História O Pai da garota que sou Babá - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Drama, Romance
Exibições 13
Palavras 1.292
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


OLÁ POVOS trouxe mais um capitulo para vocês espero que gostem de verdade. aproveitem

Capítulo 7 - Melhor dia


Fanfic / Fanfiction O Pai da garota que sou Babá - Capítulo 7 - Melhor dia

         POV Rose

Estávamos em casa eu e Nicole na cozinha tomando chá por volta das 21h30min, ela estava lendo um livro e eu estava jogando no meu tablet.

-então, hoje aprontar com o Kevin? Perguntei animada para Nicole.

-é claro, esse cretino vai pagar pelo que fez. Disse ela com serenidade.

-sinto muito, espero que consiga superar isso. Falei não tão mais animada.

-eu já superei muita coisa nessa vida, e certamente vou superar essa. Disse ela com um sorriso rápido no rosto e limpando uma lagrima que havia caído de seus olhos.

Levantei da cadeira e dei um abraço nela, sentir que ela estava chorando em meu ombro, ela ficava menor pelo fato de ela está sentado e eu estava em pé na sua frente.

-obrigada eu realmente precisava disso. Falou ela sorrindo e limpando seus olhos.

-oi. Disse meu pai entrando na cozinha.

-oi pai. Falei dando um abraço nele.

-oi filha, oi Nicole. Falou ele olhando para ela.

-oi. Disse ela sorrindo.

-pai a Nicole pode dormi aqui hoje? Perguntei para ele, meu pai e Nicole se olharam e rapidamente ficaram corados.

COMO ASSIM?! Meu pai ficou corado junto com Nicole, tem alguma coisa.

-pode, se ela quiser. Ficou ele meio sem jeito.

-sim. Falou ela ficando completamente corada.

Não acredito, a Nicole é afim do meu pai, nossa normalmente eu ia ficar com ódio, mas não estou, fico feliz por isso, mas será que o papai sabe disso?

-legal Nicole você vai dormi no meu quarto tá? Perguntei animada para.

-ta. Falou ela confirmando com a cabeça.

-eu vou arrumar as coisas lá em cima. Disse saindo da cozinha.

Subir as escadas e peguei um colchão e coloquei do lado da minha cama coloquei um lençol e um travesseiro e armei uma cama para ela.

-espera! Fiquei pensando. A NICOLE ESTÁ COM O MEU PAI NA COZINHA, SÓ ELES DOIS.

Sair do quarto e desci as escadas sem fazer barulho, olhei a porta da cozinha que estava fechada. Quando entrei meu pai e Nicole estavam se beijando. Sair da cozinha sem que eles me vejam. Subir não escadas e entrei no meu quarto.

-LHE PEGA PORRA, WOOOOOH SHOW, A NICOLE VAI NAMORAR COM MEU PAI, VAI CORINTHIANS! Falei completamente loka com k pulando e bagunçando meu quarto todo, Quando me dei conta estava jogada no chão igual uma doida.

Sair do quarto e desci as escadas entrei na cozinha e os dois estavam sentados olhando um para o outro.

-OIIIII. Falei com um sorriso maluco na cara, mas veio como eu não podia está feliz.

-oi. Falou os dois meio sem jeito quando me viram.

-eai vai ter pizza? Perguntei olhando para os dois.

-pode ser. Falou meu pai com um sorriso no rosto meio disfarçado.

Então meu pai pediu uma pizza, ficamos na sala assistindo um filme, até que deu o horário para meu pai ir dormi já que amanhã ele ia trabalhar.

-eu vi. Falei olhando para Nicole que rapidamente se assustou.

-O QUE VOCÊ VIU?! Perguntou ela meio assustada.

-o beijo que você e o papai tiveram, eu estou feliz por isso. Falei rindo, vi que nesse momento ela ficou mais calma.

-poxa achei que você ia ficar com raiva. Falou ela sorrindo.

-que nada, eu to é super feliz, mas ainda vamos aprontar com o Kevin? Perguntei animada.

-ta bom vai se arrumar, a casa dele não é muito longe. Falou ela levantado do sofá.

 

   POV Kevin

Estava deitado em minha cama pesando, finalmente eu peguei a vadia da Nicole. De repente ouço um barulho vindo da cozinha saio do meu quarto e olho para o corredor que estava totalmente escuro não podia se ver quase nada, achei estranho porque sempre deixo algumas luzes acesas. Fui até a cozinha e vir um vulto branco passar por debaixo da pia os armários começaram a tremer, parecia um sena de filme de terror, vir um liquido vermelho escorrer pelo chão. Quando aparece Nicole caída no chão cheia de sangue ela levanta do chão parecendo um zumbir seus olhos estavam totalmente brancos fiquei assustado com isso.

