História O Mundo dos Mortos - Amor Doce - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Iris, Kentin, Kim, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Personagens Originais, Priya, Rosalya, Violette
Tags Alexy, Amor Doce, Anime, Armin, Castiel, Dragões, Fantasmas, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Seres Misticos, Seres Mitológicos
Exibições 88
Palavras 967
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Estou trazendo mais um Capítulo~ Espero que gostem!

Capítulo 4 - Macarrão com estrogonofe e almondega é.... AMAZING!


Tokyo Sky, Quarto de Kiberi, Sexta-feira, 9:37 PM.

Estava sentada na minha escrivaninha fazendo o trabalho de casa. Já tinha se passado a primeira semana de aula. Foi muito divertido e eu fiz várias amizades super legais, quase todas as amizades. Lembra das pessoas que me convidaram para o lanche segunda-feira? Fiquei muito amiga deles: Rosalya e Lysandre ( uma Anjo-Caído e um Ceifeiro ) e também do amigo do Lysandre, o Castiel ( um Demônio que me da nos nervos ). Também fiz uma amizade com o presidente do conselho estudantil, Nathaniel ( Mago ou bruxo ). Aqueles Dunicórnios ( Quando pôneis com chifre são gêmeos, são chamados de Dunicórnios ) que me olharam durante a apresentação, São Alexy e Armin, O primeiro possui cabelos azuis e olhos rosa-choque e o segundo olhos azuis e cabelo preto. Ah, e eu acho que nunca citei minha aparência: Cabelos Grisalhos e olhos azuis bem claros e vibrantes. Sou assim, mas quando era viva possuía cabelos castanhos e olhos azuis comuns. Minha pele também é um pouco pálida, isso quando estou com efeito de visão corporal. Em forma fantasma tenho pele meio azulada e cabelos e olhos se tornam azuis também.

Em relação as meninas, me enturmei com Violette ( uma Fada ), Iris ( uma Raposa ) e com a Kim ( uma Hunter, que significa caçadora ).

Como disse, estava fazendo uma tarefa de Ciências Corporais*, onde devia anotar a causa de morte que criava cada ser sobrenatural. Estava quase acabando ( Imaginem um caderno bonitinho com as seguintes palavras ):

Tarefa

Ciências Corporais

Escreva os seres Submundanos mais conhecidos e as causas de morte que fizeram sua transformação:

Anjo: Pessoa que possuía bom coração e sempre pedia perdão por seus pecados e erros. Raros são os anjos que se encontram no Submundo.

Anjo-Caído: Pessoa que acreditava em Deus, mas quando estava a perto da morte, pelo mesmo fato, parou de acreditar no mesmo;

Ceifeiro: Pessoa que lia coisas sobre ocultismo e magia negra, e que morreu por uma arma afia, como por exemplo, uma faca;

Demônio: Pessoa que possuía comportamento arrogante e indisciplinado e que tratava os outros como insignificantes, e que não acreditava em Deus, como maldição, quando morreu, se tornou um Demônio;

Dragão: Pessoa que foi morta por fogo.

Fada: Pessoa que acreditava em seres mágicos, místicos e mitológicos e também de coisas coloridas e bonitas. Também devem possuir personalidade fofa e tímida ou carinhosa e amorosa;

Fantasma: Pessoa que morreu quando deveria, porém, deixou de fazer algo muito importante, tendo assim um assunto pendente, e não pode ir a direção do reino dos céus;

Híbrido: Pessoa que morreu e continha um forte amor pelo animal que se tornou em forma de híbrido.;

Hunter: Pessoa que gostava muito de caçar, ou qualquer profissão que envolvia armas;

Joker: Era muito bom em jogos com cartas e tabuleiros, como Xadrez, Poker, Dama, etc;

Sereia: Pessoa que antes de partir possuía grande beleza e gostava de água.

Vampiro: Pessoa que morreu por falta de sangue.

Zumbi: Pessoa que morreu quando não deveria e que fora ressuscitado. Diferentemente do que pensam os humanos, eles não comem carne humana, só conseguem elevar a força físicas além da humana.

Acho que os principais são só esse. 

-- Ai, que canseira. Ainda bem que amanhã é fim de semana. Caso tenha esquecido algum posso anotar depois. - Digo meio cansada e me espreguiçando.

-- QUERIDA! É HORA DO JANTAR! - Grita minha tia da cozinha.

-- JÁ VAI! - Grito em resposta.

Me levanto da cadeira e fecho o caderno. Coloco a caneta dentro do estojo e o mesmo, juntamente com o caderno, dentro da minha bolsa. Abro a porta do quarto e desço as escadas, indo em direção da cozinha, onde vejo minha tia colocando o meu prato no meu lugar preferido da mesa: Na ponta onde tem a cadeira de um dos cantos da mesa. Não sei porque, mas é meu lugar favorito.

-- Hoje eu preparei o seu prato predileto. Macarrão com estrogonofe e almondegas~ - Ela diz em tom de canto.

-- Supimpa! - Digo brincando. Me sento na "minha" cadeira.

-- Quem na atualidade fala Supimpa? - Ela diz não notando a minha brincadeira - Hey, que tal nós irmos ver um filme amanhã? Vai ser bom ver um dos mais recentes filmes que eles andam colocando em cartaz.

-- Ta bom. Nada contra. Mas que filme vamos assistir? - Pergunto receosa, minha tia nunca foi boa com escolhas de filmes... os que ela escolhe são, sei lá, chatos.

-- Tem um filme que anda muito famoso. Então pensei em ver. O nome é Arkyos Angel.

-- Ah, ja ouvi falar dele. Minha amiga Rosalya disse que assistiu e que gostou muito.

-- Own. Que bonitinho. Ja tem amiguinhos. - Ela fala orgulhosa.

-- Hahaha. Muito engraçado. Mas agora estou com muita fome. Vamos comer logo esse macarrão amazing! - Digo, esticando o prato em sua direção, e ela, com a panela onde se encontrava o macarrão, coloca-o no meu prato. Após isso, faz o mesmo com o dela e coloca a panela no fogão.

Pego o garfo e enrolo um dos fios do macarrão, colocando-o na minha boca.

-- É TÃO BOM! - Digo, ou melhor grito. Não sei porque estou surpresa. Minha tia sempre cozinhou bem. Chef de talento! 

-- Ok, ok. Então vamos parar de gritar e vamos saborear, certo?

Aceno sim com a cabeça e dou mais uma bocada no garfo que possuia aquela maravilha.

Após o jantar, vou para o meu quarto, ja cansada. Escovo os dentes no banheiro que fica no meu cantinho de descanso e vou em direção da minha cama, para ter uma ótima noite de sono.

Até que ouço uma voz na minha cabeça:

"Bons Pesadelos Howaito"

 

 


Notas Finais


De quem será essa voz na cabeça de Kiberi? - DESCUBRA NO PRÓXIMO CAPÍTULO~ { Ou não }.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...