História O outro lado do amor - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Naruhina, Narusaku, Naruto, Nejihina, Nejiten, Sakura, Sasosaku, Sasusaku
Exibições 236
Palavras 1.364
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Josei, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiii..
Desculpem não ter postado antes ><
Bem, não sei se esse ficou bom, mas espero que gostem. (=^,^=)

Beijão meus lindos! <3<3

Capítulo 10 - Confusão, ou quase confusão..


 

SASUKE

Aquilo me preocupou, ela estava pálida e quando começou a chorar me desesperei. Praticamente corri em direção ao quarto dela, colocando a na cama. E do nada me pede pra tirar suas roupas. Em outras circunstâncias eu estaria excitado e de pau duro, mas como não era esse o caso fico parado a olhando.

Ela diz meu nome reclamando e eu tiro o short primeiro, e assim que olho suas coxas vejo um negocio estranho na direita, tiro a blusa e me assusto. Que merda é essa?

Era uma cicatriz enorme, do umbigo dela até a metade da coxa, fiquei parado olhando aquilo por um bom tempo e percebi que o inicio era no seio direito, era isso que tinha de estranho. Agora quero saber o que o Naruto quis dizer com “ela sofreu na Holanda.”.

Quando ela diz pra aplicar o medicamento sinto um arrepio, Não sou bom nisso como meu irmão, e tenho lembranças horríveis. Respiro fundo e o faço.

Começamos a brigar de novo e logo em seguida estava beijando aqueles lábios deliciosos. Mas tudo acaba quando o viado do Naruto entra no quarto junto com o Neji.

 

_Naruto... Ele me ajudou. –Ela diz sentando na cama fazendo uma careta.

_Te ajudou? Por que diabos está assim, cadê sua roupa Sakura? –Grita.

--Suspiro. _Sakura, eu já vou. –Passo pelos dois e sinto meu braço ser puxado com tudo.

_Naruto, para! –Ela grita já em pé se apoiando na parede. _Eu só estava sentindo dor e ele me ajudou.

_Vai deitar Chiclete. –Digo já irritado com tanta faladeira.

_Foi você que fez aquilo no... no corpo dela. –Diz e eu sei bem do que estava falando, o chupão avia ficado perfeito.

_Você sabe a resposta. Disse ontem.

Puxo meu braço vendo que ele ia me acertar um soco que desvio com um pouco de dificuldade.

Olho pra rosada e vejo o tanto que ela estava pálida, sua mão estava na barriga, cambaleia pra trás e Neji a segura.

_Sakura você está com febre. –Diz ao tocar nela e do nada a chiclete desmaia.

Naruto vai até eles assustado.

_Ela pediu pra mim aplicar aquele medicamento, nesse.. na cicatriz. –Digo de costas pra eles. _Foi você quem fez isso nela viado?

_O que? Claro que não!

_Sei. –Dou de ombros e saio.

 

Não tenho que me preocupar, não tenho que me preocupar! Merda!

 

Encontro a Hinata na porta do quarto dela junto com a Ino, vou até as duas e beijo a morena. Tenho que para de pensar aquele beijo, toda vez que a beijo sinto vontade de faze-lo mais.

Ino apenas assovia e sai, empurro Hinata pra dentro do quarto e a jogo na cama bruscamente.

Nunca fui muito de ser gentil, eu quero eu faço. Sempre foi assim.

Tiro as roupas dela e torturo o bicos dos seios. Ela gemia embaixo de mim, apenas afasto sua calcinha encharcada e a penetro sem dó alguma.

A penetrava com força e ela gemia cada vez mais, não meu nome. Nunca deixei nenhuma garota gemer meu nome quando as fodo. Ela estava um pouco apertada, seguro sua perna a colocando de quatro e estoco fundo dentro dela. Hinata empina a bunda a fazendo ir de encontro ao meu pau duro, seguro sua cintura e estoco. Gozo e saio de dentro dela, Hinata estava na cama ofegante me olhava curiosa. Entro no banheiro e depois de uma ducha, saio do quarto sem dizer nada.

Vou até meu quarto e o vejo vazio, com certeza ainda está lá.

Pego minha guitarra uma muda de roupa e um Cd pro carro. Saio andando vagarosamente pelos corredores, mas a minha verdadeira vontade é de voltar no quarto dela e ver se está bem. Mas só de pensar que poço encontra com o casal de viado me deixa irritado, o que me da mais vontade de brincar com ela.

