História O olhar do destino perfeito - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Marca de uma Lágrima
Personagens Personagens Originais
Tags Suspence Drama Perigo
Exibições 3
Palavras 1.483
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Mistério, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 16 - 16°


Depois da resposta de titio todos ficamos felizes, Kauã e Kaue não paravam de meu encher o saco falando "ela ta namorando, ela ta namorando", crianças chatas, mas depois do nosso almoço Victor teve de ir embora provavelmente contaria para sua mãe ou ela já sabia, não sei direito.

Agora estava no meu quarto quando escuto meu celular tocar, meu deus era sofia, MEU DEUS, EU ESQUECI DA MINHA AMIGA!!!

Atendi a ligação mas não consegui me segurar era muita saudade.

-AMIGAA, QUE SAUDADE BISCATINHA. - falei.

-Amiga um caramba você esqueceu de mim sua vaca!

-Esqueci não, é que aconteceu tanta coisa que você não faz ideia!!

-AAAAAHH CONTA CONTA!

Conversamos por longas três horas, deu tempo de contar tudo, literalmente tudo, da viagem até aqui... e bem ela ficou muito feliz de saber que estou namorando um "gato" segundo ela, tá eu tenho que admitir meu namorado e lindo, mas é a vida né, menos com menos é mais.

-Amiga tenho que desligar!

-Ah mais já? Estava tão legal.

-Poisé... Preciso arrumar minhas malas para o acampamento que te falei.

-Ah tudo bem amiga, vê se não some viu, e vê se responde minhas mensagens.

-Ta bom meu amor tchau, até, beijos.

-Beijos.

Assim que desliguei, fiquei pensando em qual roupa deveria levar para o acampamento, não poderia ser gótica, nem palhaça, nem machona e nem mocinha, teria que ser um meio termo acho que levaria alguns shorts curtos já que está muito calor por aqui nessa época.

...

Já era tardezinha do outro dia, hoje era sexta e teríamos que sair depois das aulas para o acampamento, para começarmos as atividades logo de manha, então tiveram que adiantar, então o ensino médio hoje tirou o dia para se organizarem para o acampamento. Eu já estava pronta esperando Victor, parece uma moça para se arrumar, isso que da arrumar a mala no dia, e se ele demorar mais um pouco ele vai ficar para trás ou vai em outro ônibus.

-Bárbara cade ele? - perguntei aflita.

-Não sei, ele não responde.

-Ryan cade meu namorado alguma noticia?

-Nenhuma Val.

-Não acredito que vou segurar vela no fundão. - falei emburrada, e os dois começaram a rir desesperados.

-Ta preocupada em não segurar vela?! A que ponto chegamos mundo!!! - e gargalhou mais e mais.

-Vai segurar vela não linda eu to aqui. - Avistei Luke vindo em minha direção.

-LUKEEE, vem aqui meu amor senta comigo, esses dois vão se comendo o caminho todo. Nojentos. - zombei.

-Inveja... - Barbara diz.

Sinto o ônibus se mover, agora Victor tá morto comigo se ele não for, ouso meu celular vibrar e é Victor.

Mensagem em grupo:

Victor adicionou Bárbara, Ryan, Chris e Valentina ao grupo "to aqui".

Victor: Cade vocês?

Barbara: No ônibus sua anta quadrada!

Chris: Quem são vocês? Como conseguiram meu numero?

Barbara removeu Chris.

Barbara: Não precisamos dele aqui.

Ryan: Meu BFF nãoooo!!!

Val: Victor cade você seu veado cor de rosa?! Trouxe minha balas e chocolate?

Ryan: Gorda!

Val: Gorda é sua namorada!

Barbara: Heeey, eu to aqui.

Val: Sorry amiga! Mas não estava falando de você.

Barbara: Annh??? Tem mais?

Ryan: MENTIRA, só tenho você meu amor, só você!!!

Barbara: Uhuuum, ta.

Ryan: Você me paga Valentina.

Val: Enfim... Victor responde logo caramba, parece minha tia digitando.

Victor: To no ônibus azul meu amor.

Barbara: Vish, falou "amor" fez cagada!

Ryan: Que burro, da zero pra ele!

Val: Seu lezado, estávamos no vermelho.

Victor: Demora muito para chegar será?

Barbara: Duas horas.

Victor: PORRA!

Val: Porque você errou de ônibus Victor, vou te matar, queria meu chocolate seu... Seu... Seu... Aahhrrg...

Victor: E sobre isso... Bem... Eu... Eu... esqueci.

Barbara: Eita, treta!!!

Ryan: Vai morrer.

Val saiu.

Victor: To ferrado.

Off.

Luke estava sentado do meu lado e estava rindo feito louco, estava lendo as conversas provavelmente.

-Val - chamou mexendo em sua mala - toma um chocolate para te fazer mais feliz! - disse tirando de sua mla uma barra de chocolate e me entregando.

-AI MEU DEUS EU TE AMO! - disse dando pulinhos na poltrona, Barbara e Ryan que estavam se comendo me olharam, esse povo sente cheiro de doce ou nasceram programados assim?
- Nem vem que é só meu, seus tarados!

-Chocolate engorda, prefiro manter a forma. - disse Ryan.

