História O namorado do meu pai - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Exibições 52
Palavras 1.564
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gentioi!!!!😄
Espero que gostem
Nesse capítulo tem um pequeno hot !
💜 leiam tb minhas outras fics! Eu tenho de todos os meninos!💜

Capítulo 3 - Fontes termais para casais?!



Sinto uma mão  tocar minhas bochechas- Ei, S/n ! Hora de acordar ou voce vai se atrasar para a escola. - ouço alguém falar.

- Hum...Já vou...- Eu digo pausadamente. 

- Vamos s/n voce vai se atrasar!!!- Ele fala

Abro bem devagar meus olhos me deparando com o ser mais lindo de todos o meu professor de literatura gay.

-Bom dia ! - Digo dando um sorriso Alegre.

Acho que hoje acordei de bom humor. E falando sério, faz muito tempo que eu não acordo de bom humor.

-Bom dia florzinha! - Jin diz sorrindo. 

Ele senta na cama onde  Eu me encontrava deitada.

- Haaa...Jin deixa eu faltar hoje !!! Por favorzinho! - Eu digo manhosa.

- Nananinanao, a senhorita tem que fazer a recuperação que eu vou dar hoje- Ele diz.

- Você não pode trazer pra mim fazer aqui? Estou tão cansada hoje, parece que um rolo compressor dormiu eu cima de mim. - Eu digo me espreguiçando 

- Eu sou tão pesado assim? - Jin diz com uma cara triste.

- Como assim? - pergunto não entendendo muito bem o que o mesmo tinha dito.

-Nada. Mas justamente hoje que seu pai  foi viajar eu tenho que fazer o que ele mandou. E ele disse pra fazer voce ir para a escola de qualquer jeito ! - ele diz meio nervoso.

- Por favor Jin do meu kokoro! Eu faço qualquer coisa e além disso isso pode ser nosso segredo ! - Digo 

- Qualquer coisa ? - Jin diz meio suspeito.

- Sim !!! É só dizer ! - Eu digo sorrindo.

- Então eu quero ir com você nas fontes termais para casais ¤~¤ -Ele diz meio corado.

- Como assim Jin? Você quer me ver pelada - Eu digo.

Eu sinceramente te quero ver pelado então  sem problema.

- N-n-não é isso ! É que eu quero te conhecer melhor! E então nada melhor do que uma conversa em fontes termais! - ele diz.

-E tem isso aqui no Brasil ? - eu pergunto.

- É claro que tem bobinha. - Ele diz.

- Tá mas agora eu quero me trocar...- Eu digo 

-Ou, ok desculpe...S/n, vou ligar para a escola para dizer que nao vamos hoje.- Ele diz.

Jin se levanta de minha cama e sai do meu quarto fechando a porta.

Eu me levanto da cama e a arrumo. Depois tomo um banho meio demorado. Vou ate meu closet pé resolvi colocar um vestidinho Preto que vai até acima um pouco acima do joelho e um All star Preto de cano médio, arrumei o meu cabelo e desci.

Vejo ele na bancada da cozinha 

- Oi !!! - Digo o abraçando por trás.

- Oi ! O que vai querer comer ? - pergunta.

Eu solto dele e sento na mesa retangular. 

- Panquecas! E dessa vez sem gozo, ok? - eu digo rindo.

- Aquilo...- Ele diz corado.

Depois de comermos fomos para as tais fontes termais.

Tivemos que esperar uma meia hora para a fonte de casais  ser liberada.

Fomos até a senhora que estaca no caixa.

- Que casal bonito de jovens  ! - A senhora diz sorrindo 

- N-não é isso...- Eu digo.

- Oi ? Desculpe minha jovem mas eu não ouvi direito. - A senhora diz.

- Ela disse obrigada, somos mesmo um lindo casal ! - Jin diz sorrindo para a senhora. 

Ele pena minha mão...

Depois que ele pagou fomos até o banheiro para tirar nossas roupas e pegar os roupões.

Guardei minhas roupas no pequeno armarinho que havia no banheiro.

Olhei em volta e vi um espelho que havia ali...Me aproximei e tirei o meu roupão fazendo com que o mesmo caísse no chão. Comecei a olhar para o meu corpo, meus seios eram fartos e minha bunda empinadinha, talvez eu nao fosse tão feia, sorte que eu tirei a Mata da minha amiguinha.

Logo pego meu roupão do chão e o visto.

Saio do banheiro e logo vejo uma placa escrito " fontes termais para casais" então vou até a porta e a abro. 

Vejo que Jin já se encontrava Dentro da fonte. Olhei para o mesmo que tinha músculos bem aparentes.

Esse homem é realmente um tesão...

- Oi, S/n demorou...- Ele diz me fitando.

- É...Eu estava me trocando.- erespondo para o mesmo.

Tiro meu roupão fazendo com que o mesmo caia no chão ...

- O que está fazendo S/n? - Jin pergunta corado ainda me olhando.

- Você não é gay? Então você é tipo uma mulher, não é ? - eu pergunto.

- Sou...- Ele continua me encarando.

- Então...- Eu digo e entro na Fonte.

Ficamos um pouco em silêncio até que eu resolvo quebra-lo .

- O que fez voce se apaixonar pelo meu pai ? - eu pergunto.

- A gente não pode falar disso depois? - ele pergunta 

- Não, por que ? - Eu pergunto.

- Eu quero relaxar um pouco...- Ele diz virando de costas pra mim.

