História O Outro Lado (Em Hiatus) - Capítulo 18


Escrita por: ~ e ~AnnaEsttevao

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Colegial, Comedia, Escolar, Ficção, Mistério, Novela, Originais, Romance, Saga
Exibições 27
Palavras 1.141
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


OI PEOPLE DO MEU HEART! TUDO GOOD?
ok, parey
Fiquem com mais um capitulo! Preparem-se, porque não vai demorar muito para que a história realmente exploda! KISSES! Depois volto pra dar o meu agora famoso ''TCHAU''

Capítulo 18 - Provocações


Depois dessa grande surpresa, as pessoas começaram finalmente a se acalmar. Olhei para Thomas, com um sorriso sacana:

[Melissa]:- Viu, bobão? Escrever um romance não dá certo apenas para garotas.- Ele olhou para mim, com um sorriso brincalhão e falou, no mesmo tom de seu sorriso:

[Thomas]:- Seria bem melhor se eu tivesse alguém para ser a garota.- Parecia que ele estava me encarando.- Digo, a garota com quem eu me apaixonaria, e me espelharia para escrever o romance.- Ele continuava a me olhar de um jeito estranho. ''Ok... isso é normal dele, acho.''

[Melissa]:- Ah, ok, beleza. Torço para que você encontre a garota bacaninha dos seus sonhos.- Falei num tom amigável, tentando sair um pouco do clima estranho que tinha se instalado. Ele riu, concordando com a cabeça.

[Thomas]:- É...- Seu tom não era como se ele estivesse animado para procurar tal garota, e graças a Deus que o sinal tocou antes que eu ficasse morta no chão de vergonha.- Bem, eu já vou indo então. Tenho algumas coisas para fazer em casa.- Ele juntou seu material, o jogando dentro de sua mochila e indo embora, não antes de me dar um abraço. Isso foi estranho, o jeito que ele me e olhou e essas coisas. Arrumei minhas coisas depois de um tempo refletindo e fui para casa. Fiz as coisas de sempre, e Mauro veio me buscar em casa para levar Jade e eu para a academia. Conversamos durante o percurso inteiro, rindo e cantando. Hoje era a aula de vôlei, mas eu e ela ficamos em times diferentes. Ainda bem que somos na paz, já que ao invés de competirmos, ficamos rindo de erros de novatos que cometíamos e zoando uma a outra quando caiamos no chão ao tentarmos salvar uma bola. No final da aula, o jogo tinha ficado empatado e a única coisa que ganhamos foram algumas pequenas dores no corpo. 

Depois de passarmos pelo vestiário e nos trocarmos, fomos para o ginásio de ginástica. Enquanto ambas estávamos penduradas nas argolas mais altas, conversávamos: 

[Jade]:- Vi você e Thomas trocando olhares na aula de Redação. - Seu tom de voz era completamente sarcástico e acusador. 

[Melissa]:- Claro, da mesma maneira que você e Joseph trocam a todo momento. - Respondi com um tom de voz mais sarcástico ainda. Ela fechou a cara, brincando. 

[Jade]:- Saiba que somos apenas ótimos amigos.

[Melissa]:- O mesmo vale para Thomas e eu. - Ela apenas assentiu com a cabeça, dando de ombros. - E falando em garotos, o que você tem a dizer a respeito daquele jogo de queimada? Foi bem bizarro, tenho que confessar.

[Jade]:- Concordo. Foi bem assustador o jeito que nos olhavam. Apesar de não ser um acontecimento tão recente, me sinto assediada só de lembrar.- Ela me olhou meio confusa.- Afinal, o que levou você a se lembrar daquele dia? Foi Thomas com aquele corpo e aqueles olhos que não se desviavam de você? - Seu tom de voz era provocativo. 

[Melissa]:- A senhorita está bem atrevida hoje, hein? - Respondi tentando escapar daquele assunto, e ela sorriu.

