História O Pesadelo das Bruxas (Interativa) - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~Selected_Singer

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Luta, Magia, Mortes
Exibições 30
Palavras 1.692
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Escolar, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Ponto de vista


**Drake** 
Eu estava no meio do pátio com uns caras que me pareciam veteranos. Eles tinham a mesma personalidade que eu e isso é ótimo. 
Eles faziam questão de mostrar seus casacos de times e isso me pareceu muito filmes adolescentes. Será que aqui tem líderes de torcida? Que nojo. 
As pessoas estavam completamente loucas e eu achei incrível que, em menos de vinte minutos, eles já conseguiram ficar pior do que sei lá o que. 
Eu decidi que não ultrapassaria limite nenhum essa noite. Nada de bebidas fortes ou qualquer outra coisa. Aliás, até acho que daria tudo para estar no meu quarto essa noite, com aquele colega de quarto antipático e arrumadinho que provavelmente estaria ouvindo alguma música clássica enquanto lia um livro de romance clichê ou de algo relacionado a física. 
Eu não deveria julgar as pessoas assim, tão precipitadamente... mas não consigo. Eu não consigo olhar para ele e ver uma pessoa aceitável. 
Observei as pessoas naquele local e elas pareciam felizes, mas cautelosas. Tanto que, grande parte olhava para a porta de três em três segundos. 
-Ô lorinho, não vai pegar ninguém? -Um rapaz moreno do grupo em que estava falou. 
-Não tô afim. -Respondi. 

**Warui** 
Fui no meio da multidão com minha mais nova colega, Heloisa. 
Ela parecia bem animada e eu gostaria de saber de onde ela tira tanta disposição. 
-Eai, o que está achando disso? -Ela perguntou, aos gritos. 
-Sei lá. -Respondi. -Acho desnecessário, mesmo sendo bonitinho eles prepararem tudo isso aos novatos. 
E eu realmente achava. Não que não seja uma coisa legal e não que eu não esteja me divertindo. 
Começou um remix chamado "Born To Baile" e eu comecei a rir ao pensar o que fizeram com a música da Lana Del Rey. 
Não perdi tempo, deixei as coisas que me incomodavam de lado e comecei a dançar loucamente. Realmente como se não houvesse amanhã. 
-Você está parecendo uma louca! -Heloísa disse, rindo. 
-Ninguém se importa. -Respondi, também rindo. Não queria parecer grossa. 
Percebi que não tinha tocado nenhuma música que fizesse sentido e que realmente prestasse desde que chegamos aqui. E, sinceramente? Está incrível. É meio idiota, mas é o que faz as coisas se animarem. 

**Heloisa** 
Eu não conseguia dançar sem soltar uma gargalhada alta sempre que olhava para Warui. Parecia que ela não estava em si e isso é realmente frustrante e engraçado. 
Pensei em gravar para o Snap mas achei melhor não. Mal cheguei aqui e já tô espantando as migas? Vamos com calma. Já dei mancada demais com o filme das bruxas.
Olhei para o lado para ver se algo me interessava, mesmo sabendo que não aconteceria. Vi um grupo de meninas bem grande e pareciam aquele tipo esnobe. Elas dançavam, apontavam para os outros e davam risada até dos próprios pés. Legal saber desse tipo de grupo aqui.
Olhei um pouco ao lado delas e vi um rapaz ruivo e alto até demais. Ele me olhava e quando percebeu que vi, me chamou com as mãos. 
Fiquei meio receosa, então despertei minha amiga de suas loucuras e falei: 
-Warui, aquele cara lá tá me chamando. E agora? 
-E agora o que? -Ela parou. -Vai lá, quem tem freio é bicicleta! 
-Acho que não vou não. 
-Ah, deixa disso menina. Quem deixa barato é Black Friday. 
Não pude evitar de rir do que ela dizia. 
-Ei, é sério! -Ela falou. -Quem deixa passar é catraca! -A ruiva se permitiu rir e me empurrou.  
Sai de perto dela e fui em direção do rapaz. 
-O que foi? -Falei. Ótimo, é assim que se começa. 
-Eita! -Ele falou. -Heloisa, né? Sinta-se especial, decorei seu nome. 
-O seu é....? -Perguntei, com uma das mãos na cintura. 
-André. -Falou.  
-E o que quer? 
-Ué... te conhecer melhor. -Ele falou. 
-Nem vem. -Falei, saindo enquanto dava um risinho irônico. 

**Lidian** 
Não fazia a menor ideia de onde estava Luke, ele simplesmente desapareceu. 
Estava dançando com Rebekah enquanto bebia uma bebida estranha que não faço ideia do que é. Só sei que é muito bom. 
Estava ficando mais animada, muito além do que imaginava, então me dei a liberdade de subir na mesa de bebidas e dançar para todo mundo. 
Eu realmente não sabia o motivo de estar fazendo aquilo, só sei que é incrivelmente divertido. 
Senti algo quebrar e vi que foi a perna da mesa em que eu estava. Ela caiu, mas eu não. Isso foi incrível e só me fez rir muito, não desci do salto nem nesses momentos. 
Subi na mesa que estava ao lado e continuei com meu show, as pessoas riam e eu não estava entendendo o motivo de nada. 
Quando vi que já estava passando um pouco dos limites, deixei meu copo cair no chão com uma grande quantidade de não sei o que dentro, o que fez uma garota com um vestido rosa bem apertado e curto cair um tombo no chão. Todos pararam para rir e eu me senti vitoriosa. 
Rebekah veio em minha direção e me tirou a força da mesa. As pessoas gritavam e eu só sabia disso. 
Ela me tirou daquele lugar e me levou a pia do banheiro feminino, onde percebi água gelada em meu rosto. 
-O que estava fazendo? -Rebekah disse, revirando os olhos. 
-Só me divertindo. -Falei. -Aliás, voltarei. 
-Não, não vai. -Ela saiu correndo e pegou a chave do banheiro que estava para o lado de dentro, me trancando no local. 

