História O Nerd e o Popular - Jikook - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook
Visualizações 367
Palavras 556
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


https://spiritfanfics.com/historia/a-esperanca-de-um-final-feliz-9345445
👆 esse link é da minha segunda fanfic de Jikook! Vão lá e dêem uma forcinha pra mim! ♡♡

Capítulo 17 - O Passado do Pai de Jimin


Fanfic / Fanfiction O Nerd e o Popular - Jikook - Capítulo 17 - O Passado do Pai de Jimin

Todos nós voltamos para casa brincando e se divertindo,como amigos e casais.                                                                       -------------------------------------------------------------------------

Chegando em casa, fomos para o quarto tomar banho, pois estávamos muito cansados. Depois do Jimin sair do banho, minha mãe chama nós dois para conversar.

— Jimin e Jungkook, tenho uma notícia à vocês dois.

Jimin me olhou com um olhar de medo.

— É bom ou ruim? – perguntei.

— Deve ser bom né, vai que vocês não gostem.

— Fala sogrinha – diz Jimin ansioso.

— Bom, eu comprei uma casa pra mim em Daegu, então resolvi deixar essa casa pra vocês dois, já são quase adultos já, se quiserem chamem o V e o J-hope pra morar com vocês.

— Mas mãe, você vai morar sozinha? – perguntei preocupado.

— Claro que não, irei morar com meus pais.

— Tem certeza disso? – perguntou Jimin.

— Tenho sim.

Nos levantamos e abraçamos minha mãe. Depois da despedida, levamos ela até o táxi.

— Mãe, prometo ir te visitar toda semana, te ligar todo dia, e... – ela me interrompe.

— Calma filho, eu não vou sair do país – diz rindo.

— Te amo mãe.

— Também te amo meu filho.

O carro saiu, até que olhei pro Jimin e ele tava chorando.

— Amor, que foi?

— É que foi muito lindo essa cena – diz rindo.

Olhei pra ele e comecei a rir. Fomos para dentro de casa e começamos a arrumar a casa como o nosso gosto. Depois de ter arrumado tudo, eu disse:

— Jimin, podemos conversar?

— Claro!

Fomos para o quarto.

— Por quê seu pai é assim?

— Como? – diz Jimin sem entender nada.

— Quero dizer, assim, tão cruel, preconceituoso e tals...

— Você pode contar pra ninguém!!!

— Te prometo.

Jimin suspirou antes de me contar tudo.

— Bom, quando eu era criança, meu pai também era gay sabe, ele tinha um namorado que sempre ia lá em casa, mas meu pai, sofria muito por ser gay, ele apanhava, era espancado e tals. Por isso que ele não quer que eu fique com garotos, pois tem medo de eu sofrer como ele sofreu.

— Nossa vida, isso é sério? – digo surpreso.

— Sim, muito sério!

Jimin olha pro chão e eu percebo uma lágrima cair.

— Jimin, você está bem? – perguntei preocupado.

— Sim, claro. Finalmente consegui falar com alguém sobre isso – ele sorri.

— Bom, mudando de assunto, você quer que o V e o J-hope more conosco? – perguntei.

— Sim, vai ser muito divertido! – respondeu Jimin.

— Ok, irei ligar para eles.

Liguei para o J-hope e expliquei todo o ocorrido, e, pedi para vir junto com o Tae. Passaram-se 30 minutos e a campainha toca, e eram eles.

— CHEGAMOOOS!!! – gritou V fazendo show.

— Calma maluco – disse J-hope rindo.

— O quarto de vocês é do lado do banheiro – falei à eles.

— Um aviso! – gritou Jimin.

Olhei pra ele com medo do que iria dizer.

— Se vocês ouvirem barulhos estranhos do nosso quarto de madrugada, ignorem ok! – disse Jimin.

— Pode deixar! – diz V rindo.

— Bom, vou pro quarto, tô cansado – falei.

— Ok, vou arrumar minhas coisas – disse Hoseok.

Fui para o quarto e ouvi a porta ser fechada.

— Jungkook–ah! 

— Jimin, você tem problema?

— Por quê? – perguntou ele.

— O que vocês quis dizer com "barulhos vindo do nosso quarto de madrugada"?

— Porque a gente ronca muito alto maluco. Pensou o quê? – diz Jimin rindo.

— Ata – fico sem graça.

— Mas esse "barulho" que você pensa, também vale!

Olhei pra ele e comecei a rir. Apaguei a luz e fui dormir, até que senti o Jimin se deitar comigo.

CONTINUA...


Notas Finais


O que acharam do capítulo de hoje? ♡ Me desculpem pelo atraso viu, não tava em um bom momento! Mas amanhã prometo que terá... E a nossa fanfic tá chegando na reta final! 😔 Mas tem a minha segunda FANFIC DE JIKOOK : https://spiritfanfics.com/historia/a-esperanca-de-um-final-feliz-9345445


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...