História My past haunts me even in the future (Kim Taehyung) - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~DinahDinahjae

Postado
Categorias AOA, Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanmi, Chanyeol, Chen, Choa, D.O, Hyejeong, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Mina, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Seolhyun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin, Youkyung, Youngjae, Yugyeom, Yuna
Tags Bts Got7
Visualizações 8
Palavras 2.772
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa os erros.
Boa leitura.

Capítulo 4 - Guns, do you have problem?


Fanfic / Fanfiction My past haunts me even in the future (Kim Taehyung) - Capítulo 4 - Guns, do you have problem?

          Pov Taehyung.

Acordo muito bem,sem pesadelos sem desconforto.

Abro os olhos e sinto uma ardência pela claridade,sinto um peso sobre mim, Dinah estava deitada com metade de seu corpo encima do meu sua cabeça estava em meu peito e eu estou abraçando seu corpo,olho pela janela e está todos os seus amigos nos olhando.

Tiro Dinah de cima de mim com. Cuidado para não acorda-la,saio do carro.

- ehh...bom dia.- digo sem graça,e todos ficam me encarando surpresos.

- você... você estava...- diz a a que acredito se chamar Joy.

- vamos pegar a estrada?- fui rápido até a loja do posto e compro algumas coisas para comermos,volto para o carro e vejo que Dinah ainda dorme,entro no carro e voltamos para a estrada.

Pov Dinah

Acordo e olho pela janela e vejo tudo correndo,suponho que já estejamos na estrada novamente,hoje eu realmente tive a melhor noite de sono em anos.

Me levanto.

- bom dia! - diz o Tae.

- bom dia.- digo.

- Dormiu bem?- pergunta me olhando rapidamente e logo voltando a prestar atenção na estrada.

- melhor noite de sono em anos.- digo,logo passo para o banco da frente,me sento no banco do passageiro.

- isso é bom.

- e você?- pergunto o olhando.

- tirando a parte que você me fez de travesseiro,ótima noite.- diz e eu coro intensamente.

- m-me desculpa.- digo abaixando a cabeça.

- estou brincando essa fez parte da noite ótima.- diz e eu tento conter o sorriso que insistia em sair.

- seus amigos querem falar com você,eles acham que eu fiz algo com você,tipo te drogei.- diz rindo.

- mais porque isso?- digo rindo com o mesmo.

- porque nos viram dormindo juntos.

Pego o oque toque.

- bom dia!!.

.

- você se lembra de algo? você está bem?porque desligou o aparelho?-pergunta a Mels.

- sim eu me lembro,eu estou bem,porque não aguentei ouvir o Rafa reclamando.

- porque estava dormindo com ele? Ele te obrigou?te dopou?

- não! Ele não me obrigou ou me dopou,eu pedi para que ele dormi-se comigo.

- OQUE!.

- você?-diz o Viní.

- sim...

-ma/-desligo o aparelho.

Encosto a cabeça no banco.

- porque é tão difícil acreditar que eu pedi para que ficasse comigo?- digo com bico.- sei que não é normal,sei que nunca aconteceu mais...

- talvez porque eles não me conhecem,e desconfiam de mim.- diz e vejo o mesmo abaixar o olhar um pouco.

- sabe oque eu acho? Você tem um ar misterioso e suspeito,mais quando nos aproximamos vemos que você não é oque imaginamos.- digo o olhando.

Chegamos ao chalé por volta das 15h,durante a viagem eu e o Tae conversamos sobre vários assuntos, não falei com ninguém dos outros carros.

- Dinah! Venha ver.- diz a Joy.

- oque?

-so venha!- diz e eu vou correndo em sua direção.

- diga.- chego aí seu lado.

- e lindo o lago ao lado do mar, não?- pergunta olhando para o rio que passava pela " floresta" e chegava ao lado chalé e o mar a frente.

-sim,mais aonde quer chegar?

- porque dormiu com o Taehyung? - diz me olhando.

- denovo Joy sério? Eu já disse que estavamos com friu e ele me deu sua coberta e eu sugeri,qual o problema?- digo brava.

- isso nunca aconteceu,seus pesadelos - corto a mesma.

- essa noite dormi muito bem não tive pesadelos, há anos eu não dormia assim,já disse isso para você,faz menos de duas horas que lhe disse.- digo.

- eu só...você...esquece.- diz

- vou comer vamos.- digo puxando a mesma.

Já era noite e decidimos fazer uma fogueira para conversarmos,o Tae se deu muito bem com o Baek e com o resto das pessoas.

- um dia eu fiz uma guilhotina no meu irmão porque ele comeu meu lanche,e depois bebi todo refri dele.- digo rindo e todos me acompanham.