**Rebekah** 
Estava de boa com Lidian ouvindo as músicas loucas e vendo a minha amiga ficar louca. 
Estava tudo normal enquanto ela dançava como a Duny na abertura de Girls In The House. Normal não estava, mas estava aceitável e todos estavam se divertindo. 
Me virei por segundos pegar mais algumas balinhas em forma de bichos e quando me virei vi minha amiga dançar como a Duny encima da mesa de bebidas. 
Estava uma coisa completamente louca e seria cômico se não fosse trágico. Me permiti rir por alguns segundos e logo depois ver até quando a mesa aguentaria, o mesmo com a garota. 
Um rapaz loiro de olhos castanho escuro chegou do meu lado e começou a tentar puxar assunto: ele falou de uma forma meio ridícula e percebi que estava com sono ou algo relacionado. 
Ouvi um grande estrondo e vi que a    mesa em que Lidian estava tinha quebrado. Eu ri muito, o que fez o rapaz do meu lado se espantar. 
Ela não caiu e logo subiu na mesa ao lado. Tudo ficou mais engraçado quando começou a tocar PPAP e toda a multidão começou a cantar loucamente, todos riam. 
Vi que a garota na mesa estava passando dos limites, então a tirei de lá e a levei até o banheiro, onde joguei água gelada em seu rosto. 
Ela pareceu um pouco irritada e queria voltar, mas peguei a chave da porta e a tranquei lá dentro. 

**Mégara** 
Estava sozinha e já tinha brigado. 
Sim, tinha brigado com uma menina que usava um vestido rosa e que fez o favor de rasgar meu vestido de propósito. 
Dei uns bons tapas nela que a deixei atordoada, minutos depois vi ela caída no chão enquanto uma novata dançava na mesa. 
Eu não sei porque levavam tantos doces nessas festas loucas, mas sei que estava com um pirulito na boca. 
Fiquei extremamente louca quando começou a tocar PPAP e não me importei de cantar e fazer gestos o mais alto que podia. Estava me divertindo. 
Estava sendo uma noite longa. Pessoas que nunca vi na vida viraram e me falaram que eu era bonita e várias outras coisas, assim como outros vieram e choraram tudo o que podiam, me pedindo conselhos. 
Fiquei sabendo sobre a vida de todo mundo e achei isso muito legal. Sabia que as pessoas que estavam comigo não estavam sãs e isso fazia com que a forma que tudo acontecia fosse mais engraçada e épica. 
As pessoas ao meu lado levaram os braços para cima do nada e começaram a pular, peguei o ritmo e fiz o mesmo. 

**Nathaniel** 
Estava na arquibancada conversando com garotos com cara de nerd. Eles não estavam aproveitando nada, assim como eu também não. 
Eles me acharam do estilo deles. 
Talvez por eu ter entrado em uma festa segurando três livros. 
Não foi proposital, eu realmente sai do quarto sem perceber que estava os segurando. Não valia a pena subir todas aquelas escadas só para levar três livros, então me sentei e comecei a ler. 
Mesmo querendo sair daquele lugar na companhia daquelas pessoas, fiz o educado (como já sou) e conversei com eles, enquanto observava os absurdos que aconteciam na quadra. 

**Teseu** 
Chris simplesmente chegou e começou a me beijar, não parou mais. Sabia que ele não estava bêbado, mas enfim. Fiz o bêbado também, sem saber o motivo. 
Percebi várias pessoas nos observando o tempo todo e isso me deixou meio sei lá, meio incomodado. Talvez seria melhor voltar para o meu quarto. 
Falei que ia pegar algumas coisas e sai do local, mas parei no meio do caminho quando ouvi risadas e gritos de dentro do banheiro feminino. 
Estranhei, logo depois vi uma chave caída logo ao lado da porta. A peguei e abri, liberando a garota do cabelo escuro que saiu saltitando em direção à quadra. 
Será que fiz algo errado? 

**Laura** 
Cantarolava Teddy Bear ao lado de uma menina chamada Lilian. Ela era meio chatinha. Chata não, fechada, eu acho. 
Não gostava das músicas que estavam tocando, então fiz o show da Cry Baby no meio da galera. 
As pessoas me olhavam estranho por causa da minha pelúcia de amendoim, mas não liguei. 
Não muito. Não devia algo para ninguém. 
Decidi parar de cantar e falei: 
-Lilian, quer ouvir umas cantadas legais? 
-Acho que sim. -Ela falou. 
-Gata, cê tem uma colher? Eu tô dando sopa, sua linda! -Falei, rindo. 
-Que ridículo. -Ela disse, segurando o riso. 
-Segura essa monstra então: 
Gata, entre Star Wars e Star trek,
O que eu queria mesmo era star com você.
-Essa é boa. -Ela disse. -Vou aderir. 
-Isso aí! Quem sossegou foi Jorge e Mateus, não você! -Eu disse, rindo. Ela riu também.

 


Notas Finais


Link das músicas:
https://m.youtube.com/watch?v=8Z1b2MSVPys
https://m.youtube.com/watch?v=d9TpRfDdyU0
https://m.youtube.com/watch?v=pyuAEmge5p8
Gente, não vou negar. As duas primeiras musicas são épicas e vcs precisam ouvir! Ahaijaiaaj
Vcs já criaram algum Shipp?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...