História O Namorado Da Minha Mãe - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Personagens Abel Tesfaye "The Weeknd", Alfredo Flores, Ariana Grande, Big Sean, Elizabeth Gillies, Frankie J. Grande, Gigi Hadid, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Kim Kardashian, Kylie Jenner, Matt Bennett, Nicki Minaj, Pattie Mallette, Personagens Originais, Selena Gomez, Taylor Swift
Tags Adultério, Amor, Amor Proibido, Ariana Grande, Briga, Drama, Família, Filha, Hot, Incesto, Jariana, Jelena, Justin Bieber, Mãe, Ódio, Romance, Selena Gomez, Sex, Sexo, Traição
Visualizações 160
Palavras 1.494
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, Tudo bom com vocês?
Espero que sim e espero que vocês gostem desse capítulo, eu achei um pouco ruim curto, mas prometo que vou tenta melhorar os outros.
Ah, e quero dizer a vocês que os dias de postagem vai tipo assim, se eu não posta na segunda posto na sexta, e se eu não posta na sexta posto na segunda ou até nos dois dias.

Boa leitura💕

Capítulo 10 - Você Ainda Não Se Tocou?


Fanfic / Fanfiction O Namorado Da Minha Mãe - Capítulo 10 - Você Ainda Não Se Tocou?

No mesmo estante que meu pai ia pra cima do Justin pra bate mais nele, minha mãe segurou firme na camisa dele puxado para trás, enquanto eu levantava o Justin que estava jogado no chão.

EDWARD! VOCÊ FICOU LOUCO? - grita minha mãe olhando nos olhos de meu pai.

- Você está bem Justin? - pergunto, enquanto o levanto - Ai meu Deus Justin! - falo ao ver o grande corte em sua testa.

- O que foi? - perguntou ele colocado sua mão em cima do corte vendo um pouco de sangue - Não foi tão grave assim?

- Não foi muito ... - sou interrompida por um empurrão que quase me fez cai em cima da mesa. Ai que raiva da minha mãe.

- Justin meu amo tá tudo bem? Você se machucou? - pergunta minha mãe sentado Justin em uma cadeira.

- Acho que sim, eu só estou com um pouco zonzo. - diz ele de cabeça baixa.

- Edward vai embora agora antes que eu vá lá dentro e pegue um cabo de vassoura. - diz minha mãe fuzilando meu pai com os olhos.

- Eu vou, mas isso não vai fica assim. - diz ele apontado para o Justin - Tchau filha. - ele me dá um abraço e um beijo na minha testa.

- Senhor Edward! - Justin se levanta chamando a atenção do meu pai - Eu queria lê informa que se eu não retribuir o soco foi porque tenho respeito a sua idade, a sua ex-esposa e a sua filha. Mas da próxima vez não respondo por mim. - diz ele ajeitando o palito.

- Como é que é? Está mim ameaçando? - pergunta meu pai apontado para si.

- Não, eu só estou apenas informado. - diz ele dando um passo para frente.

- Olha aqui seu muleque eu vou... - meu pai é interrompido por minha mãe.

- Olha aqui nada, você vai embora do meu restaurante agora. E não volta nunca mais. - diz minha mãe empurrando meu pai para fora do restaurante.

- Tchau papai. - digo baixinho dando um tchauzinho de longe.

- Ai Justin mim desculpa, eu sinto muito mesmo. Esse corte está muito feio. - ela aperta o machucando do Justin fazendo com que ele gema um pouco de dor - Ai desculpa Justin, você tem que ir ao médico pra ele ver isso.

- Pra que Médico? - pergunta Justin com uma cara de não está entendendo nada.

- O que? Médico? O corte nem foi tão profundo assim, basta só um kit de primeiro socorro e pronto. - digo vendo o estado do corte.

- Eu não tenho kit de primeiro socorro aqui. - diz minha mãe toda desesperada.

- Então vai comprá e parar com esse desespero não foi nada grave, apenas a mesa é o jarinho de flor que quebrou. - digo olhando para os mesmos quebrandos no chão.

- Ok, tudo bem. Samuel arruma essa bagunça e toma conta dos clientes. - diz ela saindo correndo. Olho para Justin que está rindo de cabeça baixa.

- Qual é a graça agora? - pergunto, de testa franzida.

- Eu não sei, acho que foi efeito da bancada. - reviro os olhos.

- Pare de graça, nem foi tão forte assim. - ele dá de ombros - Vem cá, vamos coloca gelo nisso antes que fique enxado. - segurei em sua mão e o puxei para o fundo da cozinha onde fica os refrigeradores.

- Eu estou me perguntado, como pude discuti com o seu pai ao ponto de acontece isso. - diz ele apontado para sua testa.

- Pare de enxame nem foi uma discussão, apenas uma entendimento ente rivais e um muro. - digo pegando dois panos e logo em seguida o gelo - A propósito foi você que começou a discussão, - digo entre aspas - quem mandou você recordar os erros dele, e ainda mais chama ele de senhor. - digo passado o pano em sua testa pra pode tira um pouco do sangue, fazendo com que ele faça uma cara feia que me faz rir.