[Jade]:- Oh, perdoe-me Senhorita Sensível. Mas ok, sei que estou chata. É que hoje aconteceu algo que me deixou meio sem ação, e não estou sabendo lidar. - Ufa. Mudamos o foco do assunto, consegui me safar dessa vez. Ela é realmente sagaz, uma coisa mínima não iria fazer com que ela mudasse o assunto com tanta facilidade. Pelo o pouco que a conheço, e pelo seu tom de voz, pude perceber que era algo relativamente sério para ela. Amor, por exemplo. 

[Melissa]:- Huuum, senhorita Jade...- Olhei para ela com um olhar travesso.- Tenho uma ideia do que pode estar deixando sua mente tão perturbada.- Me balancei um pouco em minha argola, conseguindo tocar a cabeça dela como se eu fosse uma mãe repreendendo sua filha.- Como sou uma pessoa muito boa, não pedirei detalhes.- Ela deu de ombros, com um sorriso de canto de boca.

[Jade]:- Bem, como estou com esse tal assunto me perturbando, tenho de contar o que aconteceu para alguém. Preciso desabafar, e você, mais uma vez, é o ''alguém'' perfeito. - Sorri para ela, contente por sua confiança em mim. 

[Melissa]:- Bem... Conte-me o que está te deixando assim, confusa.

[Jade]:- Bem, hoje, quando estava voltando do colégio com Joseph, aconteceu algo que eu não esperava... não esperava gostar ou me sentir comovida. - Assenti, dando a entender que estava prestando atenção em suas palavras e que ela poderia continuar a falar. - Fomos, a pé, pelo caminho mais longo, o da praia. Daí, ele comprou um colar super fofo com um pingente semelhante à Pedra de Jade. Daí, ele disse algo bonito, que a cor da pedra combinava com certa parte de meus olhos, e depois nos beijamos.

[Melissa]:- De novo? Cara, sério. É impossível não desejar que vocês fiquem juntos. 

[Jade]:- Mas não tem que querer isso! Para haver um relacionamento, tem que haver amor, coisa que não acredito que seja real. 

[Melissa]:- Do jeito que seus olhos brilham só de ouvir o nome dele, eu diria que você está perdidamente apaixonada. E para haver paixão, tem que haver amor, senhorita Jade Müller. 

[Jade]:- Como posso estar apaixonada, se nos conhecemos faz menos de dois meses?! Não tem como alguém se apaixonar tão rápido assim.

[Melissa]:- Pois fique você sabendo que, de acordo com uma certa pesquisa, demora menos de 0,2 segundos para alguém se apaixonar. - Ela se calou e ficou pensativa. - Então, acho que dois meses foram mais do que o suficiente para que você ficasse doidinha por ele.

[Jade]:- Gosto de cookies.

[Melissa]:- Oi? O que é que isso tem a ver com o assunto Jade e Joseph?! - Eu não estava entendendo. Até que entendi, ela estava mudando de assunto... Coisa que faço a todo momento. Comecei a rir. - Gosto de 14 Bis (N/A: é uma banda de MPB antiga, mas ouço com frequência. É muito bom, recomendo).

[Jade]:- Eu ouvi bem? Você escuta 14 Bis? Não sabia que você escuta música brasileira! - Seu tom de voz era completamente surpreso.

[Melissa]:- É. Fiz um intercâmbio de seis meses no Brasil. Acho a cultura simplesmente incrível. - Depois dessa pequena introdução, a pedido dela, contei tudo sobre meu intercâmbio. Até tentei falar com ela em português, mas Jade não entendeu muita coisa. Eu realmente precisava voltar a praticar. Instantes depois Mauro chegou para nos buscar. Enquanto íamos em direção ao carro, ele se desculpava pelo atraso, dizendo que surgiram trabalhos a mais na empresa. Realmente, haviam se passado mais de vinte minutos do horário combinado, mas não vi problema já que o motivo do atraso havia sido seu trabalho. Entramos no carro e Jade, atrevida, ligou a rádio. Estava passando uma música conhecida e animada, então Jade aumentou o volume todos cantamos ela animadamente.

 


Notas Finais


TCHAU!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...