História O Namorado da Minha Prima - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags One Direction, Sexo, Traição, Zayn
Visualizações 51
Palavras 1.677
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Meu amor dormindo, PUTA merda como pode ser tão lindo até dormindo. ❤❤
Boa leitura! 📖🎈

Capítulo 23 - Heartbreaker part. 2


Fanfic / Fanfiction O Namorado da Minha Prima - Capítulo 23 - Heartbreaker part. 2

POV’S ZAYN 

Estou olhando pela janela vendo cada gota cair do céu. Não tenho coragem de olhar pra minha cama. A garota ainda esta lá, deitada. Não transamos nem nada. Nos encontramos em uma lanchonete, Mal nos falamos, Mal pude conversar sobre a mensagem dizer que também sinto sua falta, e como sinto. Depois que ela ligou pra alguém do meu celular ficamos em um longo silêncio, ela nem mesmo tocou na sua comida, apenas abaixou a cabeça, ela estava abalada, não pude ver se estava chorando ou não, pois seus cabelos longos estavam tampando todo o seu rosto. Quando ela me olhou pediu se podia ficar um pouco aqui, quando chegou deitou na minha cama enquanto eu ia na cozinha quando eu voltei ela estava ferrada no sono. Não me importei em traze-la aqui em casa papai está em uma viagem a negócios, Mamãe está com Safaa na casa da minha vó, Waliyha tá na casa de uma amiga enquanto Donyia está com um carinha. A casa esta livre para mim. Começou a chover a algum tempo uma boa oportunidade para dormir, mas não sei se consigo me controlar perto dela. Resolvi tomar um banho talvez essa loucura que está minha cabeça passe.

Fiquei um tempão deixando a água me relaxar, quando saí coloquei apenas uma calça de moletom, voltei pro meu quarto e a garota ainda estava “desmaiada” na minha cama. Estou a observando dormir e da pra ver pela demora desse sono que ela não está passando por um momento fácil. Me aproximei do seu corpo encolhido. Fiz carinho no seu cabelo me permitindo ver seu rosto angelical, ver sua boca perfeita. Melhor eu descer antes que eu acorde ela.

Desci coloquei água pra esquentar e fui pra varanda do lado fumar. Algo para aliviar.

Fiquei ali pensando por um longo período, tentando imaginar como seria agora. Não estou namorando, não tenho mais ninguém no meu caminho e ela disse que sente minha falta. Agora podemos ficar juntos, sem nenhuma culpa, sem nenhuma preocupação.

- Acho que expulsei você do seu quarto. – Tomei um susto ao ouvir a voz da morena. Toquei o cigarro no chão, soltei a fumaça e virei pra trás. Dei de cara com a garota escorada com os braços cruzados no arco da porta e com o meu moletom. Ela parecia estar mais calma, seu sorriso saiu espontâneo o meu também. Não tem como eu evitar.

- É parece que sim. – Dei um pequeno riso. A garota entrou, eu fui atrás. Na rua estava frio. Ela passou pelo fogão e desligou o fogo. Merda eu esqueci da água. – Brigado. – Disse quando ela se sentou no banco da bancada escorando seus braços na mesma.

- Chá? – Eu fiz que sim com a cabeça, ela fez uma careta e eu ri. – Cigarro são péssimos hábitos. – Eu estava colocando a água em uma das xícaras de porcelana da minha mãe quando desviei o olhar para observar a Isadora que sorria.

- Aé? – Ri. – Pegar o casaco dos outros sem pedir também. – Ri, vi ela corar e ri mais ainda. – A propósito está linda. – Sentei na frente dela.

- Eu sei. – Mexeu no cabelo convencida.

- Quer algo? – Perguntei, quando ela olhou pro chão. Estava com vergonha.

- Nescau? Tem? – Eu ri e fiz que sim. Fui a orientando Onde estavam as coisas.

- Precisamos conversar? – Ela me olhou confusa com a pergunta.

- Como? – Sentou na minha frente.

- A mensagem. Vamos precisar conversar ou deixar assim? – A encarei. Ela pensou um pouco antes de me olhar e me responder.

- Acho que não precisamos conversar, sabemos muito bem o que esta acontecendo aqui. – Deu de ombros.

- Eu sei que vai parecer loucura, mas estou surpreso com sua frieza. – Dessa vez quem deu de ombros fui eu. Vi ela engolir o Nescau antes de me responder.

- Acho melhor eu ir indo. – Ela se levantou, sorriu fraco e foi indo em direção as escadas. Acho que pra pegar algo.

- Hey espera! – Ela nem mesmo virou pra trás quando chamei, apenas continuou andando. – Merda! – Bati na bancada e subi correndo para alcança – lá.

Quando cheguei no quarto a garota já havia tirado o meu moletom e já estava com a sua mochila nas costas e os olhos cheios de água.

- O que está acontecendo? – Me aproximei dela que deu um passo pra trás. Ela só me olhou triste. Aquilo me partiu por dentro.

- Você fode comigo! – Seu peito subiu e desceu rápido. Ela estava nervosa. – Você sempre fode com o meu psicológico! – Ela deixou suas lágrimas caírem. Eu a Abracei, suas lágrimas estavam molhando meu peito, mas eu não me importo. A puxei até a cama e a sentei no meu colo.

- Mas o que eu fiz dessa vez? – Pedi baixinho. Ela ainda soluçava.

