História O Novo Aluno - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Lay, Lu Han, Sehun, Suho
Exibições 43
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiie mais um cap, está bastante adiantado, era pra postar só quarta q vem, então me amem por isso...

~ Boa leitura 💖 ~

Capítulo 2 - Tretas


Segunda-Feira às 9h43: No Intervalo

— E foi isso, essa cicatriz tá aqui por isso. — dizia Jongin, sobre quando ganhou a cicatriz que está em seu braço.

— Gente, o que acharam dos garotos novos? — perguntou Luhan.

— Eu achei eles legais, menos o Byun, ele parece esnobe. — falou Jongin.

— Eu gostei do Kim, — falou Yixing — Eu esqueci o primeiro nome dele. — ri de leve.

— Junmyeon, Kim Junmyeon. Burro! — ele me olhou e mostrou a língua.

— E aí Chanyeol? O que achou? — perguntou Luhan.

— Não achei nada, só achei o Baekhyun fofinho. — realmente o achei fofo, principalmente por ser baixinho. — E você, o que achou do Sehun?

— P-Por que pergunta sobre o Sehun? Não era sobre todos? — ele disse, corado.

— Hmm, tá corado! Tá gostando do Sehun!! — brincou Yixing. Luhan fez cara de bravo e simplesmente começou a comer novamente.

— Tenho uma ideia! Luhan vem comigo! — puxei Luhan até mesa onde Sehun estava, junto com os outros.

— Oi! — cumprimentei alegre. Luhan parecia um tomate.

— Oi!! — disseram Sehun, Kyungsoo e Junmyeon.

— Oi, menino. Como é seu nome mesmo? — perguntou Baekhyun.

— Chanyeol. Esse é o Luhan. — puxei Luhan pra mais perto da mesa.

— O-Oi gente. — ele disse baixinho.

— Não liguem pra ele, normalmente ele é mais espontâneo. Mas enfim, queria dizer que se precisarem de algo podem falar comigo, com ele ou com aqueles dois ali, Jongin e Yixing. — apontei pra mesa, onde os dois comiam como elefantes.

— Yixing? Ele é chinês? — perguntou Sehun, olhando para Luhan. Hmm, olha que climinha lindo.

— S-Sim… — respondeu Luhan, visivelmente morrendo.

— Enfim, tchau gente! — acenei e levei Luhan pra mesa novamente.

— Meu Deus Chanyeol!! Você é louco? Me forçando a falar com ele! Ai meu Deus a voz dele é maravilhosa, senhor me salva!! — dizia Luhan, de forma extremamente engraçada.

— Como é? Luhan falou com Sehun? — perguntou Jongin, quase cuspindo a comida na minha cara.

— Engole primeiro, retardado! E sim, falou, e até pintou um climinha, Sehun olhando pra ele, ele olhando pro Sehun. Esses dois vão casar! — Luhan me fuzilava com os olhos. — Filho, eu não vou morrer se você me olhar, você não é o Superman.

— Eu te odeio Chanyeol! — ele disse e cruzou os braços. O abracei, eu estranhamente sinto que estou sendo encarado. Olhei pra onde Baekhyun está e vi um Sehun, quase indo ali e me matando. Continuei abraçado a Luhan.

— Gente, olhem pra mesa do Baekhyun. O Sehun está morto se raiva! — Yixing e Jongin olharam, Sehun desviou o olhar e eu soltei Luhan. — Ei, ele estava com ciúmes de você!

— Ele quem? — ele disse ainda bravo.

— Oh Sehun. — respondeu Yixing.

— Sehun? Ciúmes? De mim? — ele riu irônico. — Conta outra!

— É verdade! Eu, Yixing e Chanyeol vimos! Ele estava até vermelho!! — confirmou Jongin.

— Sério? De verdade verdadeira? — todos nós dissemos que sim. — OMG!! SENHOR! AAAAAHHHH, EU VOU DESMAIAR.

