História O Padrasto e a Enteada - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Hentai, Original, Revelaçoes, Romance
Exibições 11
Palavras 1.299
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oieeeee vou deixar a foto das roupas da Marie e do Dan nas notas finais
ah, eu vou poder postar o próximo cap só no sab eu acho
pq vou ta ocupada esse final de semana, e semana que vem é semana de provas espero que gostem!.

Capítulo 12 - Minha Namorada, Meu Namorado.


Fanfic / Fanfiction O Padrasto e a Enteada - Capítulo 12 - Minha Namorada, Meu Namorado.

P.o.v's Marie

                 Estava com minhas malas arrumadas, havia falado para meu pai que iria viajar um pouco, uma coisa que é verdade, a mentira, era que eu iria sozinha, mas a verdade, era que Dan iria comigo, ou melhor, eu iria com ele, ele não quis me dizer onde seria nossa viagem, e isso estava me matando de curiosidade. Ainda não estamos namorando, já que queremos fazer tudo certo, daqui 2 semanas ele teria que ir no fórum, para o divorcio ser finalizado, eu estava triste por minha mãe, mas, eles não se amam, e ele tem quase minha idade,pode se um pouco de egoísmo , mas ele é perfeito para mim.

-Marie? Porque não pode me levar?- James fala manhoso, sorrio.

-Porque irei fazer algumas pesquisas, é para o trabalho- Minto o olhando.

-E eu? posso ir?- Luke fala.

-Nenhum de vocês, mas na próxima irei levar-los okay?-

-Okay.-Ele falam em coro.

                Logo depois, pego meu celular, e vejo uma mensagem de Dan "Minha ruivinha, já estou aqui do lado de fora te esperando" sorrio com o "Minha ruivinha", mesmo que Dan e eu não estamos oficialmente namorando, ele sempre me chama de "minha namorada", sim, as vezes o amor muda a pessoa, nunca havia sentido o que sinto isso, e eu amava isso. Depois de pegar todas as malas e minha bolsa, saio de casa, vendo meu amado moreno com olhos azuis esverdeados olhando para mim, e sorri abrindo o porta-malas.

-Você é impossível, quando penso que não pode ficar mais bela do que é, sempre me surpreende-Dan sorri me olhando de cima a baixo, e coro.-Esse vestido vermelho ficou lindo em você minha namorada- Dan fala e me puxa pela cintura, selando nossos lábios.

                           Ficamos assim por um tempo, até que a falta de ar bateu, e nos separamos apenas alguns centímetros, sorrio o olhando nos olhos, sim, eu lutaria com quem for, só para ficar do lado do homem que eu amo.

-E você meu namorado está lindo como sempre- Falo sorrindo e o beijo.-Onde vamos?-

-Ainda é surpresa amor-Ele ri, e ao terminar de colocar as malas no porta-malas, entramos no carro.

-Bobo! Sabe que sou muito curiosa-Falo manhosa e ele ri.

-Sei, uma das coisas que me faz te amar mais ainda-Ele fala dirigindo e sorri, rezo para não ter ficado vermelha.

                     Já estávamos longe de New York, indo para o interior, logo Dan estaciona em um posto com lanchonete, e desliga o carro e se vira para mim.

-Está com fome né princesa?- Dan fala e sinto o mesmo acariciar meu rosto.

-Com certeza! To bocada de fome- Falo rindo com as gírias e Dan me acompanha nas risadas.

-Nossa! Que fome hein!-Ele fala rindo.

-É né,tenho que alimentar nosso filho, senão ele vai nascer com cara de hambúrguer!-Falo brincando e dou risada, Dan ri mas logo dá um sorriso fofo e fica me olhando.-O que foi?-

-Imaginei nós casados e você grávida- Ele fala e acaricia meu rosto e coro sorrindo.

-Estou louca para isso se tornar real-Falo o olhando nos olhos e o beijo.

                             Logo Dan retribui o beijo, e segura minha cintura com uma mão, e com a outra, acaricia meu rosto. Acaricio o rosto dele também, e sorrio entre o beijo , e com a outra mão o abraço, esquecia completamente de tudo ao redor,para mim, era só ele e eu dentro do carro, para mim era só o que eu precisava, dele comigo. Logo a maldita falta de ar chegou em nós, fazendo nos afastar alguns centímetros, e ele junta nossas testas, e sorrio para ele, e o mesmo retribui o gesto.

-Eu te amo minha pequena- Ele sussurra sorrindo.

