História O nerd da minha vida - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Bibi Smith, Carmen Carrilho, Cirilo Rivera, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Valéria Ferreira
Tags Carmem Carrilho, Carrossel, Cirilo Rivera, Ciriquina, Daléria, Davi Rabinovich, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Nerd, Paulo Guerra, Romance, Valéria Ferreira
Exibições 46
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Leiam as notas finais e espero que gostem!

Capítulo 23 - Capítulo 23


Anteriormente em O nerd da minha vida...

Noto em seu braço mais pulseiras, cada uma com um dizer diferente da outra. Eu espero pacientemente que ela se decida escolhendo as letras, cantarolando. Fico com um sorriso no rosto até que ela me estende a pulseira: 

—Uma coroa! 

—Uma coroa? —Não entendo nada e olho para os quadradinhos de letras coloridas com os quais ela escreveu Crown. 

—Isso resolveria seus problemas! 

—Como seria possível? —indago. 

—Você não precisaria da coroa de rainha, o príncipe ficaria com a outra princesa e você poderia dar essa coroa para o garoto que não é príncipe! 

Fico sem reação. Entendo o que ela quis dizer, mas, na minha cabeça, as palavras infantis e cheias de brincadeira de Leah tomam outra proporção. Seria tudo isso um aviso de que eu não preciso vencer a votação e ser rainha do baile? De que eu não tenho que me importar com o que Valéria, Margarida ou Carmem pensem? E de que a verdadeira coroa não está em cima das nossas cabeças, mas no que há dentro de nossos corações? 

Foi isso o que pensei. 

—Gostou? —ela me pergunta sorridente e esperando um elogio. 

—Adorei, princesa! —Eu a abraço forte. Leah me abraça também, sem ter qualquer ideia do quanto essa pulseira realmente significou para mim.

 

No instante em que acendo a luz do meu quarto, meu celular toca. Olho para o visor e reconheço o nome de Valéria piscando freneticamente. Respiro fundo e atendo: 

—Alô? 

—O que você pensa que está fazendo? —ela quase berra do outro lado; tenho que afastar o celular um pouco da orelha para evitar mais dor. 

—Quê? 

—Você é uma mentirosa, Maria Joaquina, uma mentirosa! Não esperava isso de você! 

—Do que você tá falando, Valéria? 

—Você disse que estava contundida. Não foi ao treino, mas foi para a casa de Cirilo Rivera! —Valéria berra inconformada. —Por que você ia fazer uma coisa dessas? Tá maluca? O que Jorge vai pensar quando descobrir? 

O desespero me acomete e meu corpo inteiro treme involuntariamente. Meus livros caem no chão em cima de meus pés. 

—C-como você sabe disso? —gaguejo. 

—Meu Deus, Maria Joaquina! —Valéria parece desesperada do outro lado da linha, posso imaginá-la massageando a têmpora enquanto fala comigo e perambula por seu quarto. —Como você acha? Todo mundo já está sabendo! Sabia que Luiza Oliveira queria se encontrar com ele hoje à tarde, mas ele recusou dizendo que ia estudar contigo? Ela viu vocês se encontrando na saída do colégio e indo embora juntos. Sabia disso? 

—Não, eu não sabia. —Respiro fundo e apoio o celular no ombro, abaixando-me para pegar meus livros. Ando até a cama e solto tudo por cima dela. —Valéria, preciso de sua ajuda. 

—Não sei como vou tirar você dessa, Maria Joaquina! Vai acabar com nossa reputação. 

—Não, Valéria, você não entendeu, eu realmente preciso da sua ajuda! —choramingo. Minha amiga para de esbravejar e fica um silêncio na linha por um breve instante, enquanto ela espera que eu me explique. —Eu acho que… Eu acho que… 

—Acha o quê, Maria Joaquina? —Valéria bufa do outro lado. Eu sei que ela está nervosa, mas ao mesmo tempo está tentando se acalmar. Ela é minha melhor amiga, com certeza vai me ajudar. —Fala logo, Maria Joaquina! 

—Eu acho que tenho sentimentos por Cirilo Rivera. —Pronto, falei. 

