História O pervertido do 105 - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Chanbaek
Visualizações 931
Palavras 1.557
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieee!
Nossa, podem me xingar, eu deixo. Não era para eu ter demorado tanto assim.
Eu tô atualizando minhas fanfic's agora e tô explicando em todas. Eu estava na época de enem/vestibular e estava estudando que nem uma louca, daí eu fiquei toda travada pra escrever e sem uma vida social. Bem, pelo menos esse esforço todo valeu a pena e eu passei na faculdade de direito. (Vocês estão lendo fanfic de uma futura advogada, olha que lindo ahduhsus)
Enfim, só queria compartilhar minha felicidade mesmo ahsushsu
Fiquem felizes, porque tem três capítulos prontos já e vou postar tudo em dezembro!!
Boa leitura ♥♥

Capítulo 9 - Sou todo seu.


Me distrai por um instante e observei o lugar, meus olhos pararam na entrada do restaurante.

Arregalei meus olhos desacreditando na pessoa que via ali.

- O que foi Baek?

Chanyeol perguntou e o encarei.

- Lembra daquele meu amigo da escola, que eu falo com ele só nos aniversários?

- Aquele que tirou sua virgindade?

Disse com uma careta. Porque ele falou isso? Meu Deus.

- Sim.

- O que tem ele?

Olhei para a entrada de novo e respirei fundo.

- Ele está ali.

Chanyeol se virou como o exorcista e me pediu pra mostrar meu amigo. Apontei disfarçadamente aproveitando que ele estava de costas na recepção, conversando com um outro homem alto.

- Você era amigo do Kai?

Chanyeol se virou e perguntou em voz baixo

.

- Você o conhece?

- Eu já trabalhei com ele, há uns dois anos.

- Meu Deus.

Agora sim eu queria morrer. Mas olhei para Chanyeol e ele agora estava com os olhos arregalados. Hoje o dia estava ótimo.

- O que foi agora, Chanyeol?

- O cara loiro que está conversando com ele. - Olhei para a entrada de novo. - É meu ex-namorado da escola, Sehun.

- Puta merda Chanyeol.

- Quais são as chances de coisas assim acontecerem?

- Com a gente? Acho que 1 em 2.

Eu fiquei observando disfarçadamente meu amigo e percebi o quanto ele estava bonito, claro que Chanyeol não precisava saber disso. E odiei admitir, mas o ex-namorado de Chanyeol também era muito bonito.

Entrei em choque quando meu amigo se virou e seu olhar foi diretamente para mim e ele acenou sorridente. Falou algo para o outro homem e veio em nossa direção.

Olhei para Chanyeol em desespero e ele deu de ombros. Ótimo.

- Olá Baek.

Disse Kai enquanto chegava na nossa mesa.

- Oi Kai.

Sorri e me levantei e esperei Chanyeol fazer o mesmo.

- Chanyeol! Que surpresa.

Disse Kai sorrindo.

- Muitas surpresas hoje.

Todos se cumprimentaram, o homem que estava com Kai se aproximou de nós, e arregalou os olhos assim que viu Chanyeol ali. Muitas surpresas hoje, realmente.

- Chany? - Disse o tal de Sehun.

Como assim Chany?

- Você o conhece amor?

Perguntou Kai a Sehun.

Amor? Meu Deus. Eles namoram? Isso não vai prestar. Vi o loiro engolir em seco para responder a Kai.

- Ah, Chanyeol era um amigo da escola.

- Interessante. Baekhyun também é um amigo meu da escola.

E só então o loiro pareceu notar minha presença. Sorriu falsamente pra mim e eu fiz o mesmo.

Chany, onde já se viu, com namorado ali e chamando os outros assim, na intimidade. Ainda mentiu para o meu amigo, na cara dura. Não gostei dele.

Kai percebeu o clima tenso e puxou conversa conosco. Perguntou se estávamos namorando e Chanyeol respondeu na minha frente.