-OLHA O QUE VOCÊ FEZ, ME DEIXO JOGADO NO CHÀO MORRENDO AGORA EU VOU MATAR VOCÊ! Falou ela rapidamente mostrando uma faca.

Sair da cozinha voltando para meu quarto e trancando a porta. Peguei meu telefone e liguei para 190.

-alô? Ouvir uma voz feminina.

-POR FAVOR, TEM UMA ASSOMBRAÇÃO NA MINHA CASA EU PRECISO DE AJUDA POR FAVOR! Falei totalmente desesperado.

-calma, senhor pode ter sido uma ilusão. Disse ela não acreditando muito em mim.

-NÃO É ILUSÃO, VENHAM LOGO. Falei ainda mais tenso.

-ta mandarei alguns policiais. Falou ela desligando o celular.

De repente começo a ouvir barulhos de coisas quebrando pela casa, a porta do meu quarto começa a fazer barulho, com se estivessem batendo ou chutando ela.

Rapidamente me desespero e fico no chão esperando para que a polícia chegue. Quando vejo que o barulho da porta para e em seguida escuto o corro da polícia chegar. Saio de casa desesperado e nem noto o que tinha acontecido.

-POR FAVOR TEM UMA MULHER MORTA LÁ DENTRO. Falo segurando os dois braços do policial desesperado.

Quando entramos estava tudo normal nada de sangue bagunça estava tudo normal.

-bem senhor parece que não tem nada aqui. Falou o policial que estava com uma feição séria.

-EU JURO ESTAVA CHEIO DE SANGE PELO CHÃO E VULTO E...

-ta certa, vamos venha comigo para delegacia. Disse ele colocando algemas em meus pulsos.

-O QUE FOI QUE EU FIZ?!

-nada, apenas vai ser encaminhado ao psicólogo por liga para policia essa hora da noite dizendo que tinha assombração em sua casa quando na verdade e tudo mentira. Falou ele me levando até o carro.

-MAS...

-nada de mais venha logo.

 

    POV Nicole

-CARA FOI MUITO ILARIO VER O KEVIN ASSUSTADO. Falei com Rose quando estava voltando para casa.

-VERDADE, EU GOSTEI QUANDO O POLICIAL CHEGOR LÁ NA FRENTE E ELE SE ASSUSTOU TODO FOI TOP.respondeu ela rindo.

Voltamos para casa de Rose quando chegamos lá Chris estava sentado no sofá.

-onde as senhoritas estavam? Perguntou Chris um pouco sério e de braços cruzados.

-Nicole saio comigo para fala comigo de um assunto. Falou Rose subindo as escadas.

-que assunto? Perguntou Chris ainda serio.

-eu vi, o senhor e a Nicole se pegando na cozinha. Quando ela falou isso fiquei mais vermelha que um morango.

Chris ficou sem palavras, sua feição mudou de sério para assustado.

-não se preocupa, torço por vocês dois. Disse ela dando um sorriso rápido.

-uau. Falou Chris sentando no sofá.

 Sentei do lado dele e coloquei minha cabeça sobre seu ombro, ele olha para mim e começa a fazer a cariciar meu cabelo. Olhei para ele e coloquei minha mão no seu pescoço e começamos a nos beija o beijo era calmo, mas logo o beijo fica voraz e violento fomos ate o quarto de Chris e a primeira coisa que fiz foi jogar ele na cama e desabotoar sua camisa voltai a beija-lo não um beijo calmo, mas um beijo ardente praticamente pegando fogo.

Meu desejo era Chris mais nada, comecei a passar minha mão no seu abdome e sentir que sua mãe esta em minha costa desabotoei sua calça e ele tirou minha sai sem esforço, sentir ele tira meu sutiã e joga para o canto do quarto. Esse dia não tinha como ficar melhor, Kevin estava preso e agora estou com o homem que eu amo e sei que ele me ama, porque quando estávamos na cozinha pela primeira vez que nós nos beijamos ele confessou que me amava, e eu disse que eu também o amo. Eu achei que nunca encontraria o amor, mas eu encontrei depois de anos de solidão encontrei meu amor.      


Notas Finais


espero que tenham gostado fiquem a vontade para comentar. até o próximo capitulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...