História O Mundo dos Mortos - Amor Doce - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Iris, Kentin, Kim, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Personagens Originais, Priya, Rosalya, Violette
Tags Alexy, Amor Doce, Anime, Armin, Castiel, Dragões, Fantasmas, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Seres Misticos, Seres Mitológicos
Exibições 89
Palavras 889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Estou trazendo mais um capítulo. Desculpa se ficar curto, eu to com sono pra caramba por que dormi pouco. Mas ainda sim quis trazer pra vocês.

Capítulo 3 - A Hora do Discurso


Sweeto Lovel, Segunda, 7:30 AM

Após deixar aquelas babacas falando com as paredes, eu sigo em rumo a minha sala de aula, e não demoro muito para encontra-la. Abro a porta, verificando se o professor ja havia chegado, mas não. Ufa. Quando entro na sala vejo alguns alunos me olhando, logicamente notando que eu era nova.

Nas carteiras do fundo, observo um garoto de cabelos com olhos rosas muito fofos olhando em minha direção, era um unicorinio, não só pela aura mas também pelo chifre. Quando nota que estou olhando pra ele, da um sorriso alegre.

Devolvo um sorriso mais feliz que consegui fazer no momento. Quando noto que, após esse ato, o garoto ao lado do unicórnio, que tinha uma aura e aparencia muito parecida por provavelmente serem gemeos, olha pra mim também, só que com um rosto um pouco.... corado? Agora noto. Quase todos da sala me olham assim. Sem saber de nada vou discretamente a uma carteira no fundo da sala e perto dela adivinha quem eu acho?

-- Senhor demônio rabugento! Tudo bem? - Digo sarcástica.

-- Hahaha. Isso ja perdeu a graça. - Ele diz de cara fechada.

-- Então por que está rindo?  Continuo zombando dele e vejo que seu amigo está sentado ao seu lado. O marrento me olha com cara de quem quer me esganar, mas não me importo e olho para o ceifeiro com um sorrisinho.

-- É bom vê-lo novamente senhor Lysandre. - Digo e ele sorri.

-- Digo o mesmo. -

O pessoal da sala estava assistindo curiosamente essa nossa interaçao, pude notar que uma garota com cabelos brancos nos olhava alegremente.  Nesse momento o ruivo fala:

-- Se fosse você eu sentava o professor vai entrar.

Sem dizer nada apenas vou pro meu lugar, e nesse exato momento o professor entra.

-- Bom alunos. Vocês ja devem ter notado que nós temos uma aluna nova aqui na sala - Ele fala, ajeitando seu material na mesa do professor. - Kiberi Howaito, por favor, venha aqui na frente para se apresentar.

Chegou a hora. A que eu esperei por muito tempo. Para se obter amizades é necessário primeiro dar uma boa impressão e continuar com ela. Fui ate a frente do quadro e suspirei.

-- Olá, meu nome é Phantom Howaito Kiberi, mas prefiro que me chamem de Kiberi ou Howaito se essas forem suas preferencias. Possuo 17 anos. Eu morava junto da minha tia na cidade de Death Locate, lugar que muitos devem saber é mais apropriado para um fantasma - Quando digo me olham com cara de: "Você é uma fantasma?!" Normal, isso sempre acontece - Porém, por alguns problemas técnicos, precisei me mudar para a cidade vizinha daqui, Tokyo Sky, e estou morando com minha outra tia. Eu sei que esse discurso pode ter sido meio inútil. Mas eu geralmente gosto que as pessoas saibam muito sobre mim. Principalmente se forem se tornarem minhas colegas ou amigas - Quando falo isso dou um sorriso sereno, pensando o quão legal essa frase ficou - Mas por hora é só isso, obrigada por ouvirem o meu discurso - Falando isso me curvo e assim que finalizo,  dou o sorriso mais fofo e amigável que consegui, desviando muitos olhares. Por que? É eu sei. Eu sou uma fantasma, lembra? Hehe.

-- Muito obrigada senhorita Howaito. Eu sou o professor Tosho Rindo, e minha matéria e ciências. Por agora pode se sentar.

Normalmente as pessoas poderiam ir simplesmente andando a suas carteiras, mas eu não: eu me teleporto mesmo. Algumas pessoas me olham "Como você fez isso?". Alô? Galera? Eu sou um fantasma.

-- Isso foi interessante senhorita. Poucos fantasmas tem a habilidade para se teleportar. Bem ja que é assim, hoje irei passar um texto explicando os critérios de teleportes, o que precisa para faze-lo e como faze-lo. Por favor abram os cadernos.

E assim eu tenho minha primeira aula na escola nova. Eu copiei o texto que o professor passou, achando um assunto muito interessante. De fato era necessário tudo presente no texto. Eu gostei desse professor. 

Após a aula acabar, tenho aulas de história e português, mas não ha nada demais. Assim, chega uma hora muito esperada. Hora do Recreio~. Saio da sala com a minha mochila, sem saber em que direção a cantina ficava, até que sinto alguém cutucar o meu ombro.

-- Oi! - Diz a pessoa desconhecida quando olho pra trás. Era a garota de cabelos brancos, andava juntamente com o... hmm... Lysandre? Eu acho.

-- Oi - Respondo - Seu nome é?

-- Eu me chamo Rosalya. Prazer em conhece-la Kiberi.

-- Haha, o prazer é meu Rosalya. - Olho na direção do ceifeiro - Lysandre certo?

-- Sim, senhorita Howaito? - Pergunta

-- Sim, mas não precisa do senhorita. Pode me chamar de Kiberi ou só Howaito.

-- Vocês se conhecem? - Pergunta ela, observando nosso diálogo.

-- Longa história - Nós dois falamos juntos e começamos a rir.

-- Você gostaria de lanchar conosco hoje? - Pergunta ela, animada.

-- Mas é claro. Respondi simplista, mas estava feliz. Nunca pensei que faria amizade tão rápido.

Esses seres que ja foram pessoas... vivas. Como eu, São misteriosos, cada um com seu jeito específico. Mas... Eu não me lembro de ter contado porque eles são criaturas mágicas.... Foi por que.. eles morreram.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...