-Eu também te amo meu grandão- Sussurro (N/A Descobri que é sussurrar não sussurar ) e sorrio.

-Vamos comer? Não quero que meu filho nasça com cara de hambúrguer-  Dan fala e dou risada.

                                   Logo ele sai do carro, e abre a porta para mim, e desço , o mesmo tranca a porta do quarto, e segura minha cintura, me puxando para perto do corpo dele, e escuto ele sussurrar "Minha" me arrepio, e ele sorri reparando, coro de leve. Entramos na lanchonete e nos sentarmos, logo escuto algumas pessoas falando " É ela", "Aquele deve ser o namorado dela", "Quero um autógrafo dela!", logo vem um grupo de pessoas, a maioria jovens, e pedem autógrafos e tiram fotos comigo.

-Quero uma foto sua e de seu namorado Marie!- Uma garota de uns 12 anos fala, Dan e eu sorrimos e ele me puxa pela cintura e sorrimos para a foto.

                               Depois daquilo tudo,e de terminamos nosso almoço, voltamos para o carro, e ele volta a dirigir, e durante toda a viagem ficamos conversando, e falando sobre nosso futuro, logo lembro das fotos, e me lembro de algo.... Oh sim, minha família, principalmente minha mãe vai ficar com raiva.

-Merda- Falando batendo a mão na testa.

-O que foi amor?-Dan me olha pelo canto do olho e volta a olhar a estrada.

-As fotos! Se postarem na internet, minha mãe verá! E ainda vocês nem se divorciaram!..... -Falo surtando e Dan me interrompe.

-Calma amor, vai ficar tudo bem-Dan fala me tranquilizando.

-Não quero que nada se meta na nossa relação-Falo e coloco minha mão sob a dele.

-Ninguém irá, ah e chegamos-Ele estaciona em uma casa perto de um lago, com campos de flores, sorrio olhando ao redor.

-Uau -Falo impressionada, era muito belo e magnifico o lugar, logo sinto Dan pegar em minha mão.

-Essa é minha casa do campo, vamos princesa?- Dan pergunta.

-Sim!- Sorrio e dou risada, e descemos, olho tudo em volta.

-Nosso cantinho da paz será aqui.- Ele me abraça por trás, e sorrio olhando o campo.- Vamos para nossa casa ?-

-Vamos - Falo sorrindo.

-Ah, mas antes, tenho uma surpresa para você, se arrume, vou te mostrar o nosso quarto e depois vamos para um lugar- Ele fala e beija meu pescoço.

-Sério? Okay, mas detesto quando minha curiosidade está no nível alto- Falo rindo e me viro, o beijando.

-Amo te deixar assim- Ele ri e retribui o beijo.

-Eu te amo- Sussurro entre o beijo.

-Eu também te amo minha princesa- Ele sussurra também, e retribui o beijo.

                                 Logo depois, entramos na casa, e era extremamente bela, era confortável e e simples, e ao mesmo tempo luxuosa, logo ele me mostra toda a casa, e fomos para nosso quarto, e logo fui me arrumar para a surpresa, tomo um banho, visto uma roupa, e logo estava pronta, e vejo Dan que estava me esperando no jardim, já estava quase no pôr do sol, e vou até ele.

-Está tão linda.-Ele diz e sorri.

-Você que está amor-Falo corada e o beijo, e ele retribui.

-Venha, tenho uma surpresa.-Ele fala.

                             Fomos para o campo com rosas vermelhas, e já estava estrelas no céu recém-escuro, tinha um violão, e Dan pegou o violão e começou a tocar e cantar Photograph de Ed Sheeran, fico escutando e o olhando,meus olhos já estavam marejados, e logo quando ele termina, ele me olha, sorrio para ele, logo ele se levanta, e pega uma caixinha e o olho surpresa, ele se ajoelha e abre a caixinha e tinha um anel, na verdade dois, e ele pega minha mão.

-Marie, você aceita namorar comigo?- Ele fala e seus olhos estavam levemente marejados.

-Sim, eu aceito- Ele coloca a aliança em meu dedo, e a outra no dedo dele, e ele se levanta.

-Logo será no outro dedo- Ele fala e fecho meus olhos sorrindo e ele me beija, ficamos assim por uns segundos.- Eu te amo, minha namorada.-

-Eu também te amo, meu namorado - Falo e o beijo, com certeza, ele é o homem que eu amo, e nada vai me separar dele.

                  

 

 

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...