—Meu Deus. Maria Joaquina! Você só pode estar maluca. 

—Talvez sim. Quero desistir da votação de rainha do baile. 

—Você não pode tomar essa decisão assim de cabeça quente! —Valéria se exalta. 

—Não quero mais namorar Jorge. 

—Você não pode tomar essa decisão sozinha! —Ela quase se desmancha do outro lado da linha, em espanto. 

—Desculpe, como não posso? 

Ao que me consta, essa é uma decisão só minha e apenas eu posso tomá-la. Bem, Jorge talvez se oponha um pouco, mas isso é tudo. Ninguém mais pode se meter no meu relacionamento. Se eu quiser terminar, eu termino, simples assim! 

—Nós trabalhamos duro para você conquistá-lo! Eu basicamente implorei ajuda para as meninas deixarem a gente entrar no time. Você não pode jogar tudo assim para o alto! 

—Posso, sim! 

—E quanto a mim? Todo o meu esforço não conta? Você está sendo tão egoísta! Se terminar assim com Jorge, eu nunca vou conseguir que Davi volte a falar comigo. 

—Aí está outro problema, você nunca me contou o que realmente aconteceu com você e Davi, como vou saber se tem outra forma de te ajudar? —Fico aborrecida com as acusações de Valéria, mas tudo o que ela disse é verdade. Sei que ela deu muito duro para que a gente se transformasse nas duas cheerleaders que somos hoje e que ela gosta muito de Davi, o que só me deixa mais confusa. 

—Eu te conto! Se é esse o problema, eu te conto e vamos sair dessa juntas, ok? 

—Mas eu ainda quero terminar com Jorge —insisto, marcando um ponto nessa discussão.

—Você está mesmo assim tão envolvida com Cirilo Rivera? —Valéria contesta. Eu suspiro e ela perde a paciência, achando que estou pregando uma peça ou contando uma piada. —Fale a verdade, Maria Joaquina. É sério? 

—Grau superlativo absoluto de sério —respondo. 

—Tudo bem. Se você quer terminar com Jorge e se jogar em cima do cara mais nerd do universo, eu não vou te impedir. Vou me opor, mas não te impedir. —Valéria se conforma suspirando. Uau, até me surpreendeu, achei que ela fosse espernear mais. —Mas você pode, por favor, não fazer isso agora e neste instante? Podemos conversar amanhã? Eu te conto tudo, você me conta tudo… Poxa, a gente sempre foi tão amiga. Você nunca tomou uma decisão sem mim. 

—Certo, amanhã no intervalo a gente se encontra na cafeteria e conversamos —concordo. —Mas, ao final da aula, eu vou terminar com Jorge, não importa o que você me diga.

—Tudo bem. Até amanhã. —Valéria respira fundo, como se ficasse aliviada, e eu desligo. 

Ah, era só o que me faltava agora! Essas meninas do time fizeram a cabeça de Valéria para controlar meu namoro com Jorge por causa da coroa de rainha do Baile de Primavera! 

Terminar com Jorge será o meu fim, e com certeza Carmem Carrilho está trabalhando duro para que Margarida nunca coloque a mão na coroa. Esse é o único motivo para ela me apoiar tanto e colocar Luiza Oliveira para se jogar em cima de Cirilo, o que, convenhamos, só atrapalhou tudo. Todo mundo parece mais interessado em uma coroa estúpida do que em todo o resto do planeta! 

Carmem Carrilho quer que eu fique com a coroa para não deixá-la para Margarida, mas, se eu partir o coração de Jorge, todos que gostam dele —e, sim, é muita gente —vão ficar contra mim. Nem preciso dizer sobre o desastre que estou prestes a desencadear e a guerra que vai acontecer. Ai, estou ferrada!

 


Notas Finais


Finalmente a Maria Joaquina revelou para a Valéria que gosta do Cirilo e no grau superlativo absoluto de sério! E finalmente ela vai terminar com o Jorge, mas o que será que vai acontecer? Será que vai correr tudo bem e que o Jorge vai aceitar num boa? Obs: Devo postar mais 3 capítulos hoje, pois estou de bom humor hahahaha. Até o próximo capítulo, beijo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...