História O Passado retorna - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rei Leão
Personagens Pumba
Tags A Guarda Do Leão, Fuli, Kion, Kiuli, Warrior Cats
Visualizações 34
Palavras 618
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu:Bom lá vamos pro próximo capítulo.
Fuli: Que bom que agora pode postar.
Judy: Pelo menos tem alguma coisa pra se entreter.
Eu: Perai só eu ia comentar!
Kia: Decidimos fazer um visita.
Eu: Pode ver né leitor.Acabei de postar o segundo capítulo e já estão se intrometendo na história. Bom vamos pro capítulo.

Capítulo 2 - Amigos será?


                                 Pov Kion

Já estava começando a anoitecer e eu devo confessar a noite prometia ser linda, estrelada e calma... se o Janja não atacar as manadas mais uma vez.

-Hoje foi um dia agitado. - Bunga disse esticando os braços e dando um leve bocejo.

-Mas do que agitado... foi comum. Como todos os outros. - Besthe disse deixando Ono pousar na cabeça grande dele.

-Besthe tem razão está ficando uma oisa monótona, todos  os dias Janja ataca as manadas, todos os dias nós temos que expulsa-los,acalmar as manadas... - Ono disse num tom cansado; ele tem razão a maioria dos dias são assim chega a ter ser cansativo.

-Sim mas temos que nos lembrar que somos A Guarda do Leão. - Eu falei num tom confiante e alegre. Fuli ficou do meu lado e me olhou com um olhar doce e amigável.    

-Kion tem razão! Mesmo que seja cansativo e chato temos que continuar com o nosso trabalho. - Ela disse logo depois se sentando do  meu lado na qual eu acompanhei simpático.

-Tá vocês podem continuar o trabalho, tudo que eu quero é me deitar no musgo e dormir até depois de amanhã. - Bunga disse indo embora com Besthe e Ono que o seguiram até a cachoeira Hakuna Matata; Fuli tambem iria com eles mas decidiu ir na direção oposta.

-A onde vai Fuli? - Perguntei num tom curioso e companheiro com a minha amiga e colega de equipe pintada.

-Ora eu vou dormir é o que todos fazem a noite, pelo menos eu faço isso. - Ela disse num tom divertido e um pouco orgulhosa.

-Tá mais sozinha? - 

-Claro! Guepardos não andam em grupo. - Ela respondeu como se fosse a coisa mais obvia do mundo.

-Eu sei mas pensei se você gostaria de dormir hoje na pedra do rei. - Fuli ficou estática por alguns segundos mais depois soltou um belo sorriso provocante. Perai porque estou pensando nessas coisas sobre ela?

-Tá bem, já vi que não vai desistir tão fácil. - Ela respondeu indo na minha frente até a pedra do rei. Chagamos no esconderijo da guarda e ela parou como se não estivesse confiante; uma coisa interessante e um pouco confusa em relação a Fuli, eu nunca a tinha visto sem confiança em alguma coisa.

-Algum problema Fuli? - Eu perguntei tentando confortá - la sentando do seu lado.

- É estranho. Quando cheguei aqui era apenas uma estranha e agora sou quase parte da sua família... - Ela disse sonhadora, eu nunca tinha percebido isso, de como ela se aproximou de mim e de minha família.

-Mas  além do mais você é a parte mais importante da minha família Fuli. - Eu disse a abraçando, ela exitou no inicio mais depois aceitou de bom grado como eu queria.

-Obrigada Kion. Obrigado por ser meu amigo. - Ela disse no meu ouvido enquanto eu ainda a abraçava. Ela se afastou de mim e voltou a me olhar com aquele olhar arrogante e orgulhoso de sempre.

-Não conte pra ninguem o que aconteceu aqui. - Ela disse num tom bravo e um tanto autoritária, ela estava levemente corada e me senti bem com aquilo.

-Tá bem! Mas me responda por que está corada? - Brinquei, ela balançou a cabeça para o lado escondendo o nervosismo que eu percebi logo de cara.

-Não iamos dormir? - Ela disse desfiando olhar do meu, eu sorri e virei de costas pra ela, me deitando no chão do esconderijo da guarda.- Boa Noite!

-Boa noite Kion! - Ela respondeu num tom irritado e de má vontade, não aquetei e comecei rir em silencio; aquela noite prometia ser bem nervosa pra ela e divertida pra mim. 

   

 

 

    

 


Notas Finais


Que bom dei o primeiro Kiuli pra vocês e agora estou bem satisfeita só acho que ficou muito pequeno, na verdade eu não consegui escrever as sensações que o Kion sentiu ali e muito menos em como dar mais detalhes. Mas tirando isso acho que ficou bom


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...