História O nosso ROSADO - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Gildartz, Grandine, Gray Fullbuster, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Rogue Cheney
Tags Ação, Akatsuki, Amizade, Amor, Amor Rosado, Aventurabts, Camren, Colegial, Comedia, Drama, Dramaexo, Etc, Fairy Tail, Harry, Hentai, Jikook, Jiminjungkook, Justin Bieber, Lemon, Lisanna, Lucy, Mistério, Nalu, Naruhina, Naruto, Natsu, One Direction, Revelaçoes, Romance, Sasusaku, Sexo, Styles, Suspense, Terror, Violencia, Yaoi, Yuri
Exibições 120
Palavras 860
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Ecchi, Escolar, Esporte, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem esse capitulo era para ter saido amanhã mais eu dei uma adiantada, pois as provas vão começar então não me julgem se o capitulo ficou pequeno...

Capítulo 14 - Relógio de PRATA


Natsu On

Formos para o meu carro que estava na rua não tinha guardado em lugar algum não sabia que nós iríamos além de um beijo e formos muito mais além.

Natsu – To parecendo um mendigo comparado a você. Falei com desdém.

Erza – Ta nada meu amor você, mas se você quiser trocar de roupa podemos ir na sua casa eu não me importo em espera um pouco mais! Após falar isso ela me deu uma selinho.

Natsu – se você não se importa então vamos.

Falei isso já ligando o carro e partimos em direção a minha casa lá eu a deixei na sala de estar com a minha mãe ela ficou um pouco envergonhada eu rir por dentro eu fui para o meu quarto trocar de roupa.

Erza e minha mãe:

Erza – Olá senhora Grandine!

Grandine – qual e Erza senhora está no céu me chame apenas de Grandine. Falou ela ficando muito próxima da ruiva. – então Erza o quê você e do meu filho? Falou ela ainda mais próxima da mesma.

Erza – não sei ainda estamos nós conhecendo então não tenho certeza você me entendi.

Grandine – qual e do jeito que o Natsu e parecido comigo você já foram muito além de um beijo não minta para mim.

Erza ficou pensativa então eu cheguei na sala e peguei a ultima parte da conversa das duas.

Natsu – Mãe não faça essas perguntas constrangedoras para ela assim você me deixa envergonha. Falei um pouco corado.

Eu puxei Erza pelo braço de leve para não machucar ela.

Natsu – vamos indo mãe beijos. Falei fazendo um sinal de beijo e ela começou a rir. – que, que foi aquilo lá dentro não me diga que você ia contar o quê rolou?

Erza – você e muito burro mesmo você acha que eu ia passar esse vexame eu estava enrolando ela você não percebeu mais você e muito burro mesmo em! Falou ela dando um cascudo na minha cabeça.

Natsu – humrum sei. Falei coçando a cabeça mais após isso eu corri em direção ao carro e abri a porta do motorista. – Bem como você sabe eu sou menor de idade e não tenho habilitação então você dirige claro se você não quiser eu posso mais tem o risco de sermos parados e pegamos uma multa alta.

Erza – Claro porque não. Falou ela pegando as chaves da minha mão e entrando no carro e eu fui para o banco de passageiro na frente.

Já dentro do carro eu falei:

Natsu – acho que já sei quem e o homem da relação. Ela caiu na gargalhada e de certa forma eu também ria por dentro mais fora exalava um ar de desprezo.

Ela não falou mais nada quando chegamos ao shopping formos em algumas lojas femininas a mando dela e como recompensa por tudo que ela tem feito por mim eu peguei o cartão de credito que o meu pai me deu no nome dele e paguei por tudo mais a ruiva não aceitou de primeira e devemos uma pequena discussão que eu ganhei algo muito raro.

Erza – Amor eu quero ir no banheiro!

Natsu – Pode ir.

Natsu off

Erza on

Eu perdi ele de vista indo ao banheiro, mas antes de chegar ao banheiro fiquei de frente a uma loja de relógios eu entrei nela e comprei um relógio de prata com os pinos azuis era uma forma simples de pagar pelos presentes eu mandei embalar para presente enquanto eu ia no banheiro após sair do banheiro foi direto na loja e peguei o relógio e fui procurar por ele quando fui na praça de alimentação e vi ele sentado lá sem comer nada.

Erza – então e aqui que você está. Falei de forma carinhosa.

Natsu – Erza eu não entendo você acho que você tem bipolaridade, pois uma hora você esta lá toda rígida mais agora está ai toda carinhosa não me leve a mal prefiro você assim, então, vai querer o quê para comer?

Erza – O quê você for comer quero a mesma coisa.

Ele foi Procurar algum Lanche e veio com duas bandejas com pratos ele chegou na mesa com as bandejas.

Natsu – Nada como uma boa e velha comida caseira.

Erza – Boa escolha.

Falei isso e peguei a minha bandeja e vi que tinha um copo de 500 ml de refrigerante comemos e formos fazer mais algumas compras e depois formos ao cinema e ele escolheu o filme invocação do mal 2 só o nome da medo imagine o filme a sessão estava marcada para as 18h40min da noite e nesse momento o relógio marcava 18h20min faltava apenas 20 minutos então fomos comprar pipoca e tinha uma promoção de um balde de pipoca apanhando dois copos de um litro de guaraná ele nem pestanejou e comprou e vimos que tinham algumas pessoas sentadas em frente à entrada da sala do filme em então sentamos La quando o filme começou nós botamos o óculos 3D o filme começou e eu já tinha ficado mais encolhida no lado dele.

Natsu – calma amor tudo nesse filme e factício nada disso pode acontecer na vida real.

Erza – Sei. Falei me encolhendo ainda mais e ele soltou uma pequena risada.   

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...