História O Passado Esquecido - uma história fnaf - Capítulo 16


Escrita por: ~ e ~julinhawlk

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Freddy Fazbear, Golden Freddy, Nightmare, Nightmare Freddy, Personagens Originais, Purple Guy, Springtrap
Tags Fnaf, Mistério, Novela, Romance, Suspense
Exibições 15
Palavras 968
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Claro que irá continua...Boa Leitura!!!!

Capítulo 16 - O Ataque: O Passado Esquecido


01:00 Am-80%

Estava fazendo o possível para economizar, porém não consigo pensar em uma solução, naquele momento ainda eu não parava de pensar nas últimas horas, recapitulei tudo o que pude, mas ver eles morrendo mais uma vez foi algo que me deixa de uma forma muito desconfortável e isso era apenas o começo porque tenho que sobreviver até às 6:00 da manhã com chances de eles me matarem.

     Em quanto estava olhando as câmeras pude ver algo diferente passando, uma luz de lanterna passou pela imagem porém não pude ver quem era….pera um pouco, uma luz de lanterna? Eu já vi isso em algum lugar, tentei ver a imagem mas sem sucesso.

01:50 Am-65%

   Meu Deus!!! Por que que a hora não passa? Estava começando a pegar no sono, a cada segundo que eu fechava meus olhos via eles me assombrando e tudo o que passei quando criança e depois de oito anos voltar aqui em forma de visão o que isso significa? Que tipo jogo estão fazendo comigo? 

     Não parava de deixar de notar que Fox corre de um jeito bem engraçado, bem já que tudo isso já passou e pude ver que eles são uma farsa e tudo isso foi um simples teste.

02:30 Am-55%

    O sono estava aumentando e de uma forma bem assustadora, a qualquer momento as portas podem abrir e terei que prestar atenção caso haja algo de diferente.

   Vendo as câmeras mais uma vez vi que, praticamente, todos eles estavam em suas posições iniciais, juntamente perto daquele sangue que estava derramado na sala de festas. 

   E pensar que tudo isso começou com um simples blecaute e se tornou algo maior que tudo na minha vida.

03:58Am-38% 

    Quando tudo isso irá acabar? Estou cansado disso não quero desse jogo, o sono me pega por um momento e depois de não sei quanto tempo, acordo com as portas abrindo e fecho as,cada porta tem seu botão no lado dela e nas dois lados e fiz isso bem rápido e voltei a.ver as câmeras, de vendo uma por uma me reparo com chica olhando diretamente para câmera, tive um pouco de medo confesso.

  Vejo a hora e o quanto de bateria ainda resta e tem cerca de 32% e começo a me desesperar um pouco, mas logo me sinto tranquilo pois são 04:10 e sinto um alívio em meu coração.

  5:00Am-28% 

Depois de dar um outra olhada nas câmeras e sinto um pouco feliz por está quase acabando e o sono vem com tudo e, simplesmente, apago.

  05:55 Am- 0%

 Ouço uns barulhos e acordo assustado e vejo tudo escuro e nessa hora me desespero e ouço os passos metálicos vindo na direção, olho para fora da porta com medo e no fundo Freddy estava vindo, e no outro lado Chica,Bonnie e Fox também e meu coração começou a bater mais forte e ao ponto de ficar sem ar.

  Eu sentei no chão no meio da sala e eles chegaram e ficaram me olhando e uma voz no fundo disse:

-Aí está, a última criança viva e sabe por que minhas criações?-Elas se olharam pela porta e voltaram a me olhar:

-Por que ela é especial...alguém que um dia talvez irá nos salvar desse sofrimento.

   Meu coração estava acelerado e no momento em que fechei olhos um zumbido começou, coloquei as mãos nos meus ouvidos e esperei parar, e quando aconteceu vi que eles tinham ido embora e já são 6:00 da manhã e aquele pesadelo acabou e o que aconteceu depois não lembro.

   Abro meus olhos e estou em um hospital, ainda sem força tento falar e viro pro lado e ao lado da cama está minha mãe dormindo, chamo ela e quando ela acordou lágrimas escorreram de seu rosto e chamou a enfermeira e me deu um beijo na testa, estava contente.

   Após alguns exames não sabia se aquilo era uma visão ou era se era a realidade porém, para responder isso vejo umas pessoas entrando na sala e são o Gabriel, Jiulia, Thais, Edwin e Felipe, nossa como fiquei contente de ver eles.

-Bem vindo de volta-disse Jiulia chorando.

-Pois é cara...Não nos dê um,susto desse-Completou Felipe.

-há…quanto...tempo...estou...aqui?-tentei,falar porém minha voz estava falhando.

-Para ser sincero...3 meses em coma-respondeu Edwin.

-Tudo...isso-De Repente me senti estranho, como assim? Fiquei 3 meses em coma? E foi o mesmo período de tempo que vivi aquela visão.

-Estamos muito felizes de ter você de volta, esse é um recado dos outros que não puderam vir, tem uma pessoa nova para você conhecer-Disse Gabriel.

-OK-respondi.

   Enfim acabou não sei o que me aguarda agora...mas ainda não acabou naquela visão.

 1 mês depois

   Estava pronto para voltar à escola sei que tudo será diferente desta vez, indo em direção me encontrei com Caio, um novo amigo que o pessoal fizeram e estava me aproximando dele.

-Durante todos esses três meses que você ficou de coma, muita coisa aconteceu, eu conheci eles e ficavam tristes mas nunca entendi o porque, até um dia o Gabriel me contar que você desmaiou na sala e não acordou e gerou tudo isso-Disse Caio.

-Bem...nem eu sei o que aconteceu direito...é estranho não acordar durante todo esses tempo, mas sei que tudo será bem diferente agora.

  Nós ficamos nos olhando um pro outro durante um tempo e começamos a rir, de repente senti um calafrio e virei para ver algo e só vi eles parados no outro lado da rua: Eduardo, Lisa, Leandro e Ana, todos ensanguentados, o meu mundo mudou e tudo aquilo agora é passado.

   Chegando na sala vi todos os meus amigos juntos me esperando, como de costume sentei ao lado de Gabriel, ficamos sem aula durante o primeiro tempo e colocamos todas as conversas em dia, rimos muito e eu estava tão feliz que não queria que aquilo ali, naquele momento não queria mais nada só estar ali me fazia completo de novo.


    



Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...