- Tudo é tão complicado, a gente sempre acaba se machucando e sempre acaba juntos depois. – Segurou o choro para poder dizer tudo que estava sentindo.

- Mas dessa vez pode ser diferente. – Limpei seu rosto e a fiz encarar meus olhos. – Eu não tenho ninguém, você não tem ninguém. Acabou! Acabou tudo que nos impedia de ficar juntos. Claro que o nosso amor foi complicado desde o começo, mas acabou. Tudo está bem entre nós. Você sente a minha falta eu sinto a sua e é isso que nós interessa.

- Mas e todas as traições de antes?

- Isso pode ficar no passado. Agora somos eu e você! – Ela me olhou sem dizer nada. Preferiu encarar o chão ao olhar pra mim, tem algo a mais aí não é só a nossa história que está a deixando dessa maneira. Mas eu estou ocupado demais com nós dois aqui do que em outro assunto. – Deixa o passado pra trás...- Puxei seu rosto pra mim. – Fica aqui, vem me beijar! – Sorri malicioso. Ela não falou nada apenas ficou me observando. Tentei deixar de lado a malícia. Precisamos tanto conversar sobre nós dois que dói só de pensar que eu já fiz ela troxa. – Hey, Isa! – A chamei baixo e peguei em sua mão. – Eu sei que ninguém nunca te machucou como eu te machuquei. – Minha voz vacilou senti vontade de chorar, mas segurei minhas lágrimas. – Mas pode ter certeza que ninguém nunca te amou como eu te amei.

POV’S ISADORA 

Nós dois aqui, somente nós dois. Sem Melinda, Sem Julian, sem qualquer outra pessoa, apenas eu e ele. Entre nós um amor que eu não consigo entender, nem mesmo Zayn consegue entender o que se passa entre nós. Algumas pessoas são hipócritas e dizem que pra ser um relacionamento de verdade precisa de sexo, brigas e claro que o amor. Brigas é o que mais temos. Amor, o nosso amor é complicado, mas não posso dizer que não existe. O sexo já rolou uma vez, foi bom, mas as dores de cabeça por conta das coisas me fizeram esquecer como é o sentir em mim.

A única coisa que eu preciso é chorar. Chorar por estar matando o que existe entre nós, chorar pela Kimmy, Chorar pelo relacionamento dos meus pais.

Eu só precisava descansar, ficar por um tempo em um lugar onde ninguém me cobraria nada. Eu vi aquela oportunidade em Zayn. Ele não me cobraria, eu poderia chorar o tempo que eu quisesse em seu peito e ele não me negaria, eu o amo tanto, que dói saber que tenho que fazer ele me odiar.

As suas palavras estavam me convencendo em contar todas as coisas que se passaram comigo hoje. Da proposta. Ele provavelmente me ajudaria com isso, mas não quero que a minha família pense que eu sou uma vagabunda roubadora de namorados. Olhei em seus olhos e lhe dei um beijo. Ele se assustou no começo, mas esse vai ser o último, quero que lembre desse Beijo quando se lembrar de mim.

Nossas línguas estavam em sincronia, eu estava com saudades do seu gosto e ele do meu. Quando percebi ele já estava em cima de mim. Nosso Beijo já estava quente e voraz, suas mãos percorriam no meu corpo inteiro e as minhas faziam o trabalho de puxar seus cabelos. Eu já não estava fingindo, eu queria aquilo, queria a lembrança do seu beijo, do seu toque e do sexo dele.

A partir disso nosso Beijo foi para uma transação sensacional, melhor do que a primeira, eu esqueci de toda a merda que estava se passando comigo, deixei de lado a tristeza e coloquei o desejo no lugar. Nada acabaria com aquele momento.

Eu já estava cansada, pois acho que a nossa despedida foi bem mais desgastante do que eu pensei, de um modo bom é claro. Minha testa estava suada, o meu corpo e o de Zayn estavam grudentos. Ele puxou uma coberta e cobriu nossos corpos nus, nos abraçamos, eu deitei em seu peito deu pra sentir sua respiração afobada. Depois De Um Tempo naquele silêncio eu deitei de bruço em seu peito.

- Que foi? – Ele deu um belo sorriso e acariciou meus cabelos.

- Que amor louco o nosso né? – Sorri do mesmo jeito. Ele me olhou e sorriu.

- Alguns nunca enlouquecem, imagina que vida de merda eles devem levar! – Eu ri e deitei de novo em seus braços.

Por um momento eu achei até engraçado, mas depois eu percebi que a loucura nem sempre é sinal de felicidade.

...

Zayn já estava ferrado no sono e o sol já estava começando a aparecer. Levantei-me, coloquei minha roupa, calcei meus sapatos e dei uma última olhada em Zayn.

Ele ainda consegue ser lindo dormindo, me deu um aperto no peito ver ele ali e não poder dar um beijo de e despedida.

Olhei pro seu rosto e observei.

- Eu te amo! – Cochichei mesmo ele estando dormindo. - Eu odeio despedidas. Odeio pontos finais, por isso tenho medo de dizer certas coisas pra você, prefiro que o ponto final fique apenas nessa frase. – Saí dali tentando conter minhas lágrimas. Ele jamais se lembrará que eu disse, ele jamais vai saber que esse momento aconteceu.


Notas Finais


Desculpa qualquer erro! 🌸
Espero que tenham gostado. ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...