— Calma aí! — nós começamos a rir

Segunda-Feira às 10h45: Na quinta aula

Senti alguém tocar meu ombro. Era Luhan.

— Chanyeol, me ajuda! — ele dizia, meio desesperado.

— O que foi? Tá passando mal? Tendo um infarto? É pra chamar a professora? — me virei pra trás rapidamente.

— Não, preciso que me distraia, não consigo parar de olhar pra ele!

— Ele quem criatura? — eu aqui preocupado e ele falando de gente.

— Sehun! Ele é lindo demais, não dá pra não olhar… — soltei um risinho. — Não ria! Estou falando sério!!

— Você fica fofo falando assim, até parece que é aquelas garotinhas apaixonadas falando com as amigas. — falei, apertando a bochecha dele.

— Besta, eu aqui desesperado e você ai fazendo graça! Se eu não me distrair o engolirei com os olhos!

— Acho que já aconteceu.

— O que?

— Acho que já o engoliu, ele não está aqui… — Luhan olhou para todos os lados da sala, procurando ao menos uma pista.

— Ai senhor, eu engoli o Sehun. O que eu faço agora? E se a mãe dele quiser me prender por canibalismo visual? — de repente a porta se abre e passando por ela estava: Oh Sehun. Luhan me olhou com ódio, me deixando com muita vontade de rir. — Você é um menino morto, Park Chanyeol.

Eu ri, me virando pra frente e terminando os exercícios de física.

Segunda-feira às 12:20: Horário da saída

Eu, Luhan, Jongin e Yixing estávamos saindo da escola, mas dessa vez pelo estacionamento. Vimos os alunos novos falando com alguém, Hyuna mais precisamente.

— Achou que eu me deixaria ser chamada de incômodo? — ela dizia. — Muito pelo contrário, você é um incômodo, você e esses idiotas.

— Chame eles de idiotas de novo e sua mãe vai achar que que raspou o cabelo. — ele ameaçou.

— Está me  ameaçando, florzinha? — perguntou Hyuna, como se não tivesse entendido.

— Você é surda, se faz, quer um real ou é totalmente burra? — ele fez cara de pensativo (uma cara muito fofa, devo ressaltar). — Acho que a última opção é a mais plausível, vamos gente, deixemos ela ser totalmente burra em paz… — ele ia ir, mas ela segurou a bolsa dele e deu um soco em sua cara. — Olha só, a vadia é forte! Meninos se quiserem ir embora, podem ir tá? Amanhã eu falo com vocês. — eles saíram dali e se esconderam atrás de um carro, provavelmente esperando para que pudessem ajudar o Baek.

— Medrosos. — falou Hyuna, debochando deles. — Enfim, já que só estamos nós aqui, vamos lá, revide.

Baekhyun fechou o punho discretamente e falou:

— Eu não bato em mulheres, principalmente putas, afinal vocês precisam do corpo para trabalhar, não é? — Hyuna riu.

— Vai amare… — Baekhyun deu um soco (bastante forte, devo dizer) no estômago dela. Olhei para os outros e percebi que Luhan gravava toda a cena. — Seu ridículo, isso foi golpe baixo!!

— Você me disse pra revidar, então… — ela ia soca-lo, mas ele desviou. Ela tentou de novo e ele, assim como da primeira vez, desviou. A briga se passou assim, Hyuna tentando, inutilmente, acertar Baekhyun e Baek desviando perfeitamente de todos os golpes.

Chegou uma hora em que Baekhyun não aguentou mais e deu mais um soco nela, mas dessa vez em seu rosto.

— Ah, desgraçado! — ela disse e colocou a mão em cima de onde foi ferido. — Amanhã você vai ver! Estará ferrado! O Channie vai saber de tudo isso, que me bateu, me chutou, que puxou meu cabelo e me xingou!!

— Mas eu não fiz nada disso, te bati porque você pediu e te xinguei porque são fatos. — ela riu, como se fosse a vilã que o mundo todo teme.


Notas Finais


Tchaau 😘💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...