- É onde é que o seu pai e novo ali. Ai Ariana. - geme ele de dor depois que passei o outro com gelo.

- Desculpa, mas não precisava esfrega na cara dele, ele odeia que o chama de senhor.

- Da próxima eu não chamo de senhor, chamo de velho caducar. - diz ele se sentado em cima de um refrigerado me fazendo olha pra ele feio.

- Justin! Por que esta com a minha mãe? - pergunto colocado mais um pouco de gelo em seu corte - Eu sei que pode ser por amo, - mentira - mas alguma coisa me diz que não é isso. - ele solta um riso nasal.

- Para com isso. - diz ele segurado minhas mãos - Você ainda não se tocou? - acho que sim, mas pra não reata falsos pensamentos quero ouvir dele. Nego com a cabeça olhando em seus olhos - Você é muito lerdinha. - reviro meus olhos.

- Então me explica. - digo com a cabeça baixa tentando solta minhas mãos.

Justin levanta meu rosto me fazendo olha diretamente em seus olhos, me aproximo um pouco dele enquanto o mesmo acariciava meu rosto, sou surpreendida com um puxão em minha cintura que me deixa mais próxima a ele. Fecho meus olhos enquanto ele aproximava seu rosto do meu selado nossos lábios em seguida. Quando nossos lábios se encontraram, ele passou sua língua para dentro da minha boca, enquanto eu segurava em seu peitoral.

Ficamos ali por poucos minutos em um beijo calmo. Até que esculto a primeira porta da cozinha se aperta é então interrompo o beijo me afastando dele, olhando para o chão como se estive procurado alguma coisa. Olho minha mãe entra mais desesperada do que antes.

- I... Iai? Cadê o kit? - pergunto, um pouco nervosa.

- Eu não pude comprá. - diz ela procurado alguma coisa pelos lados.

- Por que não? - pergunto, com a sobrancelha arqueada.

- Eu esqueci a carteira. - ela conseguiu acha o que estava procurado, a bolsa e que estava com a carteira. Vejo Justin bufa saindo de cima do refrigerado.

- Não se preocupem Joan eu estou bem, apenas estou com uma dor de cabeça. - diz ele com uma voz de sono e com os olhos fechado como se estivesse forçado para enxergar - Aliás Ariana cuidou um pouco do corte. - ele aponta para sua testa - Eu vou pra casa descansa um pouco... - diz ele tombando de um lado para o outro quase que cai mas se a ponhou em mim.

- Não Justin! Você não vai a lugar nenhum assim e muito menos se for dirigindo. - diz minha mãe tirado ele do meu aponho para aponha nela - Vamos eu vou ti leva em casa. - ela vira as costa com o Justin.

- Como você não sabe dirigir? - digo me encostado na geladeira com os bracos cruzandos, enquanto vejo ela vira pra mim me olhando co raiva.

- Senhora Joan! - diz Samuel entrado de repente - Eu não consigo toma conta dos cliente mais.

- Ai meu Deus e agora? - ela me olha de repente com se tivesse uma grande ideia.

- O que foi? - pergunto, com a cara de seria sabendo o que ela queria.

- Ariana por favor, leva o Justin pra nossa casa! - arreganho meus olhos ao ouvir um " para nossa casa". por que não pra casa dele?

- O que? Por que pra nossa casa? - pergunto, descruzados os braços deixado os mesmos no ar.

- Porque ele esta se sentido muito fraco, já pensou se ele estive sozinho em casa e acontece alguma coisa? Ele não pode fica sozinho. - olho para o Justin que esta com uma cara de babaca fingindo esta doente.

- Foda-se.

- Ariana! Você vai leva o Justin fica la ate eu termina esse clientes aqui. E depois eu vou pra casa e você volta pra faculdade.

- Não, eu não vou mais hoje pra faculdade, um professor morreu e em homenagem a ele não terá aula durante uma semana. - falo e olho para o Justin que esta com uma sobrancelha arqueada.

- Então Ariana o que te gusta leva e fica cuidando do Justin enquanto eu chego? - olho para o mesmo que acabou de pisca pra mim. Ele se cofia muito ao ponto de fazer isso e eu não conta.

- Tudo bem, eu fico com ele. - digo tirado ele do aponho dela e a ponhado em mim.

- Não se preocupe, estarei la antes das oito e meia. - o que? Passa oito horas com o Justin? Isso não vai da certo.

Carrego o Justin ate meu carro, ate que minha mãe veio pra dá um beijo de despedida nele, fiquei surpresa pelo mesmo te virado o rosto levando um beijo na bochecha da minha mãe e entrado no carro se dizer um tchau. Acho que ele esta cansado desse beijos e se acostumando com outros.

- Se anime minha enteada, vamos nos divertir muito hoje. - ele sorrir malicioso e eu faço o mesmo.


Notas Finais


Ate segunda-feira ou sexta-feira😘

Estamos quase chegado a 100 Favoritos, se chega só vem surpresa.🙈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...