Eu fecho meus olhos pois resolvo seguir seu Conselho.

Depois de alguns minutos de olhos fechados, começo a ouvir barulhos.

- Haaaa...- era Jin que os fazia.

- Jin? - pergunto me aproximando.

O mesmo estava fazendo movimentos em baixo da água.

- O que voce esta fazendo ? - pergunto mais próxima do mesmo.

Ele então virá pra mim e me observa.

- S/n...senta aqui no colinho do seu professor!- Ele diz

- Jin...- Logo me dou conta do que o meu professor estava fazendo.

Eu me afasto e me preparo para sair mas ele pega meu braço E me puxa de volta pra água.

- Se você fizer algo comigo eu grito! -  Digo para o mesmo.

-grita...- Ele diz.

Eu ia gritar mas algo se prende aos meus lábios, algo carnudo, quente e molhado...Logo me dei conta que eram os lábios de Jin.

Ele enfia sua língua em minha boca e eu logo tento entrar no ritmo dele.

Depois a falta de ar fica presente e ele nos separa ofegante.

Depois de um tempo respirando e tentando raciocinar o que acabará de acontecer ele pega minha mão e desce para o seu pau grande e Grosso que se encontrava duro.

- Viu...S/n é desse jeito que você me deixa quando você usa aqueles pijaminhas ou dorme só de calcinha e sutiã ...- Ele diz

Eu não me aguento e começo a fazer movimentos em seu pau.

- Isso s/n...- Ele diz em gemidos.

- Agora, senta no meu colinho...- Ele diz.

Eu sento em seu colo mas ele não me penetrou.

             Jin/on 

Eu não aguentava mais eu queria fode-la ...Mas sabia que tinha que me segurar, então a convidei para as fontes termais e adivinha ela aceitou.

.....

- Agora,senta aqui ! -eu mandei e ela me obedeceu. 

Sabia que ela era virgem mas nem por isso deixaria de masturba-la. 

- Jin...- a mesma gemeu enquanto eu chupar seu pescoço.

Sabia que aquilo deixaria uma marca mas eu não estava nem ai.

-Jin...Não quero perder minha virgindade ainda - ela diz corada.

-Tudo bem...Só vou te masturbar...- Eu digo.

Eu pego ela no colo e a levo para a sauna que era perto da fonte.

Coloco ela deitada no Banco de madeira que havia ali e começo a brincar com seu clitóris com a ponta do meu dedo.

- Haáa...-Ouço a mesma gemer. 

- Isso S/n geme pro seu Jin...- Eu digo.

- Haaa! Jin...- ela diz.

Logo paro com as carícias em seu botãozinho e enfio minha língua em sua vagina,  lambo toda a extremidade de seus lábios ( da vagina ) e volto minha atenção para seu clitóris. 

Vejo o quão molhada ela está.

- Tão molhadinha minha ninfeta- Eu digo a ela.

Então enfio um dedo em sua vagina.

- Jin...Dói!  - Ela reclama tentando tirar o meu dedo de lá. 

- Já vai passar Minha bonequinha - digo a ela.

Começo a mecher meu dedo dentro dela com dificuldade pois a mesma era muito apertada. 

- Tão apertada...- digo. 

Depois de um tempo ela finalmente se acostuma.

- M-Mais rápido!!!- ela diz com dificuldade.

Ela rebola em meu dedo fazendo com que meu pau ficasse maior ainda e vou te contar ... Nesses anos todos nunca vi ele tão grande.

- Cadê o melzinho? Quero experimentar - digo para ela que já estava chegando no seu  épice.

Ela jorra o seu líquido e eu o Chupo deixando sua vagina limpinha.

- Agora é minha vez.- ela fala se levantando e ajoelhando no chão  para alcançar meu pau. 

            Jin/ off 

               S/n on

Eu me ajoelhei perto de seu pau e  comecei a lamber e a  chupar sua cabecinha, depois de um tempo desço minha lingua por toda sua extensão.

- Haaaa- Ouço Jin gemer com minha ação.

- Sua boquinha...- Ele tenta dizer algo.

Começo a masturba-lo com minha boca logo uso minhas mãos para completar a parte que não consigo chupar. Jin geme freneticamente.

Depois de um tempo ele pega em meu cabelos e começa a ditar os movimentos. Seu pau pega em minha garganta quase me fazendo engasgar.

Ele goza...Eu engulo tudo.

Ele me puxa pra ele e eu deito em seu peitoral suado, em cima do  Banco da sauna respirando pesadamente.

- Você foi ótima- Jin diz acariciando minha cabeça. 

Eu sorrio e acabo pegando no sono.


Acordo em Minha cama e logo me cai a ficha do que eu fiz...Depois de um tempo entrando em pânico resolvo olhar meu celular que havia uma mensagem 


Mensagem on

Anônimo: Eu vi tudo - Ele manda uma foto de mim e do Jin nos masturbando.

Eu: Quem é voce ? o que quer ? 

Anonimo: Em breve você saberá gostosa...E eu te usarei de todas as formas possíveis. E não me bloqueie dessa vez.

Eu: Olha...Vai tomar no cu,  você fica com essa coisa de em breve, em breve. Fala logo o que você quer.

Anônimo: Adeus Baby.


Fim do capítulo três...
























Notas Finais


Oi gente ! Espero que tenham gostado.
Até a próxima
Quem vocês acham que é o " Anônimo"?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...