História O pecado de um anjo (imagine Seokjin) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Amor, Anjos, Demonios, Jikook, Jin, Min Yoongi
Visualizações 13
Palavras 670
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa esse capitulo estar curtinho.... Boa leitura xuxus <3

Capítulo 6 - Capítulo 6: É bom ter uma irmã


Fanfic / Fanfiction O pecado de um anjo (imagine Seokjin) - Capítulo 6 - Capítulo 6: É bom ter uma irmã

 Enquanto eu e Jungkook íamos para casa falamos de coisas aleatórias e demos boas risadas, ele não era tão chato daria até um bom irmão na verdade... enquanto pensava chegamos em frente a nossa residência, entramos e os pais de Jungkook estavam na sala nos esperando. Quando me viram saltaram do sofá em que se encontravam, eles estavam atormentados.

- Precisamos falar com você senhorita... – A Sra. Jeon fala.

- O que houve? – Pergunto desinteressada.

- Seu pai mandou uma mensagem para você... – Foi a vez do Sr. Jeon falar, arregalo meus olhos e Jungkook percebe.

- Que foi? Meu deus é só uma carta! – Ele fala de forma intolerante, lanço um olhar mortal para o menino de cabelos castanhos. – Que foi?

- Não é só uma carta! – Digo de forma intensa e exaltada. – Onde está a carta?

- Está no seu quarto.... – A Sra. Jeon fala apontando para o andar de cima. Saio correndo da sala e vou até meu quarto. Ao entrar no cômodo confortável vejo uma carta em cima da cama, abro a carta minunciosamente. Analiso o conteúdo da mesma, estava tudo escrito em latim. Leio em voz alta.

- Filia mi, ut video bene adaequatum est nova domus; sed ego aegre tolerante non maculosus aliqua notitia. Scio qui incipiet accipit diu ut moriatur ibi quoque, vos scitis quanta ego odi hoc facere, sed magis mortuus est angelis, inter Spancer ... Ego paenitet, ego nescio erant proxima, et inventus est sine corpore. Ut ibi fuga atque nexus non efficiunt ut homines, nosti, quam discriminosum sit semper vobiscum sum ... Venerem carus.     – Per caelum a Domino.

(PS Tradução: A tradução literal é: Querida filha, vejo que está bem ajustada a nova família, mas eu já estou impaciente, ainda não avistei nenhuma informação. Saiba que se demorar demais pessoas vão começar a morrer, sabe o quanto detesto fazer isso, porém mais anjos morreram, inclusive Spancer... sinto muito, sei o quanto eram próximas, não achamos nem seu corpo. Não se acolha e não crie elos com humanos, sabe o quanto é perigoso... estarei sempre convosco querida Afrodite.  - Senhor dos céus.)

Assim que terminei de ler comecei a desabar em lagrimas, Spancer era uma da minhas tutoras mais antigas, sempre me ajudou no que fosse preciso e sempre salvou dos problemas que eu mesma criava. Vejo alguém entrar em meu quarto, era o Jungkook.

- O que aconteceu? – Ele pergunta aflito.

- Minha melhor amiga morreu... – Digo enxugando as lagrimas.

- Você vai ir para o enterro dela né? – Ele diz desanimado. – Estava bom ter uma irmã...

- Eu não vou, não acharam o corpo dela... – Digo voltando a minha postura original.

- Como assim? – Ele pergunta zeloso.

- Jungkook, sua família carrega um legado e a minha também.... – Falo de forma intensa e o encaro.

- Não estou entendendo.... – Ele diz duvidoso.

- Quando estiver na hora certa você saberá. Confie sempre nos seus pais. – Digo alheia a tudo em minha volta, nunca mais irei ver Spancer....

- Vem aqui... – Ele diz me abraçando. – Você é estranha mais é legal!

- Você também, a maneira que você fala é engraçada... – Digo dado um sorriso.

(...)

 Depois que Jungkook saiu de meu quarto tomei um banho e fui dormir.

~~ AFRODITE OFF ~~

~~ NAMJOON ONN ~~

 Depois de me encontrar com a menina que nos avistou mais cedo voltei para o covil. Quando cheguei Yoongi veio direto em minha direção.

- O que descobriu dela? – Ele pergunta inquieto.

- Nada de valioso, um menino chegou e me atrapalhou.

- Ele te viu? – Ele pergunta com a mesma expressão indecifrável de antes.

- Não, usei o feitiço de proteção... – Digo indo até um sofá e me jogando no mesmo. – Porque ela é tão importante? – Pergunto desinteressado.

- Porque.... – Ele se acalma. – Ela pode ser um anjo...

- OQUE? – Pergunto sem acreditar.

- Acho que teremos que ir para escola... – Hoseok fala com um sorriso irônico no rosto.

- Sim, teremos.... – Yoongi não estava nem um pouco contente.

~~ CONTINUA ~~


Notas Finais


Espero que tenham gostado, amo vocês. Bjs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...