História O Opala Preto - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Cabana
Tags Terror
Visualizações 4
Palavras 333
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Terror e Horror

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Boatos


Fanfic / Fanfiction O Opala Preto - Capítulo 1 - Boatos


- Edgar de 14 anos vem a uma cidade afastada da cidade para uma visita a seus queridos parentes, em um final de semana resolve sair para conhecer o bairro em que estava,  e por em uma praça de recreação faz amizade com alguns garotos de idade semelhante a sua que estavam por ali passeando, após minutos de conversa uma amizade forte foi construída com os 3 garotos, com tanta empolgação Edgar acaba perdendo a hora e indo para a casa de seus parente tarde da noite. No caminho da residência de seus parentes, Edgar avista um veículo muito diferente, de cor preta parado ao fim de uma rua, porém,  está muito tarde e por Edgar não conhecer a região opta por ir embora. No outro dia, Edgar e seus parente vão dar uma volta pela cidade e conhecer seus pontos turísticos e com isso chegando tarde em casa. Por volta das 18 horas, Edgar retorna a pracinha para encontrar seus recente amigos. Chegando lá,  recebe um convite para uma partida de futebol em um campinho de areia que tem ali próximo,  e ali ficam até tarde da noite. Ao cansarem, sentam-se na beirada da calçada e começam a discutir sobre o dia a dia de cada um, até que, o carro chamativo passa no fim da rua, todo apagado e em marcha lenta. Edgar curioso para ver que carro era aquele chama seus amigos para irem atrás do mesmo,  o grupo pegam as bicicletinhas e vão atrás.  Chegando no fim da rua, o carro chamativo adentra a uma mata onde da acesso a um rio, e sem saída para veículos.  O grupo fica bastante assustado com o que viu, porque não era normal um carro entrar no mato tarde da noite. Um dos garotos resolve chamar seu pai para averiguar a situação. Chegando ao local onde aconteceu, o grupo roda toda a região do rio e não avista nenhum sinal de carro, a não ser marcas de pneu sobre a terra fofa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...