- ela é morta de fome,não sei como e magra!- diz o Baek.

- me respeite,comida e vida.- digo sorrindo inocente.

- realmente.- diz a Joy.

- um dia o Rafa estava na escola super silêncio na classe e estava tendo uma prova de ciências sobre reações químicas e tals,e todos nos estávamos consentrados e Dinah estava ao seu lado, e aí ele soltou um peido muito alto...e todos começaram a rir e...ele disse: reações químicas e na.. Natural.-diz a Mels,parando para rir,e todos começamos a gargalhar incluindo Tae que estava quase morrendo de rir e Rafa que adora contar suas vergonhas.

- me mata!- digo gargalhando.- meu Deus eu não me canso disso.

- minha barriga.- diz Tae com a mão na barriga.

- o Baek e um ninja sem açúcar sabia Tae? Ele é uma anta que prática artes marciais- digo tentando ficar séria oque não deu Muito certo.

- Oque!- diz o Baek.

- além de anta e surdo também.- digo rindo.

- você vai me pagar- diz se levantando,e me levanto junto.

- to sem dinheiro.- digo e ele sai correndo atrás de mim,eu começo a correr em volta da grande fogueira.

- sua criança.- diz rindo.

- olha o homem macaco correndo correndo atrás de mim.- digo gargalhando.

- retardada.- diz,e todos que estavam em volta da fogueira só riam.- me ajuda Tae.

- você seu anta!- vem o Tae e me segura,e o Baek começa a fazer cócegas.

- eu falei que ia me pagar.- diz rindo enquanto eu me contorcia para tentar parar as cócegas.

- s-eu fa-lso!- digo rindo.- pa-ra p-or fav-or.

O Baek para de fazer cócegas,e eu continuo jogada no colo do Tae,começo a dar tapas em seu peito.

- seu falso!- mostro a língua para o mesmo e volto a me sentar.

- não fique brava comigo!- diz sorrindo.

- não vou falar com você!!- digo convicta de que conseguiria.

- se você conseguir.- diz piscando para mim e e eu fasso um bico.

- você parece uma criança.- diz o Vini.

Começamos a conversar e eu tentava não falar com o Tae,mais foi falho.

- Tae...canta para nós?- digo o mesmo me disse que adorava cantar mais aí parou por algum motivo que o mesmo não disse.

- decidiu falar comigo? tudo bem.- diz sorrindo terno em minha direção.

Ele começa a cantar, mano que música linda.

Bruno Mars.

[Just The Way You Are]

Oh her eyes, her eyes Make the stars look like they're not shining Her hair, her hair Falls perfectly without her trying She's so beautiful And I tell her every day Yeah I know, I know When I compliment her She won't believe me And it's so, it's so Sad to think that she don't see what I see But every time she asks me do I look okay I say When I see your face There's not a thing that I would change 'Cause you're amazing Just the way you are And when you smile The whole world stops and stares for a while 'Cause girl you're amazing Just the way you are Her lips, her lips I could kiss them all day if she'd let me Her laugh, her laugh She hates but I think it's so sexy She's so beautiful And I tell her every day Oh you know, you know, you know I'd never ask you to change If perfect is what you're searching for Then just stay the same So don't even bother asking If you look okay You know I'll say When I see your face There's not a thing that I would change 'Cause you're amazing Just the way you are And when you smile The whole world stops and stares for a while 'Cause girl you're amazing Just the way you are The way you are The way you are Girl you're amazing Just the way you are When I see your face There's not a thing that I would change 'Cause you're amazing Just the way you are And when you smile The whole world stops and stares for a while 'Cause girl you're amazing Just the way you are.

[Exatamente como você é]

Oh os olhos dela, os olhos dela Fazem as estrelas parecerem que não têm brilho O cabelo dela, o cabelo dela Recai perfeitamente sem ela precisar fazer nada Ela é tão linda E eu digo isso pra ela todo dia Sim eu sei, sei Quando eu a elogio Ela não acredita E é tão, é tão Triste saber que ela não vê o que eu vejo Mas sempre que ela me pergunta se está bonita Eu digo Quando eu vejo o seu rosto Não há nada que eu mudaria Pois você é incrível Exatamente como você é E quando você sorri O mundo inteiro para e fica olhando por um tempo Pois, garota, você é incrível Exatamente como você é Os lábios dela, os lábios dela Eu poderia beijá-los o dia todo se ela me permitisse A risada dela,a risada dela Ela odeia, mas eu acho tão sexy Ela é tão linda E eu digo isso pra ela todo dia Oh você sabe, você sabe, você sabe Eu jamais pediria para você mudar alguma coisa Se a perfeição é o que você busca Então continue assim Então nem se preocupe em perguntar Se você está bonita Você sabe que eu vou dizer Quando eu vejo o seu rosto Não há nada que eu mudaria Pois você é incrível Exatamente como você é E quando você sorri O mundo inteiro para e fica olhando por um tempo Pois, garota, você é incrível Exatamente como você é Como você é Como você é Garota, você é incrível Exatamente como você é Quando eu vejo o seu rosto Não há nada que eu mudaria Pois você é incrível Exatamente como você é E quando você sorri O mundo inteiro para e fica olhando por um tempo Pois, garota, você é incrível Exatamente como você é.

