História O namorado da minha mãe - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts
Exibições 193
Palavras 1.313
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oee... Espero muito que vocês gostem. Boa leitura ^^!!

Capítulo 12 - Pássaros


Fanfic / Fanfiction O namorado da minha mãe - Capítulo 12 - Pássaros

-Com o que? -Falo me encostando mais no banco.

-Eu preciso lembrar da minha infância. -Ele fala se virando para mim e me encarando com lágrimas nós olhos.

-Porque? O passado não pode voltar mesmo você lembrando.

-Você não entende.. -Ele respira fundo. -Meu pai me culpa por ter matado a minha mãe, e kook acredita nele. Entende? Sé eu me lembrar da quele dia, irei conseguir esclarecer tudo em minha mente.

-Nem sabemos se eu realmente vivi com você na infância. Isso tudo pode ser apenas uma coincidência. E talvez essas coisas devem ser da sua imaginação, por pensar muito nisso.

-Você ainda nâo entendeu... Mesmo que não seja verdade todas essas teorias eu quero tentar, eu faria de tudo para lembrar.

  Pensa... Se isso tudo for apenas coincidência ele poderia no final se machucar. Mas sé não tentarmos ele nunca ficara tranquilo, porque ele não tera tentado de tudo.

-Então o que você pretende fazer? -Falo me virando para ele que me encarava.

Ele fica pensativo por alguns segundos e em seguida fala.

-Passe um tempo comigo, talvez eu me lembre aos poucos, se eu ficar mais tempo com você.

-Quanto tempo? -Falo.

-Uma semana?

-Uma semana? É muito tempo... -Penso por alguns segundos. -Ta vai...

  Você realmente aceitou passar uma semana inteira com ele?!...

-Vai contar para a minha omma?

-Contarei na hora certa. Melhor irmos embora.. Devem estar preocupados com a gente.

-Vamos... -Falo me levantando e começando a caminhar.

  Yoongi ficou o caminho todo quieto, parecia esta pensativo. Se realmente nos conhecemos na infância isso quer dizer que vamos nos dar bem certo? E se não nos darmos bem? Estou presa a um juramento. Mas e apenas por uma semana certo?! Vejo que Yoongi para e fica olhando para o céu, estava passando alguns pássaros e ele estava os observando voar.

...

-Suga ... Suga... O que está olhando? Temos que comprar o sorvete.

Olhe para os pássaros, são tão lindos.

- Realmente são lindos...

-_____ Será que um dia vamos nos separar?

-Claro que não. Agora vamos comprar o sorvete...

...

  Acabo relembrando de um momento e acabo abrindo um sorriso.

-Do que está rindo? Eu apenas observei os pássaros, e uma coisa que gosto de fazer... -Ele fala mexendo no cabelo.

-Sim... Eu sei. -Digo ainda sorrindo.

  Eu te encontrei Suga... Agora consigo me lembrar. Como não te reconheci quando te vi pela primeira vez? Acabo deixando uma lágrima rolar, mas essa lágrima era de emoção.

-Vai chover... -Ele fala parando de olhar para o céu, e olha para mim. -Pera. Ta chorando?

-Não... Vamos logo se não vamos pegar chuva... -Falo o puxando pelo braço e começando a caminhar novamente.

  Não demora muito e chegamos. Todo mundo estava guardando as coisas, antes que eu possa falar alguma coisa hope vem até a gente.

-Os planos foram por água baixo... Vai vim uma tempestade, que não estava nos planos. E teremos que ir embora. -Hope fala.

-Entendi. -Eu falei isso calmamente por fora. Mas por dentro estava fazendo uma festa.

Arrumei tudo e entrei no ônibus para voltar para casa.
  Fui uma das primeiras a entrar no ônibus então sentei lá trás. Estava esperando os outros, vejo Yerin vir na minha direção. Mas antes que ela se aproximasse Yoongi entra na sua frente e vem ate mim.

-Posso sentar com você? -Suga fala apontando para o lugar vazio do meu lado.

-Ta... -Falo encostando a minha cabeça no banco. 

  Yerin sorrir para mim e senta no banco na nossa frente. Suga bota seus fones e apoia a cabeça na janela, e acaba cochilando. Fico olhando para o nada, e fico em meus pensamentos. Sinto algo no meu ombro e olho, é Yoongi apoiando sua cabeça em meu ombro,  ainda dormindo. Acabo corando um pouco. Fecho meus olhos e durmo. Acordo e vejo que Yoongi não esta do meu lado e de novo não tem ninguem no ônibus, pego minhas coisas e desço correndo.

