História O Novato - Imagine Kai (EXO) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, F(x), Got7
Personagens Amber Liu, Jackson, JB, Jinyoung, Kai, Krystal Jung, Luna Parker, Mark, Personagens Originais, Sehun, Sulli Choi, Victoria Song, Yugyeom
Tags Exo, Got7, Imagine, Kai, Romance, Você
Visualizações 193
Palavras 1.083
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie, tudo bem?
Sim, mais um imagine, uhu
Esse é com o Kai, eu realmente espero que gostem.. E se gostarem, please, comenta, Me incentiva muito.
Se não gostarem, Escreva o que não gostou, talvez eu vá melhorar com sua crítica CONSTRUTIVA nos próximos imagines.

Então fiquem com o prólogo.

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction O Novato - Imagine Kai (EXO) - Capítulo 1 - Prólogo

Eu estava sentada em um banco, pouco distante dos outros alunos, lendo meu livro favorito.

Olho para o pátio e vejo Krystal, dando em cima do garoto que eu gostava, o único que conquistou meu coração, desde pequena, em toda aquela escola. Yugyeom. 

Ao redor deles estavam Sulli, Victoria, Luna , do grupinho da Krystal  e Mark, JB e Jackson, do grupo de Yugyeom.

Meu coração estava doendo ao ver aquela cena, mas eu estava dando risadas por Yugyeom estar se desviando de Krystal, que queria dar beijos nele. Enquanto que os outros estavam conversando.

Percebo a garota olhar para mim, então eu na hora volto a ler meu livro.

Ela vem até onde eu estava.

- Porque você estava olhando, e rindo? – ela pergunta com cara de nojo e raiva ao mesmo tempo

- E-Eu... Eu tenho olhos para que? – falo e ela se enfurece

- Olha como fala comigo, garota. Não lembra do que fizemos com você ontem? – a mesma fala sorrindo e eu me encolho mordendo meu lábio inferior e lembrando do acontecido.

FlashBack On

Elas agarraram meu braço, com suas unhas, e apertaram até sangrar. 

Depois me levaram ao banheiro, e jogaram água em cima, o local começou a arder. Então me empurraram para um vaso sanitário e fizeram aquele famoso mergulho. Afundaram minha cabeça dentro do mesmo. Eu já estava chorando.

FlashBack Off

- E-eh, me desculpa...? – falo com um pouco de receio e olho para meu braço, que ainda estava com a marca profunda das suas unhas.

Ela fica olhando pra mim por um tempo.

- Vou deixar passar dessa vez, mas SÓ dessa vez! Nem pense que vou te perdoar da próxima! – ela fala chamando suas amigas e indo embora.

Solto um suspiro pesado.

Sinal Toca

- Aish, nem terminei de ler esse capítulo. – falo indignada – Tudo culpa daquela garota.

Então, levanto de onde estava sentada e caminho até a sala. 

Quando entro na mesma, todos olham para mim, principalmente Yugyeom, o que me deixa bem intimidada.  Então, apresso meus passos e caminho até minha carteira, sentando logo em seguida.

O professor chega dando início a aula de Artes, aula que eu realmente gosto.

Ele começa a falar da cultura coreana e assuntos que se encaixam nesse principal.

A aula de Artes acaba, dando início á aula de Educação física. Realmente ninguém merece ter uma aula que faz você ficar pura a suor no meio das outras, mas...

Eu estava com meu uniforme, short e uma blusa de manga curta, o que não é muito normal para uma escola coreana, o conjunto estava valorizando minhas curvas. Por ter nacionalidade dupla, Brasileira e Coreana ( Brasileira porque sim, to nem aí se é MUITO comum em imagines/Parei ).

Quando entrei na quadra, todas as garotas olharam pra mim, como sempre olham, com inveja do meu corpo, principalmente Krystal e o seu grupo. Os garotos não estavam nem aí, como eu também não estou.

O professor me chamou.

- ______, você sabe que não pode usar o uniforme da escola, né? Tem que usar as roupas mais largas...

- Mas, então pra que serve o uniforme? Eu gastei a maioria do meu dinheiro com esse uniforme, e eu VOU usar, não estou nem ai com esse preconceito. – falo me afastando dele, pegando uma bola de basquete. Eu amo basquete. Joguei desde criança, junto com meu pai, antes de ele perder pro câncer.

Nunca errei uma cesta, dos 12 pra cá. Sou do time feminino de basquete da escola. Pena que não sou a primeira, nem a segunda, e a terceira. Quem ocupa esses lugares são Krystal com seu grupo. Eu sou a quinta. Ela nem sabe pegar na bola, só é a primeira porque é a fonte de dinheiro da escola. Seus pais são empresários bem ricos, e sua irmã em cantora bem sucedida. Se não fizerem o que ela quer, ela destrói a escola.

Já eu, não tenho nem meus pais e irmão, meu pais, como falei, morreu com câncer e minha mãe me abandonou quando eu tinha 3 anos, levou meu irmão de 5 (na época), então nem me faz tanta falta, nem lembro de seu jeito e rosto. Vivo sozinha, e trabalho em uma cafeteria  para me sustentar. Mas mesmo assim ainda falta dinheiro. Estou pensando em trabalhar em uma loja ou algo assim, mas não tenho tanta certeza.

Tenho muita preocupação, escola, trabalho.. sem contar com minha saúde e lazer, que eu realmente preciso. Estou com olheiras de tanto pedir hora extra.

Mas voltando, eu já tinha acertado umas 5 cestas, sem errar uma. Os garotos tinham inveja desse talento, mas isso tudo é graças ao meu pai, que não desistiu de mim, como minha mãe fez.

O sinal toca novamente, indicando o início do intervalo. Vou ao armário onde deixei meu uniforme e o pego, indo ao banheiro, me molhar.. Depois visto a roupa e vou ao pátio, ler o final do capítulo que estava lendo antes das aulas.

O recreio todo foi incrivelmente tranqüilo, e novamente o sinal indica início da aula de álgebra. Eu realmente odeio essa matéria, ksks.

Entro na sala e me sento, esperando o professor. 

Finalmente deu tempo de ler o penúltimo capítulo daquele livro, sem vermes me atrapalhando

Lembro de Krystal.

Então duas aulas se passaram, e finalmente, eu fui pra casa... Já era sete da noite quando estava no caminho pra mesma. Havia passado numa loja de conveniência para comprar umas coisas que faltavam em lá.

Então, eu estava chegando em casa, quando sou parada por um homem, que não conheço, o mesmo toma as coisas da minha mão.

- Por favor, me devolve essas sacolas... Eu não tenho dinheiro, mas eu posso lhe dar meu celular, essas coisas... – falo nervosa, mas ao mesmo tempo, tranquila.

- Lhe devolvo se você ver o que eu mostrar, você aceita esse acordo? – Ele fala e eu assento, é só mais um desses loucos que mostram a parte íntima.

Aish, porque tem que acontecer logo comigo?

Ele, ainda com as sacolas, abre a jaqueta que o cobria, revelando... 

Nada, pois alguém tampou meus olhos. Então o homem se assustou e saiu correndo deixando minhas sacolas cair no chão.

.........

- E-eh, você já pode tirar a mão dos meus olhos.. – falo confusa, mas ainda nervosa.

- A-ah, desculpa. Você tá bem? Ele fez alguma coisa á mais com você, além disso? – ele tira a mão, e eu viro para olhar quem era. 

Olho para essa pessoa e vejo...

Continua...


Notas Finais


Bem, eu gostei muito desse capítulo, serião. Espero que tenham gostado também.

*Revisado, mas desculpem quaisquer erros*

*3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...