Ele tinha uma voz linda,a música era linda, acabei encostando a cabeça no ombro do Baek e dormindo.

- anjo da morte...se cansou?- sussurros.

- assassina!- outro sussurro.

- está sozinha!- risos.- agora você estará em nossas mãos,igual quando fez isso!.

Saio correndo no escuro,esbarrou com alguém e caiu,vejo minha mãe estava com o mesmo fio em seu pescoço,arregalo os olhos.

- pensou que afastaria seus demônios por muito tempo?- sorriu de lado meio psicopata.

- agora você vai sofrer oque sofremos.- deu uma gargalhada psicopata que deu medo.

Ela coloca algo em meu pescoço.

Acordo sem ar estava em um quarto escuro estava com medo ainda tinha muitos sussurros.

- morte.

- seus demônios nunca irão te deixar,foi você que foi atrás!

Abri a porta do quarto e desci as escadas quase caindo,precisava de ajuda de alguém, vou me apoiando em alguns móveis,não conseguia respirar minha respiração estava pesada, bato em algo que cai e quebra faz um barulho alto,olho para o centro da sala e vejo um fio branco caiu para trás,vejo minha mãe a minha frente,me ajoelho em seus pés começo a chorar, ouço a porta se abrir vejo o Tae correndo em minha direção e me abraçando.

Ele se ajoelha em minha frente e me puxa para o seu colo e coloco meu rosto em seu peito.

- por favor se acalma...eu estou aqui...pare de chorar...eu estou aqui desculpa te deixar sozinha.- diz ele enquanto faz cafuné.

Eu não conseguia andar estava em Pânico.

O Tae me pega no colo estilo noiva e me leva para fora do chalé,todos ainda estão lá em volta da figueira.

- sabia que não devia tê-la deixado sozinha,porque não me disseram que ela tinha pesadelos tão ruim de ter uma crise de pânico?- diz encarando todos.

- porque antes não era tão grave ao ponto de ter uma!- diz a Mels.

- aconteceu só quando você chegou, você que piorou tudo você que- diz o Rafa e o corto antes de terminar.

- por favor só...só parem,a culpa não é dele,eu só quero parar de pensar nisso, okay?.- falei.

Todos movimentam sua cabeça em concordância.

O Tae me leva até o nosso chalé que dividimos com Joy e Jimin.

Ele sobe as escadas e me deita na cama com cuidado,quando ele ia se afastar seguro seu pulso.

- não me deixa sozinha!- falo um pouco alto,estava em pânico só em pensar que ficaria sozinha novamente.

- mas/- o corto.

-por favor.

- tudo bem.- ele se deita ao meu lado e me abraça e eu me encolho eu seus braços.

- obrigada.- digo.

- você quer me contar... qual foi seu pesadelo?- diz levantando meu rosto para que eu o olhar.

- não,eu...eu...eu não quero falar disso.- digo.

- tudo bem.- diz ele fazendo carinho na minha bochecha com o polegar tirando os vestidos de lágrimas.

Nos estamos tão próximos que podia sentir sua respiração em meu rosto,ele coloca a mão na minha nuca e puxa meu rosto para mais próximo do seu,fecho meus olhos mais nesse momento a porta e aberta,me afasto dele o bastante para não sair do abraço mais longe o suficiente de seu rosto.

- PORQUE ISSO?OQUE ESTA HAVENDO COM VOCÊ? PRIMEIRO TODOS TE VEEM DORMINDO COM UM HOMEM QUE CONHECEU A MENOS DE UMA SEMANA,DEPOIS DIZ QUE NAO TEVE PESADELOS QUANDO DORMIU COM O MESMO,E TEM O PIOR PESADELO,E AGORA ESTA AOS ABRAÇOS COM ELE. VOCE NUNCA DORMIU COM OS HOMENS QUE SAO SEUS MELHORES AMIGOS.- Diz o Rafa bravo gritando.

- Rafa para de gritar por favor.- digo fechando os olhos.