-Ninguém me acordou de novo. -Falo chegando perto deles.

-Vocês estão despensados. -A coordenadora fala. Todos se curvam para ela.

-Você ainda ta com baba. -Hope fala em meu ouvido, e vai embora.

-Que? -Falo limpando o canto da minha boca.

-Vamos para o meu apartamento, ok? -Suga fala.

-Agora?

-Sim vamos... -Ele fala chamando um ônibus.

    Apenas vou sem exitar. Entro e sentamos um do lado do outro. Fico olhando para a paisagem, ja esta escurecendo, e a viajem ate aqui foi meio longa. Estou com fome.

-Yoongi... Sobre aquela hora que eu estava sorrindo, eu lembrei de você. -Falo não desviando meu olhar da paisagem.

-Eu sei...

    Sabe?!      Não demora muito e chegamos no seu apartamento. Ele conversa rápido com o porteiro, e me puxa para subir. Entro no seu apartamento e me sento no sofá.

-Aah... To cansada. E com fome... -Falo olhando para ele que fechava a porta.

  Ele me encara por alguns segundos.

-Ve sé tem alguma coisa na geladeira. Preciso subir rapidinho... Pode fica avontade.
  "Pode ficar avontade" Claro que posso. Deixo minhas coisas no chão da sala, e vou ate a cozinha. Abro a geladeira e não vejo nada, abro o armário e vejo uns miojos. Ta vai... Melhor do que nada.   Boto a água para ferver, e vou ate a sala pegar meu celular. Acabo esbarrando meu pé em uma mesinha. Novidade. Ele acaba ficando um pouco roxo mas não me importo muito, e pego o celular e volto para a cozinha. Boto uma música enquanto termino de fazer o miojo.

-Amo essa música... -Me viro e vejo Yoongi me encarando.

-Eu também...   Terminei! -Falo botando o miojo no prato.

-Pareçe estar bom... -Ele fala se aproximando do prato.

-Pena que eu fiz só para mim, não é mesmo. -Falo pegando o prato e tirando de perto dele.

-Ta falando sério? Você ta comendo o meu miojo, no meu fogão, na minha casa. E não vai dividir comigo? -Ele fala tentando ficar bravo, mas acaba soltando uma risada.

-Tinha mais na panela, mas por causa disso não irei te dar.  Ta, vai pegar. Não continuo com isso porque estou com muita fome. -Falo pegando meu prato e indo pra sala.

Sento no sofá, e começo a comer. Logo em seguida Yoongi senta do meu lado.

-Ta bom? -Falo observando ele comer.

-Não ta de se jogar fora.

-Aish... Faço com todo esforço do mundo para você falar isso? Também não faço mas merda nenhuma. -Falo voltando a comer.

-_____… -Suga fala olhando para o sofá.

-Hum...? -Resmungo com a boca meio cheia.

-Boto ketchup?

-Não por que? -Falo parando de comer e olhando para ele.

-Então o que é isso no sofá, vermelho? -Ele fala olhando para uma pocinha de sangue que tinha no sofá.

-Que? -Falo me levantando e olhando para o sangue que tinha onde eu estava sentada, e olho para a minha calça e vejo que menstruei.

  Não pode ser...

-É que eu... Eu... Aiiigo... -Me embolo nas palavras e acabo não conseguindo falar. -Yoongi...

-Que? -Ele fala quase encostanto no sangue com o dedo.

-NÃO ENCOSTA NISSO. -Falo meio ofegante. -Preciso ir em uma farmácia.

-Por que?  -Ele fica meio pensativo. -Aah... Isso... Aaah...

  Ele fala apontando para o sangue com cara de nojo.

-Ok... Vamos... -Ele fala se levantando.

-Vamos? -Falo meio apreensiva.

-Claro... Ta chovendo. Vamos logo... -Ele pega seu casaco e sua carteira, e abre a porta.

    Reviro os olhos e vou.

- Oppa... E assim que eu deveria te chamar lá na coreia né? Enfim... Minha mãe me falou o que e menstruação. E muito nojento. Você tem sorte de ser menino.

  De novo lembrando do passado?! Espero que ele lembre de tudo, menos dessa frase que eu falei para ele... Eu apenas tinha 6 anos, mas do mesmo jeito.


Notas Finais


Desculpa pelo final nojento. Mas enfim... Espero que vocês tenham gostado. Eu estou muito animada com os próximos capítulos, e com o que vai acontecer na história. Desculpa qualquer erro. Até o próximo capítulo.

Beijoos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...