-Mas eu não prefiro ser uma gorda feliz. - disse Barbara pulando e tentando pegar, e em uma brecha passei por cima de Luke e sem querer sentei no colo para poder fugir.

-Sai sai sai sai... - fui correndo para o banheiro do ônibus me trancando. E logo em seguida ouvir toques na porta.

-Se você dividir comigo eu divido meu doritos e minha coca!!! - Disse Bárbara.

-Como vou saber que é verdade? - falei ainda trancada.

-Ta na minha bolsa... Mas primeiro o doce! - Abri devagar a porta, ainda com receio, mas sai sentando na poltrona, onde Luke e Ryan riam sem para.

-Vou dividir porque sou uma boa amiga... - Deu pulinhos e sentou do meu lado.

Bom o caminho todo fomos conversando e rindo e lógico comendo, muitas vezes eu era zoada, tá que sou baixinha, mas não precisa jogar na cara né.

Estávamos todos quase dormindo agora, já parecia horas dentro daquele ônibus, fomos despertado quando entramos em uma rua de chão, que levou mais uma eternidade para podermos avistar o acampamento, era enorme, tinha cabanas vermelhas e amarelas, bastante sombra e um belo lago enorme, nele tinha uma passarela, que levavam até umas canoas, era realmente lindo o lugar, olhei mais para o fundo, avistei um lugar que indicava a famosa roda de fogueira, onde geralmente se toca violão, cantão, contam histórias, lenda e varias outras coisas, era um sonho fazer isso, mas fui interrompida dos meus pensamentos pelo ônibus que parou indicando que já poderíamos descer, pegamos as malas, todos em silencio, descemos e todos estavam com um olhar encantador, veio uma moça em nossa direção, aparentava ter meia idade, cabelos negros, pele clara vestida com um uniforme, que deveria ser do acampamento.

-Olá a todos, e bem vindos, meu nome é Cleide e sou a líder, bom como podem ver nosso acampamento tem vários dormitórios, cada dormitório tem duas camas - olhou seu relógio - bom, como já está tarde quero adiantar que, o dormitórios serão, separados, meninas ficam com os vermelhos do lado esquerdo, e meninos ficaram com as amarelas da direita... - uma onda de pessoas vaiando - Sim, sim, são as regras, e para quem for pego, serão descontados 10 pontos dependendo do time flagrado. Agora mudando de assunto, o refeitório, estará aberto das 06:00 as 09:00, 11:00 as 13:00, 19:00 as 22:00, e em cada dormitório tem uma mini geladeira, para guardar suas coisas, agora podem ir guardar seus pertences e descansar, já passaram monitores para chamada ao refeitorio, amanha o dia será cheio. Tenham uma boa noite.

Quando ela terminou senti braços me rodeando.

-Oi meu amor!

-Sai você esqueceu!!! Se não fosse Luke, estaria morrendo de fome.

-Luke? - Disse frio.

-Sim. - respondi no mesmo tom.

-Ah, então acho que você não vai querer isso. - me soltou e me mostrou uma sacola, cheio de doces e chocolates.

-MEU AMOOOOOOR QUE SAUDADES. - disse tentando pegar a sacola abraçando Victor.

-Intereceira. - disse sério desviando as sacolas da minha mão.

-Também te amo meu amor!

-Ah toma, chata!!! - falou Vencido me entregando a sacola e me dano um selinho.

-Mas você ama. - disse apertando suas bochechas.

Fomos em direção a os dormitório, Victor até tentou ir junto comigo, mas um dos funcionários barrou ele, eu e Barbara ficamos com o dormitório sete.

Estávamos deitadas já, o monitores vieram nos chamar para comer, fomos e estava uma delicia a comida, não sabia que era tão bom, sentamos em uma mesa mais afastada, brincamos e nos sujamos tudo, tive que tomar banho, mas agora estávamos quase dormindo em nosso dormitório, quando de repente ouso um "PSIU".

-Não acredito! - Barbara falou.

-Eu também não to acreditando! - disse me levantando.

-Aqui na janela... Abre logo, eles vão ver a gente. - falou em sussurro. Fomos até a janela a abrindo, e tivemos a visão de Victor e Ryan segurando travesseiros e coberta.

-Seus louco, se encontrarem vocês aqui estamos ferrados.

-Viemos dormir com vocês!!!

-Entra logo, mocinhas. - falou Barbara debochando.

Victor e Ryan estavam só de calça de moletom com camisa branca. Eles entraram quase caindo, pela janela ser alta, após entrarem, não podíamos conversar porque tinha pessoas cuidando para nenhum aluno quebrar as regras, o que resumindo, Victor e Ryan fizeram agora. Não conversamos muito, Victor deitou em minha cama e lógico, Ryan com Bárbara.

Estávamos todos em silêncio, depois de tanto conversar lógico, Victor me abraçou por trás, nos deixando de conchinha, senti meus olhos pesarem, até adormecer totalmente em seu braços.





Notas Finais


Olaaa estou tentando postar com freqüência, n sei se esse ficou bom, mas esta ai...

Estou pensando em colocar uma parte de visão de Victor o que acham?

Se gostar ou não podem Comentar qualquer critica é bem vinda, e não se esqueçam de votar ate mais e beijooos...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...