História O Padrasto e a Enteada - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Hentai, Original, Revelaçoes, Romance
Exibições 23
Palavras 1.937
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Desculpe a demora meus cupcakes, é porque eu quis fazer algo meio especial.

Capítulo 9 - O encontro romantico.


Fanfic / Fanfiction O Padrasto e a Enteada - Capítulo 9 - O encontro romantico.

P.O.V's Marie

Já era 6 horas e eu estava quase pronta,havia colocado um vestido vermelho, salto vermelho, colar,brincos e um anel de rubi, e meus cabelos estavam soltos, e passei uma leve maquiagem e um batom vermelho ,mesmo se meus lábios eram avermelhados desde sempre,mas, eu queria está meio que irresistível para o Dan. Suspiro e escuto o toque de mensagem do meu celular e olho, era Dan,ele estava quase chegando,e saio do quarto e deixo um bilhete "vou dormir na casa da Ayu!", e saio o esperando do lado de fora.

P.O.V's Dan

Eu estava muito ansioso, e pensava "será que ela vai gostar?", eu já estava dirigido para a casa dela, estava com meu cabelo para o lado, e um terno cinza escuro. Vejo Marie na porta da mansão do pai dela, ela estava mais que perfeita como sempre, estaciono o carro e ela vem andando , saio do carro e abro a porta para ela.

-Você está linda -  Falo a observando e ela cora de leve.

-Obrigado Dan- Ela diz e entra no carro.

Logo eu entro também entro, e dirijo em direção do Central Park, e esperava muito que ele gostasse, e logo estaciono,e desço, abrindo a porta para ela.

-Espero que goste- Falo a olhando e sorrio e seguro a mão dela a levantando.

-Qual é a surpresa ?-Ela pergunta e sorri. O sorriso dela é muito fofo.

-Vem e verá- Falo.

P.O.V's Marie

Eu estava ansiosa e nervosa, tipo , qual era a surpresa? E é nosso primeiro encontro, e ele segura minha mão, coro um pouco e o olho discretamente, e suspiro, e logo vejo uma toalha de piquenique, com algumas coisas tampadas, e rosas vermelhas, sorrio e o olho nos olhos.

-Dan...- Falo quase em sussurro.

-Sim?-Ele me olha.

-Está incrível- O beijo e logo me afasto e seguro a mão dele novamente.

-Estou feliz que tenha gostado, e também tenho mais uma notícia muito boa,mas... Só mais tarde, minha princesa- Ele fala e sorri.

-Droga,vai mesmo me deixar curiosa criatura?-Falo e dou risada.

-Vou,vingaça-Ele ri, e sentamos na toalha de piquenique.

Ele nos serviu lasanha, e um vinho, sorrio para ele, provando um pouco do vinho, e o olho e sussurro um "acertou em cheio", comemos um pouco de lasanha, até que já estávamos em um delicioso sorvete de chocolate e morango, e ele me olha.

-Então, está gostando?- Ele pergunta.

-Muito, está perfeito,mas tá querendo ganhar pontos Senhor Collins?- Falo o olhando.

-Talvez....- Ele ri e me olha- Quero conquistar você- Ele fala.

-Tá indo bem- Falo e sorrio.

Ele se aproxima aos poucos, e fico parada o olhando nos olhos, e sorrio levemente, e sinto nossos lábios juntos, iniciando um beijo calmo, sinto as mãos dele em minha cintura, e acaricio o rosto dele, e ele vai me deitando com cuidado sob a toalhas de piquenique, e o beijo vai ficando intenso a cada segundo, acabo corando um pouco, e sinto suas mãos acariciando minhas coxas, e coro mais ainda , parando o beijo. E me afasto um pouco e ele me olha e acaricia meu rosto, ele dá um sorriso tranquilizador.

-Muito rápido né? Desculpe minha-futura-ruivinha.- Ele fala e o olho surpresa.

-Sua futura ruivinha?- Falo e o olho e levanto levemente minha sobrancelha.

-Sim, porque quero fazer tudo direito, já que o erro foi ter casado no papel com sua mãe- Ele fala e suspiro e me sento.

-É,mas devo imaginar que já fez várias coisas com minha mãe- Falo e faço careta.

