História O Nascer do Sol - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Arthur Weasley, Bellatrix Lestrange, Dino Thomas, Dolores Umbridge, Draco Malfoy, Fred Weasley, Fred Weasley Ii, Gina Weasley, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Lilá Brown, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Percy Weasley, Ronald Weasley, Simas Finnigan, Sirius Black, Theodore Nott, Tom Riddle Sr., Viktor Krum
Tags Dramione, Harmione
Exibições 249
Palavras 844
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem!!

Capítulo 1 - Talvez seja melhor assim


Fanfic / Fanfiction O Nascer do Sol - Capítulo 1 - Talvez seja melhor assim

Era de manhã na casa dos Grangers, não fazia tanto tempo tempo que Hermione estava acordada sentada em cima de sua cama esperando o chamado de seu pai, Josh granger era um homem muito rico que vivia nas  proximidades da Zona Sul vivia em sua mansão com muitos empregados e sua filhinha Hermione de apenas 7 anos a pobrezinha menina tinha perdido a mãe quando nasceu e ali ele se encontrava batucando os dedos na velha sebe de casa esperando que algo acontecesse em sua vida, não era mentira para ninguém que após a morte dá jovem e bela esposa pareceu ficar mais frio resistente embora só assim ele ficasse na frente dos outros, têm tava transparecer para sua querida filha o mais possível que amava não era homem de fraquezas nem transparências tudo que ele desejava era deixar sua filha feliz e assim pensou que estava fazendo, era um ótimo negócio ele gostava da moça e a moça gostava dele Pelo menos era o que parecia o seu plano infalível era se casar com a filha de um importante magnata dono de várias empresas era como se fosse um negócio de inda e vinda ele se casar ia arrumar alguém para cuidar de sua Hermione como se fosse sua mãe e assim fortaleceria seria os negócios não tendo  concorrentes fortes. Quando deu mais ou menos meio-dia ele chamou sua filha a garota prontamente se dirigiu até a sala de estar onde seu pai estava sentado na ponta da mesa mas mal tinha se sentado Quando os dois ouviram utilitar da companhia tocando imediatamente um dos criados que trabalhavam na casa foi atender a porta  os dois membros da casa viraram a sua cabeça para a porta, vira uma bonita mulher de longos cabelos pretos e cacheados tinha um semblante um tanto sorridente.
-Boa tarde falou a mulher de longos cabelos cacheados indo imediatamente se sentar à mesa junto aos dois membros da família.
- estou muito agradecida pelo seu convite Josh Espero que nós teremos uma boa tarde juntos. Falou a mulher se sentando do outro lado da mesa de frente para Hermione
-então essa deve ser a sua filhinha
- Sim essa é Hermione
- muito prazer senhora. fala Hermione sorrindo para mulher a sua frente
- não precisa me chamar de senhora querida pode me chamar de belatriz.
- bom então tudo bem belatriz.
- seu pai disse que você adora o por do sol e verdade?. Perguntou belatriz
- sim, eu amo o por do sol. Assim como minha mãe.
- ela gostava do por do sol?
-sim foi o que o papai me contou
- bom ela parecia ser uma mulher muito interessante
- bom acho que sim
- bom Josh você está de parabéns tem uma filha linda e bem educada,e uma casa impecável, só acho que devíamos mudar um pouco a decoração.
- e realmente faz tempo que não mudo muita coisa mas também não tenho tempo para isso, mas acho que você dará um jeito nisso.
- bom seria uma honra mas é claro só se a pequena Hermione me ajudar. então Hermione você me ajudar?
- tudo bem. Respondeu a pequena Hermione assedindo que sim
- que bom que vocês estão se dando bem . Respondeu Josh
Após o almoço acabar, belatriz pediu a Hermione para lhe mostrar seu quarto O quarto de Hermione Granger contia uma cama, é ao fundo e em uma parede vários desenhos do por do sol eo resto do quarto com papéis de parede de borboletas próximo a escrivaninha e guarda- roupa e ao lado da parede dos por dos sóis jazia uma porta para o banheiro.
- muito bonitinho querida, embora não aprecie muito decoração aberta e cheia de luzes. falou lançando uma careta, que Hermione não percebeu.
- obrigada. Respondeu Hermione,
Enquanto bela se sentava na cama e fazia sinal para a pequena Hermione se sentar.
- você sabe querida que logo eu e seu pai iremos nos casar não é?
- é acho que sim
- você gosta muito do seu pai? Não quer deixar o aborrecido não?
- não por que?. Perguntou Hermione um pouco preocupada, o que será que ela poderia fazer para aborrecer seu pai?
- então você tem que dizer para seu pai que gosta de mim, e me chamar de mãe outras vezes que eu vim aqui para visitar você eo seu pai ok?
- tudo bem mais por que eu tenho que chamar você de mãe?. perguntou Hermione sem entender ela parecia muito legal mas sua mãe não era ela.
- porque daqui a pouco eu vou se torna a sua mãe querida e isso deixaria seu pai feliz.
- então tudo bem se for para não deixar o papai triste tudo bem. Respondeu ela meio sem jeito.
Mais tarde no escritório do senhor Granger:
- nós nos damos super bem ela é tão linda, ela disse que queria que eu fosse a mamãe dela, fiquei tão emocionada.
- serio ela disse isso? Perguntou o sr.granger. finalmente tudo ia da certo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado até a próxima bjssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...