História O ódio que virou amor... - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Tags Luna, Lutteo, Matteo, Ruggarol, Sou Luna
Visualizações 76
Palavras 678
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi amores, como vcs estão?
Eu queria agradecer por todo o apoio que vocês estão me dando, Obg pelos comentários e favoritos.
Obrigada amores, Bjsssssss e até mais.

Capítulo 7 - Amigos?


 2 dias depois    

                           Por Luna

Eu e Matteo estamos tendo um tipo de relação muito estranha, desde o quase acidente na sorveteria, as brincadeirinhas cessaram e não vejo mais nenhum tipo de fofoca sobre mim entre ele e os amigos dele. 

Confesso que estou com saudades de ter que brigar com o mauricinho todo dia kkk, acho que aquilo já tinha virado parte da minha rotina.

Matteo está completamente diferente, pelo incrível que pareça, ele agora conversa comigo todos os dias, conversamos sobre tudo, menos sobre o dia na sorveteria, afinal, acho que não seria muito apropriado para o começo de uma amizade.

Estava viajando nos meus pensamentos, até que o principal assunto dos meus pensamentos vem até mim

- Está tudo bem?  - ele pergunta

- Sim, sim, claro, porque não estaria?

- Não sei, talvez porque você estava viajando nos pensamentos, no mundo da lua - ele diz sorrindo fraco 

- Eu só estava pensando 

- Hum... Em quem? - ele diz sorrindo malicioso

- Agora eu preciso estar pensando em alguém? - eu perguntei brincando

-Não necessariamente, só quando você está no mundo da lua e com uma cara de quem está apaixonado - ele faz aquela cara de mauricinho que eu ainda odiava mesmo sendo amigos

- Eu não estou apaixonada. Porque será que todo mundo está me dizendo isso? - eu revirei os olhos

-Não sei, talvez porque esteja realmente apaixonada e ainda não se deu conta

- E como que a pessoa se apaixona sem perceber? - eu perguntei curiosa

- Quando você pensa na pessoa toda hora e quando você chega perto dele as palavras fogem -ele  me olhava no fundo nos olhos. Era impressionante como descrevia tudo o que eu estava sentindo. Era da mesma forma que ele falou, mas eu preferia acreditar que não era verdade e que eu não estou apaixonada por Matteo Balsano.

                       Por Matteo

Luna e eu tínhamos nos tornado amigos, o que era bem estranho,pelo menos pra mim. 

Agora minha rotina mudou completamente, e eu tive que riscar definitivamente a parte de irritar a garota mais nerd do colégio, o que me deixou bastante incomodado, sei lá, é que eu já estava com saudades de ver a Luna vermelha de raiva de mim kkkkk. 

Confesso que ela superou minhas expectativas, Luna é uma nerd completamente diferente das outras. Ela é doidinha, mas acho que é isso que mais me chamou atenção nela.  Sem falar de sua beleza ,quem dera se todas as nerds do mundo fosse assim kkkkk. Ela é dona de uma beleza incomparável, uma menina inocente,linda, delicada, , mas ao mesmo tempo, uma garota forte, valente e corajosa. 

Por um lado, acho bom ter me aproximado dela, assim eu consigo proteger a minha  a minha menina. 

                         Por  Luna

Estávamos ali, mais uma vez, eu e Matteo em uma situação constrangedora. E para piorar, mais uma vez as palavras resolveram fugir, tanto as minhas quanto as deles. Matteo ainda me olhava profundamente e meus olhos não conseguiam desgrudar daqueles brilhantes olhos castanhos.

Sério mesmo que tínhamos que falar sobre paixão?

Sério Luna?

O tempo passava e o assunto não chegava, até que Nina e Gaston chegaram ao nosso encontro

-  Finalmente achamos vocês - Gaston diz envolvendo o pescoço de Nina com o braço

- Estávamos aqui o tempo todo - Matteo diz

- Bom, mas agora que encontramos vocês, a gente já pode falar

- O que?  - eu perguntei curiosa

- Nina e eu decidimos ir naquele restaurante novo que abriu aqui perto e queríamos saber se vocês querem ir conosco? - Gaston pergunta e Nina assenti com a cabeça

- Bom, por mim, tudo bem - eu digo olhando para todos e Nina solta um pequeno gritinho de alegria

- Se vocês vão, eu também vou  - Ótimo, então nos encontramos às 20:00, pode ser?  - Gaston pergunta e todos nós assentimos com a cabeça

Narrador Observador

Estavam todos ansiosos para o grande encontro, mas o que eles não sabiam, é que a partir daquele dia, suas vidas iam mudar completamente.


Notas Finais


Foi isso amores, espero que tenham gostado do cap de hoje.
E não percam os próximos caps ( muitas emoções estão por vir )
Bjsssssss e até mais. ♡♡♡♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...