino. E este loiro que tem cara de modelo, e que é, é o Adrien. - Nesse momento o Adrien parecia que ia falar comigo, mas o sinal tocou bem na hora e ele não conseguiu falar.

               QUEBRA DE TEMPO

Acabou a aula e esta na hora de ir embora, quando sinto alguém segurar o meu ombro.

[ Adrien]

Não consegui agradecer no intervalo, mas agora é minha chance. Vejo ela indo embora e seguro em seu ombro.

      - Himawari, eu quero agradecer por...

No mesmo momento escuto uma explosão. Droga, um akuma.

      - Rápido se esconda. Tem um akuma atacando.
      - Mas e você?- ela me pergunta com uma expressão  preocupada. Ela não estava com medo, e com certeza era a primeira vez que ela via um akuma. Sai de meus pensamentos com outra explosão.
       - Eu também vou me esconder. Agora vai.

Ela então saiu correndo para algum lugar. E agora é hora de me transformar.

    
    
   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...