História O Outro Lado Da Vida - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Drama, Imagine Jungkook, Revelaçoes, Romance, Suspense, Violencia
Exibições 18
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente (olha eu aqui de volta :3) enfim, quero pedir desculpas por não ter postado esses dias, eu fiquei doente e não teve comp eu postar os capítulos (sério gente, não teve como mesmo) eu tentei fazer alguns esforços, mas enfim, não consegui postar. Peço milhões e milhões de desculpa (I'M SORRY PESSOAL!!!!)
Beijos da Kooka ♡ e Boa Leitura ;)

Capítulo 8 - Seus Toques


   - A sua camisa... me desculpa... - Falei secando o rosto com as mãos. 
  Ele olhou para seu ombro ensopado de lágrimas fazendo com que eu ficasse com vergonha. Olhei para o lençol da cama tímidamente e então ele levantou o meu queixo e passou seu polegar debaixo dos meus olhos, secando-os. Seu toque me fez arrepiar, desejando mais aquilo. Olhei novamente para o lençol, com uma vontade enorme de abraçá-lo.
   - Você está melhor? - Ele perguntou se aproximando.
   Concordei com a cabeça.
   - Como me achou aqui? - Perguntei ainda encarando o lençol. 
   - Sua tia me pediu para te chamar para o almoço. 
   - Por favor, não conte para ela o que aconteceu aqui. Sei que ela vai...
  Ele me interrompeu repentinamente. 
   - Ei, tudo bem. Vai ser o nosso segredo.
  Olhei para ele e sorri de leve. De qualquer forma, eu já estava me sentindo melhor. Ele se levantou da cama e caminhou até a porta. 
   - Você vem? - Ele perguntou me analisando. 
  Assenti e então fiquei observando até ele sumir da minha vista. 
   Fiquei um tempinho pensando no que tinha acontecido ali; era tudo bom demais pra ser realidade. Com certeza seria o nosso segredo, pensei. 
    (...)
   Depois de um almoço suculento e de brincadeira sem graça do Suga e dos outros meninos, minha tia e o cara que ela dizia ser o "amigo" dela foram para a sala assistir um filme. Como ninguém estava com cabeça para presenciar tudo aquilo, todos nós fomos para fora de casa aproveitar o sol e a luz do dia. 
     Enquanto todos riam e se divertiam, eu estava sentada na grama observando tudo aquilo enquanto tomava um sol radiante nas costas. Eu gostava de observar eles, era divertido.
   - Não quer brincar com a gente? - Jungkook perguntou se sentando ao meu lado. 
   - Ah não, estou bem assim. - Falei observando os outros jogarem bola.
   - Não é boa em futebol? - Ele falou observando a minha expressão. 
   Sorri.
   - Não é isso, é que...
  E mais uma vez ele me interrompeu. 
   - Ah vamos. Vai ser divertido. 
  Assenti e então me levantei. Uma coisa eu tinha que admitir; eu não era tão boa em futebol como imaginava ser. Não sei quantas vezes chutei para o outro lado da rua, tomei bolada e falta por pegar a bola com a mão. Mas tudo acabou bem, foi até divertido. 
   - Uma coisa eu tenho que admitir, você é péssima jogando futebol (S/N). - Suga disse se sentando na grama.
   Todos riram, o que me fez rir também. Sentei na grama juntamente com todos; Jungkook acabou ficando do meu lado. 
   - Sete contra um não vale. - Falei.
   - Isso quer dizer que você quer uma revanche? - J-Hope perguntou. 
   - Deixa para a próxima. Até lá eu vou estar preparada para vencer vocês.  - Falei.
   Todos riram novamente.
    Mas tarde eles acabaram cantando uma música para animar o clima. Eu não sabia que eles eram tão talentosos assim, não posso negar que adorei tudo aquilo. A noite chegou depressa, deixando um clima fresco e gostoso lá fora. Olhei para todos e vi que cada um estava ocupado de alguma forma. J-Hope estava brincando com V, Jimin estava conversando com Jin, e Suga parecia estar escrevendo alguma coisa com a ajuda do Rap Monster. Acho que eles estavam compondo alguma música. Olhei para Jungkook e vi que ele estava lá, sozinho observando as estrelas que se formavam no céu. 
   - Posso me deitar aqui com você? - Perguntei com as bochechas um pouco coradas.
   Ele olhou para mim e assentiu sorrindo. 
   Me deitei na grama com alguns centímetros de distância de seu corpo e então comecei a observar o céu juntamente com ele. 
   - Consegue ver? - Ele falou baixinho quase sussurrando. 
   - Ver o que? - Falei.
   - Aquela constelação ali. - E com isso ele apontou o dedo para um monte de estrelas unidas.
   - Onde? - Falei tentando seguir o seu olhar para o céu. 
   - Ali. - Ele se aproximou para me mostrar, mas nossas mãos acabou esbarrando uma na outra acidentalmente. 
   Olhei para ele e vi que ele me olhava. Afastei um pouco dele, me sentindo desconfortável com aquela situação. 
   - Estou vendo. - Menti.
   Ele sorriu. 
   Continuei olhando o céu para não ter que encará-lo, até que Suga apareceu na nossa frente entendendo suas mãos para que a gente se apoiasse nela.
   - Sei que estava bom esse clima de romance pombinhos, mas temos que ir embora. - Ele falou me puxando delicadamente, e depois puxou Jungkook.
   Olhei para Jungkook e então ele olhou para mim.
   - Até... - Falei com as bochechas coradas.
   - Promete que vai ficar bem? - Ele falou preocupado. 
   Sorri ao ver aquela expressão. 
  - Não precisa se preocupar, está tudo bem. - Falei sorrindo. 
  Ele continuou me olhando com uma expressão séria e então eu o abracei por impulso. Alguns minutos antes eu me arrependi de ter feito isso, mas quando senti ele me apertar ainda mais contra seu corpo, vi que precisava fazer aquilo. 
  - Obrigada... por tudo que você fez por mim hoje. - Falei ainda desfrutando daquele abraço.
   Ele continuou me abraçando até que Jimin o gritou. Rápidamente ele me soltou. Olhei para o seu rosto e vi que ele estava totalmente vermelho. Sorri ao ver aquilo. Esperei mais uma vez o carro deles sumir na estrada escura e então entrei pra casa. Encontrei a minha tia na cozinha lavando a louça. 
  - Como foi o seu dia tia Sook? E ai, conseguiu? - Perguntei pegando os pratos de sua mão e dando continuidade aquilo que ela estava fazendo.
  - Consegui o que? - Ela perguntou. 
  - Nada. - Falei ocultando um sorrisinho. 
   Ela analisou a minha expressão de felicidade e então perguntou :
  - Parece que o seu dia foi cheio de emoções, né?! Me diga, qual dos sete? 
   Meu corpo todo ficou rígido quando pensei na probabilidade daquilo ser real... de estar começando a gostar de alguém dali. 
  - Do que você está falando? - Me fiz de boba.
  - Posso dar a minha opinião? Eu acho que é o... Jungkook?!
   Minhas bochechas rápidamente avermelharam. 
  - Não, não é o Jungkook e mais ninguém. Pode parar com isso, não tem graça. - E com isso eu subi para o meu quarto deixando todo aquele assunto de lado. 
   Tomei um banho calmo e quente, deixando que a água escorresse até o meu rosto, me fazendo lembrar de Jungkook e de seus toques.


Notas Finais


Eu espero que vocês tenham gostado <3
Um beijo no kokoro de vocês, e até o próximo capítulo u.u (que por acaso sai amanhã sem enrolação)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...