-Não, na verdade, eu to ainda esperando a mulher da minha vida,que infelizmente ,ainda é menor de idade, mas logo será minha, completamente, minha- Ele fala, e me beija, foi como nosso primeiro beijo, um beijo apaixonado, e calmo, e depois paramos por falta de ar.

-Eu....er....Confesso que também quero isso- Falo o olhando nos olhos. 

-Eu queria mesmo ouvir isso, minha pequena- Ele fala, e sorri, depois desfaz o sorriso.- E aquele Representante? - Ele fala sério, e dou risada.

-Mitt?- O olho, e dou outra risada.- Ele é só um amigo, detector de ciúmes está apitando- Falo provocativa, e ele me deita, ficando por cima de mim.

-É claro, não suporto outro homem em sua vida- Ele fala.

-É impossível isso, porque tem 4 em minha vida- Falo provocando-o.

-Posso saber quem são esses que querem tirar você de mim?-Ele fala um pouco ressaltado.

-Meu pai,e meus irmãos Luke e James- Falo rindo da cara dele, e o olho.-E você, meu moreno- O beijo,e ele retribui.

Ficamos nos beijando por um bom tempo, mas infelizmente a falta de ar chegou, e paramos para respirar e sorrio para ele, e acaricio o rosto dele, e ele faz o mesmo em mim. Ele pega a taça de vinho, e bebe um pouco, e depois coloca a taça delicadamente em meus lábios,e bebo e sorrio para ele, logo terminamos de beber na taça e o beijo, sentindo suas mãos em minha cintura.

-Dá vontade de ficar assim para sempre,mas,temos que ir- Ele fala meio desanimado.

-Na verdade não,falei que eu ia dormir na casa da Ayu,mas meu plano era um acampamento,ou o que você propor- Falo e o beijo e sorrio.

-Okay,que tal um acampamento, aqui?- Ele fala e sorri segurando a minha mão.

-Sim!- Falo e sorrio o olhando.- Mas, precisamos de duas barracas.-

-Uma, uma é o suficiente- Ele sorri, e acaricia meu rosto e coro de leve.-Não irei te obrigar a nada minha ruivinha.-

-O-Okay... Mas, onde...e minha mãe não vai estranhar?...-Sou interrompida por ele.

- Eu já dei o papel do divorcio, e eu falei que ia dormir na casa do meu irmão, e tenho uma barraca e coisas de emergência, essa noite é nossa.- Ele sorri e cora um pouco e acabo corando também.

-Okay, vamos buscar?- Pergunto o olhando, e sorrio para ele.

-Vamos minha princesa- Ele fala e se levanta e me ajuda a levantar.

Guardar-mos as coisas e fomos guardar as coisas no carro, e pegar a barraca, montamos ela, e ajeitamos o colchão, travesseiro e um lençol, coro vendo que teríamos que dormir bem juntos, e ele sussurra no meu ouvido "Se eu soubesse que teria você hoje comigo, teria arrumado um travesseiro a mais", terminamos de arrumar a barraca, entramos na mesma, e sorrio olhando o céu.

-As estrelas e a lua são lindas,mas você é a mais bela que existe- Ele fala e acaricia meu rosto e sorri.

-E você é o mais belo de todos- Falo e sorrio o abraçando, e o beijo.

O beijo era calmo e apaixonado ao mesmo tempo, reparo que ele fecha a barraca, e me deita aos poucos, e sinto ele acariciando minha coxa, e coro um pouco tímida, sinto ele levantar meu vestido aos poucos, fico muito vermelha, e começo a tirar o terno dele, fecho meus olhos, e sinto ele desfechando meu vestido, e coro, já que estava de lingerie vermelha.

-Quero que hoje seja minha,mas senão quiser....tudo bem- Ele fala corado.

-Eu quero me entregar, quero ser sua.... E-Eu to pronta- Falo corada, e o beijo, ele sussurra um "ok".

