História O Namorado Da Minha Irmã - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Discussão, Drama, Namorado Da Minha Irmã, Romance, Sexo
Exibições 211
Palavras 1.134
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi gente...
Como estão?
Eu estou bem...
Aqui vai mais um capitulo...

Boa Leitura...

Capítulo 5 - Tempestade II


Fanfic / Fanfiction O Namorado Da Minha Irmã - Capítulo 5 - Tempestade II

Recapitulando...

Eithan e eu estávamos nus em uma caverna tentando ao máximo nos aquecermos, já que pegamos uma tempestade que parecia que não acabaria tão cedo, estávamos em frente a uma fogueira e, além disso, abraçados e nos beijando, isso não vai dar coisa boa...

- Eithan espera. – disse o afastando. – não podemos fazer isso, não quero que traia a minha irmã ainda mais comigo. – disse tremendo, ele suspirou.

- esquece a Kristen apenas um momento. – disse e tomou meus lábios novamente em um beijo, eu estava na seca por um bom tempo então por que não, por causa da minha irmã como se eu lembrasse da existência dela agora.

- Eithan... – suspirei quando ele me puxou para seu colo, enrolei minhas pernas em sua cintura e senti seu membro ereto em contato com minha pele, ele passou a beijar meu pescoço e não me conti em gemer baixinho, fazia tanto tempo que não tinha um contato mais intimo com um homem.

- que pele gostosa. – disse Eithan ainda explorando meu pescoço, senti meu corpo se aquecer de tal maneira como se estivesse naquele fogo que queimava próximo a nos.

Senti as mãos de Eithan sobre os meus seios e gemi com o contato, ele deu uma leve apertada e eu joguei a cabeça para trás me deixando extasiada com as sensações sentidas por causa dele, Eithan aproveitando que eu estava com a cabeça para trás ele abocanhou meu seio direito e segurei em seus cabelos gemendo enquanto ele sugava e mordiscava às vezes ele rodeava o bico com a língua e eu me sentia tão bem, tão livre e disposta a deixar isso acontecer.

Enquanto Eithan trocava de seio e sugava o outro senti sua mão descer de encontro a minha intimidade e tocar meu clitóris com seu dedo fazendo movimentos de vai e vem me fazendo gemer mais ainda, nunca imaginei que estaria prestes a transar em uma caverna que vivi minha infância ali e com uma tempestade acontecendo lá fora mais aqui dentro não existia frio somente o fogo, um fogo tão intenso que estava consumindo nossos corpos.

Senti um dedo de Eithan me penetrar e gemi alto aquilo era muito bom, um contato que antes eu não possuía com ele e talvez nunca sentisse antes, toda vez que ia me divertir não existia preliminares era somente o principal, aquele sexo sem graça e totalmente inútil mais agora aqui eu estava me sentindo diferente e gostava disso.

- me deixa provar seu gosto, me deixa estar dentro de você. – pediu Eithan em meu ouvido, gemi sôfrega.

- sim, sim eu deixo, faça o que desejar. – disse ofegante.

Eithan sorriu e me beijou enquanto me deitava sobre as nossas roupas ainda úmidas mais não liguei para nada disso, seus beijos desceram por meu corpo ate chegar a minha intimidade, no momento em que senti sua língua em minha intimidade foi como se uma nova chama se acendesse em mim e eu não queria me sentir culpada por estar transando com o namorado da minha irmã mais quer saber ela já me tratou tão mal que eu posso fazer algo contra ela somente uma vez depois eu me afasto e vejo-a ao lado do cara que gosto e que esta me dando a melhor transa que já tive.

Eithan me penetrou com a língua e com o dedo estimulava o meu clitóris, aquilo é bom demais, seu dedo desceu e sua boca saiu de minha entrada agora ele me penetrava com o dedo e usava a boca em meu clitóris, quando pensei que não poderia mais aguentar eu me derramei em sua boca e fiquei ainda melhor ao o ver engolindo tudo eu me derreti.

- que delicia você é. – disse me puxando para seu colo novamente e dessa vez ele me penetrou de uma vez me fazendo gemer com a entrada repentina, ele era bom e grande adorei aquilo me causando sensações melhores ainda.

Não sei por quanto tempo e nem o que rolou depois que ele me penetrou só sei que estava exausta e a tempestade ainda continuava, estava muito escuro e acabei adormecendo no peito de Eithan.

Acordei e vi o Eithan sentado e eu com um casaco dele sobre meu corpo me cobri e peguei minhas roupas me vestindo e ele nem se quer me olhava agora sabia que era uma coisa ruim, não devia ter me entregado a ele daquela forma ainda mais por que ele é namorado da minha irmã, suspirei e vi que a tempestade avia acabado segui até o Eithan parando a seu lado.

- bom dia. – disse o vendo assentir, suspirei. – já que o tempo melhorou é melhor irmos logo para a casa de campo, talvez meus pais e a Kristen já tenham chegado. – disse o vendo me olhar.

- esta bem, só estava esperando você acordar. – disse Eithan, assenti e fomos em direção do carro, ele não parecia querer falar comigo.

Entramos no carro e seguimos para a casa, tentei a todo custo puxar conversa e tentar falar sobre o que aconteceu mais ele não me deu atenção, assim que chegamos em casa a Kristen pulou em cima do Eithan o beijando e eu como sempre a ignorada peguei minhas coisas e fui para o meu quarto me jogando na cama, poucos minutos depois escutei batidas na porta e como isso era incomum pedi para entrar e vi quem menos desejava Kristen.

- podemos conversar? – perguntou Kristen vindo ate minha cama.

- claro o que devo a honra para você se lembrar que tem uma irmã? – perguntei a vendo desviar o olhar.

- eu sei o que rolou ontem com você e o Eithan, ele me contou. – disse ela me fazendo arregalar os olhos.

- me perdoa Kristen eu não queria fazer aquilo não sei o que deu em mim. – disse nervosa mais ela me fez calar a boca.

- fique calma, acho que esta na hora de te contar algumas coisas que estão acontecendo e mesmo que nossos pais não querem que você saiba eu preciso lhe contar. – disse Kristen me deixando nervosa e assustada.

- o que é, parece grave. – disse a vendo triste. – me conte logo Kristen. – pedi ficando ainda pior ela me olhou e deu um sorriso triste.

- eu... – parou de falar e suspirou. – eu estou morrendo Ayanne. – disse me olhando e eu já estava com os olhos namorados.

- não é verdade e por que aquele idiota do seu namorado esta dando em cima de mim sendo que você... – não terminei o que falava.

- eu posso explicar bem o que esta acontecendo. – disse Kristen.

- então fale por que eu já não estou entendendo mais nada. – disse a vendo pegar um envelope e me estender o peguei e a olhei confusa, não estava entendendo mais nada.


Notas Finais


Espero que tenham gostado...

Beijos e até...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...