História O Namorado Da Minha Irmã - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Discussão, Drama, Namorado Da Minha Irmã, Romance, Sexo
Exibições 81
Palavras 1.131
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Obrigada aos vinte e um favoritos, estou muito feliz com cada um de vocês lendo ela...
Obrigada aos comentarios também é graças a eles que continuo a escrever...

Boa Leitura...

Capítulo 4 - Tempestade I


Fanfic / Fanfiction O Namorado Da Minha Irmã - Capítulo 4 - Tempestade I

Recapitulando...

Eu prometi a minha irmã que levaria o namorado dela para a nossa casa de campo para a criatura conhecer o lugar, depois de arrumar minhas coisas para a viagem fui tomar um banho e quando sai o desgraçado estava no meu quarto e me beijou, quase fomos para a cama só não ocorreu por que pensei em minha irmã vai ser bem difícil me controlar nessa viagem, no fim acabei adormecendo e me culpando por ter beijado o namorado da minha irmã.

Acordei um pouco tarde do que estou acostumada, me levantei sonolenta e segui para o banheiro onde tirei a roupa e fui tomar um banho, coloquei um vestido preto levinho e atei meus cabelos em um rabo de cavalo, pronta sai do quarto e segui para a cozinha tomar um café da manha gostoso, cheguei à mesma e não vi minha irmã apenas o namorado dela, achei estranho, me sentei e a empregada me serviu mesmo eu dizendo que não precisava mais elas tinham muito medo de serem demitidas.

- então não vai nem me dar bom dia? – perguntou Eithan sorrindo.

- depois do que você fez eu não deveria nem se quer olhar na sua cara e contar para a minha irmã. – disse pegando o copo de suco.

- você esta exagerando não é para tanto. – disse ele, suspirei vendo as horas já se passava das dez apenas alguns minutos mais passava.

- não importa, assim que terminar o meu café eu vou buscar as minhas coisas e podemos ir para a casa de meus pais. – disse terminando de tomar café e levantei seguindo para o meu quarto deixando ele para trás.

Depois de pegar minhas coisas com a ajuda de um empregado desci as escadas e Eithan levou as malas para o carro em seguida entrei no carro e ele fez o mesmo ligando e seguindo por onde eu indicava, ele me olhava rapidamente sem tirar os olhos muito da estrada, olhei pela janela e o tempo já estava se armando parecia que choveria já estávamos longe da cidade e a casa ainda faltaria um longo percurso, chegaríamos lá quase meio dia eram duas a três horas de viagem dependendo da velocidade que ele usava.

- será que pode parar de me olhar e prestar mais atenção na estrada? – perguntei enquanto ele sorria por eu ter percebido.

- eu estou prestando atenção mais não consigo ficar sem olha-la você é tão linda. – disse Eithan diminuindo a velocidade devido à chuva forte que começara.

- eu não entendo você namora a minha irmã mais fica toda a hora pegando no meu pé, às vezes acho que é você que não esta mais dando atenção a ela. – disse sem olha-lo, cada vez trovejava mais e a chuva aumentava gradativamente e se tornando a visão quase impossível.

- vamos ter que parar. – disse Eithan.

- como assim parar ficou louco, pode vir algum carro e bater na gente é perigoso além de que não devemos ficar no carro. – disse nervosa eu estava com medo detestava temporais, o pior era que o carro já não andava como antes e parou do nada. – o que ouve? – perguntei o olhando.

- acho que atolamos, eu não consigo ver nada e estamos bem no meio da estrada, acho melhor pegarmos alguma coisa e sair daqui procurar um lugar para ficar até o tempo melhorar. – disse Eithan tirando o sinto.

- ficou doido e o carro e como vamos andar nessa chuva? – perguntei, ele me olhou como se fosse obvio.

- se ficarmos no carro podemos sofrer um acidente e é apenas chuva, cubra a cabeça e me siga assim vamos para uma única direção. – disse Eithan, suspirei, avistei uma placa bem ao lado do carro e percebi onde estávamos, avia uma caverna não muito longe.

- aqui perto tem uma caverna poderemos ficar lá ate melhorar. – disse o olhando.

- esta bem, aqui coloque esse casaco e eu vou levar algo para comermos. – disse Eithan o olhei surpresa afinal por que trazer comida. – Kristen disse que era melhor prevenir. – disse Eithan assenti e peguei o casaco cobrindo minha cabeça, ele pegou uma mochila e saímos do carro, ele fechou e corremos em direção a caverna de mãos dadas mesmo eu não gostando eu dei minha mão para ele para não deixa-lo se perder e Kristen querer me matar depois.

Entramos na caverna encharcados, eu fui mais para o fundo e tirei o casaco todo molhado vendo que meus cabelos estavam do mesmo estado isso é desanimador mais fazer o que, olhei para Eithan e ele estava juntando alguns galhos para uma fogueira e passei a fazer o mesmo, dei tudo para ele e o mesmo fez um fogo me sentei ao redor para me aquecer estava com frio, ele pegou um pacote de cheetos e me deu para abrir, comecei a comer e ele fez o mesmo.

O tempo estava tão escuro que parecia noite e o vento gelado me fazia tremer cada vez mais assim acabaria ficando doente, o piro é que não estamos muito longe da casa de campo mais com essa chuva seria maluquice ir para lá, me encolhi tentando me aquecer.

- esta com frio? – perguntou Eithan.

- sim, nunca tomei uma chuva como essa. – disse o olhando.

- não tenho nenhum casaco ou roupa seca, só trouxe comida. – disse Eithan se aproximando e me abraçando, não recusei queria me aquecer.

- obrigada. – disse fechando os olhos, mais ainda estava tremendo de frio parecia que não conseguia me aquecer.

- acho melhor tirarmos as roupas só assim iremos nos esquentar de verdade. – disse Eithan eu não poderia retrucar já estava me sentindo congelar, assenti e me levantei sendo seguida dele, tirei meu vestido e ele tirou a roupa dele ficando de cueca mais logo até essa peça ele tirou me fazendo corar e desviar o rosto.

- também não precisa tirar tudo. – disse envergonhada.

- você quer morrer de frio com essas roupas molhadas, eu não. – respondeu ele se sentando a meu lado, tinha que concordar, abri o fecho do meu sutiã e o retirei em seguida da calcinha sem olhar para Eithan que provavelmente me comia com os olhos.

- pare de me olhar você tem namorada e eu não gosto disso. – disse envergonhada e encolhida.

- se nos abraçarmos iremos os aquecer melhor. – disse Eithan se aproximando assenti e ele veio ate mim, senti seu corpo nu contra o meu e aquele calor me sentia tão diferente do comum, me aconcheguei e o olhei ele me olhava diferente e dava para ver um fogo em seus olhos, sua boca foi se aproximando da minha e eu de alguma forma me aproximei também tendo meus lábios tomados em um beijo urgente explorando a boca um do outro.


Notas Finais


Espero que tenham gostado...
Deem uma olhadinha em uma historia que eu recomendo...
Link: https://spiritfanfics.com/historia/pecado-7100991
beijos...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...