Ele tira a camisa, e continuamos o beijo, o intensificando a cada momento, e ele desabotoa meu sutiã, e  continuo o beijando super corada,e ele tira meu sutiã,deixando meus seios a amostra, e coro o olhando e ele morde de leve o próprio lábio, e continua o beijo intensamente, e sinto um de suas mãos, apalpando meus seios, e coro, e ficava um pouco excitada, e desabotuo a calça dele, e sinto a mão dele parando de apalpar meu seio, e acariciando minha barriga, e descendo até minha calcinha, e sinto a mão dele na minha intimidade e coro e solto um gemido baixo, estava cada vez mais excitada, e o desejando mais ainda. Ele tira minha calcinha tão rápido que fico um pouco surpresa, e tiro a calça dele e coro o vendo de boxer, e ele nos vira,me fazendo ficar por cima, e fico sentada sob seu quadril,, e sinto seu  membro ficando cada vez mais rígido, e reparo que não sou a única corada, e  volto a beijar-lo, e acabo rebolando sem querer no colo dele e ele aperta minha cintura de leve, e ele sussurra "Me ajuda com minha boxer?" assinto ,e o ajudo a tira a boxer,e coro , e acaricio o rosto do mesmo, e o beijo, ele me vira ficando por cima de mim de novo, e o beijo ficava calmo e intenso ao mesmo tempo, e ele me olha.

-Pronta minha ruiva?- Ele pergunta carinhosamente.

-Sim, meu moreno- Falo e sorrio o olhando nos olhos.

Ele pega delicadamente minhas pernas, e coloca em volta de seu quadril, e ele segura minha mão e me beija, e logo sinto ele me penetrar devagar e gemo entre o beijo, ele começa a fazer movimentos dentro de mim, e logo vejo uma mancha de sangue no lençol,e coro e ele sussurra "Agora é minha, só minha", sorrio e voltamos ao beijo  intensificando cada vez mais,e ele começa a se movimentar mais forte e começamos a gemer entre o beijo,e arranho de leve as costas dele e ele solta um gemido, ele dá um leve chupão em meu pescoço,e gemo excitada, e dou um chupão nele também, e sorrio, e sussurro "Meu,só meu".  Ele faz com que os movimentos fiquem mais rápidos e mais fortes, e gemo cada vez mais excitada, e eu faço a gente rolar, e fico novamente por cima,e o beijo e fico rebolando no colo dele, e gemo entre o beijo,e ele faz o mesmo. Rebolo mais rápido,e gemo e o olho.

-Minha ruiva linda-le diz e arfa por causa do gemido, e sorri olhando malicioso para mim.

-Meu moreno perfeito.-Falo e o beijo.

Ele me vira de novo, e segura minha cintura com uma mão, e com a outra mão apoia no chão, e fica fazendo movimentos de vai e vem rápidos e intensos , e sorrio o beijando, e os movimentos ficaram muito intensos e gemo e o olho quando escuto seus gemidos, e com a mão que estava apoiando no chão fica apalpando meu seio direito e ele começa a beijar meu pescoço e desce até meu seio esquerdo e começa a chupar o mesmo e gemo com a excitação, e rebolo enquanto ele fazia os movimentos,sinto que estava quase em meu ápice,meu primeiro ápice,e cor tentando segurar o mesmo,e ele fazia os movimentos ficarem mais rápidos, e continuava chupando meu seios e acabo não conseguindo segurar mais, e tenho meu ápice, e suspiro com ele indo mais rápido, ele gemia abafado, e sinto seu membro pulsando,sentia que ele também queria segurar e ele rebola mais forte me fazendo rebolar também, e ele suspira e sinto um líquido me adentrando, ele também teve seu orgasmo, e ele continua com o membro dentro de mim, e sorri, eu ficava hipnotizada com esse sorriso,e o beijo, e ele sai de dentro de mim, e se deita ao meu lado, e coloca minha cabeça no peitoral dele e suspiramos um pouco cansados, e o beijo.

-Foi incrível- Falo e sorrio o olhando.

-Sim, foi incrível amor.-Ele fala e sorri,e sorrio também.

-Eu te amo amor- Falo e o beijo.

-Também te amo meu amor.-Ele retribiu o beijo.

Guardar-mos o lençol com sangue, e ele nos cobre com outro lençol, e ficamos conversando sobre como seria daqui um tempo, e ele fala que quer ter uma família, e claro,eu ficando cada vez mais apaixonada por esse lindo moreno, e ficamos namorando um pouco até que nos ajeitamos, e dormimos abraçados a um ao outro.

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Desculpe de novo, e espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...