- Estamos sim. Na verdade, hoje estamos completando seis meses de namoro.

- Ah, que ótimo. Eu e Sehun estamos comemorando também. Vamos nos casar no fim do ano.

Disse Kai e sorriu para o namorado. Eu acharia fofo se não fosse ridículo.

- Quem te conheceu na adolescência, nem imaginaria isso.

Disse a Kai.

- Pois é. A gente cresce e aprende umas coisas na vida.

Eu queria muito rir. Eu lembrava de como Kai era na escola, e de como enfatizava "nunca vou me casar".

Isso é engraçado demais. Mas eu estava feliz por ele, por ter encontrado alguém.

- Parabéns pelo casamento.

Disse sinceramente aos dois, apesar de tudo.

Sehun estava muito quieto e eu sabia que viria algo. E não tardou a vir.

- Vocês combinam! - Disse ele, olhando de Chanyeol para mim. - Espero que se casem também.

Ah pra que ele falou isso? Senti meu rosto esquentar na mesma hora e olhei para Chanyeol e ele me olhou ao mesmo tempo. Devíamos o olhar envergonhados.

Obrigado Sehun, mal te conheço, mas já quero te matar.

- Ainda é cedo pra isso.

Eu disse tentando sair daquele silêncio incômodo.

- Sim, mas pensamos em nos casar daqui a um tempo.

Chanyeol disse e eu quis me esconder em baixo da mesa. Sehun mantinha um sorriso amarelo no rosto, enquanto Kai nos desejava sorte. Sorri fracamente.

- Vamos Hunnie.

Disse Kai e nos despedimos, assim que eles saíram eu e Chanyeol sentamos na cadeira e ficamos em silêncio. Eu peguei meu copo e o enchi com vinho e tornei a virar tudo. Depois vi Chanyeol fazer o mesmo com sua água.

- Foi tão estranho para você quanto para mim?

Perguntou Chanyeol, puxando um pouco a gravata, como se ela estivesse apertada.

- Foi. Aquele seu ex-namorado é um pouco inconveniente.

- Sehun não fez por mal.

Disse Chanyeol dando de ombros.

- Duvido. Você reparou em como ele te olhava, Chanyeol? - Olhei para Chanyeol e ele me olhava com a sobrancelha erguida. - Uma falta de respeito com o noivo dele.

- Eu não reparei nisso. Estava ocupado demais reparando em como Kai te olhava.

Abusado. Eu estava conversando normalmente com Kai.

- Ah por favor, ele nem me olhou.

- Claro que olhou, Baekhyun. Sehun estava desconfortável até.

- "Sehun estava desconfortável." - Tentei imitar a voz de Chanyeol. Sem sucesso. - Vai lá confortar ele então.

Oh Deus, me perdoe pela infantilidade.

- Seu ciumento.

- Não com ciúmes, Chanyeol.

- Sabe no que mais eu reparei?

Perguntou Chanyeol, fazendo eu olha-lo com curiosidade.

- No quê?

- No quanto você ficou com vergonha quando falamos sobre casamento.

Ah, isso. Claro que fiquei com vergonha. Não namorávamos e nem nada, aí vem alguém nos falar de casamento. Era no mino estranho.

- Isso não importa agora.

Chanyeol riu e logo fizemos nossos pedidos e comemos.
Depois Chanyeol disse que queria me mostrar um lugar, que ele ia toda vez que vinha nesse restaurante.

Ele me levou para o segundo andar do restaurante, onde era uma área aberta.

- É muito bonito aqui.

Eu falei olhando a vista. Da onde estávamos víamos toda a Seul. Era uma cidade linda e iluminada, a lua cheia brilhava no céu, estava tudo muito bonito ali.

Olhei para Chanyeol e ele me encarava de um jeito diferente. Tinha um brilho nos olhos que eu não soube identificar o que era. Sorri para ele e me aproximei, o beijando.

Suas mãos foram para minha cintura, me aproximando mais de seu corpo. Minhas mãos em seu pescoço, nos beijando lentamento e sem pressa alguma.

