História O mundo no Ensino Médio - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Exibições 32
Palavras 679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estamos de volta espero que gostem. Mesmo achando que vão querer me matar quando terminarem de ler. (O rapaz da foto é o Matheus).

Capítulo 26 - O filho do namorado da minha mãe


Fanfic / Fanfiction O mundo no Ensino Médio - Capítulo 26 - O filho do namorado da minha mãe

Pov's Nathy

Após ficar pronta, desço as escadas e encontro minha mãe como sempre deslumbrante, usando um vestido liso em seu corpo de cor vinho.

Ela é alta, magra, cabelos pretos como os meus e olhos azuis como os meus. Ela tem um brilho no olhar, mas uma tristeza também.

As vezes eu acho que ela se arrepende muito de ter me deixado. Eu fiquei triste no começo, mas agora eu quero mais é que ela se perdoe e volte a fazer as coisas que a tornam feliz.

Nathy: Mãe. - chamo sua atenção que logo se foca em mim.

Paloma: Oi baby.

Nathy: Não me chama assim mãe!

Paloma: Ok mon chérir. - fala em francês, bufo. - então Nathy hoje vou te levar pra conhecer uma pessoa especial pra mim.

Nathy: Seu namorado?

Paloma: É tudo bem por você?

Nathy: Sim mãe sem problemas.

Paloma: Ótimo, merci.

Nathy: Para de falar em francês mãe!

Paloma: ok. - alevanta as mãos em rendição.

Nós saímos e vamos com o Jerry motorista da minha mãe.
Gosto do Jerry ele sempre está brincando e deixando tudo leve. Desde de que cheguei ele me faz rir sobre pequenas extravagâncias da senhora Paloma, ou me conta sobre as confusões que seus filhos o obriga a se meter.

Eu gosto de ouvi-lo, sempre acabo rindo.

Venho com a cabeça na janela do carro, vejo as várias luzes da cidade. É um lugar lindo realmente, talvez eu me acostume com aqui.

Engraçado Niall não me ligou, claro ele não tem seu novo número né genia?!
O pior que também não tenho o dele. Sou despertada dos meus desvaneios ao notar que estávamos nos aproximando da torre. E minha nossa ela é enorme!

Nathy: Não me diga que aqui vai ser o jantar?

Paloma: Sim. Diego ama esse lugar, ele achou que você iria gostar, assim como o filho dele que ele trouxe pra mim conhecê-lo também.

Nathy: ele também é separado?

Paloma: Não ele foi pai solteiro, criou menino desde que a mãe dele morreu no parto.

Nathy: ahh - desço do carro quando ele para.

Olho em direção a torre encantada. Caminho até ela sorridente. Toco-a. Tiro uma foto. E mando para Isa.

Nunca mais soube nada sobre ela, talvez se ela ver minha foto, ela me conte o que anda acontecendo por lá.

Paloma: Nathy! Venha o restaurante é por aqui!

Sigo minha mãe, até um restaurante todo de vidro que fica bem próximo a torre.

Minha mãe está alegre, mas percebi a ansiosidade em seu rosto.

Nathy: O que foi está preocupada?

Paloma: Na verdade sim. E se o filho dele não gostar de mim?

Nathy: é obvio que ele vai gostar mãe! A senhora é linda e agradável todo mundo gosta de você!

Paloma: ok tem razão.

Caminhamos ao encontro deles e me surpreendo ao ver aquele garoto do aeroporto. O Matheus.

Matheus: Nathy!

Nathy: Oi.

Paloma: Mas já se conhecem?

Nathy: sim. Nós víamos no mesmo voo. Não sabia que você era francês falava português tão bem.

Matheus: Pois é mas eu sou.

Paloma: Nathy esse é o Pierre!

Nathy: Olá.

Paloma: e essa é minha filha Nathani Alcantara.

Pierre: é um prazer conhecê-la. - diz ele apertando a minha mão.

Nathy: o prazer é meu.

Pierre: Esse é meu filho Matheus...

Matheus: Sou Matheus Lamartine! - ele diz enquanto beija suavemente a mão da minha mãe.

Esses franceses são um poço  de educação.

A noite foi muito agradável.

Os Lamartines me faziam rir o tempo todo.

Teve uma hora que para deixar Pierre e Paloma mais a vontade nós saímos para dar uma volta nos parques que ficavam ali perto.

Eu contei ao Matheus sobre minha vida no Rio.

E ele me falou sobre sua vida em Florença, Paris e sobre às ferias no Rio.
Me contou que esteve apaixonado por uma moça do Rio, mas não pode ficar com ela.

E passou o resto da noite assim tagarelando e me fazendo rir.

Ele é divertido. Ter amigos em Paris é importante pra mim me acostumar.
                  ...


Notas Finais


Bom, e aí vocês gostaram do Matheus? Kkk
Tudo bem esqueçe isso!
Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...