Coloco tudo dentro do carro e acendo outro cigarro saindo em disparada do estacionamento.

 

 

NARUTO

A aula foi até legal, e todas perguntavam se eu e o Neji brigamos com o Sasuke de novo. Não respondia, só o nome dele me irritava, aquela marca entre os seios da Sakura, ele disse que avia feito. Esmurro a mesa e saio da sala assim como todos, nos corredores escuto falarem o nome da minha irmã e lembro que ela não estavam bem de manhã.

Neji chega ofegante e diz que uns garotos viram a Sakura passando mal e o Sasuke levando ela no colo. Me xingo mentalmente por não ter prestado atenção e corro pelo corredores.

Entro no quarto e vejo os dois se beijando, sinto uma raiva subir. Ele está apenas brincando com ela, e eu não consigo fazer nada pra parar isso.

Ele pergunta se foi eu quem fiz isso e fico com medo, e se a culpa for minha? Fui eu quem deixei ela, na primeira oportunidade que tive de vir pro Japão não pensei duas vezes em aceitar, não insisti pra deixarem ela vir, a abandonei.

 

Neji avia colocado ela na cama enquanto eu encarava o chão de joelhos, não me movia.

_Naruto... –Diz.

Me levanto e vou até a cama, Neji avia a coberto e colocando um pano molhado na testa dela.

_Ele disse ela tinha dor. –Digo e desço o lençol até abaixo do umbigo.

Toco a marca e ela geme se encolhendo.

Passamos o dia todo com ela, a noite Neji tinha marcado de sair com uma garota eu insisti pra ele não desmarca e ir, que eu cuidava dela. Acabo dormindo aqui de novo.

 

O resto da semana foi tranquila, Sakura já estava melhor e me contou como Sasuke a ajudou, não toquei no assunto do beijo por que a expressão que ela fazia dizia que não queria falar daquilo. Apresentou-nos pro Deidara, um amigo que fizera no primeiro dia de aula, e eu já vi ele em algum lugar, mas não sei aonde, ele não vinha muito a festas no campus o que dificultou a minha tentativa de lembrar dele.  Sasuke não aparecia na faculdade dês do dia em que ajudou a Sakura. Via Gaara, junto com o grupinho de delinquentes as vezes e sempre olhavam pra minha irmã sorrindo. Karin era outra que não via faz um bom tempo.

 

A aula avia acabado, encontramos com a Sakura e o Deidara no refeitório e ficamos conversando.

_Neji.

Temari estava parada atrás dele com um sorriso. Eles estavam transando dês do dia em que ela chegou, nada sério. Eles saem se despedindo e logo Deidara também, ficamos só eu e a Saky.

_Eu tô com sono. –Boceja. _Essa semana foi corrida.

_Concordo. –Tomo meu suco.

_Eu vou pro meu quarto. –Diz se levantando. _Vai fazer alguma coisa, sei lá. Você fica tempo de mais comigo e esquece de você.

_Quem disse que eu esqueço. –Sorrio.

_Vai transar com alguém. –Diz segurando o riso.

_Minha irmã dizendo isso pra mim, porra fiquei com vergonha. –Escondo o rosto, o pior é que estou mesmo com vergonha.

--Toca meu braço. _Não esquenta, você viu meus seios vergonha pior que essa não tem.

_Caralho. –Digo me lembrando do dia e o Neji também estava. Mas o que me lembro não era bem isso e sim do chupão que o Sasuke deu nela.

_Tchau Naruto. –Beija minha bochecha e sai andando.

 

Abro a porta do meu quarto e levo um susto, Shion está nua em cima da minha cama, ela anda até mim e me beija trancando a porta.

 

 

SAKURA

Não via o Sasuke à quase uma semana e estava meio que me incomodando. Meu subconsciente falava pra mim parar com isso e esquecer aquele delinquente grosso e arrogante, mas ao mesmo tempo desejava aquela boca na minha.

Influenciável, mente fraca, e fácil de se enganar.

Essa sou eu.

Me jogo na cama mas não consigo dormir, pego o Notebook e coloco na minha pasta preferida de música e primeira que toca é MGMT – Electric Feel. E lembro de cada detalhe daquela noite, da discursão antes dele me arrastar pra dentro do carro. Da praia, a brisa tocando meu corpo, dos seus olhos ônix me encarando, o beijo, seus toques, sua língua, seu hálito.

_Tá excitada Chiclete?

Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...