Chanyeol fazia eu me apaixonar por cada parte dele. Essa era a verdade, eu estava me apaixonando por ele. E eu queria muito, que isso fosse algo bom.

Nos separamos e ficamos nos encarando.

- Chanyeol.

Ele sorriu para mim e concordando levemente, me instigou a falar.

- E-eu gosto de vc.

Acho que nunca esqueceria o olhar que ele me deu, fora intenso e quente. Em seguida, um beijo também intenso, que fez meu corpo todo esquentar.

- Você sabe, eu gosto de você.

Ele sussurrou e me beijou de novo. Eu me lembrei onde estávamos, da lista e percebi que não queria manchar a pureza do lugar.

- Vamos pra sua casa.

- O quê?

- Eu quero que você me faça ser seu, na sua casa, na sua cama.

Ele sorriu como o coringa e descemos da varanda. Pagamos a conta e saímos de mãos dadas do restaurante. No caminho à saída, avistei Kai e Sehun no maior amor em uma das mesas do canto, acenei discretamente quando Kai olhou ao redor. E saímos do restaurante.

******

Chegamos na casa de Chanyeol abraçados, quem nos olhassem acharia que somos um casal. E eu desejei isso.

Sim, eu estava romântico demais, acho que era o vinho.

Em silêncio, Chanyeol me puxou pela mão até seu quarto. Continuava do mesmo jeito, com uma foto sua ao lado da cama, tudo intacto.

Ele me sentou na beirada da cama e me olhou.

- Eu quero ficar com você Baek. - Ele disse baixo. - Não quero só transar.

Eu sorri.

- Sou todo seu.

Ele me beijou lentamente, enquanto suas mãos passavam por minhas coxas.

Meu corpo esquentou e senti a necessidade de aprofundar mais.

Nos virei, ficando por cima de Chanyeol. Ele me olhou confuso e eu apenas sorri travesso.

- O que pretende fazer?

Coloquei meu dedo indicador sobre meus lábios, fazendo um shii baixo. Chanyeol riu e ficou me observando.

Eu não sei explicar. Naquele momento, olhando nos olhos de Chanyeol, eu percebi que queria ouvir o som de risada sempre que possível, que gostaria de ver seus olhos intensos me encarando todos os dias.

Desisti da ideia de ser sexy e abusado e o beijei com toda a minha vontade. Senti as mãos de Chanyeol passeando por meu corpo, enquanto eu o agarrava mais.

Eu queria ficar para sempre assim com ele.

- Eu gosto tanto de você Chanyeol.

Ele sorriu e eu o beijei de novo. Eu estava entregue a Chanyeol.

Sentei-me sobre seu colo, e puxei sua camiseta, tirando a minha em seguida.

Depois, foi tudo muito rápido.

Nos beijamos de novo, mais roupas sendo tiradas, mais beijos, mais mãos em lugares indevidos.

E o resto da noite seguiu assim, fizemos amor e depois, Chanyeol e eu nos beijamos mais e mais, e mantivemos nossos corpos colados um ao outro.


Notas Finais


Gente, a maioria de vocês chutou no Sehun como a pessoa que o Baek viu no restaurante ahsushsu eu não tava acreditando nisso, acho que dei alguma brecha ahsushsu enfim, eu espero que tenham gostado dessa dose de amor de ChanBaek ahduhsus
Volto logo ♥

Postei duas fanfic's de Halloween, essa é ChanBaek do amô ♥ https://spiritfanfics.com/historia/sweet-halloween-6866667 e essa é TaoRis/XiuHan, com um terrorzinho básico, https://spiritfanfics.com/historia/the-halloween-night-6888633
Se nessa última não tiver nada parecido com terror, vocês me perdoem, pq eu não nasci pra dar medo nos outros tá, aliás, eu tbm tenho medo dessas coisas ahsushsu

Twitter: ~ DyoBlackPearl


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...