- FALAR BAIXO?VOCÊ SO NÃO TEVE PESADELOS PORQUE DORMIU COM ELE. ACHO QUE VOCÊS NEM DORMIRAM, FIZERAM COISAS MAIS INTERESSANTES,POR ISSO NÃO TEVE PESADELOS E IGUAL SUA MÃE.- Diz rindo sem humor. Naquela hora meus demônios estavam lá sussurrando e eu não aguentei ele falou de Minha mãe me humilhou.

- rafa.- digo tentando arrumar paciência.

- EAI COMO FOI?HUMM?- grita.- OLHA GENTE JA ESTAVA QUERENDO DAR PARA ELE NOVAMENTE.- diz sem humor.

Me levanto da cama em um pulo, meus amigos já estavam atrás do mesmo sem intender.

eu já estava sem controle poderia machuca-lo pelo que ele disse.

- CALA A BOCA,QUAL E O SEU PROBLEMA?,NAO GOSTOU DE ME VER COM A PESSOA QUE ME DEU UMA OTIMA NOITE EM ANOS,E SE EU TIVESSE FEITO ALGO NAO LHE INTERESSARIA,VOCE NAO SABE NADA SOBRE MEUS PESADELOS! MEUS DEMONIOS ME ASSOMBRAM,ELES SUSSURAM ELES ME MATAM DE DETRO PARA FORA,E VOCÊ QUER REALMENTE SABER PORQUE EU ESTOU ASSIM? PORQUE EU ESTAVA ACORDADA QUANDO ELES VIERAM.- disse com um sorriso sem humor.

Vou até minha bolsa pego de lá uma arma que sempre andava é uma faca,aponto a arma para o rosto do Rafa,o Tae não chega parto de mim mais estás em pé,abaixo a arma.

- desconsidere tudo oque eu fiz para você,você já provou que não se importa.- o empurro desço as escadas e saio do chalé indo em direção a "floresta",paro e aponto para uma árvore e atiro 1...5...7 tiros,abaixo a arma e espero minha respiração acalmar,ouço um barulho e já levanto novamente a arma.

- quem está aí?- pergunto.

O Tae aparece e eu abaixo a arma.- eu quase atirei em você,não me assusta assim.- digo colocando a mão no coração.

- me perdoe,não queria atrapalhar sua amizade.- diz vindo até mim.

- não foi sua culpa, acho que ele já estava guardando isso a muito tempo,talvez ele não se importa como os outros,não fique se culpando por algo que não mereça esse sentimento.- abraço o mesmo,ele retribui o abraço.

- vamos sair daqui está friu e pode ser perigoso.- diz me puxando.

Fomos até o chalé e estava todos os meus amigos menos o Rafa.

- Dinah, desculpe por de deixar sobre carregada sobre o Taehyung,agora eu sei que fiz errado e espero que durma sem pesadelos e desculpe não acreditar no que você disse,eu realmente me importo com você.- diz a Joy.

- desculpa por não pensar em seus medos e só pensar em coisas que realmente não importava.- diz a Kau.

- desculpe pensar coisas inconvenientes de você, Taehyung me perdoe.- diz a Mels.

- desculpe.- dizem todos.

- está tudo bem,mais acho que quem mais se afetou com isso foi o Tae.- digo.

- não precisava me pedirem perdão.- diz o Tae.

- nós iremos dormir boa noite.- dizem.

- boa noite gente.- digo.

O Tae acena,nos subimos a escada e entramos no quarto.

- já está melhor?- pergunta preocupado.

- sim.

- vamos jogar algo?- pergunta.

- sim,sim,sim.- digo animada.

- vamos jogar banco imobiliário.- diz pegando um no armário,mais vejo algo que não imaginária ver que ele tinha,ele leva o jogo para a cama eu me levanto e vou até o guarda roupa.

- oque vai fazer?- pergunta.

Abro rápido a porta do guara roupa,

Lá tinha facas pistolas de vários calibres,carregadores,silenciador e etc...

- porque tem tudo isso?- pergunto,uma parte de mim adorou ver tudo aquilo mais a outra estava se perguntando porque?

Ele respirou fundo.- vamos dizer que não tenho um passado muito bom a se dizer.- abaixa a cabeça.

- ata tudo bem.- fecho o guarda roupa não queria deixá-lo desconfortável.

Começamos a jogar até que eu "ganhei" todo o dinheiro do Tae.

- ganhei!!- digo me levantando.

- mais você roubou!- diz se levantando também.

- ei seu perdedor,eu não roubei aceite que doi menos,eu sou James Bond sempre ganho no jogo.- mostro a língua e limpo meu smoking imaginário.

- ladra!- diz rindo.

- não sou ladra só peguei emprestado sem pedir.- digo rindo.

-pilantra!

- inteligente!

- audaciosa!

- talvez!.

Ficamos conversando até horas da noite até que decidimos dormir


Notas Finais


Até o próximo capítulo 😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...