História O Pequeno Baek - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Personagens Originais, Xiumin
Tags Angst, Baekmin, Exobabys!, Exokids!, Irmãos, Semana Exokids, Xiubaek
Exibições 117
Palavras 497
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpa não ter postado ontem!
Meu pulso passou o dia doendo, acho que ele abriu ou algo assim, estava latejando muito ಥ⌣ಥ
Mas agora estou melhor e já vou postar esse lindo BaekMin aqui pq esse couple é a coisa mais fofa que existe, apesar de que bem..
É melhor vcs lerem!
Essa é a segunda História da série de fanfics sobre crianças que eu estou fazendo essa semana!
Vou deixar o link do jornal nas notas finais, boa leitura!
(⌒_⌒;)

Capítulo 1 - Irmãos


Fanfic / Fanfiction O Pequeno Baek - Capítulo 1 - Irmãos

Meu Herói.

Meu Herói não é superforte.

Ele não é super-rápido também.

Meu Herói não tem lasers nos olhos,

Nem sabe respirar debaixo d’água.

Meu Herói não é famoso,

Nem muito inteligente.

Meu Herói tem um superpoder 

Que mais ninguém tem.

Ele nunca sente dor.

Mesmo depois de tomar injeção ele nunca chora.

Meu Herói não grita quando cai.

Não reclama de dor de cabeça

E

Não briga comigo quando eu belisco ele.

Meu Herói canta para mim, 

Mesmo que ele esteja muito cansando.

Meu Herói pode resistir a tudo,

A dor,

Ao medo,

A solidão,

E não importa o que aconteça, 

Eu prometo nunca esquecer ele.

Meu Herói é meu Hyung, Kim Minseok.

 

ASSINADO: BYUN BAKHYUN

 

A classe estava silenciosa. Apenas o choro sofrido da professora era escutado. Envergonhado Baekhyun se curvou e correu para seu assento de cabeça baixa com seu texto em mãos. A professora tinha as mãos na boca tentando conter a tristeza enquanto observava seu pequeno aluno, inocente e puro, rabiscar em sua caderneta.

Cambaleante ela se levantou e com um sorriso triste falou com Baekhyun. Todos da classe tinham as feições perturbadas pelas palavras do companheiro de classe.

- Eu tenha certeza que Minseok-ssi está muito feliz pela sua redação Baekhyunee.  – O menino arregalou os olhos para a professora sentindo-se envergonhado. Seus colegas o fitaram com curiosidade compartilhando do mesmo sentimento. Todos ali tinham um carinho especial pelo irmão mais velho de Baekhyun que estava internado no hospital universitário de Seul, no setor de oncologia. Ele era apenas dois anos mais velho que Baekhyun e era muito popular devido ao seu espírito alegre e carismático. 

Minseok sempre foi um rival para o pequeno Baek. Ele não suportava que seu irmão mais velho tivesse mais atenção dos pais do que ele. Ou que tivesse mais amigos, ou notas melhores.

Quando seu Hyung adoeceu, pensou que finalmente teria tudo o que sempre quis. Mas, ao assistir seu irmão definhar aos poucos naquela cama de hospital, sem nunca deixar de lhe dar um mero sorriso, o garotinho percebeu o quão injusto ele havia sido.

Todos as tardes, depois da escola ele passava ao lado de seu Hyung. Conversando, desenhando, entretendo a mente cansada dele. E por mais que muitas vezes acabassem brigando, Baekhyun era o primeiro a pedir desculpas, apenas para que voltassem a conversar como antes.

Até que veio a conversa.

Seus pais entraram em seu quarto uma noite.

E começaram a dizer coisas confusas que o deixaram completamente perdido.

“Seu Hyung vai ter que ir embora sabe”

“Será para sempre”

“Eu sinto muito”

“Ele não pode voltar”

Baekhyun chorou muito quando finalmente entendeu.

Na manhã seguinte decidiu ir à escola, mesmo com sua mãe dizendo que não precisava. Escrever aquela redação foi como se Baekhyun tivesse expurgado todos os seus demônios. Naquela tarde ele correu pelo corredor do hospital animado com sua redação em mãos, pronto para mostra-la a Minseok.

Quando chegou no quarto, porém, a cama estava vazia.


Notas Finais


A morte é algo que poucas crianças sabem lidar e muitas vezes os pais são péssimos em explicar e confortar da maneira certa.
Como vocês fariam?
Como diriam para uma criança o que é a morte?


Obrigado por quem leu!


Ps. Aqui o jornal:
https://spiritfanfics.com/perfil/love-hime/jornal/semana-tag-exokids-6686958



~Desvia das pedras


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...